Carrasco_1988_Como Avaliar a Aprendizagem

Download Carrasco_1988_Como Avaliar a Aprendizagem

Post on 26-Jun-2015

275 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>Volumes PublicadosI . FORMAR CRIANAS LEITORAS. j o s e n e lolibert2. GUIA PARA A ORGANIZAO DA ESCOLA. Franco Ghilardi e Carlo Spallarossa3. LUTAR PARA DAR UM SENTIDO A VIDA,</p> <p>Isabel Alves C o s t a e Filipa Baganha4. O FIO DA MEADA. Manuela Ferreira 5. COMO AVALIAR A APRENDIZAGEM. l o s Bernardo Carrasco6. O FANTOCHE QUE AIUDA A CRESCER.</p> <p>Isabel Alves Costa e Filipa Baganha</p> <p>CLUBE DO PROFESSOR</p> <p>COLECAO</p> <p>PRTICAS P E D A G ~ G I C A S</p> <p>COMOAVALIAR APRENDIZAGEM AJOS BERNARDO CARRASCO</p> <p>I</p> <p>, : ESCOLA S t * - t . ...</p> <p>;</p> <p>~</p> <p>T~TULOORIGINAL: COMO EVALUAR EL APRENDIZAJEp p p p p -</p> <p>DATA: MADRID, 1985</p> <p>COLECCO: PRTICAS PEDAGGICAS DEPSITO LEGAL NP 23 159 / 8 8</p> <p>O EDICIONES ANAYA, 1985Execuo Grdfica EDIES ASA-Diviso Grfica 1989 / 1 X d i o</p> <p>EDI~ES ASA / CLUBE DO PROFESSOR Rua D. Afonso Henriques, 742 4435 RIO TlNTO/PORTUGAL Telefs. 9710105 /9718308/ 9718358 /Telex 26833 P/l'elefax 9716610</p> <p>1 . Conceito e caractersticas da avaliao 1 . 1 O que avaliar um aluno 1.2 Porque se devem avaliar os resultados da apren-</p> <p>9 9 13 15 1622</p> <p>1.3 1.4 1.5 1.6</p> <p>dizagem Para que serve a avaliao dos alunos O que se avalia dos alunos Formas de realizar a avaliaco Dificuldades e solues na avaliao da aprendizagem</p> <p>2. A avaliao contnua 2.1 O porqu da avaliao contnua 2.2 Caractersticas da avaliao contnua 2.3 Modalidades da avaliao contnua 2.4 Planificao da avaliao contnua</p> <p>3. Classificao de provas e instrumentos para avaliar o s alunos4. Provas e instrumentos para avaliar a rea cognitiva 4.1 Provas de papel e lpis</p> <p>4.2 Provas orais 4.3 Provas de execuo ou aplicao</p> <p>5. Tcnicas e instrumentos complementares (reas cognitiva e afectiva) 5.1 Tcnicas de observao 5.2 Tcnicas de informao directa</p> <p>6. Como comprovar a eficcia das tcnicas de avaliao 6.1 Factores que determinam a eficcia destas tcnicas 6.2 Grau de confian~a 6.3 Validade 6.4 Outros factores7. Interpretao e apresentao dos resultados da avaliao</p> <p>7.1 O problema das classificaes 7.2 Como classificar com objectividade 7.3 Objectivos mnimos e de aprofundamento BIBLIOGRAFIA</p> <p>Conceito e caractersticas da avaliaqo</p> <p>1 . 1 O que avaliar um aluno1 . 1 . 1 Conceito de avalialo</p> <p>Quando subimos para uma balana, esta indica-nos um nmero. com o qual nos alegramos ou entristecemos. Ora, tal alegria ou tristeza provm do juzo d e valor que fizemos perante o nmero d e quilos que a balana indica. comparando-o com o peso que, para a nossa idade, sexo e estatura, consta das tabelas de normalidade em uso. O nmero. em si. sem comparao com uma norma preestabelecida, no nos diz nada. Se eu afirmo que o Antnio pesa 30 kg, ningum pode concluir se ele est gordo ou magro: depende da sua idade e da sua estatura. conforme indicam as tabelas correspondentes. O nmero, em si, uma simples medio.O iuzo de valor que se obtm a partir da medio. ao compar-la com a norma estabelecida, uma avaliao. Por isso. o conceito de avaliao mais amplo que o de mediolPode, pois, definir-se avaliao como "a interpretao de uma medida (ou medidas) em relao a uma norma preestabelecida"I1'. Partilhando esta ideia, Garca Hoz define a avaliao como "um modo d e expressar o juzo subjectivo sobre uma actividade complexa. quando previamente se assinalaram os diferentes contedos e expresses de tal actividade, bem como os vrios graus de apreciao para se poder determinar com certa preciso o valor que atribumos a realidade em causa".</p> <p>( I ) Lafourcade, Pedro D.-Evaluacin de /os aprendizajes, Editorial Cincel. Madrid. 