esquelético apresentação

Download Esquelético   apresentação

Post on 22-Mar-2017

122 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

SISTEMA ESQUELTICO

SISTEMA ESQUELTICOO Corpo HumanoProfessor Fernando R. Gasperazzo

O esqueleto humano adulto constitudo por cerca de 200 ossos. O esqueleto sustenta o corpo, protege rgos diversos e est associado a muitos dos movimentos que executamos. O ser humano e os outros animais vertebrados se locomovem das mais diversas formas e para os mais diversos fins.Funo do esqueleto

Reservas de sais minerais, principalmente de clcio e fsforo, que so fundamentais para o funcionamento das clulas e devem estar presentes no sangue. Quando o nvel de clcio diminui no sangue, sais de clcio so mobilizados dos ossos para suprir a deficincia.

Determinados ossos ainda possuem medula amarela (ou tutano). Essa medula constituda principalmente por clulas adiposas, que acumulam gorduras como material de reserva.

No interior de alguns ossos (como o crnio, coluna, bacia, esterno, costelas e as cabeas dos ossos do brao e coxa), h cavidades preenchidas por um tecido macio, a medula ssea vermelha, onde so produzidas as clulas do sangue: hemcias, leuccitos e plaquetas.

H um esqueleto cartilaginoso durante a vida embrionria, o qual ser quase totalmente substitudo por um esqueleto sseo. o que se denomina ossificao endocondral (do grego endos, dentro, e chondros, cartilagem).Crescimento sseo

Os ossos comeam a se formar a partir do segundo ms da vida intra-uterina. Ao nascer, a criana j apresenta um esqueleto bastante ossificado, mas as extremidades de diversos ossos ainda mantm regies cartilaginosas que permitem o crescimento. Entre os 18 e 20 anos, essas regies cartilaginosas se ossificam e o crescimento cessa. Nos adultos, h cartilagens em locais onde a flexibilidade importante (na ponta do nariz, orelha, laringe, parede da traquia e extremidades dos ossos que se articulam).

Quanto forma, os ossos podem ser longos, curtos e chatos. Os ossos longos apresentam o comprimento maior que a largura e a espessura. Exemplos: o fmur (o osso da coxa), o mero (o osso do brao) e a tbia (um dos ossos da perna). Forma dos ossos

Apresentam comprimento, largura e espessura quase iguais. Exemplos: a patela, popularmente chamada de rtula (osso do joelho)., os ossos do carpo (alguns dos ossos da mo) e do tarso (alguns dos ossos do p). Os ossos chatos so finos e achatados. Exemplos: a escpula, osso situado na regio do ombro, as costelas e os ossos do crnio. Ossos curtos

Ossos longosEpfises as extremidades do osso, recobertas por cartilagem;

Peristeo a membrana fibrosa que reveste externamente o osso;

Difise a poro do osso situada entre as epfises e envolvida pelo peristeo.

Canal sseo o canal onde se encontra a medula ssea.

Os ossos so rgos formados por vrios tipos de tecido. O peristeo, por exemplo, uma membrana fibrosa de tecido conjuntivo. A medula ssea vermelha tambm formada por um tipo de tecido conjuntivo e pode ser encontrada nas costelas e nas vrtebras; ela produz clulas do sangue. Na difise de ossos longos como o fmur, encontra-se a medula ssea amarela, que armazena gorduras, o tutano.

Juntas o local onde dois ossos se tocam. Algumas so fixas (ex.: crnio), onde os ossos esto firmemente unidos entre si. Em outras juntas (ex.: articulaes), os ossos so mveis, permitindo ao esqueleto realizar movimentos.

Juntas e Articulaes

Mas o tecido sseo que confere a rigidez caracterstica dos ossos. Nele se encontram clulas como os ostecitos. Entre as clulas, existe a matriz ssea, que representa o material intercelular, constituda, basicamente, de sais de clcio e de fsforo, alm de protenas chamadas colgeno. Os sais de clcio e as protenas do tipo colgeno so responsveis pela rigidez do tecido sseo.

H vrios tipos de articulaes:

Nos ombros, possibilitando movimentos giratrios dos braos.

Tipo "bola-e-soquete

Nos joelhos e cotovelos, permitindo dobrar.Tipo "dobradia"

Os ossos de uma articulao tm de deslizar um sobre o outro suavemente e sem atrito, ou se gastariam. Os ossos de uma articulao so mantidos em seus devidos lugares por meio de cordes resistentes, constitudos por tecido conjuntivo fibroso: os ligamentos, que esto firmemente aderidos s membranas que revestem os ossos.

Articulao

Esqueleto AxialEsqueleto Apendicular Diviso do Esqueleto

O esqueleto humano pode ser dividido em trs partes principais:

CabeaTronco Membros Superiores e Inferiores

Diviso do esqueleto

O crnio uma estrutura ssea que protege o crebro e forma a face. Ele formado por 22 ossos separados, o que permite seu crescimento e a manuteno da sua forma. Esses ossos se encontram ao longo de linhas chamadas suturas, que podem ser vistas no crnio de um beb ou de uma pessoa jovem, mas que desaparecem gradualmente por volta dos 30 anos.

