formação mensageiros

Click here to load reader

Post on 14-Apr-2017

337 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Unidos Diocese Fortalecemo-nos na Ajuda Mutua abrindo-nos aos outros na

    Fraternidade.

    Equipas de zona - 2013

  • .Tu tens na tua mo

    Uma grande misso:No hesites agora

    E Vive esta horaTu tens em ti a fora

    Que d sabor vida:Anda sem demoraE Vive esta hora!

    Nossa casa o mundoNossa arma o amor,

    Nosso tempo agora:Vive! Vive esta hora!

  • FOMOS CHAMADOS A FOMOS CHAMADOS A EVANGELIZAR.EVANGELIZAR.

    TEMOS UMA MISSO QUE TEMOS UMA MISSO QUE EXIGE ESPIRITUALIDADE, EXIGE ESPIRITUALIDADE,

    OU SEJA COMUNHO COM OU SEJA COMUNHO COM DEUS, COM O OUTRO E DEUS, COM O OUTRO E

    COM NCOM NS MESMOS.S MESMOS.

  • O primeiro trao da espiritualidade nunca esquecer que

    somos chamados, chamados para a misso.

    Quem nos chamou e enviou foi o prprio

    Deus: para o servio do Reino.

  • Respondemos a este chamamento em situaes concretas:

    a) na gratuidadeb) na disponibilidade

    c) pelo testemunho de comunhod) pela escuta aos irmos

    e) pela participao enriquecedora no dilogo transparente,

    f) pelo anncio de Jesus Cristo.

  • A espiritualidade do evangelizador

    repete a experincia de

    despojamento de Joo Batista:

    " preciso que Ele cresa e eu diminua

    (Jo 3,30).

  • O evangelizador vive a

    intimidade com Deus.

    Entrega-se a Deus em confiana porque sem a

    confiana no hamor, sem a confiana

    no h f, sem a confiana no h

    esperana.

  • Ningum conhece realmente a Deus sem

    confiar no seu amor que

    capaz de tudo porque quer salvar-nos.

  • O evangelizador chamado a fazer a unio

    entre a

    ao e a contemplao,

    entre o encontro com Deus e o encontro com o

    irmo.

  • Amars o Senhor teu Deus de todo corao,

    toda a tua alma e de todo o teu entendimento. E o teu prximo como a ti

    mesmo! (Mt 22, 37.39)

  • O outro trao importante da espiritualidade do evangelizador a alegria com que

    presta seu servio. Jesus convoca os seus para a misso

    "para que seja completa" a alegria de seus discpulos (Jo 16,20; 17,13). Descobrir o

    Reino de Deus a grande alegria (Mt 13,44). A vida do apstolo alegria (Fl 1,4).

    A vida crist permanente motivo de alegria (Fl 4,4). O servio

    deve ser prestado com alegria (Rm 12,6-8; 2Cor 9,7)

  • A perseverana confiante outra marca

    distinta do evangelizador.

    Poderamos repetir como disse certo

    telogo latino-americano: "bem-aventurados os

    teimosos, porque deles

    o Reino de Deus ".

  • 1. Escutar - Ser algum com capacidade de escuta e dilogo, que sabe adaptar-se

    a outras realidades sem sentir-se superior a ningum.

    Com convices profundas, porm, nem por isso considera-se o nico

    possuidor da verdade.

    DEVEMOS SABER:

  • 2. Acolher -Devemos valorizar

    as pessoas, aprender a valorizar a hospitalidade e a

    acolher todos.

  • 3. Solidarizar - No devemos viver margem dos problemas das pessoas, nem cair em atitudes paternalistas. Devemos ter sensibilidade humana e social com um forte

    sentido de justia e verdade.

  • 4. Resistir - Conscientes da situao em que

    vivemos, devemos saber "aguentar os momentos

    difceis sem desistir. Fazermo-nos presentes

    quando precisam de ns.

  • 5. Esperar - A pacincia uma virtude essencial. Caminhar com um

    povo e colocar-se no ritmo de sua histria, implica saber esperar com pacincia o que

    vai acontecer.

  • 6. Crer no Deus da Vida - A f em Deus e o amor profundo e pessoal

    a Cristo quem nos sustenta.

    Se no houver f, no h misso.

  • 7. Amar sem condies -

    Encontramos Deus e Cristo nos outros, nos que sofrem e morrem, j que eles so os preferidos de

    Deus.

  • 8. Ser coerente - A nossa credibilidade

    apoia-se no testemunho de vida, at as ltimas

    consequncias. necessrio muita

    pacincia para comear de novo cada dia sem desanimar frente aos

    fracassos.

  • 9. Devemos sentir-nos enviados por Deus;

    Apoiados pela comunidade;

    Continuadores da Misso de Jesus;

  • Os vossos ps e mos vo ser de

    novo necessrios. Queremos convocar todo o povo para o dia 11 de outubro para louvar Maria,

    nossa me.Em comunho com

    toda a Diocese vamos organizar

    uma procisso das velas.