IEIJ News 08 - 2º Semestre de 2011

Download IEIJ News 08 - 2º Semestre de 2011

Post on 25-Jul-2016

230 views

Category:

Documents

11 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal do Instituto de Educao Infantil e Juvenil - 2 Semestre de 2011. Artigos escritos pelos alunos da Escola, a respeito da Escola.

TRANSCRIPT

<ul><li><p>news2 semestre de 2011</p><p>a escola</p><p>Visita crecheAlunos do ieij visitam a creche Jurema Canziane</p><p>pgina 3</p><p>cultura e lazer</p><p>Voc sabe o que Gastronomia?A gastronomia se tornou a arte de cozinhar para retirar dos alimentos o maior benefcio possvel</p><p>pgina 10</p><p>turismo</p><p>Saiba como foram as viagens do ieij para Bonito e Cnion Guartel</p><p>pgina 12</p><p>tecnologia</p><p>Mandamentos da informtica: Os dez mandamentos do broffice e word</p><p>pgina 14</p><p>economia</p><p>Como a ida ao supermercado pode gerar economia para as crianas da pr-escola?</p><p>pgina 15</p><p>Principais eventos da Escola em 2011</p><p>pgina 2</p><p>Dr. Lincoln Brasil fala sobre o sono saudvel</p><p>pgina 5</p><p>Ieij assina procolo a favor do meio-ambiente</p><p>pgina 6</p></li><li><p>news 2 semestre de 2011</p><p>textos porMaria Laura R Gastaldi,Julia Figueirdo Puppi,Leonardo Figueirdo Puppi eCarolina Tucci de Carvalho</p><p>clubes</p><p>XadrezCinciasOrigamiRobticaInglsFlautaCulinriaFutsalTnis</p><p>atividades</p><p>TAMLOGCULTPortugusMatemticaCincias</p><p>04.06.11 Dia do meio ambiente</p><p>Os alunos do IEIJ, pais e profes-sores encontraram-se com os alunos da UTFPR no aterro do lago Igap III. Juntos caminharam para o Igap IV, onde fizeram o plantio de rvores na-tivas para ajudar no reflorestamento.</p><p>18.06.11 festa junina</p><p>Todos os anos o IEIJ realiza uma grande Festa Junina. Esse evento acon-tece no final da tarde, e na manh des-se dia todos os pais, alunos e profes-sores podem ajudar na montagem da festa. No final todos eles podem aju-dar na desmontagem. Em 2011 , havia barracas de comidas e brincadeiras. A dana foi um pouco diferente, o gin-sio de 5 a 8 srie pode escolher entre duas danas, Jongo ou Carimb.</p><p>18.09.11 passeio ciclstico</p><p>Numa manh de domingo todos os alunos, pais e professores do IEIJ se reuniram na escola com suas bicicle-tas para participarem do passeio pelas redondezas da escola.</p><p>17.12.11 Formatura da 8 srie</p><p>A ltima ao da 8 srie para arrecadao de dinheiro foi um jogo de futebol acompanhado de cachor-ro quente e bebidas, no dia 8 de ou-tubro na chcara do Mateus. As aes j realizadas pela 8 srie para arreca-dar dinheiro foram: venda de alimen-tos na hora da sada, rifas, macarrona-da e barreado.</p><p>opinies</p><p>Ingls O ingls no IEIJ muito interativo. Todos da sala conversam com os outros muitas vezes sobre fa-tos interessantes ou at mesmo reais, em ingls. Brbara Belloni 6 srie</p><p>CULT Comeamos 13h30. Quan-do chega 15h10 precisamos parar, e o professor confere se trabalhamos o tempo todo e d uma nota, mesmo que a CULT tenha ficado incompleta. Naji Nabut 8 srie</p><p>Futsal O futsal na escola bom, mas a escola tem que divulgar mais, para se obter o maior nmero de alunos. Fernando Miranda 6 srie</p><p>Xadrez No clube de xadrez ns estudamos principalmente partidas histricas, alm disso, estudamos tc-nicas como mtodos de aplicar xeque-mate e sinais de partida. Ns estuda-mos algumas aberturas e utilizamos o tempo para partidas entre os alunos contra o professor e at contra o com-putador Mrcio Hideo Professor</p><p>Origami Ns produzimos os origamis mais tradicionais, treinando as diferentes tcnicas de dobras e a lei-tura de diferentes linguagens e diagra-mas. Ns treinamos nossas habilidades motoras para que as dobras fiquem cada vez mais precisas e os origamis fiquem cada vez com um acabamen-to melhor Mrcio Hideo Professor</p><p>a escola</p><p>Programao da tardeVeja algumas atividades realizadas no IEIJ e a opinio de estudantes e professores</p><p>Aconteceu no ieij</p></li><li><p>3Com o maternal, trabalham-se experincias de esconder e procurar objetos, nos anteparos, a pintura a dedo, percorrer caminhos com obs-tculos de diversas maneiras.