boletim fsc¢® brasil 6 boletim fsc brasil /dezembro 2012 kim carstensen, novo diretor...

Download Boletim FSC¢® Brasil 6 Boletim FSC Brasil /Dezembro 2012 Kim Carstensen, novo diretor executivo do FSC

Post on 17-Jun-2020

1 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Nesta edição, vamos abordar temas como a Assembleia Geral do FSC Brasil 2012 e a nova composição dos conselhos e comitês, o evento TiiFlor - Tecnologia, Inovação e Inclusão sobre Florestas, o curso “Aspectos Sociais da Certificação FSC” por uma melhor interação entre o movimento sindical e a certificação florestal, a vinda do novo diretor executivo do FSC IC para o Brasil e os desafios e oportunidades para a certificação comunitária na Amazônia.

    Boletim FSC® Brasil São Paulo, 11 de dezembro de 2012

    2 FSC no Brasil e no mundo

    Esta é a 8ª edição do Boletim FSC Brasil, com notícias atualizadas

    do sistema FSC no Brasil e no mundo, reflexões sobre temas

    relevantes para as florestas e seus povos, e principais eventos

    promovidos pelo FSC e parceiros.

    Temos também um espaço aberto para envio de notícias,

    relatos e eventos.

    Participe!

    Foto: Fabíola Zerbini

    Curtas e Parceiros

    9

    A primeira concessão florestal federal a receber a certificação FSC, o novo site dos Indicadores Genéricos Internacionais (IGI), o desenvolvimento da Análise Nacional de Risco para madeira controlada no país, o regulamento sobre a madeira da União Europeia, boas vindas aos novos integrantes da equipe do FSC Brasil, novas seções no site, os 3 novos membros eleitos para o Conselho do FSC IC, 15 anos de certificação da Precious Woods Amazon e o artigo de Elizabeth de Carvalhaes, presidente da Bracelpa.

  • 2

    No Conselho Fiscal, a Stora Enso se reelegeu como representante da Câmara Econômica, o CTA, representando a Câmara Social, entrou no lugar do Instituto Ecosolidário (que renunciou em outubro de 2012), e a Câmara Ambiental ficou com vaga aberta provisoriamente.

    No Comitê de Resolução de Conflitos, A WWF Brasil entrou na Câmara Ambiental no lugar da APREMAVI, o IDGES representando a Câmara Social no lugar do SINTREXBEM e a CMPC foi reeleita para a Câmara Econômica.

    Para o Comitê de Desenvolvimento de Padrões, não é necessário eleição formal. Todos os membros que o compunham permanecem, exceto a AMATA, que foi para o Conselho Diretor e deu lugar a International Paper.

    Por fim, o Plano de Ação com resultados esperados para o ano de 2013 foi apresentado e submetido aos comentários de todos os presentes, subdivididos em câmaras. Dentre várias sugestões em torno de resultados específicos, a plenária reforçou a importância de priorização e foco nos principais temas de nossa organização no ano de que se inicia, sendo eles: Capacitação (como estratégia de sobrevivência da instituição e qualificação dos cursos e profissionais em nosso país); Comunicação (com conteúdos inteligentes,

    A Assembleia Geral do FSC Brasil foi realizada no dia 21 de novembro de 2012, no auditório da WWF, em Brasília, com a participação de aproximadamente 50 membros das câmaras ambiental, social e econômica - todos dispostos a conhecer os resultados de 2012, e, principalmente, debater e deliberar sobre os planos e composição das instâncias de governança da entidade para 2013.

    A Assembleia teve início com as boas vindas dos três representantes do conselho diretor aos participantes, e com o pedido de Rubens Gomes, presidente do GTA (Grupo de Trabalho Amazônico), para que as empresas brasileiras certificadas tenham maior comprometimento com os direitos das comunidades que vivem nas florestas.

    Na sequência, Fabíola Zerbini, secretária executiva do FSC Brasil, fez uma breve retrospectiva das atividades, resultados e lacunas de 2012, de acordo com os objetivos e metas do Plano de Ação. Dentre os destaques, a realização e aprovação de projetos estratégicos no campo de padrões e resolução de conflitos, bem como os 3 eventos internacionais sediados no Brasil e a pesquisa de oferta e demanda de madeira certificada, que inaugura uma nova fase de inteligência de dados sobre o sistema em nosso país.

    Foi também apresentado o balanço contábil e financeiro de 2011, seguidos das deliberações sobre as 3 recomendações do conselho fiscal: aprovação do Balanço a partir do parecer favorável da auditoria externa contratada; revisão do plano de contratação da equipe FSC Brasil e regularização do processo judicial, ainda em curso, envolvendo o FSC Brasil. Na parte da tarde, deu-se início as eleições de 2012. As eleições do Conselho Diretor para mandato de 3 anos e do Conselho Fiscal e Comitê de Resolução de Conflitos para mandato de 2 anos, abrangeram uma vaga de cada câmara.

