if. 238 upro im:,.». «etfunaa.ieira. vinciajo »„ açtchlo...

Click here to load reader

Post on 05-Jun-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • [M:

    rBUwAMBPCQ-BRAgll,*~^ÊS£mSpSsWtmasr

    . Capital |THESMKZRS. . , . . , . , .•BIS MEZES ,

    'íii jl PAGAMENTO ADIANTADO

    {Udaefto, Morlplorlo a oUelnaa-Itoa üiilnaadè Movambro, lll a ale* da Regeneração, ia

    NUMERO DODIA 100 REIS

    vsmmtmimimmm

    íájoSÔ ml

    If. 238im:,.». «etfunaa.ieira. jo »„ AçtCHlo an 191R aj

    UPRO VINCIA.'1 •

    mHHO XXXVIII

    •Üfe

    firaSEIS Mi,UM ANNl

    ExtraSEIS MEZUM ANNÔ $&:% j: ias:

    1'AÜAMlçtep

    Propriedade dos filhos do dr. José Maria de Albuquerque e Mello

    TELEGRAMAS

    MJlANTAbOI

    NUMERO ATHAZÃDO SOO REIS

    «' Impressa em uu-chii,., rotoplaim"DUPLEX IMtliSS" Arrendatário e director—Manuel Caetano de Albuquerque e Mello

    (Pelas linhas nacionaes)INTERIOR

    Bio, 28 (Recebido hontem),A' requisição da embaxadaportuflueza, aqui foi detida huiea Dorao uo paquete inglezOronsa, uma senhora de certaedade e que viajava com o no-me de Thereza Lopes.

    ' N'esta capital falleceram hoje

    o philologo dr Fausto Barretto,lente do collegio Pedro II, e ocapitão de corveta Ernesto Fre-derico da Cunha, irmão do dr.Gastão da Cunha, sub secreta-rio do ministério do exterior.

    Constará segunda-feira da

    CarantonhasIHÉiÉ

    w$m i4sr^-'-v..^. 1. j. MB ¦ -1 -,T|

    '' «l-, Iqinicio iin Harros

    Petrogrado; 21).listão em nossos campos de

    concentração de prisioneiros eem diversas praças fortes cercade 201 mil aliemães, de 101) milaustríacos e de 100 mil turcos.

    Dizem de Roma que impressionou o Vaticano o lado de lia-"ordem do dia" da Câmara dos1 verem os musulmano.s expulsa-deputados o orçamento da re- ^° os calhòlicos de Jerusalém,publica para 1910. ! onde oecuparam os conventos,—. I Receia a Santa Seque os tur.

    No theatro Apoilo, hontera á co> destruam o Santo s-pulchro-noite, as açtrizes Palmyra lias-1 —tos e Adriana Nobre, quando sè O tribunal marcial austríacoachavam trabalhando no palco, condemnou á pena de dez an-foram victimas de uui acciden- nos de prisão o conde da Beaute, ficando muito magoadas. f°r*i que é aceusado de ter aco-

    Ibido, desde agosto do annoO engenheiro Oscar dd Cunha findo, a um soldado francez.

    Correia foi nomeado -•lielV. da —commissão flscal das obras di Paris, 28. (Recebido hon-porto do Ceará. tem).

    (52 aviadores francezes bum-O sr. Arturo Marchese, fome- bar Jearam a fabrica de grana-eedor do governo italiano, inda- das eslubelecida em Üelvigen,

    Sou do custo de 300 mil bois,

    fl 3 mil tont.ladas de carnescongeladas e de cem milhõesde dormentes para ferrovia.

    . Fundeou na Bahia o cruzadorauxiliar Vindictive, da marinhide guerra ingleza.

    Rio, 21).,i- O festival que se deve reali-zar na quinta da Bòa-Vista, or-

    na Prussia rhenana.

    Paris, 2».Quatro aeroplanos aliemães

    tentaram eff ctuar um raid so-bre esta capital, no que loramimpedidos, sendo um d'ellesauniquilado.

    Paris, 20.O rei Jorge V, da Inglaterra,

    conferio as grã-cruzes de S. Mi-ganisadopela exma. esposado ^^/«TE*3r. Wenceslau Braz, presidente guel e de S- Jor«e co,no reco,n

    da republica, e cujo productoreverterá em prol dos flageladospela secca no nordeste brasilei-ro,—foi tran ferido para 12 domez vindouro.

    Telegramma recebido da Ba-•b«i»48Jw*»«*-**que-..-». convençãodo partido democrata bahianoescolheu, unanimemente, ao de-pulado federal sr. Antônio Mo-niz candidato a governador T^rT^TvL,d-aquelle estado no proximo pe-

    zu,do trts ucUriodo administrativo.

    Foram votadas moções decongratulação aos drs. J. J. Sea-bra, Ruy Barbosa e WenceslauRraz.

    pensa á gloriosa condueta dogeneral Gourand, que comman-dou a s tropas francezas nos Dar-danellos.

    O general Gourand terá alta,antes de uma semana, dos feri-mentos que alli recebeu comba-lendo contra os turcos.

    Seis aeroplanos aliemães bom-bardearam as cidades de Nancy,Montmorency e Compiògne, fu-

    mas.Aviões francezes perseguiram-

    n'os, abatendo um dos appare-llios do inimigo e matando-lbeo respectivo piloto.

    Roma, 211.Os varredores de ruas desis*

    tiram dis gratificações que col-O manifesto publicado p- Ia

    grande commissão do commer-cio carioca expõe todas as ne- leclivamenie recebiam num tog-iciaçõesque entabolou para fa- tal de 12 mil liras, destinandovorecer a classe que ella repre- metade d'essa quantia para asenta, como governo, nada con- Cruz vermelha italiana emeseguindo d'este.

    O sr. Antônio Antunes deAlencar, ex prefeito de Taraua-cá, no Acre, pedio

    "habeas cor-pus" ao Supremo tribunal fede-ral, visto pesar sobre elle a de-nuncia de peculato.

    O Supremo tribunal pedio in-formações a esse respeito aopaiz federal do Amazonas.

    Já está restabelecido o dr.Nilo Peçanha, que teve umamea-ço de congestão.

    O deputado sr. Barbosa Lima,do 1.° districto d'esta capital,hontem foi âcommettido de su-bita enfermidade.

    Seu estado de saúde é, porém,satisfatório.

    EXTERIORNIA. RIO DE IANEIRO

    Londres, 28. (Recebido hon-tem).

    O almirantado allemao con-fessa que foram totalmente destiuidos vários submarinos emZeebrugge, na Bélgica, quandoaquelle porto foi bombardeadopor uma esquadrilha ingleza.¦ \\*; •? ¦'. tAugmenta a intensidade docholera morbus na Prussia orien-tal.

    Londres, 29.O governo inglez perraittio,

    desde o dia 21 do corrente, odesembarque de gado proceden-te dò Brasil, da Argentina e doUruguay em Avonmouth e emCardiff.

    Essa medida será permittidaaté um trimestre depois da con-clusão da guerra.

    Londres, 29.Aviadores francezes bombar-

    dearam as cidades de Ostende,Middlekerke, Brugese Mulheim,havendo causado, alédr ue es-tragos materiaes, mortes e feri-mentos.

    ._, íi, !''. \S',r'.-t¦•¦ —.,¦¦- -¦'\í-*,«il;«l.l!:'-.. :.-.'-.',*:

    tade para as famílias dos reser-vistas de nosso exercito.

    O governador da colônia daErithrea communicou ao gover-no que furam apresados no marVermelho os vapores austríacosAmbra e Moravlà, sendo reco-lindos no porto de Massauab.

    O Osscrvalorc Romano des-mente que sua raagestade o reiVictor Manoel III respondesse áexhortaçáo feita por sua santi-dade Bento XV em favor da paz.

    Noticia o Méssaggero que ocelebre bandoleiro caíabrezMus-solino, que está preso, pedio aorei Victor Manoel III a graça demandal-o a combater contra osaustríacos, ná linha de frentedas tropas it» lianas.

    Roma, 29.Estão bem encaminhadas as

    negociações que, a respeito dosB tlkins, vem realizando a qua-diupla "entente".

    A Grécia receia ser excluídado citado accordo.

    Petrogrado, 29.Trava-se grande batalha nos

    arredores da cidade de Vilna.Reunem-se as classe de 1917

    e outros elementos do exercitoentre 28 e 37 annos de edade*attingindo ao total de um mi-lbão de soldados..

    Fui chamada ás armas a 2."reserva, que se compõe de maisde milhão de homens.

    Todas essas forças entrarãoem campanha na primavera.

    Petrogrado, 2!).O general Russky será encar-

    regado da defeza d'esta capital,dispondo para isso de vario»corpos de exercito.

    A fortaleza de Grodno retardao avanço dos aliemães'. Este»,hos ataques effèctuados a Osso-wetz, gastaram dous milhõesde obuzes. \

    Lisbuu, 29.Morreu em combate em 19d'esle mez, na África occidentnl

    portugueza, o capitão João deSoiizí, antigo governador civilde Ponta Delgada e que ullima-mente fora eleiro senador.

    Foi preso na cidade de Gui-marães o sr. Pinlo de Almeida,que servio como corneteiro nacolumna do ex capitão PaivaCouceiro.

    Poz termo á existência na ci-dade de Braga o sr. Miguel Sou-to Maior, que estava implicadonos últimos suecessos revolu-cipnarios.

    O governo pedio ao parlamen-Io auloriz ição para pôr em pra-tica medidas exlraordinariís emconseqüência da situação dopaiz.

    Washington, 20.0 dr. Espaininondas Cher-

    mont, novo ministro brasileirono Japão, pir tio de B.ltimorecom destino áqáelle império.

    Nova York. 29.O Neto York Herald diz que aRússia i-ncommeiidou a cons-

    trucção de cem submarinos.

    Serviço especial diário•'F.LA "WESTERN TBLEGRAPH")

    Kio, 29.

    Passando hoje mais um anni-versario da morle do engenhei-ro Pereira Passos, que foi prefeito d'esta cidade no qtiadrien-nio presidenci-il do conselheiroRodrigues Alves, o busto dopranteado cidadão, existente noedifício da prefeitura, foi cober-to de llores.

    O deputado maranhense dr,Dunshee de Abranches decla-rou que dispõe de longo estudopara poder discutir o traindo doABC, de que a idéa cabe ao ex-lineto Barão do Rio Branco

    Nosso saudoso chanceller que-ris adiantou aquelle congressís-ta, a 1'raternisação geral dasrepublicas americanas leal sin-cera e franca, sera hpgemo-nias continentaes, gosando cadauma d'ellas do concurso de (o-das para a defeza de sua auto-nomia e de sualiberdade civicu.

    Ainda acerca do assumpto,disse osr. Dunshee de Abran-ches :

    . «Devemos iniciar serio movi-mento contra a perversa e insi-diosacampanha que fazem cer-tas republicas americanas, espe-cialmentedo littoral do Paciüco,as quaes aceusam o tratado doA B C de ameaçar num futuroproximo a integridade e a so-berania d'essas nações irmães.

    Acredito que o Brazil não foisolicitado para intervir no Me-xico; sim para assistir á confe-rencia effectuada em relação aocaso mexicano, no senlido deouvir questões diplomáticas degravidade e dc caracter conti-nen tal.»

    Jerviço directo da EuropaPELO SUBMARINO FRÀHCE!

    (Communicado do grande es-tado-maior da França)

    Paris, 29.Na maior extensão de nossa

    vanguarda, o canhoneio foi fa-voravül á nossa artilharia.

    Nossos aviadores bnmbardea-ram os acampamentos inimigosem Grandre e Lanoenar-Arden-nes.

    Seis "aviatiks" inimigos, dirí-gindo se contra esta capital, fo-rum canhoneiadose perseguidos,sendo um d'elles anniquilado

    fielo commandante da esquadri-

    ba aérea franceza, à altura de3600 metros.

    Na valle do Strino, os austria-cos soffreram graves perdas.

    Fura fabricas dc fazendas—aoroni-pla-se rótulos em cores 'para fazei)-—Casas.I. Agostinho Bezerra—Recife,

    Tentativa de suicídioA's 101/2 horas de hontem, ni raa

    Formosa n- 25, a mulher Maria Gros-ar, casa ta, com 22 annos de ida-de, tentou pôr termo á existência,ingerindo creolina e ether.

    Maria G osdar foi levada á prati-ca do tresloucado aclo por motivodesconhecidosSoecorreu a a Assistência publica.

    PELA ÃSSStEWCIA

    Sninipfija

    I.nmentavoí faclo dcscnrolou-sellOIlIcin, lia 7 linr.a nn |,„, [n c|u ^qcia joroalUUca pernambucana, silaA ruu do Imperador ni, lis e ;>(), cnIrn o nosso estimado amijjn coronelAgostinho Bezerra, seu proprietárioou menor ,luvencló'da Cunh» MelloFilho, de 17 annos dc Idade, reco-bondo aquelle 5 tiros de .Muiucr, trêsdos quaes o attinfllram.