</p><p>Com pr 1 e com o pr 2, traba-lham-se atividades de escrita, que en-volvem crach, e histrias com repre-sentaes. Tambm trabalhamos com jogos matemticos.</p><p>Confira a entrevista</p><p>O que voc pensa sobre a escolatrabalhar com as crianas da creche?</p><p> Maria Laura Gastaldi Penso que muito interessante. Ns os ajudamos a se desenvolverem. Raissa Bulaty Taul Penso que um pouco difcil trabalhar com as crianas, pois muito difcil faz-las seguir a proposta. Apesar de tudo, penso que um trabalho muito inte-ressante, porque ao mesmo tempo em que as crianas aprendem, ns apren-demos a lidar com elas. Ana Luiza Baldo Legal, porque ns brincamos com as crianas, atra-vs de atividades educativas. Embo-ra algumas crianas no cumpram a proposta, muito divertido trabalhar com elas. Professora Claudia Eu penso que a importncia dos alunos do IEIJ irem creche a socializao dos alunos com as crianas.</p><p>Que tipos de atividades vocstrabalham?</p><p> Maria Laura Gastaldi Com o ber-rio, trabalhamos com atividades que os fazem pensar e raciocinar. Com as outras salas trabalhamos com diferen-tes matrias, e jogos que necessitam do pensamento e do esforo fsico. Raissa Bulaty Taul No pr 1, tra-balhamos com trilhas e representaes de histrias. No maternal, fazemos re-presentaes de histrias, cantigas de roda, e blocos mgicos. E no pr 2, jo-gamos jogos simples e clssicos. Professora Claudia Ns escolhe-mos as atividades de acordo com a idade e com o nvel de desenvolvimen-to das crianas atendidas.</p><p>Qual a importncia de trabalharcom crianas?</p><p> Professora Claudia As crianas da Creche e os nossos alunos apreciam muito o trabalho, pois a interao dos dois grupos proporciona aprendiza-gens para todos.</p><p>Todas as sextas-feiras, os alunos de 6 a 8 sries, vo creche Jurema Canziane, para fazer trabalhos com as crianas que possuem de 0 a 5 anos. As atividades so diversificadas e elabo-radas especialmente para as crianas. </p><p>Com o berrio, trabalham-se ati-vidades diversificadas de motricidade, msica, histrias, pintura, e explorao de diferentes materiais.</p><p>a escola</p><p>textos porPaula Soares e Luiz</p><p>Visita crecheAlunos visitam a creche Jurema Canziane</p></li><li><p>news 2 semestre de 2011</p><p>texto porTiago M Rubo, Naji N Stadler, Lucas D Ccero, Ian C Zanatta e Iago Garcia</p><p>ieij realiza almoo de confraternizao</p><p>No dia 26/11, durante um enso-larado dia de primavera, ocorria o to esperado almoo de confraterniza-o da escola IEIJ, acompanhado por msica ao vivo, tocada pelos prprios alunos. Na opinio de alguns alunos, as msicas ao vivo alegraram muito o ambiente e reforaram o clima festivo. O rock nacional aliado ao pop moder-no, e uma pitada de rock progressi-vo, gerou timas msicas cantadas. Os artistas que se apresentaram foram:</p><p>Tiago m Rubo e Gustavo Gorla, os dois apresentaram uma msica indita, de composio prpria, trabalhada por dias. Alm disto, ainda apresentaram o Acstico IEIJ, um espao para artistas da escola se apresentarem ao vivo. Neste caso, as msicas do acstico eram de estilo rock nacional. Com msicas famosas para os pais das geraes anteriores, muitos cantaram junto com os artistas. As msicas apresentadas foram: Explicar (composio), Quando o sol se for, Ela vai voltar, Anna Julia e outras mais.</p><p>Beatriz Giufrida e Paula Soares, apresentaram Rolling in the deep, Um-brella-Singing in the rain, The Lazy Song, Fix you e It will rain. Mostravam um estilo pop moderno, com msicas atuais e que acentuavam muito bem uma voz afinada. Na maioria das vezes em que cantaram juntas, uma fazia a primei-ra voz enquanto a outra a segunda, e isto resultou em uma melodia vocal muito interessante.</p><p>Giovanni Lopes, com um estilo mais para o heavy metal, acompanhou um CD de rock antigo e selvagem. Cantou exatamente igual aos cantores do CD, e ain-da apresentou sua prpria performance perante o pblico, ao vivo. </p><p>Guilherme Capelari apresentou a msica Vem olheiro, de origem evan-glica. Acompanhado na bateria por Tiago, tocou uma msica melodiosa que muitos acharam relaxante. Acompanhou tambm o Acstico IEIJ, na msica Ela vai voltar.