    No Conselho Diretor, o IMAZON se reelegeu para a Câmara Ambiental, a AMATA foi eleita para ocupar o lugar do Grupo Orsa na Câmara Econômica, e o GTA foi eleito para compor a Câmara Social no lugar do CTA.

    Boletim FSC Brasil / Dezembro 2012

    Assembleia Geral FSC Brasil e Eleições 2012 Pela credibilidade, qualidade e transparência do sistema FSC no Brasil

  • 3

    CONSELHO DIRETOR

    CÂMARA ECONÔMICA

     Suzano S.A. - Estevão do Prado Braga

     Klabin S.A. - Ivone Satsuki Namikawa

     AMATA - Alan Rígolo

    CÂMARA SOCIAL

     Sindicato dos Trabalhadores Rurais Telêmaco Borba (STR TB) - João Ernesto Ribeiro

     Instituto de Educação do Brasil (IEB) - Manuel Amaral

     Grupo de Trabalho Amazônico (GTA) - Rubens Gomes / Sebastião da Silva Alves

    CÂMARA AMBIENTAL

     Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) - Stella Schons

     Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (IMAZON) - André Monteiro

     Instituto Floresta Tropical (IFT) – Marco Lentini

    CONSELHO FISCAL

     Stora Enso - Otávio Pontes / Carolina Graça (Câmara Econômica)

     CTA - Centro dos Trabalhadores da Amazônia - Maria José Albuquerque (Câmara Social)

     Vaga aberta provisoriamente (Câmara Ambiental)

    COMITÊ DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS

     WWF Brasil - Mauro Armelin (Câmara Ambiental)

     CMPC Celulose Riograndense Ltda. - Mauren K. Lima Alves (Câmara Econômica)

     IDGES - Instituto Brasileiro para Desenvolvimento de Gestão Empresarial Sustentável - Alexandre Vervuurt (Câmara Social)

    COMITÊ DE DESENVOLVIMENTO DE PADRÕES

    CÂMARA SOCIAL

     Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA) - Rubens Gomes

     Instituto de Educação do Brasil (IEB) - Manuel Amaral

     Vaga aberta provisoriamente

    CÂMARA AMBIENTAL

     The Nature Conservancy (TNC) - Programa de Conservação da Mata Atlântica e Savanas Centrais - Giovana Baggio

     WWF-Brasil - Mauro Armelin

     Instituto Floresta Tropical (IFT) - Marco Lentini

    CÂMARA ECONÔMICA

     Veracel Celulose S.A - Luiz Henrique Tapia

     Fibria Celulose S/A - João Carlos Augusti

     International Paper do Brasil - Robson Oliveira Laprovitera

    Boletim FSC Brasil / Dezembro 2012

    segmentados para públicos mais específicos); e Padrões (padrões nacionais de forma interligada aos Indicadores Genéricos Internacionais). A equipe do FSC está revendo o plano de acordo com os encaminhamentos deliberados na Assembleia e em breve este documento estará disponível no site. Veja abaixo a nova composição dos conselhos e comitês.

    Para finalizar, foi apresentada a possibilidade de fazermos uma moção de fortalecimento da governança, no intuito de revisar nosso modelo atual, a iniciar-se com um estudo sobre as formas que melhorem a representação dentro do conselho e a participação dos sócios no FSC, para então, se concretizar em uma proposta a ser exercitada a partir de 2014. Agradecemos a todos que participaram deste importante momento do FSC Brasil!

  • 4

    O SFB - Serviço Florestal Brasileiro, com o

    apoio da Fundação Roberto Marinho e da

    Fundação Avina, realizou no dia 22/11, no

    auditório da Escola de Administração

    Fazendária (Esaf), em Brasília, o TiiFlor –

    Tecnologia, Inovação e Inclusão sobre

    Florestas.

    O FSC Brasil esteve presente no evento,

    que abordou diferentes olhares sobre as

    florestas do país e contou com 14

    palestras de extrema qualidade, divididas

    em três blocos. O primeiro, “Vidas na e da

    Floresta”, humanizou o debate a partir de

    histórias de pessoas que têm uma ligação

    direta com as florestas. O segundo bloco,

    “Ideias Sustentáveis”, teve foco nas

    riquezas geradas pelas florestas, e o

    terceiro e último bloco, “Informação em

    Movimento”, nas iniciativas de difusão de

    conhecimento.

    O encontro trouxe representantes de

    vários segmentos ligados às florestas,

    para falar de temas atuais nas áreas

    extrativista, indígena, agropecuária,

    científica, de madeira nativa e de

    florestas plantadas, de negócios com uso

    de recursos da biodiversidade, de

    investimentos, microcrédito, turismo,

    manejo florestal comunitário, educação e

    comunicação.

    Além de participar dessa rica troca de

    experiências, ideias novas e diversos

    pontos de vista para fortalecer a área

    florestal, o público ainda teve a

    oportunidade de contemplar uma

    exposição de produtos flore