    Segundo ouvimos da própria vi-clima, o faclo pàss'ÓU-80 do scfjtinlemodo:A' hora acima alludiiln, in lu o co-ronel Agostinho Bezerra ii Agencia,

    «lli já encontrou o menor .luveiiciodc Mello, (|iiu pretendia retirar unsobjeclos pertencentes, no seu irm&o.losé Carlos do Mello, quo fora des-pedido da casa, por ler procurado se-du/.ira ínüllier Antonia Carmelita daSilv». com quem o coronel Ago.sli-nho Ueze**ra, vivia úiaritalmoute, lia7 a unos,

    Lembrando so n'e"sa oceasião deque o ref rido menor linvia dito aoseu pao do que. elle lhe pagirla oquo liy.arn no seu irtufio Josó Carlos,lntnrpelloii-o, a respeito.

    T-iuto bastante para que Juvcnciole Mello, «o exaspurando, procuras-

    so iigtfre.lil o, o qua, entretanto, nfloniseguio, cm vista de ser logo suti-

    j lidado,Sollo elle, por iulerv^nçao de um

    dc seus empregados que assistira ao'acto, o coron.-l Agisliiiln Bezerraie retirou em (lirecçfi i uo "(',if,

    Pguida mau outras collocando-se * _ 0 coronel ^ostinho Bezerrah?H>S ^FSÜtââFM"Jfi"; «cha se recolhido ao quarto n. 4 d.hida do conduzido, ou espancai o,sala „Sanl0 AlbiáK sob os cuida-

    dos médicos do dr. Arnobio Marquesque lbe aconselhou inteiro repouso

    n'este momentoque o | ccronel Agostinho Bezerra,

    A Assistência publica soecorreuhontem ás 15.10,ua Mattlnhs, a Ma- jnoel Severino Silva que recebera Agostinho'Bezerra que também o al*contusões pelo corpo. cançara, descarregou conlra o con

    munindo-se de uma bengala de ferro, am-iaçava esmagar o conduzido ;

    qus o conduzido, dando um gran-de pulo, poude galgar a calçada,como intuito de ir-se embora ;

    que, ao sahir, o coronel AgostinhoBezerra investlo contra o conduzido,ainda armando o goloe ;

    que rt'essa oceasião o conduzido,em defeza, sacou de uma pistola"Mauzet" desfechou a, sem entre-taoto fazer pontaria, disparando aesmo pára intimar seu aggrèssor;'

    que i ste, apezar disso, perseguio oconduzido, dando logar a queo me*-mo detonasse a arma mais duas ve-zes a lim de «fugeotal o ;

    que, percebendo poder ser victimada bengala de ferro do coronel Agos-tinho.Bezerra corren em direcção arua do Gabuogá, para d'ahi alcançaro quartel de Santo Antônio e pedirgarantias";

    que, io chefiar no pateo do Pa-raizu, foi preso por um senhor debranco;

    qne, depois de presa, o corone

    A bala que está localisadfi abaixodo peito direito do ferido, ainda nãofoi extrahida, devendo sel-o hoje.

    Juvencio foi recolhido á Casa dedetenção a disposição do K delega-do da capital.- Proseguert as diligencias sobre odeplorável acontecimento.

    Viagem para Goyanna em automo-vel, quintas e sabüados—Hotel Uni-verso.

    Barão de LucenaNo Lyreu de artes e ollicios, ren-

    oir-se-á, hoje, ás 13 horas, a comum-aao que está promovendo a erecçB*da estatua uo BarSo de Lucena. .

    Cinema {'albé.—1 a5) "Ivonne",ou ''La baila delta danse brulale",drama interpretado por FrancescaBertini.

    Cinema Olympla.— 1) "Harry,o escrac da alta roda", cômica; 2 aõ) "Noivos heróicos", drama de Pa-thé.

    Polytheama pernambucano —I.i sessão:—1) "Hindostâo raeridio-nal". natural de Palhé; 2 a 4) "Nasazas do amor", drama de Gaumcnl;5)"Bigodinho e a menina excêntrica')cômica,

    2.» sessão:— 1 a 3)' Cruz d'ouro",drama; 4 a ti) Max pratica todos ossports", cômica de. Max Lindcr.

    Theatro Cinema llelvctica, —Logrou extraordinária concurrcnciao variado espectaculo de hontemn'esr,e casino.

    Além do bello film Vvomic, com-movente drama em que a notávelactriz Francesca Bertini tem uma desuas melhores creaçòes, constou oprogramma de reoresentaçòes pelapela companhia /orda e pelo. trioArayama.

    A excellente tronpe italiana ensce-nou o drama O anjo da redempção,peça em que o cav. Zorda tem umaextraordinária creação, fazendo oebrio habitual, levado ao degradantevicio pelo pezar de ver morrer umasua filha e regenerado mais tardepelos cuidados do ülho sobrevivente,um joven adub.scente que Clara Zor-ao interpretou.com muito relevo edistiucçflo, e a opereta Para casar-seque muito agradou, dando ensejo a. QulDt,)lai d!f8 ho7aVna"m"alrizque a sra. Ferrazin se aflirmasse uoa.\*ista ¦

    '¦ -mais uma vez como apreciável meno-'soprano.

    O trio Arayama executou diversosnúmeros que sSo incontestavelmentebons, mas que precisam de ser va-riados, por isto qoe já exhibidos.

    A mimosa ptquenita Arayama can-tou com muita graça uma cançüo in-gleza.- Hoje:

    Na tela — reprise da "Yvonne".No palco—pela companhia Zorda,

    na 1.» sessflo, o drama em 3 actosPael e na 2.', a comedia A língua dasmulheres; pelos Arayama, na 2.» ses-são, trabalhos de malabarismo, forçae equilíbrio.

    Os immigrantesNa dependência do edifício do

    quarlei general que lhes foi dadopara alcjamento, foram hontemmuito visitados os immigrantes quechegaram do Ceará pelo íris.O policiamento do alojamento eslásendo feito por um piquete de in-fanteria da força policial, sob a di-recç5o do agente. Joflo Chaves Mo-eda.

    Enviaram viveres, gratuitumen-te, para os infelizes, o Hotel Modernoe o commerciantè sr. João Dias daCosta, estabelecido ;'i rua da Praiau. 1, i

    Para serviços domes/icos, fo-ram contractadas por algumas fami-lias ló mulheres que acompanhavamos immigrantes.

    0 dr. Custodio de Oliveira, aju-dante da Inspectoria federal agrico-Ia e responsável pelo seu expediente,organisuu do modo seguinte a dis-Iribuiçio dos immigranles que vfloser localisados era estabelecimentosinduslrines e agrícolas do interior :uzina "Cucaú"—.160; engenho "No-vo"—10; uzina "Cachoeira l.iza" -40; u ina "Tiunia" — lü ; uzina"Freixeiras —30; e engeuho do drJoSo Cabral — 6.

    Os immigrantes deverão seguirhoje para seu destino, pelos trensda manhfi e da tarde,

    A bordo do Sergipe, passaramhontem por este porto, cerca de 4Ü0immigrantes embarcados em F'orUleza e Camocim.

    Segurança nocturnã. — Detalhedo serviço para noite de.hoje:

    De vigília o sr. guarda-mór.De ronda os srs. agentes, 1°, 2.», 3."*'4.°. .De ponto os guardas ns. 1, 2, 3, 4,5. 6. 11, 12. 13, 14, 15. 16,17,18,19,1

    e reservas ns. 1. 2, 3, 4, 5. 6, I Acha-se ha dias n'esta capital o ilDe prorap-idQo os guardai ns. 20, lustre dr. Duarte Lima, abastado fa

    21,22, 23, 21, 25 e 2(1 zeiuleiro em Serraria, mi Parahyba

    Os que viajamDo Ceatá. deverá regressar hoje,

    pelo Maranhão, em companhia desua exma, espoza que alli se achavaem visita a sua digna familia, o lllus-tre sr. tenente-coronel Ernesto Ce-zar, commandante do 49 de caçado-res.

    A bordo do llatinga, aportará hojea esta capital o illustre. engenheirodr. Antônio de Barros Vieira Cavai-cante.

    Por ter de seguir hoje para BelloJardim, enviou oos suas despedidaso eetimavet sr. Astrogildo de FreitasCaraciolo, a quem, peta fineza, lica-mos gratos..

    Missas lunebres-Serfio celeb.das as seguintes:

    Amanhã : por alma de d. Ce enhoras, na matriz >

    por alma de Christo vi,,Feitosa Brecke.nfeld, ás 8 hi ras, mmatriz da Piedade; por alma de Jo-éMar, ellino AiTonso Ferreira, ás 8 boras, na egreja da Santa Cruz.

    ?"Pernambuco taunwajs'

    A partir dehoje.todosos-carros ele-ctricos trafegarão, na viagem de ida,pela rna do Sol, devido ás obras d-calçamento da rua do Imperador.

    Somente continuarão a fazer tra-jecto por essa rua os da linha de Afogados Giquiá.N'este sentido, * empreza faz inse-rir nm aviso na secção competentedesta folha.

    Lucta—A's 21 1/2 horas de hon-tem, na Lingueta, o DarcacelroEduar-do de Souzn Ribeiro, em lucta comum desconhecido, recebeu um feri-mento, a Irinchante, na região dor-sal.

    Soccorreu-o a Assistência publiea.- '»Mattnées lltterarlrs—Teve logar

    hontem, ás 19 1/2 horai, no ualão dehonra do Lyceu de artes e ofliclos, aannnnciada conferência sobre o Con-traste dat contos, pelo illuitra dr.Josó de Britto Alves.u conferencista disiertou brilhan-temente sobre o thema escolhido,sendo ao terminar muito compri-mentido, \ ,Durante a fesia tocou a banda demusica do 2.° regimento policial.

    editorial ne-r, 2.«. *.« •7.> paginas,

  • I ks iH.it '¦ í|-IVi.'o.t v.**» í"w»*f**j«*íy"j a rnnvij^.uAAri t de

    Sessões diárias de 13 ás 18 e de 18 ás 22 horas_2_^1 Programma para hojeTVOWW1T1 u m idlaJL W \Jf JLH J_Um M-mâ Danse Brutale

    «.».».BKKTi1S1-A tí!&tlnc'n actriz, nesta producçao ii.terprcta ao mesmo tempo dois personagens absolutamente oppostos pelocaracter, pela essência, pela natureza '-,,.,...

    1V0NNF: ú a volgir e apaixonada danse-i-e da drnsa brutal, o ama o rumo, o vinho, a taverna; a coiidessinhn BD1THJB aoI-ormiia0'C

    ll'"a Crei * SDKe «•cqulnladíincntc elegante-, uma (lulssiraa e aristocrática deidade fadada as gnlac te rias da(Jueni poderá pintara perfeição com qui riertini reproduziu os dois personagens, tão diametralmente opposto *'?(Juctu poderá reconhecer na vulgarissimi- 1YONNE a perfeita c finíssima condéssinha Edith ?

    .» •¦ ... ¦¦„,¦¦

    Grande orchestra soli a direcção do maestro vidlinis

    Liití=9i

    ^mla Benedicto Pinto

    A seguirPathó-Freres—Paris —Uma grande artista!! Uma bailarina celebre!!

    N APIERKOWSKÃ. Ad dil1,0l.U8dn (la mlc russa «» cidade da luz estrella da Opera de Paris, a alma fa

    jtf$i

    luscinatilc

    PHÂTOM¦, i h«ii;

    xur1'llra d'arle italiana. Komance do seducção em quo so viVa Dalita moderna «vassnlando-pela sua graça femlnlltíiEnto fiosa, arrrslniido ntó a loucura a sua vlclima e rosgaltindo da desgraça polo poder elerno da sua triumpluidora belieza,Photographiai impeccavel—assumpto sugqestivo —Miseenscene invejável I!

    - N'esles dias: MAX L1NDF.H no film: O OUTRO KU-3 aclos.

    A seguir - PIIANTVDMA, OA FEI.ICIDADE-Primorosa serie dc Nspierkowska.Depois - A CONDESSA FKDRA-SeneMnie Scveri,

    Breve: Q SUBMARINO 27—Estupenda construcçâo cinetíieatral da Cines, Principal interprete : PINA MENICHELLI a vivandeira da Escola áo tortos.PASSAGENS

    Appellaçôes crimesDo sr. desembargador Souza Go-

    mos uo sr. desembargador Abdias deOliveira:

    De Hom Conselho. Appellanle

    Superior Tribunal de JustiçaSESSÃO ORdÍNaTÜTEM 24 DE

    AGOSTO DE 1915VSFSiniSTK O KXMO. Sil. »KSKMB.\RGAlK>lt

    itTIXO DS A1UIJOSccrrlariobicharcl C.orreiade Almeida i juizo. Appellado Cicero Cordeiro La

    ranjeira.De Gainelleira. Appellante o pro-

    molor. Appellado José Joaquim dosSantos.

    Do sr. desembargador Abdias deOliveira ao sr. desembargador Brandão da R cha:

    De Salgueiro. Appellanle o juizo.Appellaad Anlonio Luiz d"« Souza.

    Do sr. desembargador Silva R°goao sr. desembargador Thomaz Sj-rimo:

    De Pesqueira. Appellante o juizo.A|i|iel!ado Jeão Ferreira de Lima.

