folha regional de cianorte - edicao 598

Download Folha Regional de Cianorte - Edicao 598

Post on 02-Mar-2016

270 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 598 da Folha Regional de Cianorte com circulacao em 16 de janeiro de 2013

TRANSCRIPT

  • Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2013 - Ano 12 - Edio 598 - R$ 2,00Fone: (44) 3018-2876 - Site: www.folharegionaldecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com

    O prefeito Arlei Hernan-des de Biazzi determinou que sua equipe de traba-lho realizasse um grande mutiro contra a dengue em So Tom. O ndice de infestao alto e se este

    mutiro no fosse realiza-do o mais rpido possvel o problema poderia se agra-var, destacou o prefeito em entrevista no jornal da Cia FM na tera-feira (15). Arlei ressaltou que o muti-

    ro comeou na segunda-feira. Os agentes comuni-trios comearam a visitar todas as residncias cons-cientizando os moradores sobre a importncia de se evitar nos quintais obje-

    tos que acumulem gua parada, explicou. Hoje os funcionrios do ptio esto fazendo a limpe-za dos terrenos baldios, acrescentou.------------------Pg. 04

    O advogado Valmir de Souza Dantas, ex-pre-sidente da subseo em Cianorte e o seu sucessor advogado Rodrigo Augus-to Bego Soares tomaram posse nesta noite de ter-a-feira na OAB Paran, em solenidade no Teatro Guaira. O primeiro como conselheiro suplente e o segundo como presidente da OAB local, que abran-ge as cidades de Cianorte, Cidade Gacha, Guapo-rema, Indianpolis, Japu-

    r, Jussara, Nova Olmpia, Rondon, So Manoel do Paran, So Tom, Tapira e Terra Boa.

    O presidente do Con-selho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, participou ontem da sole-nidade de posse dos novos integrantes da diretoria da OAB Paran e da Caixa de Assistncia dos Advo-gados do estado, eleitos para o trinio 2013-2015. -------------------Pg. 04

    A morte de um advo-gado de 75 anos em Pe-abiru, na regio Centro-oeste, na segunda-feira (14), pode ter sido a pri-meira causada por den-gue no Paran este ano. De acordo com o prefei-to do municpio, Claudi-

    nei Minchio (PT), a causa da morte apontada pelo atestado de bito da vti-ma dengue tipo um. No entanto, a Secretaria de Estado da Sade (Sesa) realizar exames para comprovao.-------------------Pg. 05

    Prefeito Bongiorno Busca aPoio junto ao governo do Paran

    O prefeito Bongiorno, que tambm presiden-te da Associao dos Mu-nicpios do Mdio Noroes-te (Amenorte), esteve na capital do estado, na l-tima segunda-feira (14), solicitando vrias melho-rias para o municpio e fir-mando parceria com o go-vernador Beto Richa para importantes projetos. Bon-giorno esteve acompanha-do do deputado estadual Jonas Guimares e do pre-feito antecessor, Edno Gui-mares. A inteno desta viagem foi angariar recur-sos para uma srie de me-lhorias para Cianorte e re-gio, alm de fortalecer laos com algumas lideran-as. Acredito que foi um dia muito proveitoso e que, em breve, a populao estar desfrutando dos benefcios dos convnios firmados, defendeu o prefeito. Entre as demandas apresentadas por Bongiorno esto a im-plantao de uma gern-cia da Sanepar para melhor atender a coleta de lixo; a aquisio de uma Patrulha Mecanizada para atender a agricultura do municpio; a compra de novas ambu-lncias; e subsdios para o polo confeccionista.--------------------Pg. 08

    Foto: BarBosa/Folha de Cianorte

    Deputado Estadual Jonas Guimares, prefeito Bongiorno, governador Beto Richa e o empresrio e ex-prefeito Edno Guimares

    Prefeito Bongiorno e sindicato liBeram comPras dos servidores em seis mercados

    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Pg. 08

    so tom faz mutiro contra a dengue

    1 morte por dengue em 2013 no Pr pode ter sido em Peabir

    A Caixa Econmica Fe-deral anunciou a reduo das taxas de juros para to-dos os clientes que dese-jam comprar imveis nas condies com valor acima de R$ 500 mil, fora, por-tanto, do Sistema Financei-ro de Habitao (SFH). As

    novas taxas valero para os financiamentos contra-tados a partir de ontem. As taxas de juros efetivas para clientes que no pos-suem relacionamento com o banco caem de 9,9% para 9,4% ao ano.-------------------Pg. 05

    cef reduz juros para compra de imveis acima de r$ 500 mil

    dois advogados cianortenses tomam

    posse na oaB-Pr

    O volume de vendas do comrcio varejista pa-ranaense cresceu 6,92%, em novembro do ano pas-sado em comparao com o mesmo ms de 2011. Esse ndice desconta a in-flao e inclui veculos e materiais de construo (conceito ampliado). Os segmentos de artigos de uso pessoal, combustveis e lubrificantes, hipermer-cados e supermercados e artigos farmacuticos e de perfumaria apresentaram

    os melhores desempe-nhos, todos com alta su-perior a 10%. Os nmeros foram divulgados nesta tera-feira (15) pelo Insti-tuto Brasileiro de Geogra-fia e Estatstica (IBGE).

