folha regional de cianorte - edicao 681

Download Folha Regional de Cianorte - Edicao 681

Post on 16-Mar-2016

213 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

edicao 681 da folha regional de cianorte com circulacao em 27 de abril de 2013

TRANSCRIPT

  • Prefeito Orlando Frazatto assinando o contrato

    Em solenidade realizada na manh desta sexta-fei-ra (26), no Colgio Estadu-al Rui Barbosa de Japur, foi assinado o contrato e ordem de servio para exe-cuo de obras de reparos e melhorias no estabeleci-mento de ensino.O even-to contou com presena de vrias autoridades, en-tre elas o prefeito de Japu-r Orlando Perez Frazatto, os deputados estaduais Jo-nas Guimares e Evandro Junior, o deputado Federal Osmar Serraglio, vereado-res, entre outras. Pg. 3

    Colgio de Japur receber mais de R$ 1 milho para reformas

    Sanepar realiza leilo de veculos

    em MaringPg. 2

    Guaporema ter recursos para

    calamento com pedra irregular

    Pg. 3

    Sbado, 27 de Abril de 2013 - Ano 12 - Edio 681 - R$ 2,00Fone: (44) 3018-2015 - Site: www.folharegionaldecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

    H um ano as princi-pais financeiras do Pas restringiram em muito o financiamento de motoci-cletas e de motonetas. O principal argumento - o grande ndice de inadim-plncia. Deixou de ser compensador. Normal-mente quem compra moto empregado assalariado que a qualquer hora pode perder o emprego, diz o gerente de uma das prin-cipais revendas em Cia-norte e que preferiu no se identificar. Pg. 4

    Revendas de Cianorte descobrem frmula para aquecer venda de motos

    Revendas de motocicletas j adotam novas estratgias

    No Paran a safra de gros de vero 2012/13 caminha para o final do ciclo e o resultado esti-mado aponta para um re-corde de produo lidera-do pela soja. A Secretaria da Agricultura e do Abas-tecimento divulgou nesta sexta-feira (26) levanta-mento do Departamento de Economia Rural (Deral) que revela uma colheita de 23,35 milhes de tone-ladas durante a safra de vero, que corresponde a

    um aumento de 30% so-bre a safra passada. Esse desempenho induz pro-jeo de uma safra recor-de de gros em 2013 com um volume de 38,77 mi-lhes de toneladas, con-siderando a produo do ano inteiro incluindo a sa-fra de vero, a safrinha e a safra de inverno, em an-damento no Paran. Esse resultado poder ser con-firmado se no houver problemas com o clima daqui para frente. Pg. 2

    PR vai ColheR PRoduo ReCoRdena safRa da gRos de veRo

    Levantamento do Deral que revela uma colheita de 23,35 milhes de toneladas durante a safra de vero

    Aps pedido da diretoria, CBF marca jogo do Leo para 16h

    Pg. 4

    Na safra de vero, o cultivo de soja liderou a produo e est sendo colhido o maior volume de produo, avaliado em 15,68 milhes de toneladas

    Seguem abertas at 30 de abril as inscries de dois editais do Governo Fe-deral que prevem a sele-o de projetos da agricul-tura familiar. Com recursos do Incra, do Banco Nacio-nal de Desenvolvimento Econmico e Social (BN-DES), da Fundao Banco do Brasil (FBB) e da Com-panhia Nacional de Abaste-cimento (Conab). Pg. 3

    Zeca alerta para inscries

    em projetos da agricultura

    A incluso da educa-o ambiental como tema transversal em todas as disciplinas das escolas da rede pblica e particular de ensino est prximo de se tornar realidade no Para-n. Nesta sexta-feira, a Se-cretaria do Meio Ambiente, Educao e o MP promove-ram, em Curitiba, o Semi-nrio Poltica de Educao Ambiental do PR. Pg. 2

    educao ambiental

    far parte do currculo escolar

  • Ed. n 681 - Sbado, 27 de Abril de 2013 - Fone: (44) 3018-2015 - Website: www.folharegionaldecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com - Av. Brasil, 1167 - Sl. 03

    CuritibaagnCia Estadual

    Os esforos para fazer do Paran um Estado mais justo, humano e solidrio incluem as aes do Governo do Es-tado para atrair investimento e criar emprego e renda em todas as regies. Hoje, 67% dos investimentos privados atrados pelo programa Pa-ran Competitivo esto lo-calizados em municpios do interior. O programa foi de-talhado pelo secretrio da In-dstria, Comrcio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, nesta quinta-feira (26), em Maring, em evento da Fa-ciap - Federao das Associa-es Comerciais e Empresa-riais do Paran.

    Um dos principais fato-res para o sucesso do Para-n Competitivo a ao dire-ta do governador Beto Richa, que participa diretamente das negociaes e faz ques-to de atender os empres-rios, disse Barros.

    Em pouco mais de dois anos o programa atraiu para o Estado mais de R$ 20 bi-lhes em novos investimen-tos que esto criando 120 mil empregos com carteira assi-nada. H hoje no Paran um bom ambiente para negcios, com segurana jurdica e res-peito aos contratos, disse Barros aos dirigentes de as-sociaes comerciais do nor-te e noroeste do Paran.

    O secretrio mencionou que o maior investimento da histria do Paran est sendo feito em Ortigueira, o municpio com menor IDH (ndice de Desenvolvimento Humano) do Estado. So R$ 7 bilhes na construo de uma unidade de celulose e o ICMS gerado pela inds-tria ser dividido entre os 12 municpios fornecedores de matria-prima.