    Kneerrou-se a sessão ás 14 horas e40 miuutos.

    PUBLICAÇÕES SOLICITADAS

    A's horas do costume, presentes ossrs. desembargadores,etn numero le-gal, e c dr. 1.° substituto do procu-rador {«ral do eslado, foi aberta asessôo, lida c approvada a acta daantecedente.

    Km seguida, deram-sc os seguintesjulgamentos:

    Recursos crimesDo Recife. Rrcorrenle o juizo. He-

    corridos Sa:.irmtio de Araujo Cha-ves e oulros. Uilator o sr. deseml)argador£oes Cavalcanti. —Negou-seprovime lo, Unanimemente.

    üe Na. areth, Recorrente o juizo.Recorrido Altino Correia da Silva.Relaiut o sr. desembargador GóasCavalcanti. — Negou se provimento,unanimemente.

    tlc Triumpho. Recorrente o juizo.Recorrido Cândida Francisco Fer-reira. Relator o sr. desembargadorGóes Cavalcanti. — Negcn-Sc provi- \mento, unanimemente.

    De Páo d'Alho. Recorrente o juizo.Recorrido Manoel Gomes da Silva.Relator o sr. desembargador VieiraileMello.—Negou-se provimento, una-Jiiraemente.

    Dc Garauhuns. Recorrente o juizo.Recorrido João Celeriiuo de Souza.Relator o sr. desembargador Arge-miro Galvõo.—Negou-se provimento,unanimemente.

    De Gamelleira. Recorrente o jui-y.o. Recorrido Francisco Ferreira de-Moraes, Relator osr. deserabnígadorArgemiro Galvão. —Deu-se provimen-to, unanimemente.

    Cario testemunhavelDelpojaca.Ti-sieiminhatiie dr.João

    Augusto de Albuquerque Maranhão.Testemunhado o juiz o. Helalor o sr,destmbargadorDeu-se provimento á carta testemunhavel e ao aggravo, unanimemente.

    Appellaçôes crimesDe Villa liclls. Appellante o pro

    motor. Appellados Kiancisco Duartecia Costa e outros. Relator o sr. des-embargador Thomaz Soriano. Revisores os srs. desembargadores GóesCavalcanti é Vieira de Mello.— Não setometi conhecimento conlra os vo-tos dos srs. desembargadores Vieirade Mello e Góes Cavalcanti.

    De Bonito. Appellimte o juizo. Ap-pellado Amaro Brsz. Relator o sr.desembargador ThOmsz Soriano. Re-visores os srs. desembargadoies Viei-ra de Mello e Góes Cavalcanti—Nãose tomou conhecimento conlra osvotos dos srs. desembargadores Viei-ra dc Meilo e Góes Cavalcanti.

    MOVEIS

    HoCebodorln dò estado.—Despa-chos em 28 de agosto, tle 191Õ:

    Ro.lolpbo I.aytne, João da Silva Lemos GuimiiiVs. Maria Ma;ie' da Sil-va Rabrito, Milton Rocha e D lniiroA. da Cruz Gouveia—Com ollicio aosr. dr. direclor do thesouro. Adalberto Carneiro C-nipello e DavidHowman-Com ollicio ao exmo. srdr. secrelario da justiça. Oflicio n.2l.il—Ao sr. capilão tenente comman-daate da E cola dc aprendizes m&ri-nhelros d'este estado. Albiao BrittoJt C.1- In.leferido, em vista das in-formações. José Ferreira Dourado,Cupertino Guimarães Bastos, Carlos | perátriz fl, 25Frederico Xavier de Britto, Uenja-| min da Cunha Torreão, Augusto Gon-çalves Fernandes, MarU das DoresGomes de Oliveira o Silva e outro—Informe a l;> secção. Azevedo secçSo. Antônio da Cruz Ritieiro—Rttlu/a se a collecta para l:7OOOC000em vista das informações MariaAludia da Silva Carneiro—Reduza-sea collecta para GSilC.fOO em vista dasinformações. D.rsula (íama de Carva-lho, Mana Francisca B;zerrB Cavai-canit.José Franco F'rrieira, EduardoBezerra da Covti Guedes e outro, eB.rnardino de Senn.tTenorio-Avcr-be se Álvaro Marques—A' 1 ¦ sec-ção psra os devidos lins. Maria Neo-mizia Francisca Cosia— Redtiza-se acollecta r ara 2l)'.'iruOÜ, em vista dasiilforraeções. Manoel Sylvestre Fer-reira Bastos -Red:,za-se a crdlectapara 2:II)ÜGU0U em Ijce tias informa-çoes. Maaoel Marques Bezerra —Rf-duzs se para 2:400(1000 em vista dasinformações. A/.evido Irmãos —Mantenho a collecta do pavimentoI íerreo em 4:5üCdUOO, emquanto esti' verem interdictos pela hygiene os 1.»e2.°dnd»res em face das informa-

    , çõss. Gonçalves Pereira Jt C »- -Res-! tiliia-se a quantia de lKUin. Amo-! rim Fernandes 16 C '• — Resiilun-se a| quantia de OfilCIOÜ. Paulino Menezesj Reslítua-se a quantia de 4G720. Fer-I reira Rodriguts ^ C.a—Restitua sea[quantia de 17C110. Franco Ferreira1 & C..' — Restilua-se a importância de;14Q:ü!0 João Carlos Coelho & O-[Restltuasê a quantia de 17(r.S40.I Francisco Pinto & C «—Restitua se aI importância rie Mi.970. M. FerreiraI Lopes — Restitua se. a quantia de112(1420. Loureiro Barbosa ..t C.«. 0i petições— Restiluani-se as oiiàntlPSl de 41(11710. 2dSS0, KT.iGO, 4(T.laõ, 4ÍT.S40le passes constiluir renda ordináriaI a de 2Ç8S0. Moreira & C.''-Restitua| se a quatit a de ãvíffSiO. Dubeux &C',-1 petições—Roslitnam se as quan-

    tias de 31C-H0, 4CS00, 2(t,S80 el7(T.08ll.! Roririgues Machado iS C.» — Resti-' tu^m-se as quantias dã 8C110 e

    29(1110. Durâes Cardoso & C.a. 3 pe-liçõ"s—Pe-tituara se ns quantias de0413:870, 330:870 e S(Í.S3S. Azevedo &C», 3 petiçõps—Uestituam-se asquan-tias de 57(1020, SldõOÜ e 1114(1:300.

    PIMantido pelos drs. João de Sá Lei-

    táo, Luizdo França Pereif-á, OiynlhoVictor, Pedro Caminha du Sá Leitãoe Luiz P)rto Carreiro.

    Ensino das matérias fiiigidas pnrnmatricula nos cursos profissionaes esuperiores do Paiz, de accordo coma recente reforrai tia inslrucçào.

    Aulas de 9 ás 17 horas.A Iratar com qualquer dos proles

    sores acima no Lyceu de. Artes o. Oflicios e com o dr. Olinlho Victor naEscola Normal Oliicial.

    è mu lbm*em que »e reúnem todos os requisitos indispensáveis a um agrado Rcral-Ant! BoiI^m. a subtileza doemeno e üe uma interpr^wçâp ue anislas reuomados. Julgamos ter encontrado om BEATRIZ o liudo film tiucprnno preito rie gratidão, ellerecemos á apreciação dos nossos distinclos c dedicados habitues nu certeza de ciuêoll.ie.:emos uma jóia ciuematographica de raro valor.

    As lindas scenas oloriil.is, de uma nitidez inegualavel, demonstram o capricho que a grande fabrica Nordt.-k oispensou a este hlm de arte, destacando para a sua representação dois artistas tle nomeada, dois astrosdc primeira grandeza do seu elenco artístico, a intelligente RITA SACCIIETTO, que tantos louros tem obtido nasua glorio-m carreiro e n insigne actor OLAF FONSJuigim.s. pois coiiHicusiu-, embora (ümirmiamente, :i desvanecedora preferencia quo o cullo povo recifens-ni s dispensa i.ll -rtai-do-lhe este lilm de usa bellcza incontestável que reputamos uma verdadeira peça de arte,

    ÉàaS!

    ""íi•^^J'-^msrí^_.

    Companhia de Bombeiros. —Serviço para hoje:

    Superior do dia. o 2,' tenenteGomes.

    Adjunto.o 2" sargento Mattos.Medico da companbia.o dr, Vicente

    Gomes.Guarda do quartel, o cabo n. 22 e

    as praças ns. 21, 11 e 17.Dia á companhia, o cabo n. 6.Sentinella ao toque de fogo, a pra-

    ça n. 28.Ordem á secretaria, a praça n. 3,üVÍsador dè incêndios, a praçan. 13.Motorista a praça n. 8Piquete, o cabo n. 21.Uniforme 3o.

    I Hospital Porliifjuez - Termina| araaahã o prazo para inscripção dos| candidatos ao pre nio de-virtude in-stitnjdo pelo commendador Msga-Ihães Bastos.

    I Ptiíto zoolochnico. Aié o dia lõde selem oro próximo, o Posto zoote-choico receberá propostas para com-pra ris 1 vaces lUmenga, ouira De-

    I vou, 1 bezerro Schwitz. outro Ila1 mengo, 1 novilho Devon e 1 tourozebú.

    11 iiSEM DORTRATAMENTO

    Cassiano Barbosa cirujgião den-tisla, clinico antigo de s. e\c. o ar-cebispo dc Olinda. C nsultorio, iuaPrimeiro de Março n. 73. E' encon-trado em o mesmo das 8 horas damanhã ás 5 da tarde, nos domingos,dias santos e feriados, das 8 ás 3,empregando material que traz daEn-ropa em sua viagem de estudos, ospreços são s>õ alcance dc todos. Tra-balhos os mais modernos e garanti-dos, todos pelo systema americano.Tratamento exclusivamente sem dòr.Colloca dentes sem chapas, perfeitaimitação dos naturzes, Bridg-Worck,pivot aperfeiçoado, coroa de ouro,blocos, incrustações pontos, denta-dura dupla, dita de \ulcanite, ouro,alumínio, celluloidee todo o recursopara embellezar uma bocea por maisestragada que esteja,

    —o—O dr. Csssiano Barbosa havendo

    regressado da Europa, reabriu seuconsultório cirnrgico denterio á rua1.° de Março n. 29, onde se encontradas 8 ás 2 da tarde.

    ? ?????.? ??'????.???4>

    ?

    ?

    ?

    ?

    POIS AS

    Pastilhas de JaelisonCURAM

    Tosses, rouquidões, moles-tias da garganta, e dospulmões.

    DEPOSITÁRIOS:

    FBiRH&CÍà POPULAR,Capunga

    ?

    t?

    X?

    "¦:...—¦:.¦,¦¦-¦"¦ ¦ ¦SSí____>^t\'**','* *£*'* - '-¦ '-•r,^!S_^-hi^^1,-^Zr, \ \\•5afi\- _ .... ~.«"^x^^r _~__\t\ _ \"V\

    Pplilffl r"f^i"iW lsfn^:

    Hclel lamiliar, o mais cenlral do Reciíe,com vastas e oplimas accommoda-çòi>s, luz elei-lrica, ve.nliladores e cam-paiubas em Iodos os quartos.

    ü lEIiMOffi"

    i. 5H rnECIFELvH0TEL|

    tem á poria bondes para Iodas as linhase fica a dois passos do correio e do te-legrapho.

    Magnífico salão de bilhares

    «¦ ¦¦ !."'"—""'' .,!*. simode banhos quentes e frios

    FALLIflÁ

    I. n. üllli 1ERuaQitinze de Novembro, 14 e 16

    Endereço telegraphico---«EÇ[FK-IIO,TEL, • ,, Telephone—00-1

    Xarope Composto'de Cambará e Bromoformio

    *»?????? .»???????

    Çnliio fluminense. A' rua dasC-üzen n. 11, inaugurou-se ante-honlem,o "Salão ilumiaense", nova barbearu, monlada com muito gosto eaSseio.

    O novj estabelecimento, que pelasua insjídlação e preços modicqs,eslá habilitado a servir bem o pubíi-co, e pertenbe aos srs. Miguel & C.em nome de quem o gereme da casasr. gCustodio Paes agradecer a pre-sença das convidados.

    / .

    ir. Li SaliMedico, operador e carteiroCousfiltorio rua Nova n. 52"'-ílon.-sultas nas segundas, quartas e sextasdas 3 ás 5 Iioras da tarde.

    Residência—Estrada Ponte'd'Dchôan. 25-Telephone n. 378:

    Chamados á qualquer hora.

    Excellente peitoral, anti-P-bril etônico; m-í.-avilhoso no 'ra'amcntoda bronehite agu,ia e chròniea, tos-ses rebeldes, constipações e asihma.

    Modo de usar:Adulto—3 colheres de sopa por dia.Creabça-3 colheres de chá por dia.

    Formula tio dr. MunueliloMoreira-.

    Aconselhadas, como magnfico cal-monte, balsaraico c poderoso expe-ctorante.

