Boletim e Agenda | Sabugal | ABR | MAI | JUN | 2016

Download Boletim e Agenda | Sabugal | ABR | MAI | JUN | 2016

Post on 27-Jul-2016

216 views

Category:

Documents

3 download

DESCRIPTION

Mais informaes em: WWW.CM-SABUGAL.PT

TRANSCRIPT

  • BOLETIMeAGENDAMUNICIPALCMARA MUNICIPAL DO SABUGAL

    ABR 16MAI JUN

    ISSN: 2182-2581DISTRIBUIO GRATUITA

    | |

  • FICHA TCNICA

    PROPRIEDADECmara Municipal do SabugalPraa da Repblica, 6324-007Tel. 271 751 040

    DIRETORPresidente da Cmara Municipal do Sabugal

    IMPRESSOCriarteca, ldaArtes Grficas e Publicidade

    DEPSITO LEGAL329857/11

    ISSN2182-2581

    TIRAGEM1000 exemplares

    PERIODICIDADETrimestral

    CAPAPonte de Sequeiros | Badamalos

    DISTRIBUIO GRATUITA

    WWW.CM-SABUGAL.PT | FB.COM/SABUGAL.CONCELHO

    REvISTA SABUCALE.

    O ENTRUDO GORDO NO SABUGAL.

    7 FRUM ASSOCIATIvO.

    CETS DA MALCATA.

    BTL | CAMINHAR COM vIDA.

    AUDITRIO MUNICIPAL

    PARABNS BIBLIOTECA |PROj. zETHvEN.

    O MEU AMIGO CHAPIM.

    COMISSO DISTRITAL DE PROTEO CIvIL DA GUARDA.

    PROTEjA E DESFRUTE DA FLORESTA.

    NOvOS APOIOS AGRCOLAS.

    SUBvENES E BENEFCIOS ATRIBUIDOS PELO MUNICPIO.

    RESUMO DE ATAS.

    AGENDA.

    04

    06

    07

    08

    09

    10

    12

    13

    14

    15

    16

    17

    18

    20

    Sabugal

    Municpiodo

  • ANTNIO DOS SANTOS ROBALOPresidente da Cmara Municipal do Sabugal

    A Primavera traz-nos, todos os anos, a eferves-cncia da natureza em manifestaes colori-das da flora, to aprazvel s nossas caminha-das por esses trilhos e veredas, outrora cheios de vida, do constante vai-e-vem de quem se-meia, trata e colhe o essencial vida dos ho-mens. E se dantes havia essa vida, porque era do intenso trabalho que a natureza nos devol-via os frutos da sementeira, hoje, produzimos muito mais com muito menos esforo, tempo e homens. Mas se verdade que a agricultura mudou mui-to e as aldeias perderam alguma da vida que tinham antigamente, tambm verdade que assistimos hoje ao desenvolvimento de muitas e diversificadas atividades desportivas e de lazer que promovem a visitao e o usufruto

    do meio ambiente, da natureza, da ruralidade. Caminhadas, Btt, passeios temticos, pesca, caa, entre outros, proporcionam novas expe-rincias e tm criado uma atratividade susten-tada e cada vez com maior participao que d uma nova vida e traz algum dinamismo s aldeias do nosso concelho.O trabalho que as Associaes e as juntas de Freguesia tm desenvolvido, em estreita cola-borao com o Municpio do Sabugal, merece o nosso reconhecimento; a elas se deve muito do dinamismo e da promoo das atividades a que a populao, em geral, tem aderido de forma regular e a que se juntam muitos visitantes.A gastronomia, o buclico das nossas paisa-gens, o Ca, a serra da Malcata, os riachos e ribeiras por onde corre a gua cristalina, o co-lorido das plantas e das flores que a Primavera todos os anos renova no deixam ningum in-diferente; aliado ao sossego, a paisagem cons-titui-se uma gratificante fuga ao congestiona-mento e ao stress da vida nas grandes cidades.Surpreenda os Sentidos o lema que nos con-vida e convoca a usufruirmos duma ruralidade onde abundam motivos de visitao e dos quais temos procurado criar atividades e oferta de programas muito diversificados e que se pre-tendem gratificantes para os residentes e atra-tivos e cativantes para o turista.