    Estamos trabalhando tambm em instrumentos que possam induzir o de-senvolvimento econmico e social com a instalao de indstrias e cooperativas em outras regies com IDH abaixo da mdia do Estado, como o caso do Vale do Ribeira e da regio Centro Oeste. A orientao do go-vernador assegurar o de-senvolvimento homogneo no Paran, completou.

    Barros ainda citou os fi-nanciamentos feitos pelo Banco Regional de Desen-volvimento do Extremo Sul (BRDE) e pela Fomento Para-n, que somados superaram a marca de R$ 2 bilhes nos ltimos dois anos. So aes fundamentais para estimular a economia e a criao de emprego em todas as regies do Estado, frisou.

    CuritibaagnCia Estadual

    A Sanepar realizar em Maring, em 7 de maio, um leilo para comercializar 114 lotes formados por veculos leves, caminhes, motocicle-tas, retroescavadeira e suca-tas. Os interessados podem visitar os lotes a partir de se-gunda-feira (29).

    Os veculos estaro dis-ponveis para visita, em Maring, na Rua Pedro Ta-

    ques, 1.381, no Jardim Al-vorada. Nos dias 20 e 30 de abril e 2, 3 e 6 de maio, das 8h30 s 11h30 e das 14h s 17h. No dia do lei-lo (7/5), a visitao ter horrio diferenciado, das 7h30 s 13h, uma hora an-tes do incio do evento.

    O leilo ser realizado no CTG Rinco Verde de Ma-ring, que conta com amplo salo e estacionamento, lo-calizado na PR 317, quilme-tro 106 (sada para Campo

    Mouro). O edital completo e maiores informaes po-dem ser obtidos pessoal-mente na sede da Sanepar, na Rua Engenheiros Rebou-as, n. 1.376, em Curitiba, ou pelo site www.sanepar.com.br. O edital traz descri-o dos lotes (placa do ve-culo e valor mnimo) e tam-bm pode ser adquirido na sede da empresa ao cus-to de R$ 0,11 por pgina. H ainda o site do leiloeiro: www.tudoleiloes.com.br.

    CuritibaagnCia Estadual

    No Paran a safra de gros de vero 2012/13 ca-minha para o final do ciclo e o resultado estimado aponta para um recorde de produ-o liderado pela soja. A Se-cretaria da Agricultura e do Abastecimento divulgou nes-ta sexta-feira (26) levanta-mento do Departamento de Economia Rural (Deral) que revela uma colheita de 23,35 milhes de toneladas duran-te a safra de vero, que cor-responde a um aumento de 30% sobre a safra passada.

    Esse desempenho induz projeo de uma safra re-corde de gros em 2013 com um volume de 38,77 milhes de toneladas, considerando a produo do ano inteiro in-cluindo a safra de vero, a safrinha e a safra de inver-no, em andamento no Para-n. Esse resultado poder ser confirmado se no hou-ver problemas com o clima daqui para frente.

    Na safra de vero, o culti-vo de soja liderou a produo e est sendo colhido o maior volume de produo, avalia-do em 15,68 milhes de to-neladas do gro. Esse resul-tado recorde e representa um aumento de 45% sobre a soja produzida no ano passa-do, que sofreu os efeitos do clima como a estiagem du-rante o perodo de desenvol-vimento.

    TeCnologia O aumento na produo de

    soja esse ano foi decorrente do aumento de rea plantada, da ordem de 6%, e do clima favorvel durante o ciclo de desenvolvimento. Para o dire-tor do Deral, Francisco Carlos Simioni, esse avano na pro-duo agrcola paranaense deve ser creditado tambm ao esforo do produtor ru-ral, que vem acessando com muita competncia os ensina-mentos da assistncia tcnica e da pesquisa pblica e pri-vada, que tm proporcionado o uso de tecnologia de ponta no meio rural. A evoluo do produtor e o bom desempe-nho do clima est permitindo um aumento de produtividade para todas as culturas da sa-fra de vero, disse.

    Milho O milho da primeira sa-

    fra tambm teve um bom de-sempenho, com uma colheita de 7,16 milhes de toneladas, volume 9% acima da produ-o em igual perodo do ano passado. A tcnica do Deral, engenheira agrnoma Juliana Tieme Yagushi, tambm atri-bui o bom resultado ao clima favorvel e ao uso de tecno-logia por parte do produtor. Ela chama a ateno para o bom desempenho da cultura, considerando que na primeira safra de milho o resultado foi maior em relao ao ano pas-sado, mesmo com reduo de 10% na rea plantada, que caiu de 975.789 hectares plantados na safra 2011/12 para 878.090 plantados na safra 2012/13.

    O milho da segunda safra concluiu o plantio e a rea ocupada com a cultura cres-ceu 5%, passando de 2,04 milhes de hectares plan-tados no ano passado para

    2,14 milhes de hectares plantados esse ano. O po-tencial produtivo da cultura aponta para 11,5 milhes de toneladas, se no for afetada pelo clima.

    A segunda safra de feijo tambm apresenta resulta-dos animadores com a co-lheita de 453.913 toneladas, volume 32% acima da safra cultivada em igual perodo do ano passado. o maior volume colhido nesse per-odo nos ltimos seis anos, disse o tcnico Carlos Alber-to Salvador.

    O trigo est em perodo de plantio e a rea ocupada est 9% acima do ano passado, indicando leve recuperao de rea plantada no Estado. Este ano a cultura dever ser plantada em cerca de 855 mil hectares. A expectati-va de produo aponta para 2,57 milhes de toneladas,