    Indicação :Ciitliarrp agudo e chrpnico.Tosses e insomnia dos tuberculo-

    sos."DEPOSITO GERAL-CEARA'vende-se na "Pharmacia Yvon" IUJA I)A

    tonio", "Dos dobres", "Modelo", "'Nacional", "Pasteur", "

    (Contra sezões)SSo os únicas q«e nas rcg'ões pa-ludosas do Aaiazonas lim combati-

    do o Impaludismo agudo e chronicoe

  • mmmmm w*r*m*^V""**"**'"™» ¦nppnMPHHHH «***¦*' "-«ivni . III. MHnl in ii*«a«awn*SB VjÊÊr •>»b.«.-t--'*3*b"

    y^1» " teSBBilS'1

    M.^jj«-*OTr.aJ!W{íy'';'.'>Í

    ÇLjiJZI ví»*ia m fZjsJZl mm,% C • -3r.n ¦ i||||Mi ra * bÜ fi/Sí ^SEffit». wm *•"• Itnzí f§ ¦¦-¦;; ll i-^—« g Wk Cl£í!zz

    BAMSE BEÜTAlLE- - . ^-ILLA DELLAArte e luxo—Romance Çínemjtogr-Rphiçp de Etóizo Chioso-Mise-en-jcéne do emérito i ctor italiano Gustavo Serena ~5 actos passionaesA Companhia Cinematogríiphica Brazileir.a,*— arbitra suprema da cinematographia no Brasil

    1 Vm^^^ocurando-se malevolamente confundir inveja com o interesse naturalde bem servir aquelles para quem e por quem vive aCoHipaniiií» Ciiiemalogrâpliiea Brazileira dirige-se ao illustre publico desta capital para repetir sem te-mores que compra,, nus maiores praças do universo, os melhores íilms editados.E' um principio intangível de observação ao seu gosto pelo trabalho honesto.Em. questão de seriedade, o'orgulhoso conceito que á mesma COMPANHIA^ dispensa-do em toda a parte do mundo, sèe perfeitamente- destruir as inveclivas dos fracos, une não podendo aíiiníiira -eitvarão da sua se

    ISTO E' QUE SE¦ ¦min -¦¦ jijqswh

    O €OMFbBT4¥EIji

    Hotelo primeiro pretuo ua rua mais importante ptiio seu commercio eção. Fica muito próximo dai sefiuimes repartições: Telecraplio

    EM MACEIÓ' ESTADO DE ALAGOAS0 nnico que nao (em mosquitos

    O "Motel Hçlropolis" ostit situado no mais aprazível e hygienico ponloda cidade, ao Mo esquerdo da estação Central dà "Great wcitern", sentíoi construc-nacional,

    «"""•"J b*""'< '"J'»J|/l* iisnrf.ni as «fama-das «PILÜUS flN'TIDYSPEPrnCAS»do dr. O. lleinzclmunn.

    A firma efíii recnnhecidn pelo notai io J« à i Sliujiès Lopes Nuttp

    Km tiidas as drogai use pharmacias.

    Agonies gpmes: SILVA GOMES &CKio dc Jau«)iro

    As companhias de segurose ao sr. Antônio Josédos Santos

    Era resposta a publica-ção niserta na Prooincia dehontem-por este senhor, te-nho a declarar que não passa dtj nma torpe exploração¦¦. reierida declaração poisnem ao menos o conheço.O publico que suspendaqualquer juizo desfavorávelao meu nome, uraa vez queo dito senhor estará certa-menle enganado ou servin-do de. lesti de ferro a des-classificados.

    Recife, 29 de agosto de1915.

    Diontjsio Gomes do Rego.Escriptorio commercial:

    Rua Rangel 24, 1." andaroú em minha residênciarua Barão de S. Borja n.10.

    MME. OLGA I «Cãsãmõitos

    1 ciiriSão convidados os credores da

    Pliarmacia Central, sila a praça daIndependência n. 10, a apresentardenlro do praso dc sessenta dias, acuntar desla data, seus titulos decréditos a lim de serem liquidados

    Recife, 25 de agosto dc 1915.Manoel Oliveira & Cia,

    Somnarabula e cartomante egypciapara consultas de todas as classes ecuriosidades, assumptòs privados,commcrciaes e Íntimos ; estudos econselhos especiaes sobre a vida eos meio* de precaver-se. Uiz com amaior clareza os mysterios da vidae a razão dos atrasos.

    Faz e desfaz qualquer trabalho pormais dillicil que seja,Cura a embriaguez, a impotênciae ainda outras moléstias.

    Por meios de que,dispõe noticioos consuilantes receber preciosos'conselhos e esclarecimentos. Talis-man infallivcl da-sorte.

    Consultas todos os dias das ü ho-ras da manhã as 5 horas da tarde.Rua Velha n. 82—Boa Vista

    ;— i iMercado publico

    de S. JoséNos talhos números 26, 28, 31), 31.e

    30 vende-se carne de melher qii*li-dade, sem osso ou com osso, a von-•táde do freguez e conforme o preçoquè.será feito previamente á compra.Urevine-se ás pessoas que sc «baste-cem naquelle próprio municipal,quepoderSo, lambem, lazer as suas en-coromendas de vespera, dètertpinando a quantidade e qualidade dacarne.

    Preço sem competência.

    A^isoO dr. Octavio deTFreitas participaaos sena amigos e clientes qae re*abrio o seu av>nsnltoíio; ô rua ria Im*

    perutriz n. 70, onde dá consultas de7 1/2 às 81, egde 13 ás 17 horas.

    Ao commercioA. Albergaria & Cia. avisam quemudaram a, seu escriplorió e-fabrica

    de gravatas para rua das Laranjei-ras a, 2, primeiro andar,

    Aos lutorcssados: José Santiago prepara c despachajcom presteza papeis .de casamentoAfogados, 57 José, Santo Antônio,Hecife, lloa Vista, Graça, »oçp «.Var*zea ; podendo .ser procurado ii rui«do Motocolombo n. 64, Afogados.Acer, ,a chamados por escripto.

    Iitoip IcpellclierChegaram ultimamente as prime.ras remessas da nova safra de-.ti.

    acreditada manteiga,-icha-se á sèndsem todos.ps .tr^piches e merctiaria-;.A bem.de vessa preciosa saúde ic-

    ousae ontras marcas.

    AvisoDr. Q.scar Cpntígb.0, de volta de•aa vfagem.á Europa, .participa aos

    ,aens clientes nne reabrlp o seu con-.suitorio.á ruaNoya J5,l^andar, ondeserá encontrado de 2 4s 4 horas datarde. mww

    94Residência—;Rna da Soledade nT(ilephnne,12R.

    Soluyão iii-raoreNfio ha mais cancros «apolicando«rsse heróico remédio ve^ponço"ai»s acaba com ,os ..cancrol7a£»is „!heldes e antigos, feridas..nlceras sv.philiticas, nao resistem a me bodíroso remédio. F '

    ae: hygiene «1 esle çstado.Umco deposito na Pharmacia Mi-nerva de Santos Selva * FiUios--l>at

  • -fj'w;.v« .»i..u"* '.,"¦'."¦."¦ 1' ' -¦¦ WBWMmmmrmmWmmmmmmm —«—m«_-—-————------««—«¦¦¦««¦«¦^.^^^^¦¦MaR!

    ¦KdlAFROViNClA 8 aguada feira 30 de it gosto de 1915""Sc

    ri fioa'-' tlfCtlitaimiv: , /

    1?* pra«ftmainnien'n in.pr». «Mcninleua. i quadra que se nus ollerece A visla,""lin momento actual

    A secca, o trrmendo 11'ga'llo quetle tempos em tempos se desencadeiaterrível sobri* «s regidos sertBneJHs,culminou desta ve», e,—tiaglco^an-!;renio enexoravel,—éli o a espalharpor tmlais os recantos do infeliz nor-deste brasileiro o seu corlej.i lugu-bre ale horrores, n'um sopro fatal ueüeSOldçAo e de morle 1

    Lance st* o ollnr ctu torno :Olhemos tle relance esses cnn-

    pes,..t%i .fimaclos por um sol dè fogo,

    riir-so i» ler sido devorados por umIncêndio terrível, lal o eslado tle de*-nliit,*8n completa eni que se acham,

    j. tentlai apenas ereclos em seu seiti es- sas aihuMn* rachitico., agora sec-eos, st-m uma f.alha sequer nos seusramo*; gravt-tlcos,

    Atravi d'r.ss_s csquHelns vegelacsqii* syu liailisam tri-tcinrntc a pobre-7 i tla'vt-gi.'t»\*io d»s rn ssas catliigss,\è se pisssr, de quando cto quando,» p«ssaa Urdo e já fimbulcautcs, ou-1io< esq icleto. inímaes,—as rezescotiilulida?,—tito magras, que b*mpneee-n caress.&s do auituaes queViveram out'ac...

    h' a serra em inalo o seu rigor!E, craupielando Imiti esse Scenarlo

    trhl inli i e Inj; ibre, ris que através-Mini pelas ru.is dais cidadelas seria-ji ij ts tte/en*s e tlt /-nas de emigr.ui-les, a nirndlg ar a oridade publica...e, eil-o-, là \;io, nn Irujosos e tristes,p«his ò le e tia fome, que lhesdevoram os ultimas eueigias vacil-**¦ lanlcsl .

    S;*t.i pitrieios nnssns, silo nossos ir-'•' tuiios qu; assiiu desfilam Irislemente !

    Muitos snecumbem em meio daíestradas e li ram d rmiiitln a margem'" .il.-i caiiuho, debaixo de uma cruz:,*:Vs.i:g-.lla.

    O vivas, como dissealsu-fs, f emi-garantes dentio de ma pátria, seguemns triste pT-grimt-Jio. lugubees, so-turno-, cmb.itKiIos ptli tom-'

    '¦»Sao os nos-os ii inflais que assim

    suceuiui.em, cundeituadoi» á moitepelü inanição;.,

    E,.ros gt lpe. do i ifortunío, curva-,í" au pesj.dn ms nu t*_se pove lor-te,—O «.'ràitioj.i — resignado em meio

    falas d'tlii_uldad«*s que se lhe mito-lliam,—es«a rrt*. nobre, heróica echeia desloic snio, distanciada :>iu-da di civibst-çAo, di-sprottgída dosgovernus e nu,dt mais peaseguitlapela nilurtv.', -mas, q-.*, no dizer tic Eucly-des Oa LjiiIi-, até u rocha viva üauos.a nacionatuiaile I -¦

    F. n;,c í inspirado por n*n srnli-ni «ilnhiiuo t-x^Rgeratto qne o hu--Ituldc* e DPiCO.ro seriam jo ajue traçsaa prese ites linhas, pr»,tua dtbu-

    ,-jnr o quadro triste do que enti?nó . sr p.«' sa !-' Sim! Nsni so nietu s eu procureicarroçar as cores e o uue ahi Hiaestá muito í.quem do qut- realmenteexiste, de- tristeza' e mi-eria, pelosafastados sertões do notdeste hrasiIeiro.

    Kj lambem o scrlílo tle nosso estatio cstA se estorcendo na mais dolorosa rgoiita.

    Aqui lambem a fa me f / eslragos.5^*5 l'rá~, portanto, qae, como todo.»jrv ,.-..os nossos inuSos dus regiíies as.rli-P**" .«Ias ptlo lligt-ilo, stfHm lambem soe~fcnrridos os st.rtaiiej.is pernambuca

    nos, pois é ta ¦ íi «tu doloroso o queeclrr elles se p-.sv>. niaxiosé quan-tio acarretnua-s, desde muitos me-zes, com o cxoüo dos sertões dos visiuhos estados Ao i>ara, Parahyba cKio Ctraniiedo Norte.

    Urge, pois, qae os nolere1? comne-lentes lancem bs vlstus sebre cai. eouçam 3S suppiic»s dos nossos ir-

    jiiíitis, os quaes sSo levados pelosgrilos de dòr dss iiiües iofelises queassistem :i morle dos frhinhos innorentes e pilo choro sentido d"r-.-nícriancinhas que tirilam de fome nt.sbraços mirrado»; de • uas mies !

    Cimo sertanejo, como pe*namtucano, cu ouso tlirigar um 8pp?i'o Agenerosa imprensa d'este eítado,que*l:io nobremente já tètn clamado con-Ira b miíciia a qtir estfio expostos osnossos patrícios flageilkadús, psr»que, continuando n'essa camuaolianplire e humana, insista, pugiandí'pela sorte a!n. nossos irtnSos serta-nejos, appe.llando para os no^os re-presenta nlos na câmara federal a se

    rVsí-irçara.fperanle o governo ua reI jiubüca ii linde que sejüm soecor-

    •ÀVndos es«-es nossos irmãos '.Ospoiier-s competentes nfto-levem

    conservar se impassíveis »ntt* a pe-nuria a ipi"- rstfto lambem réilozidosòsnossos «.ei la nojos e devem m:ifio tle nos oecupar.

    A foriuoza e inspirada peça, exe-t_ulada com emoçáo e vida peia g-an•le orchestra, proaluzio, corno pa evi-ramos, grande imp^es*.áo nos audíen-les qu- a appiautliram com justo en-lhusia«mò.