    Surpreenda os Sentidos!

    EDITORIAL

    assistimos hoje ao desenvolvimento

    de muitas e diversificadas

    atividades desportivas e de

    lazer (...).BOLETIM MUNICIPAL 03

  • No dia 16 de fevereiro, o Salo Nobre da C-mara Municipal do Sabugal foi palco da apre-sentao do n. 7 da Revista Sabucale do Mu-seu do Sabugal, que contou com a presena do Doutor Martn Almagro-Gorbea, reputado arquelogo espanhol, catedrtico da Univer-sidade Complutense de Madrid e membro da Real Academia da Histria.

    Depois da sesso de abertura, que contou com as intervenes da vice-presidente da Cmara Municipal do Sabugal, Delfina Leal, e do arquelogo Marcos Osrio, do Gabi-nete de Arqueologia e Museologia do Sabugal, seguiu-se a palestra do Doutor Martn Alma-gro-Gorbea sobre As Pedras de Namorados do Sabugal e os ritos pr-histricos de adivinha-

    BOLETIMMUNICIPALREVISTA SABUCALE .apresentao do n. 7 da revista sabucale do museu do sabugal.

    04 BOLETIM MUNICIPAL

  • o, na qual apresentou o mais completo levan-tamento das manifestaes deste fenmeno efetuado at ao presente, sendo o investigador mais conceituado no que respeita a esta tem-tica que suscitou um interesse notrio no audi-trio. No concelho do Sabugal existem duas Pedras dos Namorados, uma na freguesia de Vila do Touro e a outra na do Baraal, podendo existir ainda outras mais, no referenciadas pelo des-conhecimento do seu significado. Estas pedras eram locais de carter sagrado em que as comu-nidades ancestrais consultavam as divindades para saber o seu futuro. Os rituais associados ao lanamento de pedras, que servem de exem-plo as chamadas Pedras de Namorados, consis-tiam em atirar, de costas voltadas, uma pedra em direo a um penedo de grandes dimenses e consoante se conseguia deixar no topo a pe-dra atirada ou no, assim se ficava a saber se o desejo formulado, em geral, saber o que lhe reservava o futuro em relao ao casamento. A revista Sabucale est venda no Museu do Sabugal e Postos de Turismo do concelho, alm de outros pontos selecionados, sendo o seu preo de venda de seis euros.

    BOLETIM MUNICIPAL 05

  • Vale- Mourisco - guas Belas: O Radar.

    O tradicional Desfile de Carnaval, que teve in-cio no Largo das Finanas em direo ao Jardim do Auditrio Municipal, realizou-se na tarde de domingo e contou com a colaborao de Juntas de Freguesia, Associaes e IPSSs do concelho.

    Participantes: APEES Sabugal; Santa Casa da Misericrdia do Soito; Santa Casa da Mise-ricrdia de Vilar Maior; Junta de Freguesia da Rebolosa; Centro Social de Quadrazais; Estevo-jovem (Santo Estevo); Lar Divino Santo Cristo Nave; Liga Espinhalense; Associao Cultural e Recreativa do Sabugal; Lar e Centro de Dia de S. Salvador Casteleiro; Junta de Freguesia de Rapoula do Ca; Associao Cultural e Despor-tiva do Baraal; Associao Cultural e Despor-tiva de Malcata; Liga dos Amigos de Aldeia de Santo Antnio; Santa Casa da Misericrdia de Alfaiates; Sociedade Filarmnica Bendadense.

