edição 414

Download Edição 414

Post on 03-Jul-2015

330 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edio Jornal Litoral Norte 16/08/2013

TRANSCRIPT

  • 1. pgina 9 Segunda Sbado 7:30 s 12:30 e 14:00 s 21:00 Domingos e feriados em horrio especial Aceitamos 51 - 3664-1245 Um novo conceito Av. Carlos Barbosa, 240 - Torres - RS em compras! JORNAL Ano II - N 414- Sexta-feira 16 de Agosto de 2013 jornallitoralnorters jorlitoralnorte@gmail.com (51) 81443639 Arroio do Sal Contracapa Curta nossa pgina Rua Par, 167 - Getlio Vargas - Torres -RS Fone: (51) 3626.2783 / 9309.0244 Confira nossa Promoo de Agosto Oramento sem compromisso 8451.1031 Avano em investimentos pblicos no 2 Semestre Pg. 10 Semifinais do Municipal de Futebol definidos PARTICIPE! Ciro Simoni recebe Luciano Pinto C:UsersJefersonDesktopJornais414Arq Jornal 414.cdr quinta-feira, 15 de agosto de 2013 19:59:10 Perfil de cores: Desativado Composio Tela padro

2. R$1,00A partir de Ligue e ANUNCIE 3626.4051 CLASSIFICADOSCLASSIFICADOS FCIL,BARATO! Na Parte alta, 3 dormitrios + dependencia Living amplo, cozinha, rea de servio, banho social e box. Negcio de ocasio R$ 290 Mil CANSADO DE PROCURAR IMVEL! Excelente 3 dormitrios ATENO INVESTIDORES! LOJAS COMERCIAIS Loja Comercial Itlia 35 m- R$ 99.000,00 Loja Comercial Itlia - 70 m- R$ 150.000,00 Loja 50m da Jos Bonifcio - R$ 320.000,00 Excelente Apartamento 2 dormitrios ( 1 suite), andar alto, living amplo, cozinha, a.serv, garagem. Mobiliado. Apenas R$ 295.000,00 2 DORMITRIOS - PROXIMO AS 4 PRAAS tranquilaimoveis.com.br Fone: 51 3664.3035 Terreno Igra Sul Um termo de cooperao que tem por objetivo a melhoria na fiscalizao das obras executadas em Arroio do Sal foi firmado, na manh de quarta-feira (14), entre a Prefeitura e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomiado RS(CREA). O convnio foi celebrado com a participao do prefeito de Arroio do Sal Luciano Pinto da Silva e o 1 vice-presidente do CREA-RS,engenheiroPauloDeniFarias. A parceria consiste em cooperao tcnica, com prazo estipulado at 31 de dezembro de 2014, entre o Conselho regional e a Secretaria de Obras de Arroio do Sal, Setor de Fiscalizao,comtrocadeinformaeseomtuoapoio. O prefeito de Arroio do Sal destacou que o gestor municipal tem de atender o todo, contemplando todas as reas, e que dialogar com o CREA vai ao encontro aos desejosda comunidade. A parceria nos dar mais tranquildade na execuo Prefeitura de Arroio do Sal firma convnio com CREA-RS dos projetos e na proteo da sociedade, disse Luciano Pinto. O representante do CREA-RS colocou a entidade totalmente disposio do municpio. O nosso trabalho para a sociedade e tem os mesmos objetivos, ressaltou o engenheiroPauloFarias. A iniciativa aprimora, alm do acompanhamento dos empreendimentos, a melhor organizao de grandes eventos tursticos onde envolvem a montagens de grandes estruturas. Participaram tambm do encontro o secretrio de Administrao de Arroio do Sal, Jucilei Pereira da Silva, o Chefe da Engenharia Municipal, o engenheiro civil Evandro Piccolo, o inspetor-chefe do CREA Torres, eng. Civil Marco Antonio Saraiva Collares Machado, o agente da Fiscalizao do Litoral Jucimar Godinho e o assessor da presidncia do CREA-RS,tcnicoagrnomoJefersonFerreirada Rosa. Obras de infraestrutura, na sade, no esporte e lazer transformaro o municpio de Arroio do Sal em um canteiro de obras at o final de 2013. Entre os principais investimentos pblicos, programados para o segundo semestre, o incio da construo no novo Centro Municipal de Sade com aporte de recursos do Governo do Estado de aproximadamente R$ 1,5 milho. Na ltima quinta-feira (8) o prefeito de Arroio do Sal Luciano Pinto teve encontro com o secretrio estadual de Sade, Ciro Cimoni, em Porto Alegre. Conforme o prefeito o projeto do novo Posto de Sade de Arroio do Sal passou por todas as etapas e deve ter em breve a autorizao de incio dos servios aps o processolicitatrio. Os investimentos em infraestrutura tambm devem se multiplicar pelo municpio antes da temporada de veraneio. Vias importantes da cidade recebero asfaltamento, entre elas, a Segundo semestre ser marcado por avano em investimentos pblicos Rua das Accias, parte integrante do Anel Virio do centro da cidade, que receber recursos via Fundao Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan), rgo ligado Secretaria de Obras Pblicas, Irrigao e Desenvolvimento Urbano. Diversas ruas no centro da cidade sero pavimentadas oferecendo alternativas para o d e s l o c a m e n t o , f u g i n d o d o s congestionamentos da Rua Alegrete e Avenida Assis Brasil. A garantia das obras aconteceu tambm, na quinta-feira (8), em audincia do prefeitoLucianocomodeputado federal GiovaniCherini(PDT). O encontro ocorreu no escritrio do deputado, em Porto Alegre. Cherini confirmou uma emenda parlamentar no OGU, de R$ 250 mil, junto ao Ministrio das Cidades, para obras de InfraestruturaUrbana. A Praa Jovino Alves Pereira, a Praa do Mar, receber uma academia a cu aberto com diversosequipamentosparaexercciosfsicos. No final do ms de agosto o municpio em conjunto com a