    Durante os intervallos, dislinctasseohorks e gentis senlloritas proce-deram a uma collecla em lieneliciodas victimas da secen.

    O Ivjuianilario tl^signio encontrousyinpathicò v iidalgo acolliirtieutipor pai leda selecta assistência.

    A'recepção dos convidados, toca-ram ns bandas tle musica do 19 dec açadores e do 2.- reiíimenlo policial,.iliseqniosameute cedidss.

    Incumbio se tle receber as altasautoridades e famílias, uma comini.são constituída pelos srs. dr. Caiti-oo Galhardo, dr. Barreto Campello,Ir. Augusto Nello Mendonça Sohri•lho, dr. Epiphanio Bezerra, dr. JoséCaminha Sampaio, Reualo Silveira,Manoel P,Bandeira Carvalheira.JoaoVieira iij Cunha, Antônio Muniz Ma-chado, Vicente tle 1'auio Menezes,•Mínriq«ie tleC««*tro GuimarScs e F.mi-li i ttomts de Mattos.

    Ao "Circulo caihol co", pelo bri-lhanle êxito do festival, enviamosnossos cu -primamos.

    Passageiros chegados do norle novapor nacional Curorapii, no dia 27:

    üe Camocim—Antônio livangelista. Vicente Evangelista e Luiza Mello.

    Do Ceará—A. Carvalho,' De Macau— Maria Hutis e C íilhosmenores

    De'Nalal—Alberto Tigre, ManoelOliveira e João Oü veira.

    —Chenados do sul no paquete na-cion»I llatint/a, no dia 211 do cor-rente:

    De porto Alegre— àalcnio Tavares*,Do Rio de Janeiro—Antero Salda-

    nha, Vieira Ca?alc3nt;, Uíyises Bor_;es e sua mulher, dr. Luiuza Tavares, Arlhur Danai e sui mulher.Francisco Fernandes,Vliguel R Limae sua mulher, Manoel Cosli Souza,Sehas iSo Souzn Araujo, Anlonio C.Silva, J-Jail- Barros Pereira, José Alves Lucena, Francisco 1-el'ppe, Felippe lesrd. c Fr.*r.cisco FelicianoBarza.

    Dá Bahia-d. Juüa da Silva Bastos,d. Luiza Sar.la.s, Pedro Luiz Tava-ra.s, O.sv.al lo A. Silva, Augusto deMirania Lima, Antônio Hiptiala, dr.Mario ral° IValrtira, tlr. JoSo Pe-alrei-e Filho e. 1'irmino Leile Alves

    De Maceió—dr, Afranio de Araujo.Jor'1-*, A. G. Miniiis, Aóclheira e Ju-lia da CoDceição.

    TELEGItAPHO XaCIOXAL

    Acha-se rrtido n'essa rcpartiçAoos seguintes despachos :

    89/iS Loas, Aurorei, 65.

    \oiirias (layuerraTelegranimn recebi Io du leguçAo

    lu iiainnioa no Rio de Janeiro, em 2(1ile f gosto:

    aa Summiirlo russo de 21 a 27 alaicorrente, na regino de Rlg« mio hamovimento, Em Jucohttadt continua¦ lucta com SUCfteSiOS de. parte u par-te, hiu Frladrlclutadt os alIciuAeitendo recebido reforços consegui-iam reassumir a olTensiva. Perto deIhvinsk foram r-chassados.

    Ds Knvno a NVilna os alIoiuAes fo-ram sustados mus os russos eslão seretirando lentamente peta margem.loW.li».

    lintre llolir e Narew os russo? seretiraram de posições na esquerda¦le Bohr o de conformiilade com eslamovimento evacuaram Ossowelc, dc-pois tio destruir as Itirtillínçiies.

    NVsla regiãu os allemáes estilolazeualo pressAo somente na direcçâo tli* Ulalystok e Blelysk.

    ISolre Norew eorio Bug os alie-uáe.s atacaram com insistência masforam repellidos, lendo o* russos lo-mulo prisioneiros e metralhadoras.Ksle successo facilllou aos russos aloniatla de novas posições, Na margem ilireila du Bug, os russos conse-Rulratn deter uma leuutiva parareassumir a ollensiva na direcçfto deKovel.

    Mnis ao norte na estrada Bresl Li-l"wsk os allemáes tentam avançar,continuando n lucta.

    Ao sul de Vlailimir Volvnsk hon-ve eM.Hrnmui-ns sem Importan-ei». Km Galieia houve apenas uosliomliaraleios isolados.— Peel.»

    Telegramma ollicial da legaçSo ai-leiuii em Polropolis, expedido em 2«SIt* ago.to, receb tio em 2!):

    Rfumo tia semana : ta Tivemossuccessos nos combates na região deMilau. Ilindenburg tomou posiçõesem Jossjsguttele e Seyoy, teve otinibates victoriososem 1'ykocineBirshle tomou Olitu no dia 2ti. Dallwll/Ir.inspoz a estrada tle ferro tle HialoMok a llrest Lltowsk alcançandoOflanka. O príncipe L;opoldo trans-ooz a linha Klelscheli-Bjasno, re-;.|uissou o inimigo para a II iresla aleHjelowjesl; e chegou á reg'ào a norleste ite Kainenez-Lllowsl. Macken-

    sen forçou a pessagem do Rio Pul\va, rompeu ts posições inimigas emHobrvnka, tomou ll.-est Litowsli notia ilo e eslá se aornximando deKamehez Lltowsk, líichhorn oceu-jou Os«o\vez uo dia 23 e eslá avan-çnnalo á leste da Mores!» ale Augus-lowo Soíiollz tomou KiiYschin nolia 21 Resultado: 000 canhões to-uatlos e õS.tlOO prisioneiros •>

    Telegramma oflicial da legaçáo ai-'emi ara Pelropolis, expedido em 28le agosto, recebido em 20:

    ¦¦ O alruiraiitaiio allemao informacom data tle2l tio correu e : Nossosprejuízos nos combates navaes do•olpho tle Riga limitaram-se a ava--ias en: 3 torpedeiros, dos quaes umíe afundou, um foi encalhado e oterceiro rebocado para fórá. Asin-formações inimigus sobre a perda do.curador couraçado "Moltke" e tleloiras nnidades da frota allemã ásopuras invenções com o lira evidentele contrabalançar os edeitos da ini-jressão ti fixada pelas tlerolas rus-.as ua 1'oionia. — 1'aali o

    in^tliuto ito protocçâo e nssls-tencla á Ihlanclu—Horário medico(de 8 ás lü da roanhS):

    Clinica medica—tlr. Sabino Pinho.Clinica cirúrgica—dr, JoSo de Sá

    Leit.lc.Exames tle amas dc leite,'gyneco-

    ogia e partos em domicilio—tlr. JoãoGosla.

    Aualyses chlmicas e raicruscopia—Ir. Epiphanio Bezerra,

    Moléstia de pelle, syphilis e viasurinarias—dr. OlegarioSabino.

    Balneotherapia.eleclricitlatleeraas-sagein medica— dr. Joio Mayrink.

    Olhos, nariz, garganla e ouvidos—Ir. José Horacio.

    Clinica dentaria — dr. Armando)sta.

    Sanl.oitla Kigu^ira & C— Raiilin-lerial n. 8.—Vendem: Bacalhau, xar-pie, ssbâo, kerosene, farinha de Iri-«o, farello, siil lino lavado e osso,

    0 aílivio iiislanlaneo das dores tlelenles, oblem-se de modo infallivcl'.om a applicaç&o da "Dcticurina",'le.posito —Drogaria (.onfiança—Rua

    Jockey clubRrialteoü-se hontem, no prado da

    Magdalena, a .'10.¦* corrida da aclual•isitação sportlva.

    A festa; que foi cm bent liciodosílagellatlos pa-la secca, revestio-se de;r.inile brilliantismo, achanalo-se to-ios os pavilhões lindamente emban.deiraalos.

    Tocou uma banda de musica parti-cular.

    0 seu resultado foi o segu;n e :1." pareô —"Auxiliar" 1.20U metros

    1." logar - "Medalha" ; 2.«> "Mar-qufz". Jockev do venedor — Mano-"I Martins, Tempo — 03 1/2. Poules:.imples - _2 EMPJGENa

    PPIMWÜSV D*yB1 MADUtUâ,BUJPÇOE_> CORTE*

    ¦ÍRüWCULOa-fiARÈIA m%\ ,

    —t—: i*â MARAVILHA CURATUIt

    00 OA HUMPHREY9Ufaneé am toajia as Ptucrmagia ¦

    Oapoiiurioi» OS LA ÜALZEfcCtt»BuaS.Ea_ro.aQ— Ria a*

    ELIXIR COXVerdadeiro, exterminados da Erysipela >

    Approvado pela Inspeciona dc hvgiene do estadoPoderoso remédio contra u erysipela por mais antiga qne seja

    attestados do curas maravilhosas:Cora verdadeiaa satisfação declaro tpic sofTrcodo ha muitos annos, de

    Erysipela nos icsticulos o sem en oolrar um medicamento que podesseter-me a tão terrivel mal, aconselhado por um araig) fls uso dó ELIXIRCOX, tenho experimentado tâo sensíveis melhoras que nüo ponho em du-vida a minha pura radical. Podendo v. s. a bem da humanidadetsoffredo-ra do mesmo mal, fizer uso d esta como melhor lhe aorouver.

    Recife, 29 dc julho de 191-1,Antônio Jusliuo Ferreira da Luz, chefas do ti afeito da E. de ferro do Recife

    á Várzea e Dois Irmãos,

    DecUro queo EI.IXIR COX conlra a Erysipela é nn verdadeiro pro-digio, pois tendo noltrido alguns annos d'este mal só fiquei completamenterestabelecido com o uso d este prodigioso elixir, podendo fazer nso dopresente como nem entender

    Recife, 29 de julho de 1914.Virgílio Moita, auxiliar do Thesouro da Familia:

    (Firmas reconhecidas). ; ,

    ONICOS DEPÓSITOS:-Phcrrapcia Martinis-Rua Duque de Caxias n. 88.Drogaria e Pharmacia C,olidnç«-Rua do Cabugá n. 16. Vende se naspharmacias Sinto Antônio e Ven elra, e Droga, í. ,e:'j$,tü>ciiicS"

    ¦k 1

  • ..- ,.,,-,..'i"T',i ,.,,i influij^jini¦ .' -*VmmmmmMWmMmmsmamsm

    H 238,.•*AI>AKI/V AUTO

    flítVTi AOs proprietários ela Padaria Aulo-

    matíca rcsolv. ram abrir um depo-sito dos pro IpcUc do r.e-u acredilaili.>sinio.estabelecimento,na Ru» riaC--n',e)rdia, n. 143, afim do melhorservirem os seus innunicros fregu ¦-zes de quem

    'espsr«m continuar amerecer a preferencia que semprelhes tém dispensado.

    Quintas & Carvalho.

    FofkMnsVende se uma casa de tijollos pro-

    pria para negocio, sils ao pateo daleira do mesmo povoado: a casa tem6 p rUs com. armação, uma padariacom todos utensílios, casa de vivenda com uma sala muilo grande, 2quartos, sala rie jantar, cosinha cxterna, tudo de lij.,llo muito bem. con-struido ha pouco t mpo,e tombem 8cázns dc taipa novas consti uidase re-constrüidas no mesmo lempo; a tratar no mesmo povoado cum A, F.Ò.

    PREÇOS-Camarotes com fi entrídas, 2OÍC00O. Logares dist'netos de A a J, •Ki.OOO. Cadeiras de l.« de K a P 3C0OOCadplras dc 2.», ÜQIOOO, Ingresso para o jardim. 1(11000, 'Hi'h ites á venda no bilhar do Parque, de 10 horas ao meio dia, de 1 hora ás 5 e das 6 em diante na bllh«-teriaAs encoimnendas de bilhetes só serSo respeitadas ale ao meio do dia do espectaculo.lionds á portu para todas ns linlins depois (ior. rsaectacnlos.

    M

    /:__*. &*ty .«a» _?(£__,_¦_______, ____________odernoNova empreza arrendatária

    Macsiro director e concertador—CARLOS DINIZDirector de scena e ensaiador—MANUEL MATTOS

    BANDEIRA & C-

    Variadlssitno programma I Primeira pai te—Na tela -,BevaHOJE—Stpialein. 30 de agosto le 1915—HOJE

    neio ao luarComedia sentimental em 2 partes-Giumont.

    2.» raile—NO PALCO: Pela Companhia do Thentro Moderno 0 • e 7.» representações do vaudeville «n2 actos ornado de sailitante musica, arranja do aetor Manuel MattosFeras domesticasTerceira parle-No palco. Novo mstdh de lueta JIU-JITSU-enlre os campeões Akiyama-campeSo arflen-tini) conira Ok.ura ex prof da Escola uaval no Chile 'Amanha—Grande desi fui entre o campeflo Làlcíi, e distineto amador.Sui-eesso^çarartido 1 Novidades r attracvc'''3.ATTENÇÃO—A troupe Japoneza só cornará parte no intercallo da 1,« para a 2,« sesslo.Soirée : 1.» sessSo ás 6 1/2. 2 » ses.ão, ás 8 1/2.Pr.FÇOS-Cadeiras, 1C000. Camalotes, 8G000' ;.,';¦AVISÜ-Em ca

  • r- -i ("«.au !'•>«. jiria m^-m^rm^^n^mm^^^^^^vmm^^^^mmitmmmmBiim^^^ifMli»-.. aWifav.-?WJJflUU-â .-Jtjtjunjuu» tutvti, UU cto AviU-UtO do *I W *. E» Silíi.tiiiLIWA HPHaVBSafià

    Amago.