1972. pg. 2 1</p> <p>COMO AVALIAR A APRENDIZAGEM</p> <p>1.1.2 Notas e amplitude da avaliaqo</p> <p>A avaliao educativa deve ser sistemtica, contnua e integral. sistemtica quando obedece a um plano preconcebido-a uma programao-e no feita de modo ocasional ou acidental. A avaliao contnua-que ser tratada mais adiante com certo detalherefere-se ao facto de a avaliao constituir uma etapa do processo educativo. pelo que este deve ser avaliado momento a momento, ao longo do seu desenvolvimento e no apenas no final do mesmo. A avaliao ser, desta forma, integral, j que devem ser avaliados todos os elementos que intervm na educao institucional. a saber:</p> <p>- Os elementos materiais (edifcio.salas, mobilirio. livros e restante- 0 s elementos formais (planos, programas. regulamentos...). - 0 s elementos pessoais (alunos e professores).material).</p> <p>- 0 s elementos categoriais (espaos disponveis, horrios).-</p> <p>Os elementos metodolgicos (mtodos. procedimentos, formas de ensino e orientao).</p> <p>1.1.3 O cumprimento dos objectivos como finalidade do trabalho escolar</p> <p>Ao falar de avaliao. sem mais. referimo-nos tradicionalmente a avaliao dos alunos ou, para sermos mais precisos, a avaliao dos resultados que eles vo obtendo ao longo d o processo educativo. Da que seja minha inteno limitar-me a falar da avaliao discente. j que, ao fim e ao cabo, a que exige maior continuidade e preocupao aos professores. Neste sentido, pode afirmar-se que a finalidade do trabalho escolar se resume ao cumprimento dos objectivos que os educadores propem para serem alcanados pelos alunos. Assim, o ponto-chave que nos permite saber se os resultados d o trabalho escolar so os que se pretendiam. nos objectivos previamente traados. consistir em avaliar ou comprovar, com o maior rigor possvel. em que medida cada aluno conseguiu alcanar o que se determinou nos ob+ jectivos.</p> <p>A avaliao de objectivos-sinnimo de avaliao de rendimento ou avaliao dos resultados-pode ser definida como um juizo de valor sobre os aspectos cognitivos e comportamentais produzidos em consequncia de experincias e actividades educativas dos alunos. Nem todos os objectivos que se seleccionaram se convertero em resultados ou condutas alcanados, o que significa que nem todos os resultados obtidos coincidiro em qualidade e quantidade com as metas que serviram de guia ao desenvolvimento dos contextos de aprendizagem. Da mesma forma, nem todas as condutas ou resultados atingidos podero ser apreciados pelas formas de avaliao existentes. O rendimento escolar possui uma srie de caractersticas que dificultam a sua avaliao. Em primeiro lugar. esse rendimento origina determinadas condutas em determinadas circunstncias, cuja repetio, com fins avaliativos, praticamente impossvel. Em segundo lugar, a mesma situao de exame gera distores de conduta. dando informaes que, as vezes, so totalmente falsas. E term ceiro lugar, a falta de preciso na descrio da conduta a avaliar faz com que. em certas ocasies. caream de validade os juzos que sobre ela se emitem. Por ltimo, muito difcil diferenciar, quando queremos apreciar o nvel atingido de determinado rendimento. quantas capacidades se desenvolveram no referido rendimento ou resultado. Assim, para poderem ser avaliados, os fenmenos de conduta devem reunir. segundo Bradfield-Moredock, estas cinco condies:</p> <p>-Serem comuns a um grupo ou classe de sujeitos. Para que uma iniciativa. propriedade ou qualidade possam ser medidas tm de se poder comparar, classificar ou ordenar. A altura, o peso. a aptido para tal ou tal matria. etc., so variveis que se encontram em todos ou em muitos sujeitos. sendo, por isso. possvel estabelecer o grau em que estes as possuem. Este estabelecer i uma avaliao. -Serem captveis pelos sentidos. Para comprovar a qualidade de um manjar, nada melhor que prov-lo: para reconhecer o aroma de um caldo, nada melhor que cheir-lo. Quanto mais tempo e com mais ateno for observada a conduta ou a actividade dum aluno. tanto mais fcil ser acertar na ocasio de emitir um juzo de valor sobre as mesmas.