Cabea

22

Formado pela coluna vertebral, pelas costelas e pelo osso esterno. O tronco e a cabea formam o esqueleto axial.

Tronco

Ou espinha dorsal, constituda por 33 ossos (as vrtebras). A sobreposio dos orifcios presentes nas vrtebras forma um tubo interno ao longo da coluna vertebral, onde se localiza a medula nervosa.

Coluna Vertebral

A costela e o osso esterno protegem o corao, os pulmes e os principais vasos sanguneos. A musculatura da caixa torcica responsvel, juntamente ao diafragma, pelos movimentos respiratrios. A caixa torcica formada pelas costelas, que so ossos achatados e curvos que se unem dorsalmente coluna vertebral e ventralmente ao esterno. A maioria das pessoas possui 12 pares de costelas. Algumas tm uma extra (mais comum em homens do que mulheres). Os dois ltimos pares de costelas so ligados coluna vertebral, no se ligam ao esterno (as costelas flutuantes).

Costela e Osso Esterno

Mantenha sempre uma postura correta ao andar, sentar-se ou ficar de p. Ao sentar, mantenha toda a extenso das costas apoiada na cadeira ou no sof. Evite carregar muito peso ou transportar objetos pesados apenas de uma lado do corpo. Isso vale para quando estiver levando, por exemplo, uma mochila cheia de cadernos e livros. Alimente-se corretamente, procurando manter seu peso dentro dos limites adequados; o excesso de peso pode acarretar vrios problemas, como sobrecarga na coluna vertebral. Cuidado com pancadas, quedas ou movimentos bruscos: voc pode fraturar os ossos ou sofrer deslocamentos nas articulaes. Pratique exerccios fsicos regularmente, sempre com a orientao de especialistas.

Cuidados com o esqueleto e as articulaes

Lordose o aumento anormal da curva lombar levando a uma acentuao da lordose lombar normal (hiperlordose). Os msculos abdominais fracos e um abdome protuberante so fatores de risco. Caracteristicamente, a dor nas costas em pessoas com aumento da lordose lombar ocorre durante as atividades que envolvem a extenso da coluna lombar, tal como o ficar em p por muito tempo (que tende a acentuar a lordose). A flexo do tronco usualmente alivia a dor, de modo que a pessoa frequentemente prefere sentar ou deitar.

Os devidos cuidados com a postura podem evitar as seguintes deformaes da coluna:

Cifose

definida como um aumento anormal da concavidade posterior da coluna vertebral, sendo as causas mais importantes dessa deformidade, a m postura e o condicionamento fsico insuficiente. Doenas como espondilite anquilosante e a osteoporose senil tambm ocasionam esse tipo de deformidade.

Escoliose

a curvatura lateral da coluna vertebral, podendo ser estrutural ou no estrutural. A progresso da curvatura na escoliose depende, em grande parte, da idade que ela inicia e da magnitude do ngulo da curvatura durante o perodo de crescimento na adolescncia, perodo este onde a progresso do aumento da curvatura ocorre numa velocidade maior. O tratamento fisioterpico usando alongamentos e respirao so essenciais para a melhora do quadro.

Os ossos dos membros superiores e inferiores ligam-se ao esqueleto axial por meio das cinturas articulares.

Membros Superiores e Inferiores

Composto por brao, antebrao, pulso e mo.

O brao s tem um osso: o mero, que um osso do membro superior. O antebrao composto por dois ossos: o rdio que um osso longo e que forma com o cbito (ulna) o esqueleto do antebrao. O cbito tambm um osso longo que se localiza na parte interna do antebrao.A mo composta pelos seguintes ossos: ossos do carpo, ossos do metacarpo e os ossos do dedo. Os ossos do carpo (constituda por oito ossos dispostos em duas fileiras), so uma poro do esqueleto que se localiza entre o antebrao e a mo. O metacarpo a poro de ossos que se localiza entre o carpo e os dedos.

Membros Superiores

So maiores e mais compactos, adaptados para sustentar o peso do corpo e para caminhar e correr. Composto por coxa, perna, tornozelo e p.

A coxa s tem um osso - o fmur - que se articula com a bacia pela cavidade catilide. O fmur tem volumosa cabea arredondada, presa a difise por uma poro estreitada - o colo anatmico. A extremidade inferior do fmur apresenta para diante uma poro articular - a trclea - que trs dois cndilos separados pela chanfradura inter-condiliana. O fmur o maior de todos os ossos do esqueleto.A perna e composta por dois ossos: a tbia e a fbula (pernio). A tbia o osso mais interno e a fbula o osso situado ao lado da tbia.

Os dedos so prolongamentos articulados que terminam nos ps. O p composto pelos ossos tarso, metatarso e os ossos dos dedos. O metatarso a parte do p situada entre o tarso e os dedos. O tarso a poro de ossos posterior do esqueleto do p. Membros Inferiores

Ou bacia, conecta os membros inferiores ao tronco. Podem distinguir o homem da mulher. Nas mulheres mais larga, o que representa adaptao ao parto.

Cintura Plvica