    LPlNi^-^luiljO «»«*"•-'tuend&dn pnra camba-

    ter com etlicacia todns_as ír.oleslins do esto-A' venda em toda parte. , l," andar.

    RECISaM-SE —deamas, criados e ar-ti-tas à rua do Rmgel h. 58,1.- andar.

    a ^YRnHKENA—opiatr. em tubes'*" veDdo-se s 600 rs ura uo Myosetis;. rna do Livramento n. 28

    M°w©imCompram»

    se moveis narua de SantoAmaro b. 22.Movelaria San-to Antônio.MOTOR

    E INSTALLAÇÃO ELE-CTHICA—Vende se nm motor

    Otio d« 12 cavallos com encaoamentos, dois grandes tanques e maispertences e uma installação electri-ca constante dc dynamo, lâmpadas,grande quantidade de lio etc. tudoda melhor qualidade, sem uso alguminteiramente novo. Qusm pretenderdirija carta para a Posta restante doDiário dc Penuimbnco com as ini-ciaes H. M.

    ACHINA D.E ESCREVER- Ham-tnonri de 400(1 por 230*1, oolutn-bia de 350d por 140tC; Gloria o. '.' de

    3=.0(r por 290(1, Corona de 350C Dor270Q;, Lamberi deVOOCCDOO por 60(1000.1'Bt't lii|u tl>r, ven-ic-se na Casa(Jdeon —3, p,-dça dn Independência.

    arOSAiroS-Ve-ideai-*»*» d.- 7CO00s UliUOfl o metrô quadrado dercosatco dc yj-uade consistência edil-r»ç6o, coii lindos tlcsenhos, de urraa,sete core?, ieclusite o* Itidrilht.srtfiioiidtlo,'., (iropcioi pnra ealçadi's,superioreu is lages de grauito. 'lua£»nto Arcarfj n. 1, proxi*iie a anties,e--taçar ilu r.;í, dn Sol

    JOYFIS -- Compram-

    |í se moveis uzados >najrua Larga do Rosário

    ATA-RATOS-(Rai-CrU»,-Blf,coutos especiaes e garantidorextermiesr ccmplet i nienlt: osem deixar chtir-ü^esagrada

    v»;l e auti-hysjieníco, lica ndo elles inteiratnt-uiá seccos pela acçâo prod'-fiiosa de tao uíüissiniio oreparado

    purars-íoí

    fü «ív Ri

    NCARRJEGA SE - de fazer ruu¦iDnça e-p automóvel de cargacom pessoal habilitado para dentroc fú.a da cidade;nos responsaliilisamos nor qualquer prejuízo cagadopreço muito cnimodo ; a tratar naiua Imperial n. 33.

    €N-NEW—Preço de unia lind iciixinha ÇõOü—í.gí*. de ialct»

    h iricados " cliiihicadientepreparados e perfumadospira amaciar, reficscar eemb"!! zar a cutis, indis-pçnsaveis pp-ra as assudu*ivse biut.- êja?. das crea»-*-ças è das pessoas delica-das: o mais .snli-sepií

    vamimperl-eiíes, e®Epraia-se aa raa .

    San!» Assísre n. 22, iffioyelaria Saul®

    ROFESSORA TITOLADA-brasileira, distincía, com o curso rie

    francez feito em Paris, lècciona tportuguez, o francez theorico e pratico, solfejo, pi.ano e bandolim. Rusidencia, rua Padre Nobrega n. 23.

    N. B.— Dedica-se unicamente «t-ensino e garante progresso.

    ROFESSOR DE LÍNGUAS E SCIENCIAS NATUKAES - Ensino

    theorico e pratico. O bacharelandoAlbino Buarque de Macedo lèccionaem casas particulares às sé.üibleíCBtleiras do curso propedeulien: portuguez, francez inglez, latim', historiaunivers 1, physica e chimica, historia natural e pedagogia; encyclrpcdia, phi.losophiH, anlhropoloKia e snciologia. Cartas uara a casa "Ciarei;"Residência em Olinda : Rua OsSval-do Machado n. 47. t

    RECISA-SE—de uma cosinheirnque saiba cosinhar, praça MacielPinheiro n 9, 2.» andar.

    PROFESSORA-

    Por-tuguez-a, lèccionaportuguez, franceze inglez theorico ,e

    pratico, ensina tambémsolfejo, piano ecanto,maunicamente a creanças, se-nboritas e cenhoras. En-carrega-se de educar emsua casa qualquer meninad'aqui ou interior. Respos-ta para a sua residênciaua rua Velha n. 120, en-trada pelo largo de SantaCruz.

    ALACETE NO GIRIQUITY--Alugâ-se o palace-te na iua Sebastião Lo-pes n. 3õ com 4 salas,

    8 quartos, escada nobre, escada para criados, teria-ço ao ar livre, vssta cosi-nha, illuminado a gaz, aguae novo saneamento; a tra-tar ci. m André Vianna, na-ua Primeiro de Março n.10, 1.; andar.

    EPRESENrAÇOESj- de qna-*3,quer prod*3ctos garanlintio se

    .-jBsa collocação no mercado porIntermédio de agentes idonens. Pa-teu do Paraizo n. 8, 1.» andar. AMattos & C.

    «SAHAO THYMOL1NO '(Liqaldo)-

    53iPofia'.roso renirnio contri» tO'*asts moléstias da polle: sardas.pannos,iianchas |ds polle etc, amacia a ca-

    I SlulSíi' S cvB-íl S?

    iIHi

    (auVOtROPHOBPHATOn JaOAL o lio !S(1D«)0 unlcop/iosp/iafo as*i(iii/(.-iVe/ QUE NÃO F/IT/G,' n fSTOJSTÍCO

    APMITTlOO.OIll .loiliis om HOSPITAES ilu PARIU—-—«*¦*> -—Inrnllivol uos onsos do fíacíiltlSilW, OBiillidatto

    Idoii Ossos, Crõsçfincit tias Cretwais, Imitação,\Graoldez, Hottrasttieii/a, Excesso tio Trabalho.

    Muito iigrmluvol du tumar, n'um puuco tio n/;iin ou leito.

    VnNDA ron Junto i 13, íJtio rio Pottuiy, PAJUB,

    IS O tiOMUimullh Ut, lu.NI.ur l\w i'.." O,'ornando ;t ut 1I

    iHCOHtnt.ie ms rsutcints riiam.

    ¦ Preço. 1 (ISCO.(6'rhIJOLOS—r.fntslitiios, alvenaria,

    Jh, telhas, co nos, syphOeS' inosai-cos, unia, barro, cal, imiisira ven-dc-sc no pateo uo Paraizo n. 8, 1."andar, A. Mattos &. (',.

    TRANSPORTE - Dispondo-so do

    grande numero do carroças, depessoal habilitado o assumindo se urcsponsabilltlnde ptln boa execuçãodo serviço, acceita-se lodo i». t|tialquer traasportt* dc mercadorias.mu-tlançn ele. Fazem-sa serviços por enr-radas, empreitadas c n dia. Porá'iirandos serviços duradouros pode-sefazer contrnetos, dnnilo se boas ga-rauliiis. Trttasenii run Tobias Dar-rclto n, I, mercearia Raptlstn.

    HESOURO DOS DENTES- Hc_ conhecido como o melhor den

    tifriclo para a conssrvaçíio dos den*tes e aesio da bouci»; preço 10*000, ávenda na pharnaacia Marti-js. rua Dnque deCaxiac n 8R

    TÔNICO DE CAPIM -Extiahido

    do feno dus Ttitlins, produetosclenlifico preparado por uma for-mula franceza, o unico tônico queo publico nem receio pode comprar,pois o fabricante, sò expúz ú vendattepois tle conhecei- os seus efTeitos,tis quaes silo matar a caspa. evitar aqueda dos ciíit-llos e fa?endo-os nas-cer fortes o fádlo*.; preço ao alcancerie Indos. Unico depositário em Per-nambuco: M. Gomes tia Silva—ar-marinho Floresta-Hua Nova.

    fMONÍÇO JUA' MUTAMÜA-h-te*»;S. leutc preserva!ivo contra a queiíh do eabello, Dblic^dnmcate perfumado. Amacia e rejuvenece ò cr>bello, dissipa t>.s csspaB, Unico deposlto—Pliarmacia Martins, rua Dnque de Caxias n. XK

    MA '•"RANCL/.A— desejando regrsssar á pátria, cllereco se »

    uma boa fnmiliii para fazer compnchia, pngando elln sim passagemQuem desejsr pode drixar caria nosia redacçáo com asinicinesM. L.

    WENDfi SE—uma layefmi livre t

    desembaraçada na ruã Imperial n. â95-A; a tratar nu mesma,

    ¥ ENDE-SE — 1 optima cánoárifcom nova armação para fiuctas,fazendo bom negocio em grosso e t

    retalho e boas freguezias dc hoteúã rua Tobias Barretto n. 34, esquinada Concórdia.

    ÉNDE-SÊ~BÃ-P.ATO--n« se.-Fariíi- AnU-ro dfe

    Vascnricdíos & C,grande Stòck d.e ta-boas para a*iso;.lhos eforros de madeira dcPará,assim como orna-rello, louro, pau carg^,cedro,c'Sjá caiingíj,tra-ves, travt tas, eocha-méis e cãibros àe to-das as dimensões, 49,rua nova de SantaRita n. 51.

    'm yENDE-SE-o engenho SSo .JoSo

    W oo município de Rio Formosofornece canna pnraouzína Cúcáíi oupara outra qualquer distante da estação de Estacio Coimbra 2 kilom?.tros, lendo cercado, casas para moradia c pequena safra, etc , ou arrenda se comprando hO cabeças niiivu.sMio'iie seu ffll.cimento.A todos que comparecerem.a nvisprufuuda gratidão.

    ji.u anmvi

    t.Iosé

    dn Cunhalher e suns íi.liaparentes ¦• pes.-o

    yr«-i."~"iim:mii/f,:íí..J

    jtt,4aajial«H?««alj

  • ty 1..VÍ..Í

    Épn.'_*7_

    ¦HUM-fWMIWM-«_IWMM.-

    .»H'lí.J>'. •íii . V i.'.''.í'1-t .

    Hl_.txk&£>u4-. ©ÍJ por ceuto cia prenaiüs I I

    ¦¦"¦ -»*»««*»»"""-««"»™i''l I *m"-*mmwmwi>mi*>rim .,..-,.„..„,. .,_,..._, i i imijj.niiMiiiiii. in«

    "* *." TI ."• »»'-¦»..),-» •&• *i ¦->.& sji. miíntOS10 16:0Ò0(E00Q em meios.

    íer>v ç.« 'Mm ra pis ieo*~-IÍ lor i as.

    6.00 coKitoa depositados no Thosouro Federalpara pagamento d© seuái premas !! I

    (cláusula 1.", lellia F, linha 7 do contraclo de 20 de Fevereiro de 1011).

    e

    Unico meio rápido de fazer fortnna licitaII IJ

    ExtracçSo da Federal este mez—-Agosto: 2." quinzena

    -Ü. l'0.<

    mi$L fi-erai

    JEfOJUSSBTaííS (75)

    M llitó MlumPOR

    PAUL D1VOÍ

    QUARTA JORNADA

    Riiliinsoii do ilhéu purojitero

    GAl-lTUI.P VIllájp humano c ruiu celeste

    Para me libei.àrcm, as rainhasamigas haviam ini;*gii,ii.do, ic.vado abom.cxiio d placo pciçigóso a cuja'jnações seoeas, cúrias filiem vibraraConclusAo 1.1 ..s'isli:i. atinospliera,

    Os.çlhds raarejiram scone cie Ia Das .vergas ao conv/z, cnlr. rs rol-grimas. | danas das cordas ': as 1'crriii us da

    Que sotle léiia sido a i!'cllas ...* It-yessom si io mal süccctlidns, se o *eudisfarce tivssu sido descoberto? De*pois de ama. rar Orsoni, SalliióNolrvoltúr.-.-si. paru Regina, pareceudoesperar as suós ordena.

    Esla disso lho:Estás preparada?Sim,-—vnlve o a preta,—não li*.-nhòjá medodo'estojo do diabo, Dá-

    O eslo-jd 1)0 diabòlSim, rcçordoriiie do .dliiri..» dn

    I! g'n:i. Esse. estojo Itrr.vel invehçáo de um saldo criminoso, quoco.i-lem ti-i- -ppnrclho prodtiCti .• de os-eUlaçOes electricas', iiik; cfuer f.zercom elle Satin Ni ii ?