</p> <p>COMO AVALIAR A APRENDIZAGEM</p> <p>-Serem definveis com clareza e preciso. 0 s fenmenos a avaliar tm de ser definidos de modo inequvoco, sem se admitir mais do que uma interpretao. -Serem variveis em relao aos fenmenos de que se ocupam. A avaliao no teria sentido se todos os alunos do mesmo nvel fossem iguais face a determinadas provas ou dificuldades das tarefas escolares. A avaliao serve, na medida em que revela as diferenas existentes entre as pessoas, as coisas, os mtodos. etc. Quanto mais claras so as atitudes, mais facilmente sero avaliadas. -Serem promotores de reaces muito semelhantes entre observadores. Dado que nem todos os resultados ou condutas so apreciados de modo coincidente por vrios observadores, sugere-se que, antes de avaliar as aces de uma determinada conduta, se discuta na equipa de educadores, e tambm com os interessados, o significado de cada aco. a fim de se conseguirem interpretaes idnticas em observadores-1.1.4 Avaliao dos resultados e controlo de actividades</p> <p>Na medida em que as actividades so meios atravs dos quais se conseguem os objectivos. ser tambm necessrio controlar a forma como se vo realizando aquelas para atingir estes. Assim. com a avaliao dos resultados. do rendimento ou dos objectivos-visto queo cumprimento de determinado objectivo um resultado ou um rendimento- necessrio tambm controlar todas as actividades escolares, que possamos considerar. em justia. factores causais ou etapas que culminam na superao dos objectivos. Controlar as actividades significa dispor do conhecimento das causas que provocam xito ou fracasso no alcanar ou no das metas estabelecidas. O controlo de actividades pode, pois, ser definido como a verificao dos trabalhos que o aluno realiza como meio para atingir os seus objectivos.</p> <p>(2) Cf.: Poblador Digue2.A.: de1 Ro Sadornil. D.: Snchez Amitioso, M.-Evaluacin, Unidade nmero 6 do programa de especializa~o dos professores de E.G B. Formacin Pedaggica l . UNED, Madrid. 1976. pgs. 29 e 31.</p> <p>CONCEITO E CARACTER~STICAS AVALIAO DA</p> <p>As actividades realizam-se bem, mal ou no se realizam. pelo que carece d e sentido falar de "rendimento das actividades". O termo rendimento refere-se ao resultado, ao produto ou a aquisio final resultante das actividades executadas anteriormente. Da que s o resultado ou o rendimento nos indiquem se se conseguiu o objectivo (fim) atravs das actividades (meios).</p> <p>1.2 Porque se devem avaliar o s resultados da aprendizagemSe o .principal valor -da ___ avaliao consiste em permitir detec_. tar uma deficincia-de aprendizagem-mal ela se pcqbuz, para-se poder remediar d e imediatq..fica claro que, se %o se avaliarem os alunos. eles avanaro pelos diversos ensinos, sem saberem as falhas que vo tendo ou as lacunas que se vo formando, at chegar o momento ,gmque.ng podero realizar novas aprendizagens por falfa da base necessria ou por carncia da necessria consistncia. Por isso, a avaliao no -deve ter um~carcter selectivo, como . . ~. . . . se vem considerndo em determinados s6ctores educativos, mas deve ter um sentido d e ajuda e orientao constante para o aluno. O carcter selectivo aludido deve-se a considerao, por parte d e muitos. d e que a avaliao consiste, exclusivamente. nas provas efectuadas para verificar a promoo ou no dos estudantes ao ano ou ao nvel se1 guintes. 10entanto, mais importante que esta selectividade so a ajuda e a orientao que podem prestar-se ao aluno na sua aprendizagem. uma vez conhecidos os resultados da mesma. graas a avaliao. Alm d o mais, a avaliao dos resultados da aprendizagem proporciona-nos o conhecimento d o rendimento do aluno. em relao aos nveis objectivos. por um lado, e as suas actividades pessoais, por outro. De facto. a avaliao indica-nos se cada aluno vai superando-os obtjectivo~legalmente estabelecidos que, aso~ieda.de..&amp;x~~e aos seus membros: isto traduz-se na concretizao de um rendimento - -. -_.---- ---.-</p>

Recommended

View more >