Estratégia vencer em meio a crise

Download Estratégia vencer em meio a crise

Post on 24-May-2015

247 views

Category:

Business

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. ESTRATGIA VENCER EM MEIO A CRISE </li></ul> <p> 2. Formao Administrao Extenso universitria: mercado de trabalho e entrevista de emprego, RH. Extenso universitria: sustentabilidade ambiental, MEIO AMBIENTE. Tcnico em administrao, rotinas administrativa. Tcnico em Contabilidade Carlos Eduardo Rocha 3. Formao Cursos de especializao FPV - Formao do Preo de Venda Controles Financeiros MEI Atendendo e vendendo no varejo Gesto financeira de Micro e Pequenas Empresas Carlos Eduardo Rocha 4. Currculo 5. Atualmente Consultor Consultoria financeira Consultoria na Gesto Empresarial Recrutamento e Seleo Treinamento Atendimento call center sac. Curso de departamento pessoal Curso de segurana das informaes no ambiente corporativo 6. Recursos Naturais Expectativa de vida Produo de Petrleo Populao Mundial Produo industrial Poluio Alimentos Populao estimada sem colapso Com colapso 210020301900 1990 Meadows,1991 Departamento de energia-EUA em www.doe.gov (set 1997) 7. Macro tendncias Mundiais. Governo Empresas - Sociedade civil Barbrie Governo fraco x sociedade fraca Sociedade tutelada Governo forte x sociedade fraca Sociedade evoluda Governo fraco x sociedade forte ? Governo forte x sociedade forte Tenso constante de um equilbrio frgil democracia 8. Brasil Integrao Nacional 9. Vivemos em um momento de incertezas onde o mercado brasileiro est em colapso total;os empresrio devem ter uma base solida para enfrentar a crise que j se anuncia, por isso a portncia de se ter uma gesto estratgica para se posicionar e descobrir as oportunidades em meio a uma crise Brasil 10. Jornal 'Financial Times' d 'sentena de morte' para a economia brasileira Publicao britnica projeta crescimento de 2% para a economia do pas. Crescimento previsto pelo governo Dilma de 4%; inflao atinge 6,3%. Reportagem publicada neste domingo (6) no site do jornal britnico Financial Times utilizou o termo sentena de morte em uma projeo para o futuro da estratgia econmica brasileira. A publicao afirma que a nova matriz de polticas econmicas, que consiste em taxas de juros baixas e o cmbio enfraquecido por meio de controles cambiais e incentivos fiscais temporrios para a indstria, visava uma taxa de crescimento de 4%. Entretanto, de acordo com o jornal, o resultado dessas medidas foi um cenrio de baixo crescimento e alta inflao. O jornal apontou que, este ano, a economia do Brasil dever crescer cerca de 2%, continuando com uma de suas mais lentas taxas desde a dcada de 1990. Enquanto isso, a inflao dever atingir 6,3%. Presses inflacionrias foraram o Banco Central do Brasil a retomar as taxas de juros, que estavam em uma baixa recorde de 7,25% em 2012, para 11% na ltima semana, com possibilidade de novos aumentos, segundo o jornal. De acordo com a publicao, entre as questes estruturais mais importantes estaria a reduo da carga tributria, que subiu de 27% do Produto Interno Bruto (PIB) em 1997 para 36% em 2012. Essa taxa maior que a do Chile, cerca de 20%, e superior mdia da Organizao para a Cooperao e Desenvolvimento Econmico (OCDE). Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/04/jornal-financial-times-da-sentenca-de-morte-para-economia-brasileira.html 07/04/2014 14h01 - Atualizado em 07/04/2014 17h01 11. MERCADO MUNDIAL 12. Ambiente Externo pr-crise Crescimento Econmico Pases Desenvolvidos Emergentes Crescimento Exportaes Importaes Brasil Crescimento Comrcio Mundial Desenvolvimento do Brasil Reduo vulnerabilidade externa Manuteno supervit balana comercial Grau de Investimento 13. Ambiente Externo - crise Crescimento Econmico Pases Desenvolvidos Emergentes Crescimento Exportaes Importaes Brasil ? Comrcio mundial comprometido Desenvolvimento do Brasil - reduo Aumento vulnerabilidade externa/interna Provvel dficit - balana comercial Investimento-Selic 14. O FIM DA CORPORAO QUE NO TEM GESTO 15. AUMENTO DO PREO DO CONHECIMENTO 16. AUMENTO DO PREO DO CONHECIMENTO Uma das principais caractersticas do sculo 20 foi o declnio constante do preo dos produtos da terra: A Argentina, por exemplo, era um dos pases mais ricos do mundo em 1913, graas produo de cereais, trigo e carne. 