    Nilo o.p.rio to.lil..- pnra o saber. Apicli eslunde o braço tiinl i.uiu.cstalielo, 18o finco t|'.t.i pod.MÍi duvi-dardo testemunho dos meus senti-dos, /

    A noite, a;.;.;ra, ei.ta ejuiisi sombria,F, bruscaoientç, ciai ões di>*>!um

    brantes lutgctn nu csiiuridán. l).-i

    20:0OO(E000 em me ios.20:000(1000 em meios,1G:000(J.OOO em meios.20:0000.000 em meios.IOOÍÓOOCpOOO eni décimos.10:000(COOO cm meios.20:000(1:000 em meios.20:000(1000 em meios,1(5:000(1:000 em meios.20:000G0Ü0 em meios.50:(K)Or í>_.I os viv r eraimpòisivil... ÜJii.lile-s, iiiir..-i'«-vri*,»¦ sjiKsino!, sim, ma. Ilrár Ih.s u \i-da, isi.o nflo teria li.i coragem parao l.izi-r... ImIiziik». jp, os preto. -â..

    . j ¦*.-*». «A.*»A-u*p_r_s**

    S.ili.i Noir sal-

    Agente FragosoS*-3!^ IS VIO __fWX-_30

    íítllI -i' I IJJUUUUbJiLfÁ

    1 5 "IJmi onSUillgi

    Iiiii

    FioiàCIS Mdl¥©S

    os c novíssimos moveis adquiridos lia poucos mezes; aovisi-imo o harmpnloso piano do acreditado fábric.nle DORNEK', bcllíssinio mobiliario de; elorniiloriq (i-abalho era canella cirò dd nTamada f.ib.-ic . AUL *R—rio Rio), Ona.tape-çaria, delicados grepos em pli-nlusia, poi t»)-clia-pcos cora csfi-l.bii biseButadò. cüsfòsó mobiliário ele peroba tir. eòr cu-türal; para. s..l»de ne_íeiç5õJis>(c£»nfe.eiiã ••¦ >ín ac iníilada fabrica MoreiraMesquita, dO llio dc ,!. ue.iro), ricos quadro*; a oleo, riqiii's.,iino pannotivclludario'para mczs, bcliós porta bibclot1', columniis. jarros, unosbiscuits, linir.simos iiiçiaes, *jú|)eriói-es l.ru'paritis ¦) nlcool, porcelanas,crystaes, secr-*láii,!, li a teria dé cosinhu c ludo moi;; de uma ca-a deillustre familia tie fl.no tralaaleiTo, «*pj. annuncio catalog.do será pu-blicado 110 sabbadc, vp.-ocra do kilSo.AO CORRER DO M&RTÉLLO. EXCEPCIONAI: OPPOllTUNIDADE I

    filli Kiftíli p./< íih iinÉIlilG uull.ilflllulfl ii It, HU llilUuuEst a.la ele Beberibe, junto a Estsçilo -Vivenda elo illmo. sr. Guilherme dn

    Áquitio Fonseca, digno dcspáclisnle da' Alfândega, q e _e rttira ioestado com uná.xtuai fsníiiia;

    AGENTE PA.SV4AGÉNCIA-RUA MAl.QUFZDO HERVALN. 27

    E' ijwa _f*itk $ í*5"®!. »sí>*si -'^h fk i**-i?5> va i% te »-*« Vi BB _•'_ K -i &i M & 1-110 éêL> Mi %&¦ mm %m m %Jm %&¦

    Ma

    ' M i«MnwÈm

    ESPLENDIDOS E MÒDEBNflS MOVEIS, primorosa mobiü- auslriaca emcot' de nogueira, lindos porU bibelols, chie espelho oval, suputiorloi-)ct psyché c.nii grã'nde espelho bisdáuié; esp.lb.n'di ios guarda- vestido/,chie lavatorio com luaniion: c espelho, niódcrfla cama fffinccza paracasal, coiuiiiodas, esple-n tido gdárdri-louçns com snspeiisüti c martuore, aiir.raif ores,, solitlu tnésn claslici oval com t tabòiás, mesa com cs-tante, porcelgnas-, vidro-, li.ios quadros, jirro?, inccliina eie cosi uraSinger (-'¦'; pé), lampadii--, biscuil*. e tudo aiiis do uío de uma .'familiad rgunlei:

    Veneravel iílíiimlaiil ilo Sc illl:.|* DOilJillJesus dItidro fiidü Recif

    s russos, nu fi| •( ]ii ilaDeus, inalri 11 ovisoria

    iütililij fldUUòU

    MESA (iiil. >.!.Convido, por nutórisaçSo do nosso

    pic.timoso provedor, a Iodos osdi-fjnos membros da tn.sa rege-iora cdenjais cans1imos irmã os, a compa-recerem nocomi.loric. ondefanecio-i..mios o'es I ii egreja rautiiz acimareferida, ;is 15 limas da próxima bugundll;l'íira, 30 do ciiiT.r.U-. a lim i!econgregados cn. me*sn geral confni-_ne determina o compriiiíüsso tfu •uos rege, procedermos :; ei. içSo Uosnovos cimpqncntes da tiiesti rígedora qji» le:.i de dirigir os dvstinosriest» veneravol carporaçfio religiosaliursnt'' o periodo adminitlraüvo dcÍS1I5 a liilii.

    t-_-_r_.^__-__^tj4;wri,_T_i_7_^**-ii_-*-i«o^_^r»-

    ifCon

    ¦dlillQ-llJ jJdiiiíílllLJüüdíldile para pafjaincnlo du i ixpirfr. D.B.va salirqi.c inorio ci.iii u insliuiiieolo m»l-ilitn com que cllc matava.

    E como qus perturbado, contrai.ill.lia vnnUili'. pelo Inigisei da liorn, os noivos leu o pilo espanto...as palavras meu primo lánçandpi rinluim. ... não o (ii-s-jo riu cliímenclo,pelo méuos o horror do a.ssA.ssioio,murmurei:

    Il.gin.-i! F.'o sobrínliò deiuinliaiuãc Pela memória d'e!l(i. nfto se-jamos cruéis!

    lin munido sussurrou no ar; oOoitiC.asaltou:;.' liicniua on !a cnoimebruscnmèule elevada sob a sua qui-lim o um ruido ensurdecedor encheun atinosphei a.

    O furacão, de que nos havíamosesq.i ci in, deseucadèára-se*.

    Em alguns ssltos, eiieontfei-me naj ponte do commando. Erupuolie.-i a

    ioda rin lerai:i -a-í.*í*-i»*t •".'-I DIMM •.t"».",'WT«í-,«inn w

    Oompanhia.. tr ile

    lu sinistrai16.° SINISTRO

    f-Viviclend-.- n. 5-Avisa aos seus accion.stfcs que está

    pagando em seu escriptorio sito óhv-nid.i Marquez de Olinda, o divi-elendo .".1 r.látivo ao primeirosemes-tri- Oo corrente anno, na razão de

    on.o sido pago, em .11 dc julho j 20(1000 por acçâo ou iü ,./¦> ao anuo.dr. Lauro Recife, 33 do agosto do.1915.

    Peli "Companhia Amphitrlte"Os directores:

    Alberto Augusto de i\lnuiita.Joào Josc de s.'i'-*fti *.-5'i..*_ r.-i&m

    '¦ W* 'i Ivm.

    rçllflllllil i DS SETEMBRO

    IhjQ MEIO-DIA.

    ilUâ tüii, ii 1111.3Annuncio (detalhado'nas vesperes do leilão

    •tai mat am

    Escriplorio -ú rua Marquez dc Olin-ela ti. i9.

    n "B ___« «___.

    Dos moveis e utcnsilios daCompanhia ''Amphüri-te", por tc-r a mesma mu-dado de sede.

    Praça Arthur Oscar n.1 A ANTKiO LARGO DO AR-l-i SliNALOE MARI MIA.

    Terça-feira^ 31 cüi coí|ent|A's 13 horfts cin ponlo *

    So corrar do ma te loCONSTANDO'DE:Carteiras, mochos tòrneaçíos,

    |íiilc^9 i,le tunaicllo, catt.eifug

    ^^.v^i^X-^^iL__-^:__..___:....-_____.-.:":

    de junco, lavalorio com ba-cia, iilt'o para água, jarra,apara-ar, diversas divisõespara escriptorio, mezas, caixapara t.l-pl-one e oulros obje-cios presentes ao acto do lei-.ão.

    O AGENTE A. ROSA, autorisadopela Companhia ele Seguros "Atnpbi-Irile", que sc. mudou pura o seu pa-iacele A avenida Central; venderá empublico leilão o acima descripto.

    UJEIB IiilüRs .Plptorio — Itufi Qntnzo i'de

    ^ .%ovi.n\lno n. lia

    P. r ordern do ixitio. sr. desem-bargador che Te de policia, em>irln-•-

  • r » -m-TV-mffff, '*_psr'f!1 . , !'': .'¦»" ¦¦'¦¦¦ "-T-T.1*1 ¦.|j"."7»1!' "1 * ¦ >..V» '..¦"."" -«-;—i¦ | I] ||i ¦|l|ii*p»NH WIBarca nomeguer» fifanca, deicarre

    g.ndo.Barca noruegueu Gí/írf, deicarre-

    gtado,Movtmeiuio do porto

    Em 29 de agosto.Entradas

    Par. a e.c»l_, 7 di.s—paquete nacio-nal 5*rçipt, de 820 londadai, eqol-panem 66, coramandante Fred»-rico Carlos Ferreira, carga váriosgêneros; a Américo Mi-nrxes _t C.

    Porto Alegre e escala, 15 dlas-pa*quete nacional Itatinga, de 920 to-neladas, cquipagett 61, commandante R. Mc. N. ill, carga varioi«eneros; a A. Rebustillo.

    Manaus e esc.ls, 9 dias -paquete na -cional Maianhào, de 763 toneladasequipag- ni 66, coramandante A. S.doi Sanlos, c»rRa vurlns gcucios ;a Am. rico Menexes A C.

    Sahida*Rio de Janeiro e escala—piquei' ni-

    cional Lis, commandante C.lirli-plro.J. Marquei, carga vários ge-nerot.

    Santos e escila — paquete nrclonalSergipe, coomandanic FredericoCarlos Fer n ira, carga vai ios ge-neros.

    Armazém de eilCnnha k C, nnleos prodactorei decal virgem Jaguaribe nara o fabrico

    de assucar, cal branca Jaguaribe parafingir e caiar, cal preta comtnum eespeciclcaldcada com água doce parieonstrucçtcs, encarregam-se de for*necer qualquer quantidade posia naobra por preço sem competência.Deposito-Caes do l.anios,?8

    T»l_nknn«n HUR

    €Iioiea dc olhos, nariz,garganta é ouvidos

    Dr. SOARES DE ÀVELLÂRDos hospities do Recife e com longa

    pratica nas principaes clinicas enos melhores hospitaes da Europa.Disnfle em consultório bem instai-

    lado de instrumental moderno e apparelbos electricos aperfeiçoadospara os misteres de sua profissão;diagnostico seguro e tratamento racional das moléstias de olhos, nariz, gar-gania e ouvidos.

    Consultas todos os dias das 15ás 17 horas.

    Consultório : rua Barão da VIctoria a. 10, 1.« audur.

    Residência—Rua Barão de SàoBorju n. 58.

    Acceita chamados e marca horaa quem solicitar.Telephone 899

    Lopes & AraujoLivramento u 38

    Cal de Lisboa.Cal do Recife.Cal de Jaguaribe.Cimento Portlaad.Potassa da Rússia,Carbureto de cálcio.Creolina Pearson.Graxa do Rio Grande em bexiga.Graxa americana.Gaxeta de linho.Oleo de Mocotó,Oleo americano para lubriflcaçao

    de machina e cylindros,Oleo para dynamos.Azeite de coco.Azeite de peixe.Azeite de carrapatoPixe em lata.

    Tumores peta corpoBEscreve nos de Santa Luzia, Goyaz,o estimado artífice, sr. Antônio Ma-galhães ;

    «Sinta Luzia (de Govaz), 26 de ou-tubro de 1913.

    Illmo. sr. dr. M. Gomes Machado.Levo ao vosso conhecimento queha annos sofiria de uns tumores pelocorpo qne muito me incommodavam,nâo me deixavam dormir e com uso

    de dois vidros do vosso milagrosoANTIGAL acho-me completamentecurado.

    Sem outro assumpto serei um dosvossos propagandistas.

    Subscrevo-me com elevsda estimac alta consideração,

    cr." m.to grato,Antônio Magalhães,

    IZ ZZ cfTicial de pedreiro.traíi-se ei tola. as tr.nanas e puni-ciu. Depositário.: Drogaria Confiai-d. 16. -iíi.H.n.n Gmcalve*

    IflUUUBIMI

    dosE. U. do BrasilAssociação mutua catho-

    lica de "Pensões Vitalicias" e «Peculios»

    (Authorisada pelo governo federal).

