edigar morin previa

Download Edigar morin Previa

Post on 28-Mar-2016

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

previa trab academico

TRANSCRIPT

  • expe

    die

    nt

    e

    Revista acadmica

    editor: igor Braga

    Responsvel: angela L miranda

    coordenao de projeto Graficoigor Braga

    colaboradores desta edito Ramom sartorimarion Buzzettiisis Karolineigor Braga

    Responsvel pelo Projeto acadmico em teoria do conhecimento :angela L miranda

    tiragem 5 exemplares

    edies anteriores

    ano xxxiv numeRo 1 out/2012

    distRiBuio GRatuita

  • sumrio

    Edgar Morin 3

    04

    05121520

    Paradigma do pensamento complexoaspectos do pensamento

    Proposta de morin

    Charge

    Contexto Histrico

  • | physis4

    Charge DO MS

    Ser que realmente o pensamento cient co tem o domnio de todo o conhecimento em suas mos para todos os tipos de problemas ou questionamento?

  • Edgar Morin 5

    cosmopolita, a revoluo indus-trial havia alterado radicalmente a paisagem das grandes cidades. no lugar de castelos, carrua-gens e cavalaria real, agora se viam fbricas, bondes, carros, comercio, trens, escolas, hospi-tais e teatros. Com o surgimen-to da eletricidade as pessoas passaram a car acordas at mais tarde reunidas em bares, cafs, cinemas, teatros, peras, livrarias e cabars. a indstria do entretenimento prosperou em

    in nidade de produtos facilita-dores como tecidos industri-alizados, automvel, telefone, bicicleta, fotogra a, luz eltrica e cinema. Tambm conhecida como idade de ouro, a Belle poque foi um perodo de 1871 at o inicio da primeira guerra mundial em que os pases eu-ropeus experimentaram uma relativa estabilidade econmica, paz e a efervescncia cultural. a Europa estava mais urbana e

    o sculo XX no mun-do ocidental comeou com grandes expectativas. Estva-mos em plena Belle poque, a cincia j havia consagrado o seu posto de detentora da verdade no lugar da religio catlica. o modelo republicano de governo j havia se espalha-do por grande parte dos pases europeus e todos os pases do continente americano. o pro-gresso industrial permitia aos burgueses mais abastados uma

    ramom Sartori

  • | physis6

    mundo onde a palavra de or-dem era diverso. neste cenrio surgiu a art nouveau movi-mento artstico que rompeu com a esttica clssica in uen-ciou fortemente a arquitetura, o design de moveis, joias e etc.

    Porm, assim como no existe mal eterno, tambm no h bem que dure para a tenso entre os pases europeus au-mentava a medida que tenta-vam por em prtica os seus pro-jetos expansionistas. inglaterra, alemanha, Frana, itlia, imp-rio austro-Hngaro e imprio otomano reinvidicavam para si um pedao da frica e sia para suprir de matrias pri-mas as suas fbricas. o resul-tado foi a ecloso da primei-ra guerra mundial em 1914, que durou at 1918 com to-tal de mais de 11 milhes de mortos, e colocou um m ao esprito otimista da Belle poque. na rssia, em 1917 a unio de estudantes, operrios e trabalhadores rurais de agra uma revoluo que desman-cha o sistema Czarista e impe o regime sovitico baseado nos ideais marxistas sob o comando de Lnin. o objetivo dos rev-olucionrios era modernizar o pas, acabar o feudalismo ainda vigente no pas, criar uma con-stituio, leis, e uma sociedade mais justa.

    o Mundo que recebeu Edgar Morin aps a primeira guerra mundial os pases europeus vencedores passaram por uma breve crise e depois viram as suas economias crescer for-temente. nos EUa surgiu o american Way of Life estilo de vida baseado no consumismo exagerado. a dcada de 20 foi marcada pelo feminismo, as mulheres comearam a exigir direito de voto, a se libertar do espartilho, andar com as pernas descobertas e adotar um estilo de roupa e cabelo mais prximo ao usado pelos homens. Um dos grandes smbolos deste movimento foi a estilista Coco Chanell que criadora do Tayer e que revolucionou o modos das mulheres se vestirem.

    J na alemanha a hu-milhao imposta pelos vence-dores da primeira guerra, e a su-perin ao que comia o salrio das famlias fez crescer o senti-mento de que era necessrio um

    governo forte capaz de salvar os alemes daquela situao. o resultado foi o surgimento do partido nazista nas cervejarias Baviera com uma proposta to-talitria governo baseado na ideia de um partido nico. Este modelo, em alta diversos pases do mundo na poca, pregava a unio entre as classes sociais e m das liberdades individuais em nome da proteo da nao contra as ameaas externas. neste contexto nascer Edgar Morin em 8 de Julho de 1921, em Paris. Filho de um modesto comerciante espanhol de origem judia. Quando Morin tinha apenas 9 anos, ele perde a sua me vtima de uma leso no corao. a dor da perda precoce da me teve grande in uncia em toda a sua obra ao longo de sua vida. a partir de ento o seu pai passou a super proteg-lo, porm, no a censur-lo. nuvens Escuras a Vista na economia, a dcada de 20 poderia bem ser com-parada a voo de galinha, que comea com um salto mas, logo despenca. o grande crescimen-to econmico do ps-guerra terminou na grande depresso em 29. os Estados Unidos haviam aumentado muito a sua produo industrial para su-prir a demanda dos aliados eu-ropeus que estavam destrudos depois da guerra. Porm com