17. AUMENTO DO PREO DO CONHECIMENTO A queda do poder de compra dos produtos da terra, em comparao com os produtos manufaturados, vem caindo h quase cem anos a uma taxa composta de quase 1% ao ano. FONTE: LINCOLN WEINHARDT 18. AUMENTO DO PREO DO CONHECIMENTO E a mo-de-obra empregada em atividades da terra praticamente desapareceu: nos Estados Unidos, que ainda o maior exportador de produtos agrcolas e matrias-primas, representa 2% da fora de trabalho rural mundial. FONTE: LINCOLN WEINHARDT 19. AUMENTO DO PREO DO CONHECIMENTO Portanto, previsvel que, daqui a 20 ou 30 anos, o preo dos bens manufaturados seja cerca da metade do que hoje, comparando com o preo do conhecimento. 20. A VERDADE EST L FORA Por fim, deve-se destacar que na ERA DA INFORMAO as informaes mais importante de que o executivo precisar no so aquelas que saem de seus computadores. As informaes mais importantes dizem respeito ao que est fora da empresa. FONTE: LINCOLN WEINHARDT 21. A VERDADE EST L FORA Dessa forma, uma das principais habilidades a serem adquiridas a obteno de informaes externas, que no chegam at voc pelo computador. FONTE: LINCOLN WEINHARDT 22. A VERDADE EST L FORA preciso sair da empresa, examinar seus pressupostos acerca da sociedade l fora, da economia, do consumidores, dos valores e psicologia dos consumidores. FONTE: LINCOLN WEINHARDT 23. O QUE FAZER ?????????? Ficou com desejo de respostas ns procure. 24. CARLOS VISO GLOBAL Consultoria Empresarial 25. MISSO, VISO E VALORES MISSO Ser referncia em consultoria VISO Monitorar os processos e garantir mxima qualidade dos servios prestados. 26. VALORES Somos Especialistas: Nossa empresa composta de consultores que conhecem muito bem o mercado. Temos Credibilidade: Agimos de forma justa. Seguimos padres ticos e profissionais em tudo o que fazemos. Somos Comprometidos: Temos responsabilidade e realizamos nosso trabalho com empenho. Somos geis: Entendemos as necessidades dos nossos clientes e agimos com rapidez e alto desempenho. 27. Consultoria na Gesto Empresarial O gestor hoje precisa estar apto a perceber, refletir, decidir e agir, em condies totalmente diferentes das de antes. Gerir hoje envolve uma gama muito mais abrangente e diversificada de atividades do que no passado. Nesse ambiente, a diferena entre sucesso e fracasso, entre lucro e falncia, entre o bom e o mau desempenho est no melhor uso dos recursos disponveis para atingir os objetivos focados. Por isso a Carlos Viso Global esta aqui para alavancar a sua empresa melhorando a gesto e maximizando os lucros do seu negcio. 28. CONSULTORIA FINANCEIRA A boa gesto financeira essencial para o desenvolvimento eficaz e crescimento estruturado de qualquer empresa, por isso estamos aqui para garantir o melhor desenvolvimento de sua micro e pequena empresa . Servios: Planejamento financeiro Contas a pagar; Contas a receber; Faturamento Estudo e gesto de custos; Fluxo de caixa Estruturao e Recuperao Financeira 29. WWW.CARLOSVISAOGLOBAL.WEEBLY.COM Consultoria Carlos Viso Global Carlos Eduardo Rocha Gerente de Negcio Cel.(11)96011-5356 Nextel ID: 932*11127 Email: CARLOSVISAOGLOBAL@R7.COM Consultoria Empresarial 30. HORRIO DE FUNCIONAMENTO Segunda Sexta-Feira: Servios Internos: das 08 s 18:00h. </p>