Terceira Idade inaugura o Centro de Convivncia, um prdio de quase 250 m do para promoo de eventos e atividades, com investimentodequaseR$185 mil. O Balnerio Atlntico ser beneficiado tambm com o asfaltamento do acesso at a Estrada do Mar. Outra obra muito esperada pela comunidade de Arroio do Sal a construo do prtico de entrada da cidade. Uma emenda parlamentar de R$ 250 mil ir garantir o incio dasobras. Alm do Novo Centro Municipal de Atendimento 24 horas, a Sade de Arroio do Sal ainda ser ampliada com mais dois postos novos, um em Rondinha e outro na praia da Figueirinha. O Posto deSadeda BomJesusterreformasgerais. C:UsersJefersonDesktopJornais414Arq Jornal 414.cdr quinta-feira, 15 de agosto de 2013 19:59:17 Perfil de cores: Desativado Composio Tela padro 3. 2 CIRCULAO - Torres, Passo de Torres, Arroio do Sal Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013 Poltica Jornal Litoral Norte Redao: Av. Jos Bonifcio, 240 Sl 3 - Torres email: jorlitoralnorte@gmail.com msn: jorlitoralnorters@hotmail.com Direo Geral: Rafael P. Dias - 51 81443639 Diagramao: Deise Girardi Colaborador: Otvio Hoffmann Telefone: (51) 3626 4051 Matrias assinadas e colunas so de responsabilidade do autor e no representam opinio do jornal. EXPEDIENTE OlprezadosLeitores! Prosseguindo com alguns pormenores sobre o assunto deGerenciamentoFinanceiro,comoseguem: Previso financeira: Prever o fluxo monetrio e as necessidades futuras de recursos tarefa relativamente fcil se tivermos o mnimo de organizao. As receitas das empresas vm das vendas de seus produtos e servios. Ento, podemos prever a receita de vendas, considerando os valores que historicamente registramos. No caso, da sazonalidade, isto , vendas bastante diferenciadas conforme o ms do ano, deveremos procurar saber quais foram os valores das vendas no ms dos ltimos anos. Dessa forma, estaremos fazendo uma projeo a ser lanada no fluxo de caixa. Quanto s necessidades futuras de recursos, poderemos agir da mesma forma. at mais fcil, uma vez que sabemos, de antemo, qual o valor das despesas fixas e porcentagem dos custos variveis que, obviamente,variacomasvendas. Planejamento financeiro: Planejar estimas o que acontecer no futuro, baseando-se naquilo que historicamente aconteceu na empresa no passado, introduzindo as alteraes que levem correo de rumos daquilo que for necessrio. Tente fazer, no incio de cada ano, um oramento mensal desejvel, mas realista, e adote- o como meta a ser cumprida. Posteriormente, compare com o planejado e tente corrigir onde for possvel. Oramento no um bicho de sete cabeas. Considere ms a ms as receitas do ano anterior. Se houver boas perspectivas de aumentar o faturamento, planeje o oramento aumentando esses valores. No que diz respeito ao Custo das Mercadorias Vendidas (CMV), faa o planejamento considerando o percentual que sempre acompanha as vendas. Relativamente s despesas, se a perspectiva para o ano no for de inflao, planeje considerandoalgumasreduesepersigaessameta. Escassez e Sobras de Caixa: Atender s necessidades de caixa e aplicar sobras pode parecer uma tarefa simples, mas no bem assim. Se considerarmos que, no possuindo a empresa um fluxo de caixa bem montado, certamente vai deixar dinheiro parado no banco ou tomar recursos sem necessidade. No primeiro caso, podemos negociar com fornecedores o pagamento antecipado com reduo de preos. No segundo caso, vale definir entre a tomada de recursos de terceiros ou a antecipao de crditos.Estassodecisesprpriasdequemgerencia. Otimizar os recursos: A otimizao de recursos influi na melhora de lucratividade atravs de um melhor aproveitamento do dinheiro disponvel. Otimizar recursos saber gerir o dinheiro de forma a extrair o maior lucro possvel. Como exemplo, temos a utilizao de cheque especial que geralmente custa 8% ao ms, em vez de usar uma linha de crdito que o banco tenha sua disposio e que geralmente de 3 a 4% ao ms. Outro exemplo a emisso de cheques pr-datados. Se emitimos um cheque que dever ser apresentado dentro de alguns dias, nesse dia devemos provisionar os recursos no banco sobre o qual sacamos, ainda que tenhamos limite no cheque especial. Estecontroleimportante.Eviteousodo chequeespecial. Sade financeira: A sade financeira pode ser diagnosticada com antecedncia, se fizermos o acompanhamento dos itens anteriormente descritos e nunca desprezando os controles que devem ser montados de maneira criteriosa. No algo complicado! Somente assimvocteraempresanamo. Umfraterno abraoatodos. At aprximasemana! ORGANIZANDO AS FINANAS DA SUA EMPRESA Gerenciamento Financeiro Alguns pormenores II Nesta sexta-feira, 9 de agosto, a prefeita de Torres, Nlvia Pereira, participou da inaugurao do Campus Osrio do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) e formatura dos alunos do Pronatec. O evento contou com a presena da presidenta Dilma Rousseff, do governador Tarso Genro, dos ministros Alosio Marcadante (Educao), Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrrio), Maria do Rosrio (Direitos Humanos), alm de inmeras lideranas polticas, como os deputados federal Paulo Ferreira, e