</p><p>Muitos dos alunos que compare-ceram ao almoo gostaram da comi-da, e a maioria gostou das apresenta-es, porm houve os insatisfeitos com a msica por no fazer parte do seu repertrio musical.</p><p>A inspirao para o almoo sur-giu h mais de 10 anos com a ideia de reunir pais, alunos, professores e fun-cionrios em um ambiente extra-es-colar, com o intuito de melhorar a interao entre as partes, evoluir a co-municao entre pais para que possam aumentar seu nmero de amigos, e co-nhecer outros pais. </p><p>Alguns pais gostaram muito do almoo de confraternizao pela in-terao que tiveram com outros pais, pois estes dizem que conheceram no-vas amizades que no se conheceriam normalmente.</p><p>Gostei muito do trabalho, formi-dvel, disse uma me.</p><p>Conheci meu melhor amigo em um desses encontros comenta um pai de um ex-aluno.</p><p>Foi muito interessante e diver-tido. Alm de termos um show de ta-lentos, e um sorteio de vrios prmios mesmo que eu no ganhei nada, o que valeu foi a cooperao entre pais e alu-nos, diz Paula da 7 srie.</p><p>Eu no gostei, pois tinha pouca comida que gostei diz Leonardo, alu-no da 8 srie.</p><p>Foi muito bom, a comida esta-va uma delcia e o show de talentos alegrou o ambiente diz Fernando da 6 srie.</p><p>Foi muito bom o show de talen-tos e a confraternizao na parte ex-panso, diz Carolina Carvalho, 5 srie.</p></li><li><p>5Em entrevista ao IEIJ news, o Dr Lincoln Brasil Silva respondeu a algu-mas perguntas de nossos reprteres. Ele falou a respeito da palestra sobre sono saudvel que ministrou na Esco-la. Confira a entrevista:</p><p>Qual o tempo necessrio para um ado-lescente ter de sono e ficar disposto o dia inteiro?</p><p> Dr Lincoln Os jovens necessitam de 8 a 8 horas e meia de sono em quar-to escuro, sem sons, e acordando com o clarear do dia, pois a luz do dia dimi-nui a eficincia do bom sono.</p><p>Por que alguns adolescentes dormem durante a aula?</p><p> Dr Lincoln No perodo matutino, isso quase sempre sinal de sono mui-to curto, ou de noite mal-dormida. Ge-ralmente as duas coisas.</p><p>Por que muitos adolescentes ficam acor-dados at tarde ou nem dormem?</p><p> Dr Lincoln Em primeiro lugar, os filhos vo dormir mais ou menos na hora em que os pais vo dormir. Em </p><p>H mais de quinze anos, a escola pratica a noite do soninho. Ela envol-ve professores e alunos com uma ida-de entre 6 e 7 anos e tem o objetivo de acostumar as crianas a dormirem fora de casa, e tambm os familiares, j que mais para frente, haver passeios para acampamentos, e longas viagens, como excurses. </p><p>No dia 24 de novembro de 2011, o primeiro ano, junto com as professoras Roberta e Aithana, tiveram a noite do soninho na escola.</p><p>Como foi realizado o trabalhocom os alunos?</p><p> aithana Primeiramente, enquanto alguns alunos preparavam o refeitrio para o jantar, outros estavam no clu-be de futsal e outros tomando banho.Aps todas as tarefas, os alunos espe-ravam o jantar ficar pronto enquanto jogavam jogos de mesa. </p><p>Que tipo de atividades vocstrabalharam?</p><p> roberta Trabalhamos com hist-rias folclricas como o Curupira (O curupira um ser fantstico, que se-gundo a crena popular, habita em florestas, sua funo a de proteger as plantas e os animais, alm de pu-nir quem os agredir.); Jogos de mesa; Construes; E filme, como o do Z Colmia. </p><p>O que vocs comeram?</p><p> roberta No jantar comemos ma-carronada ao molho vermelho, e sala-da de frutas, que os alunos fizeram, de sobremesa. No caf da manh come-mos po com manteiga e leite quente. </p><p>texto porPaula Soares eBeatriz Giufrida</p><p>texto porLuiz Henrique, Carolina Tucci e Julia Puppi</p><p>Noite dosoninho</p><p>Entrevista comDr. Lincoln Brasil</p><p>a escola</p><p>segundo lugar, em geral os filhos pos-suem TV, som, celular ou videogame no quarto. Estudos mostraram que quanto mais tempo uma criana de-mora para acordar, mais aparelhos ela tem no quarto. E isto bate perfeito com sonolncia em sala de aula, irri-tabilidade, facilidade para se distrair. </p><p>O uso das redes sociais, internet, video-game e jogos violentos, interfere no sono dessas pessoas?