Brasil Do 3º Milênio

Download Brasil Do 3º Milênio

Post on 11-Jul-2015

256 views

Category:

Travel

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ADMIRAR O MUNDO E CONHECER PIETRO UBALDIApresentao de obras de arte para meditaoARTE DA FOTOGRAFIA, ARTE MUSICAL E ARTE DO PENSAMENTOBRASIL DO 3 MILNIOMSICA:

    TEXTOS: Pietro UbaldiA misso histrica do brasilArte Fotogrfica, Arte Musical e Arte do Pensamento

    O BRASIL DO 3 MILNIOMSICA: Ria, way TEXTOS: Pietro Ubaldi - Do Livro PROFECIAS (1956)

  • A maioria dos brasileiros no compreendeu ainda o milagre brasileiro; unidade territorial, poltica e cultural desde o perodo colonial, riquezas naturais incomensurveis; inexistncia de fenmenos adversos da natureza (terremotos, tufes, tornados, grandes enchentes, etc.); um clima maravilhoso com um cu sempre azul; um povo magnnimo, alegre, criativo, pacifista, sem preconceitos de raa ou de crena religiosa, enfim, um povo que se diferencia de todos os demais povos deste Planeta. Pietro Ubaldi, no seu livro Profecias, recebido intuitivamente, em 1956, desvenda o Milagre. Como no campo da fsica, tambm no campo moral e espiritual h Leis Divinas. Leis que regulam a evoluo dos homens e das naes. Foras Superiores, alm das nossas concepes humanas, reservam ao Brasil um papel histrico no 3 Milnio.

    Os mais cticos podero argumentar: mas com o povinho que Deus ps no Brasil, isto ser possvel? Respondemos com o pensamento de Ghandi: "Nunca perca a f na humanidade, pois ela como um oceano. S porque existem algumas gotas de gua suja nele, no quer dizer que ele esteja sujo por completo." (Gandhi) J.Meirelles

    Vejamos a beleza do nosso Brasil, ao som de uma bela msica e meditemos sobre o textos inspirados de Pietro Ubaldi, sempre tendo presente que NO H MILAGRES, H LEIS.

  • BRASLIA interessante observar como, nesses 5 sculos desde a sua descoberta, o Brasil permaneceu inteiro, ntegro, mantendo os seus limites dentro duma unidade nacional, sem grandes violncias ou guerras para defender-se. Braslia

  • Mato Grosso do Sul A unidade poltico-social da Amrica portuguesa foi mantida, desde ento, em contraste com o esfacelamento do mundo hispnico ao seu redor.

  • Minas GeraisTudo faria crer que o mesmo aconteceria com o Brasil, no tendo ocorrido o mesmo por um milagre, segundo nossos historiadores. Ouro Preto

  • MacapNo vemos desse modo, pois milagres no existem, tendo sido o nosso pas, desde o primeiro instante, conduzido por mos espirituais com o objetivo de preserv-lo, tendo em vista o destino para o qual estava reservado. Macap

  • AlagoasO BRASIL crente e espiritualista, qualquer que seja a religio que se professe. MaceiRio So Francisco MoregagiBairro de S. Miguel

  • Mato-GrossoSeus habitantes, por sua vez, foram escolhidos em todas as latitudes do planeta, de acordo com suas ndoles. CuiabMorro do amigo

  • CearA conscincia luso-brasileira prevaleceu sobre uma multiplicidade de fatores adversos, como as sucessivas invases de corsrios franceses e ingleses, culminando com a longa ocupao dos holandeses no nordeste. Praia do Meirelles

  • AmazonasCada um, porm, trazendo sempre algo de si, para ser acrescentado ao esprito do povo.Manaus

  • Par Grandes levas de imigrantes misturaram-se com brasileiros e lusos, indgenas e negros, comeando assim uma miscigenao, um cadinho de raas e tipos humanos, formando um povo, mas, nada por acaso, pois, havia um pensamento diretor presente: o do Cristo.

  • AcreH uma onda histrica que carreia homens e acontecimentos segundo uma vontade prpria que a Vontade da Histria, no caso, a do Cristo.

  • GoisDesde a poca colonial quando Portugal organizou dois governos, um ao norte e outro ao sul, o Brasil correu o risco de se desmembrar em dois.

  • Esprito SantoDepois, o Tratado de Tordesilhas do qual resultou uma linha divisria de Belm, no Par, a Laguna, em Santa Catarina, que tambm no prevaleceu pelas circunstncias histricas.

  • ParabaEstas circunstncias foram fatos externos e imprevisveis, que alteraram o sentido da Histria, de modo que a conscincia nacional fosse mantida.