    No acumulado de ja-neiro a novembro, as ven-das no varejo paranaense avanaram 9,85%, a maior elevao entre os estados das regies Sul e Sudes-te, suplantando tambm a mdia nacional (8,39%).-------------------Pg. 05

    comrcio varejistacresce 6,92% no Paran

    Setor de mercados e genros alimentcios ajudou na alta do ndice

  • Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2013 - Fone: (44) 3018-2876 - Website: www.folharegionaldecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com - Endereo: Av. Gois, 871

    Mais de 1,4 milho de atendimentos em aes di-retas realizadas pela Secre-taria de Estado da Cultura, dos quais 750 mil em 2012, Bibliotecas Cidads inau-guradas em 98 municpios, 100 exposies e 105 proje-tos beneficiados por meio da ao Conta Cultura. Os n-meros fazem parte do balan-o da Secretaria nos anos de 2011 e 2012 e espelham o cumprimento das metas es-tabelecidas no plano de go-verno, que visa descentra-lizar e levar a cultura para todas as regies do Paran.

    O apoio a mais de 70 eventos culturais em muni-cpios, o tombamento como Patrimnio Cultural do Para-n de 12 espaos, diversos cursos e palestras abertos ao pblico e mais de 50 ativida-des realizadas na Biblioteca Pblica do Paran comple-mentam as aes da Secre-taria da Cultura nos ltimos dois anos.

    Outros trabalhos realiza-dos pela Secretaria contribu-ram para promover a cultu-ra em diferentes regies do Estado, como exposies iti-

    nerantes, apresentaes dos grupos do Teatro Guara e a Virada Cultural Paran, que reuniu mais de 100 mil pes-soas em Campo Mouro, Cia-norte, Curitiba, Foz do Igua-u e Maring. Em 2012, os museus da SEEC receberam a visita de 320 mil pessoas, um crescimento de quase 11% em relao a 2011.

    ProficeUma das principais me-

    tas previstas pela Secretaria era a implantao do pro-grama de fomento cultu-ra paranaense. Aps deba-tes com a sociedade, em 15 audincias pblicas e via in-ternet, foi elaborado o Pro-grama Estadual de Fomento e Incentivo Cultura (Pro-fice), lei que visa beneficiar artistas locais e a socieda-de em geral. O programa, aprovado pela Assembleia Legislativa e assinado pelo governador Beto Richa, pas-sa a vigorar em 2013 com a abertura de editais.

    Logo no primeiro semestre de 2011, foi reativada a Con-ta Cultura, que facilita a par-ceria entre empreendedores

    e empresas interessadas em patrocinar projetos culturais. Nas trs edies da ao fo-ram destinados R$ 9 milhes, com recursos de empresas parceiras. A Conta Cultura e, em breve, o Profice, cumprem a funo de promover a pro-duo artstica do Paran.

    consecOutra conquista para o

    Estado foi a criao do Con-selho Estadual da Cultura (Consec), iniciativa indita no Paran e antiga reivindica-o da comunidade cultural. Os membros j empossados realizam reunies bimestrais e contribuem para a discus-so de polticas pblicas na rea da cultura. A implanta-o do Conselho tambm foi discutida em audincias p-blicas, estabelecendo dilo-go permanente com a comu-nidade cultural do Estado.

    O programa de revitaliza-o e manuteno de espa-os culturais, tambm pre-visto nas metas de governo, possibilita que importantes equipamentos ligados Se-cretaria sejam recuperados. Isso vem sendo realizado

    na antiga sede do Museu da Imagem e do Som (MIS), fe-chada h quase uma dcada, no prdio da Biblioteca P-blica do Paran, Teatro Gua-ra e na Casa Gomm, todos tombados como Patrimnio Cultural do Paran.

    Outro destaque foi a cria-o do Sistema de Indicado-res Culturais do Paran, um dos mais completos bancos de dados georreferencia-dos do pas (www.sic.cul-tura.pr.gov.br), que rene informaes sobre equipa-mentos, atividades e insti-tuies de todos os munic-pios do Paran. A Secretaria vem fazendo o cadastro dos agentes culturais que atuam no Estado. At agora, 2,3 mil profissionais esto ca-dastrados.

    PrmiosValorizar e propiciar

    oportunidades para os ges-tores culturais tambm faz parte do trabalho da Secre-taria de Estado da Cultura. Por isso, importantes pro-gramas foram lanados ou remodelados, como o Pr-mio Paran de Literatura,

    que faz parte do Plano Es-tadual do Livro, Leitura e Li-teratura e distribuiu R$ 120 mil em prmios aos autores contemplados, alm de lan-ar trs mil exemplares das obras vencedoras.

    A retomada do Prmio Estadual de Cinema e Vdeo distribuiu R$ 1,540 milho para a produo de quatro filmes. O objetivo do prmio fomentar a indstria au-diovisual do Paran, com a produo de filmes parana-enses e emprego para cen-tenas de profissionais envol-vidos neste setor.

    A 64. edio do Salo Pa-ranaense, realizado pela Se-cretaria e dedicado s artes visuais, recebeu nmero re-corde de inscries em 2012. Ao todo foram 833 propostas inscritas, sendo que 20 iro dividir um prmio de R$ 205 mil. Alm da continuidade destes prmios, a Secretaria tambm anunciou para 2013 o Salo de Cermica, depois de realizar congresso sobre o tema, no ano passado.

    Neste ano est prevista no oramento da Secretaria a criao de mais 10 Biblio-

    tecas Cidads, totalizando 310 unidades em todo o Es-tado. Os paranaenses conta-ro ainda com novas edies da Revista Helena, publi-cao trimestral que rene um pouco de muito da nos-sa cultura, e do jornal liter-rio Cndido, editado mensal-mente pela Biblioteca Pblica do Paran. Sua distri