    Coco Chanell

  • a rpida recuperao da ingla-terra e Frana, estes passaram de compradores a concorrentes comerciais. Ento os produtos americanos passaram a encal-har nos estoque e seus preos despencaram. Sem vender, muitas empresas quebraram e consequentemente gerou um desemprego em massa. Estava feita a crise, que logo se espal-hou por todo o mundo ociden-tal.

    na Europa a crise serviu de combustvel para os parti-dos com propostas totalitri-as. Em 1934, Hitler se tornou chanceler da alemanha, na itlia Mussolini que havia chego ao poder em 1922, na dcada de 30 ganhou fora e comeou o seu projeto expansionista ao invadir a Etipia. Em 1936, na Espanha irrompe uma guer-ra civil que duraria trs anos opondo o Exrcito Popular da repblica liderado por Manuel

    Edgar Morin 7

    raria seis anos at a capitulao japonesa em 1945, envolveria a maior parte dos pases do mun-do e terminaria com 70 milhes de mortos. a segunda guerra mun-dial pode ser divida em dois principais momentos: a expan-so alem, com as Blitz Krieg, ou guerra relmpago e aps o dia d com o avano dos aliados at a tomada de Berlim pelos soviticos. no primeiro momen-to Hitler foi derrubando um a um os governos de vrios pases europeus como ustria, Tchecoslovquia, Blgica, Ho-landa, Polnia e Frana. Em 10 de maio de 1940, os alemes ocupam Paris sem encontrar resistncia aps o abandono do governo francs, que se refugiara em Bordus. acuado, o primeiro ministro Frances reynaud renncia e entrega o cargo ao Marechal Philip Ptain, que ordena a assinatura da rendio francesa. aps a ocupao, a Frana dilacerada em trs partes, ao norte sob a ocupao direta do exrcito alemo, ao sul com a capital em Vichy sob o governo colaboracionista de Ptain, e a Frana Livre sediada em um escritrio em Londres e incorporava os territrios Franceses fora da Europa, como a guiana Francesa, as ilhas do

    azaa e o general Francisco Franco que liderava a Falange. o apoio militar de Hitler foi crucial para a vitria dos Fa-langistas. o resultado foi mais de um milho de mortes de ambos os lados e a ditadura do general Franco, que permane-ceu no poder 35 anos at a sua morte em 1975. alm do mais, a guerra civil espanhola foi um laboratrio de testes para Hitler testar as armas que viriam a ser usadas na Segunda guerra Mundial, poucos anos depois.

    a Maior guerra da Histria

    durante a maior parte da dcada de 30, a inglaterra e a Frana mesmo que indigesta-mente toleraram os caprichos totalitrios expansionistas de Hitler, aceitaram as anexaes de regies de lngua alem, como a ustria os Sudetos, as interferncias na guerra Cvil espanhola e o dio pregado em seus comcios contra Judeus, Ciganos e todos que no pert-encessem a raa ariana. Porm, a Frana que j havia se aliado militarmente com a inglaterra e decidiu no aceitar a invaso alem a Polnia em 1 de setembro de 1939. dois dias aps a invaso a Frana declara guerra a ale-manha iniciando a segunda guerra mundial. o con ito du-

    adolf Hitler e Benito Mussolini

  • | physis8

    Pac co e as Colnias africanas che adas pelo general Charles de gaulle. ao contrrio da rendio o cial da Frana por parte do governo, muitos Franceses no aceitaram a ocupao nazista, e formaram grupos de resistncia que caram conhecidos como resistncia Francesa. ao norte, sob a ocupao direta dos mili-tares os Partisans, como eram chamados os seus membros, se dedicaram a guerrilha para-militar j ao sul sob o governo Francs de Vichy a resistncia foi no mbito da propaganda anti nazista e anti colaboracion-ismo. Em 1941, com 20 anos de idade, Edgar Morin liou-se ao partido comunista e durante a segunda guerra participou da resistncia Francesa. a sorte de Hitler comea a mudar com a invaso a Unio Sovitica em julho de 1942. o

    que era para ser mais uma Blitz Krieg resultou em uma san-grenta e desrespeitosa batalha em Stalingrado. a vitria em So-vitica em 2 de janeiro de 1943, se tornou o ponto de virada a favor dos aliados na guerra. desde ento os alemes no conseguiram mais fazer grandes avanos. aps o desembarque das tropas aliadas na norman-dia em 6 de junho de 1944, o nazistas comearam a perder terreno sistematicamente at a tomada de Berlim pelo exr-cito sovitico em 25 de abril de 1945. o que marcou o m de guerra em territrio europeu. Porm, no pac co a guerra continuou por mais alguns meses, o Japo re-sistia e seus pilotos se lan-avam em ataques suicidas contra porta avies america-nos. at que em 6 de agosto de 1945, o avio Enola gay

    lana um bomba atmica so-bre a cidade japonesa de Hiroshima (1) e trs dias depois outra sobre nagasaki, os ataques mataram mais de 200 mil pessoas, e selaram o m de nitivo da segunda guerra mundial.

    Um Mundo Para se refazer

    Com a segunda guerra a humanidade havia conhecido horrores jamais vis to