  • PernambucoAssim chegamos Independncia em 1822, e depois, Repblica em 1889. Atravessamos o sculo XX com algumas revolues e acidentes normais de percurso, sem os grandes derramamentos de sangue que ocorreram nos pases irmos.

  • MaranhoBrasil apresenta hoje as condies longamente preparadas pelo Alto, de Corao do Mundo e Ptria do Evangelho, havendo, porm, muito a ser feito ainda no sentido de separao do joio do trigo.

  • SergipeEsta a Lei. A vida quer expandir-se. Esta sua vontade irrefrevel. Por isso concede misses, funes, meios e circunstncias adequadas, para que se realize esta sua vontade.

  • PiauEis a atual posio do Brasil na Histria. A vida lhe oferece uma funo a executar, a qual faz parte de seu plano de expanso e de evoluo do planeta.

  • Rio Grande do Norte Se o Brasil quiser caminhar nessa direo, conforme a vontade da histria, aceitando a misso, ser-lhe-o concedidos todos os auxlios.

  • BahiaQuem vai de encontro vontade da Histria, cortado de suas fontes vitais, e no recebe mais ajuda.

  • RondniaDeixemos sia a funo metafsica, Europa as funes cerebrais do mundo, Rssia a funo revolucionria e destruidora, Amrica do Norte a funo econmica da riqueza, e assim por diante, e reconheamos que a funo histrica do Brasil bondade, tolerncia, amor.

  • Rio Grande do Sul este o temperamento deste pas, em que pacificamente se misturam todas as raas, com seu sentimentalismo tolerante, com seu esprito antiexclusivista e anti-racista.

  • Santa CatarinaEstas qualidades espontneas, que j achamos existentes de fato, correspondem perfeitamente misso que deve ter o Brasil, e a provam.

  • So PauloE o Brasil pode fazer-se representante da vontade da vida, no terreno da bondade e do amor. Este um setor vazio do equilbrio de todas as funes do organismo social da humanidade, e que outro povo poderia preench-lo?

  • TocantinsTudo o que diz respeito ao Brasil, parece feito sob medida, de propsito para torn-lo apto a essa funo. Trata-se, sobretudo, de amar, ou seja, de abrir os braos, evangelicamente.

  • RoraimaE fcil deduzir as conseqncias de tudo isso. As previses dos clculos e astcias polticas no trabalham neste terreno, ignoram essas foras que, para elas, so contidas no desconhecido impondervel.

  • Rio de Janeiro Pode acontecer que o mundo, amanh, com a infernal destruio que hoje se est preparando, tenha inadivel necessidade de um refgio, onde encontrar paz; de uma terra em que no viva o dio ou o interesse, mas o amor.

  • E complementa Pietro Ubaldi:

    Esta concordncia automtica entre o que a realidade atual e a natureza da misso oferecida, confirma a verdade de nosso raciocnio. Assumir hoje o Brasil, no mundo, uma funo diferente, seria coisa de difcil realizao.

    Seria bem estranho um Brasil imperialista e expansionista, se j de per si maior que um imprio e no chega a povoar sua prpria terra ilimitada.

    Seria bem estranho um Brasil que quisesse levantar-se como grande potncia militar, quando no tem inimigos prximos para combater.

    Seria bem estranho que um pas, definido como corao do mundo e ptria do Evangelho, se pusesse a fazer guerras de conquista ou de defesa, de que absolutamente no necessita.

    claro, pois, que a funo histrica do Brasil no mundo s pode ser a de abraar a humanidade com o seu amor, em seu imenso territrio, espera de ser povoado.

  • As profecias de Pietro Ubaldi, recebidas intuitivamente em 1956, enfatizam, intencionalmente, os aspectos psicossociais e espirituais do povo brasileiro. No referenciou o papel csmico do Brasil aos seus potenciais econmicos. Isto porque a imensa riqueza natural brasileira, privilegiadamente concedida pelo Criador, deve ser considerada meios e no fins em si mesma. Meios para se atingir e transformar mentes, a maturao do esprito nacional, da alma do brasileiro, nica e verdadeira fora que far realmente deste Pas o CORAO DO MUNDO E PTRIA DO EVANGELHO. Plasmar conscincias estruturadas em valores morais e espirituais a grande misso histrica dos nossos gover-nantes, ao longo dos prximos sculos. J. MeirellesCRISTO REDENTOR: smbolo de um Brasil cristo

  • IMAGENS::formatao original de BeteMaciel - jan07 (Brasil em Cores) mbetemaciel@gmail.com I Imagem de abertura e fechamento e Cristo: Ricardo Zerrenner REFORMATAO: planos de fundo e textos: J, Meirellesceljm@uol.com.br www.jmeirelles.wordpress.com TEXTOS: do livro PROFECIAS (1956), de Pietro Ubaldi