</p><p> Dr Lincoln bom no ter nada disso no quarto, e sim em um local onde os pais e irmos possam ver o que est sendo feito, pois h tanta vio-lncia, sites proibidos, chats, tutes, es-sas coisas inimigas de um sono til e bom. Disponham e se cuidem, t?</p><p>Os jovens necessitam de 8 a 8 horas e meia de sono em quarto escuro, sem sons</p></li><li><p>news 2 semestre de 2011</p><p>reutilize</p><p>recicle</p><p>recuse</p><p>repare</p><p>return</p><p>5 Rsreutilize</p><p>recic</p><p>lerecuse</p><p>repare return</p><p>5 Rs</p><p>Desde 2007, o IEIJ assina um pro-tocolo ecolgico diferente a cada ano, que funciona como um termo de com-promisso de mudana de hbitos para a comunidade da Escola.</p><p>Em 2007 o protocolo foi Ne-nhuma linha em branco Caneta, sim! Copinho descartvel, no! Ca-rona Solidria, em 2008: Hidroeltri-ca de Mau: problema ou soluo?, em 2009 foi No entre pelos canos um estudo sobre a rede de esgoto, em 2010 foi Comer bom demais e, bem o par perfeito para uma ali-mentao saudvel desde a infncia, e agora em 2011 o novo protocolo foi Jovens Rumo a Mudana.</p><p>Este protocolo que foi assinado no dia 8 de dezembro de 2011, tem como objetivo ajudar os jovens a ter uma vida mais sustentvel, focando os esforos em evitar o desperdcio mundial e incentivar o consumo sus-tentvel.</p><p>O consumo sustentvel procu-ra solues possveis para desequil-brios sociais e ambientais atravs de um comportamento mais responsvel por parte de todos ns. O CS est liga-do em particular produo e distri-</p><p>buio, utilizao e rejeio de produ-tos e servios, e oferece uma forma de repensar o seu ciclo de vida. O concei-to do CS : satisfazer as necessidades do homem e fornecer uma boa quali-dade de vida atravs de nveis de vida decentes.</p><p>O protocolo do IEIJ nos oferece vrias dicas para ajudar a melhorar a nossa sustentabilidade, como os 5 Rs, que so formas simples de fazer dimi-</p><p>nuir o desperdcio que produzimos no dia-a-dia:Recuse embalagens desnecessrias e encoraje os fabricantes a parar de fa-bricar em excesso seus produtos;Return (devolva) garrafas e embala-gens reutilizveis sempre que puder; prefira garrafas com depsito;Reutilize e volte a encher o mais que puder artigo como envelopes, garrafas e sacos de plstico todos eles podem ser reutilizveis. Leve as roupas que j no quer a uma instituio de carida-de est no s a reciclar como estar a beneficiar algum;Repare (conserte) as coisas em vez de as jogar fora;Recicle papel, latas e garrafas, deixan-do-os no ecoponto local. Faa com-postagem com o lixo domstico.</p><p>As pessoas deveriam se conscien-tizar do desperdcio, pois se mais pes-soas se importarem, ns teremos uma mudana maior e consequentemente um mundo melhor tambm.</p><p>texto por</p><p>ieij assina protocolo a favor do meio-ambiente</p></li><li><p>cultura e lazer 7</p><p>o que faz diferente?</p><p>3341 6733 rua Blgica, 926 / www.ieij.com.brmatrculas abertas</p></li><li><p>news 2 semestre de 2011 8</p><p>texto porFernando Miranda eGustavo Gorla</p><p>texto porDanilo Garcia eLuiz Henrique Voigt Gair</p><p>Literatura semanal no IEIJ</p><p>ContosContos de fadas do sculo xxi</p><p>A equipe da editoria de cultura do IEIJ news vem fazendo uma pesqui-sa a respeito da literatura semanal que acontece no IEIJ, conhecida tambm como o projeto Para Gostar de Ler. O projeto tem como principal objeti-vo incentivar os alunos a descobrirem o gosto pela leitura, que futuramente pode mostrar uma enorme influncia profissional. Afinal, em quaisquer das profisses sempre muito bom estar lendo, pois a leitura, independente do gnero, proporciona ao leitor um vo-cabulrio muito amplo e um conheci-mento aberto a muitas reas.</p><p>Na pesquisa, fizemos um ques-tionrio de literatura, que entrega-mos para todos os alunos do ginsio, e nas semanas seguintes, recolhemos estes, para obtermo...</p></li></ul>