informação é diferente de conhecimento

1
2009 A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PROPRIEDADES ALIADAS À TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO AGRONEGÓCIO Carlos Magno, Analista de Sistemas, Técnico Agropecuário com especialização em Gestão de Cadeias Produtivas, Diretor Técnico da Seiva Brasilis. e-mail: [email protected] 13 12 artigo G estão compreende o ato de administrar! A gestão de uma propriedade é importan- te para reduzir os riscos da atividade, por exemplo: risco de produção, dificuldade em prever a época de plantio, o que irá ocorrer durante a pro- dução até a colheita. Também ocorre o fato de não haver uma gestão sobre o gerenciamento de custos, orçamento e fluxo de caixa da propriedade, oca- sionando: falsa percepção de resultado do negócio, como ganhos obtidos por produtividade e/ou aumen- to de preços dos produtos; investimentos desneces- sários, realizados talvez em momentos impróprios; e crescimento sem sustentação. Como saber então se a gestão da propriedade está no caminho certo em relação à objetivos pre- viamente traçados? O ato de gerir uma propriedade pressupõe a aplicação de um modelo de gestão que auxilie o gestor nas suas atividades do dia-a-dia e nos momentos onde é necessária uma ou várias tomadas de decisões, focando o gerenciamento mais adequa- do dos recursos disponíveis na propriedade para al- cançar os objetivos traçados. Propriedades devem ser vistas e administradas como empresas, e devem procurar reconhecer a im- portância da integração dos diversos elos da cadeia produtiva. Elas precisam buscar obter conhecimen- tos sobre os mercados que atendem ou pretendem atender, aumentar o relacionamento com o segmen- to industrial e a distribuição, pois, não importando seu tamanho, as propriedades precisam gerar re- sultados e retorno financeiro porque disto depende seu sucesso como empresa. Isto é válido tanto para propriedades patronais quanto familiares. Existem questionamentos quanto ao modelo de gestão que possa melhor auxiliar o gestor e os empresários rurais, eis alguns deles: Sua forma de produzir pode não estar adequada à sua realidade e necessidade de mercado. Já pensou sobre este aspecto?; Novos mercados compradores/consumi- dores. Já refletiu sobre buscá-los e qual caminho poderá seguir para encontrá-los?; Sua produção é diversificada ou não, tem planejado “o que, quan- to, quando e para quem produzir?”; Os custos de sua produção “antes da porteira” e “dentro da pro- priedade” estão adequados? E a sua formação de preços?; Sua produção tem qualidade, ela está aten- dendo os requisitos de normas atualmente aplicadas que lhe possibilitam trabalhar em novos mercados?; E outros mais... Um modelo de gestão é composto de informações necessárias para de fato saber sobre: investimento, produção, tecnologia, sistema de informação, recur- sos humanos, mercado comprador/consumidor e por processos que envolvem planejamento, execução, controle e ações corretivas. Isto é necessário, pois direcionam os empresários rurais, colaboradores e os recursos para gerar resultados. Sua propriedade produz “produtos”, sejam eles, frutas, carne, leite, grãos etc. É necessária a profissionalização! Estes conjuntos de informações são transforma- dos em diferencial competitivo, onde para o empre- sário rural se destacar, diferenciar-se no mercado, necessita utilizar a correta informação tornando-a conhecimento produtivo! Esta gestão da informa- ção pressupõe o uso de boas práticas de gestão e um simples sistema de informação, com suporte a decisão que contemple estratégias e planos (plane- jamento estratégico), orçamentos (custos de produ- ção), fluxo de caixa (comercialização, amortização de contas), gestão de pessoas (capacitação) e gestão de processos (rastreabilidade de criações, agricultura), onde todas estas informações gerenciais estarão ar- mazenadas em um banco de dados de conhecimento de fácil acesso. Gestão de Informação Dados (Operacional) Estratégia & Gestão (Análise e decisão) Informação (Processo) Conhecimento (Inteligência) Transformar informação em diferencial competitivo Serviço Gestão pelo conhecimento Software A aplicação do conceito de gestão e tecnologia da informação tem a finalidade de proporcionar supor- te aos empresários rurais em comprar pelo menor preço possível e vender pelo melhor preço possível. Esta mesma tecnologia envolve as atividades junto às propriedades, tendo como alguns dos benefícios: redução dos riscos; aumento da capacidade produti- va; produtividade e qualidade; etc. Aos empresários rurais fica a questão: Maior receita ou menor custo? Quais mercados atender? Como? Quando? Aonde? P Fonte: Revista Produz Fonte: Revista Produz

Upload: carlos-magno

Post on 26-Jan-2017

827 views

Category:

Business


0 download

TRANSCRIPT

Page 1: Informação é Diferente de conhecimento

2009

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PROPRIEDADES ALIADAS À TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO AGRONEGÓCIO

Carlos Magno, Analista de Sistemas, Técnico Agropecuário com especialização em Gestão de Cadeias Produtivas, Diretor Técnico da Seiva Brasilis.e-mail: [email protected]

13 12

artigo

Gestão compreende o ato de administrar! A gestão de uma propriedade é importan-te para reduzir os riscos da atividade, por

exemplo: risco de produção, dificuldade em prever a época de plantio, o que irá ocorrer durante a pro-dução até a colheita. Também ocorre o fato de não haver uma gestão sobre o gerenciamento de custos, orçamento e fluxo de caixa da propriedade, oca-sionando: falsa percepção de resultado do negócio, como ganhos obtidos por produtividade e/ou aumen-to de preços dos produtos; investimentos desneces-sários, realizados talvez em momentos impróprios; e crescimento sem sustentação.

Como saber então se a gestão da propriedade está no caminho certo em relação à objetivos pre-viamente traçados? O ato de gerir uma propriedade pressupõe a aplicação de um modelo de gestão que auxilie o gestor nas suas atividades do dia-a-dia e nos momentos onde é necessária uma ou várias tomadas de decisões, focando o gerenciamento mais adequa-do dos recursos disponíveis na propriedade para al-cançar os objetivos traçados.

Propriedades devem ser vistas e administradas como empresas, e devem procurar reconhecer a im-portância da integração dos diversos elos da cadeia produtiva. Elas precisam buscar obter conhecimen-tos sobre os mercados que atendem ou pretendem atender, aumentar o relacionamento com o segmen-to industrial e a distribuição, pois, não importando seu tamanho, as propriedades precisam gerar re-sultados e retorno financeiro porque disto depende seu sucesso como empresa. Isto é válido tanto para propriedades patronais quanto familiares.

Existem questionamentos quanto ao modelo de gestão que possa melhor auxiliar o gestor e os empresários rurais, eis alguns deles: Sua forma de produzir pode não estar adequada à sua realidade e necessidade de mercado. Já pensou sobre este aspecto?; Novos mercados compradores/consumi-dores. Já refletiu sobre buscá-los e qual caminho poderá seguir para encontrá-los?; Sua produção é diversificada ou não, tem planejado “o que, quan-to, quando e para quem produzir?”; Os custos de sua produção “antes da porteira” e “dentro da pro-

priedade” estão adequados? E a sua formação de preços?; Sua produção tem qualidade, ela está aten-dendo os requisitos de normas atualmente aplicadas que lhe possibilitam trabalhar em novos mercados?; E outros mais...

Um modelo de gestão é composto de informações necessárias para de fato saber sobre: investimento, produção, tecnologia, sistema de informação, recur-sos humanos, mercado comprador/consumidor e por processos que envolvem planejamento, execução, controle e ações corretivas. Isto é necessário, pois direcionam os empresários rurais, colaboradores e os recursos para gerar resultados. Sua propriedade produz “produtos”, sejam eles, frutas, carne, leite, grãos etc. É necessária a profissionalização!

Estes conjuntos de informações são transforma-dos em diferencial competitivo, onde para o empre-sário rural se destacar, diferenciar-se no mercado, necessita utilizar a correta informação tornando-a conhecimento produtivo! Esta gestão da informa-ção pressupõe o uso de boas práticas de gestão e um simples sistema de informação, com suporte a decisão que contemple estratégias e planos (plane-jamento estratégico), orçamentos (custos de produ-ção), fluxo de caixa (comercialização, amortização de contas), gestão de pessoas (capacitação) e gestão de processos (rastreabilidade de criações, agricultura), onde todas estas informações gerenciais estarão ar-mazenadas em um banco de dados de conhecimento de fácil acesso.

Gestão de Informação

Dados(Operacional)

Estratégia & Gestão(Análise e decisão)

Informação(Processo)

Conhecimento(Inteligência)

Tran

sfor

mar

info

rmaç

ão e

m

dife

renc

ial c

ompe

titiv

o

Serviço

Gestão pelo conhecimento

Software

A aplicação do conceito de gestão e tecnologia da informação tem a finalidade de proporcionar supor-te aos empresários rurais em comprar pelo menor preço possível e vender pelo melhor preço possível. Esta mesma tecnologia envolve as atividades junto

às propriedades, tendo como alguns dos benefícios: redução dos riscos; aumento da capacidade produti-va; produtividade e qualidade; etc. Aos empresários rurais fica a questão: Maior receita ou menor custo? Quais mercados atender? Como? Quando? Aonde? P

Fonte: Revista ProduzFonte: Revista Produz