    Prospectos e informaçõesca agencia:Rua i 5 de Novembro n. 7

    I.' andar

    Molesíias âo nariz.irada

    Dr. Arthur de Sá Fl hoEspecialista em moléstias do nariz,

    garganta e ouvidos, com longa pra-tica nos hospitaes e clinicas de BER-LIM e PARIS, commnnica aos seusclientes e amigos a transferencia dosen consultório qae acaba de soffreruma radica1 transformação, com todos os reqoisitos hygienicos, pira arna Nova n. 17, 1.» andar, (entradapelo n. 15).

    A installaçâo do consultório é mdldada á da Liniversidade Real drBerlim, sendo o instrumental e osapprelhos electricos, os mais modemos.

    Os methodos de exame e os detratamento sao os asados na clinicade moléstias de nariz e gsrgan'a daUniversidade Real de K*-rllm,serviç'i-..4p profes-or dr. KU lan.(o melhor isvecialista nessas offeições)e chmae foi assistente O anno pa»sa4jc_t._ -•.¦

    Gonsultnrio—Rua Barío daVictoHa n. Vl.+X.«andar. .•-¦..:,*

    ras.sultas de 10 1/2 ás 12 e de 14 ás

    _____ Pl^HQ-g-ilciA Sequndf. tolra 30 Am Arrosto de «•!«mm

    j*?8

    honro da FamíliaHAIS Sl-Mt! .*. -

    RECIBORecebemos do sr. coronel Pedro Guimarães, direc-

    torihesounlro interino do THESOURO DA FaMILIA,com sede no Recife, a importância de vinte centos deréis (XktiOOCOOO), valor Integral do pecúlio qae na seriePREFERIDA nos foi legado por morte do sr. Emíliode Souza Costa, Inscrlpto na rtferida sociedade sob aapólice n. 112 e do que damos plena e gtral qu,tldçào dmesma sociedade, ficando a apólice liquidada e saldadapara iodos os effeitos.

    . O THESOURO DA FAMÍLIA è inconteslavelmen.te o potrlmonlo reil da familia dos seas mutuários.

    Recife, 31 de julho de 19Í5.HiANCISCO DE SOUZA COSTA.JOAO R.DE F1GUEIROA FARIA.

    Como testemunhas:Eduardo A. Pereira Monteiro- (da firma Cai tro,Monteiro AGurgel).Joté da Si ua Galvão (da firma Virgílio Cunha &

    Galvão),Firmas rt conhecidas pelo tabellião Cintra Lima.

    Total de pecúlios pagos até esla Haia915:9100

    S_IÊ]_D _____: social

    .VOE Ml ÈS D. 18PRIMEIRO ANDAR

    nu da pra a Saliala Mafilo)Reciíc-Caiva posíal, 255-Pernambuco

    End. teleg. THESOURO

    r- '

    Mais um [ cn iiPagos pela

    li Pernau réis

    coaA primeira instituição de seguros de vida e peculios dotaes oor mu-

    tualidade do norte do Brasil, com depôs to integral de fjarantla no The-souro _> acionai dc

    „.:. RS: 200.00-H_.000Di'tin?uida com a inscripçào rie seguio de vida du futuro governador do Estado oExm. Sr. Dr. Manoel Antorio Pereira Borba.I-ECULIOS HAÍiOS A' IMMEDIATA APRESENTAÇÃO DAS PROVAS

    -FIS. 1.129.830d_000Recibo de quitação Rs. 20.000COOO—Séiie «A»Na qual dade de procuradores de D. Marianna de Sot za Nobrega, tutora nata desoa filha Mti ia d* Conceiçfio á* Souza Ncbrega e de D. Candid» Maria de Souza, na qaall*dade ile tatoraditiva de sins netos Severtna de S >uza W»ndeiKy Jud.tn deSouia Wander-

    ley, Rerma de Souza W^ctIij-, Salvan de Souza Wanderliy^itoessel de Senta Wander*ley, Dinsmertco de Souza W.ariueíley ; por alvará dos Drs Juí/. de Direito e de Orphfios—recel e nos da «Vitalícia Pein»robucana» sociedade de segutos dc tida e peculios aoiaes pormutualidade, a quaotia de VINTE CONTOS DE RE'IS, peculio integral instituirfo aos filhoslegítimos do primeiro e segundo matrimônio de Sizensndo Klcr-do de S_.u_.i__, fallerido n«cidade de Patos, .ta Parahyba do Norte e segurado pela apólice da Série «A», n. 1740, daqaal damos quitação á referida Sociedade,, faiendo-lhe entriga da mesma apólice paia can-cel lamento'.

    O presente é pissado em duplicata para um só t ITetto.Recife, 19 de sgostu de 1915.AIves deBrilto At C.

    Testemunhas: Albino Neves de Andrade e Heraclides .. Malheus de Carvrlho.

    R cibo de quitação Rs. 5 000C000—Série «Primor»i

    Recebi da «Vitalici» Pernímbucanf», srríniinAf de seguros de vida e pecnlios do-taes p^r mutualidade, a quantia de CINCO CONTOS DE Rfc/IS, pecúlio inslitu'do a D. Car-mina Jesuina de Lima, por sen mi-ndo Rosendo Fmnctlino de Lima, fallecido rm MissftoVelha e segurado pela apilieon 60, da qual don á re/eiida Sociedade plena e geral quita-çao. Recife, 18 de agosta de 19!.".

    P p. de D Carmina Jetuioa de Li_ta, Cincinolo Josc da Silva.Testemunhas: Dr. Raul de Almeida Azedo e Antônio Jo quim dos Santos.Cera o p»gamenlo desses pecúlios, tem esta Sociedade pago msis de CEM CONTOS

    DE RE'IS, «inda dependente de arrecadação, entre seus associados, dss quotas sinistraesrespectivas.Prcn'ios píges este anno—Rs. 262.5Ofl(I0C0111

    Série «A»—Peculio Integral Rs. 2o oooC Serie «Primor» Pecúlio Rs lo.oood".Serie iVitallcian 3 pecúlios lategraes mensalmente de Ks. õ.oootE

    TODAS AS SERIES ESTÃO APPROVAD.iS PELO GOVERNO FEDERAL

    PEDI PROSPECTOS

    Barà'i dt fictiria, 1 c 3, l. arndarRECIFE

    ED Rna

    tr- . .v"*-W«v .'

    Lairk aoazolinaVendem-se duas ex-

    cellen.es, sendo umade fabricação ameri-cana, systema torpedo(ultimo modelo), e ou-tra .ingleza. Estão emperfeito estado. Atra-tar na rua Barão deTriumpho n. 18 Brum,ou na rua do Norten. 4 (Santo Amaro).Fabrica "Agula de Ouro

    Prevenimos aos nossos estimadosfreguexes, nue, em vista de achar-seo nosso antigo agente sr. Alfredo Homem de Carvalho com a soa saúdeum pouco alterada e necessitandode repouso para o seu tratamento,resolvemos licenciai o por tempoIndeterminado com o vencimento deduzentos mil reis (2014001)) mensaes,nomeando para substiluil o o nossoempregado sr. Samuel dos Santos.

    O r. AlfredoCarvulho fará a apre-sentsçfio do nosso novo agente a to-dos os nossos freguezes e esperamosque continuarão a nos dispensar amesma consideração.

    Recife, 27 de agosto de 1915. Pinto A Cia.Attenção

    Faz-se chapéos e remonta-se pelosnuis modernos figurinos.Rna Augusta n. 213.

    ProfessorDe francez, de Inglez, de porlu*

    guez, de grego, A" sciencias nalu*raes, de mathematica e de escriptu-ração meicaotil, «partidas dobia-das».

    Charles H. Kourv, director do«Collége français ChateaubrianJ»,dispOe de _lguma* horas para ensi-nar particularmente «theorico e pra-ticamente» as mate rias mencionadas,no «Collége. f Chateaubriand» emcasas de tamillas e em seu esciptorio na rua Duque de C«xias n. 83, 3 •andar, onde oòle ser encontradodas U 1/2 ás 15 1/2 de todos os diasúteis.

    s horror aos óleos vermifagos, qut«té os adultos detestam pelo sen «es-poeto repngnante r gosto nausenbnndo.

    Outro tanto nfio acootece com o»'omprimidosde

    ASCARIDINAdo dr. SCHMIDT

    qne, menores que um grSo de milhea levemente perfumados, qualqueicreança ingere facilmente e sem ne-lessidade de purgantes, expulsa atlombrlgas, tornando os vossos filhi*ahos á sua Innata alegria,lista no vosso interesse não lhe»

    dar senão"Ascaridina"do dr. SCHMIDT

    io» ¦• vende em todas as pkar-

    I |i iüafio se podem prever, tantas e tfiofadadas sao as snas causas e assimt que quando menos se espera, ellas»pparecem, tfio fortes ás vezes quesndoidecem uma pessoa.O mesmo suceede com as nevral-gias e enxaquecas, que impedem opaciente da mais ligeira occupaçf-o.

    Ter, portanto, sempre á máo aEURYQUINA

    do dr. SchmidtÍne

    em poucos minutos cura dorese cabeça, nevralgias, enxaquecas

    ile., è possuir o segredo de afugen-tar Qualquer dôr que de momento.pnareça, A EURYQUINA do dr.Schmidt acha-se á venda em qnal-mer nharmacia on drogaria

    IAVende-se barato uma

    installaçâo manual, completa e os utencilios deuma fabrica de doce, marcaconhecida e acreditada.

    A tratar na rua do Ro-ario Ha Roa-Vista n. 11.

    AV APreços baratisslmos no*

    seguintes artigos:Folha de flandesa 24(1000

    a caixa com 112 folhasOleo de linhaça genuino

    a 5C00Ò o galão.Alvaiade de zinco primei-

    ra qualidade a KÈõOO okilo

    Arados de diversos ty-pos a 20(1000, 3UC00O e„...40(1000 um.

    Espoletas BB a 4CO00 omilheiro.

    Rua Duque da Caxiasns. 107 a 109

    xn R-M-SP * PSN;&te_t TIIEROYAt. MAU SUAM PACKÍ1C» k tllt PACiriC S1F.AM NAVISAllON C- S

    g MALA REALINGLEZA«. COMPANHIA DD PACIFICO §OS VAPORES MAIORES E HAIS LUXUOSOS

    SAraguayaSE'

    esperado do sul no dia 5 deactumbi-o e segulrfi para

    R São Vicente, Madeira,íl.isliòa, Leixões, Vigo cn Heino Unido.

    %á Paquetes para a EuropaW__ú Avon em 3 de outubro.m Animou em 17 dc outubro.

    ' J.Citsrtjiiiliti cm 31 ile outubro.Araguaya em 14 ile' novembro.itwon em 12 dc dezembro,Amazon cm ai ile dezembro.Katrt]iiil>o cm 9 ile janeiro._4rni;iiiiyii cm 23 dc janeiro.I

    AvonK' enperndo da Guropa no dia 10^

    ile setembro c icgulrft para |Bahia, Rio do Janeiro,d

    Santos, Montevidéo; eQBuenos-Alrcs. S

    Paquetes para o sul ^'; }Amazon cm 21 de setembro.Ewqiilbo cm 8 dc outubro,itragnaj/n cm 22 dc outubro.Avon cm 10 dc novembro. -j4ma:on cm 3 dc dezembro.F.ssequlbo em 17 dc dezembro.Araguaya em 31 de dezembro.

    Cabines de luxo e camarote de nma só cima. Convez, no arSlivre, para café. Criados portnguezes.

    Para toilns as Informações referentes n passagens, fretes, cncninincnilas,!etc, tratii-se cnm us nj{eiites : (iHIKFITH WILLIAMS & JOHNSON.ILTD. EDIFÍCIO DO LONDON 11KAZILIAN UANK, LTD.-1.» AN- 'DAll—(liiitraila pela rua do lloniJcsiis). I

    rift^P^W^Rií^lS^^^

    Lloyd Real 111HO paquete hollandezHOLLANDIA

    E' esperado de. Buenos Aire e es-cala, cerca de 3ü do corrente, e seguirá' depois de pequena demorapara :

    Lisboa,Vigo,

    Inglaterra eAmsterdam

    O paquete hollandezTUBANTIA

    E' esperado de Amsterdam e escala,cerca de 1 dc setembro, seguirá apóspequena demora para

    Bahia,Hio de Janeiro,

    Santos,Montevidéo e

    Buenos Aires.

    Para passagens e mais informa»ções, trata-se com o

    AGENTEJÜLIUS VON SOHSTEN

    Sala n. 3 do edificio do Lon-don Bank—1.- andar(Entrada pela Rua doBom Jesus)

    QÍiAuILulny.inha do nort«

    U rAUUKTl*

    ÍRISPresentemente no poi to, seguirá

    paraSANTOS E

    RIO

    O ?AüOÉ.TE

    SergipeEsperado a 29 do corrente, segui-

    rá depois de peqnena demora puraMaceió,Bahia,

    Rio de Janeiro eSantos

    O PAQUETE

    MaranhãoPresentemente no (porto seguiráhoje ás IG horas paraMACEIÓ',

    BAHIA,VICTORIA E

    RIO.

    O PAQUETE

    ACREEsperado no dia 4 de setembro,

    seguirá paraPará,

    Barbados eNew-York.'

    O PAQUETE