    Durante cinco dias, de 5 a 9 de fevereiro, o concelho do Sabugal entrou na folia car-navalesca, sendo que este ano o tema escolhido foi O Entrudo Gordo no Sabugal (tradies associadas matana do porco), uma referncia ruralidade do concelho, nesta poca do ano. Os Nossos Sabores, com pratos alusivos po-ca de festividades carnavalescas, estiveram em destaque, nesses cinco dias, em 16 restau-rantes do concelho raiano, designadamente: Alfaiates: O Pelicano; Casteleiro: Casa da Es-quila; Cerdeira do Ca: CLGF, Lda.; Fios: El Dorado; Quadrazais: Trutalca; Rapoula do Ca: Sabores do Ca; Sabugal: Horizonte | Mira-Ca | O Robalo | Sol-Rio | O Templo; Soito: O Martins | Z Nabeiro; Sortelha: O Celta | D. Sancho;

    O ENTRUDO GORDO NO SABUGAL .sabugal entrou na folia carnavalesca.

    SabugSabugalgalnoSabug

    alno

    06 BOLETIM MUNICIPAL

  • No sbado, dia 12 maro, o Auditrio Munici-pal recebeu o 7. Frum Associativo, dedicado, nesta edio, ao tema A Promoo e Anima-o do Territrio.

    Na sesso de abertura, o vereador Ama-deu Neves realou que este evento tem vindo a constituir-se como um ponto de encontro das Associaes, no sentido de re-fletir, partilhar, debater as preocupaes, os projetos e as ideias do movimento associati-vo, acrescentando ainda que no concelho do Sabugal o movimento associativo tem uma expresso numrica muito elevada. H muitas Associaes, muitas iniciativas e atividades promovidas, muitas de excelente qualidade. E so essas atividades que levam vida s aldeias, que dinamizam os poucos habitantes que ainda l resistem, que atraem os naturais para o con-vvio, mas tambm forasteiros.As Associaes, no trabalho que desenvolvem, ainda promovem e preservam os laos afetivos que estimulam o regresso de muitos que dali partiram, sublinhou o vereador. E tambm por isso, as Associaes tm conta-do com o apoio e a colaborao do Municpio, quer pontualmente, quer atravs do Regula-mento de Apoio ao Associativismo Concelhio. Neste sentido, a colaborao entre a Cma-

    7. FRUM ASSOCIATIVO.a promoo e animao do territrio.

    ra e as Associaes constitui-se como um verdadeiro Oramento Participativo, ou seja, as Associaes propem as suas atividades, apresentam os seus projetos, e, em funo da sua viabilidade, a Cmara apoia na concretiza-o e na realizao das propostas. Apoio que deve estimular as Associaes melhoria das propostas, sua diversificao, que visem uma maior abrangncia de pblicos, concluiu.Durante a tarde, e depois de um momento musi-cal, a sesso contou ainda com as intervenes de Filipe Fernandes, presidente da Direo da Sociedade Filarmnica Bendadense, que falou sobre a Sociedade Filarmnica e Casa da Msi-ca da Bendada, e de Domingos Malhadas, presi-dente da Junta de Freguesia de Vale de Espinho, que se pronunciou sobre o 1. Trail do Ca da

    Nascente Barragem, uma organizao das Juntas de Freguesia de Fios, Vale de Espinho, Quadrazais e Malcata, que contou com a cola-borao das associativas locais. Seguiram-se as comunicaes de Hugo Jia, secretrio-geral do Frum Florestal, sobre a Sabugal + Valor Desenvolvimento Rural, e por fim Dulcineia Moura, coordenadora da Territrios do Ca Associao de Desenvolvimento Regional, que versou sobre a temtica O associativismo nas dinmicas de promoo territorial.No final do evento, foram entregues lembran-as s Associaes/ Juntas participantes no Desfile de Carnaval e realizado o Sorteio do 14. Torneio de Futsal Inter-Freguesias.

  • O dossier de candidatura Carta Europeia de Turismo Sustentvel (CETS) do terri-trio Gata-Malcata/Terras do Lince foi apresentado no passado dia 27 de janeiro, no Salo Nobre da Cmara Municipal do Sabugal, dando assim como terminado o projeto de can-didatura.Os dez princpios da Carta para um Turismo Sustentvel foram assinados pelas trs Cma-ras Municipais envolvidas nesta Candidatura (Sabugal, Penamacor e Almeida), Instituto de Conservao da Natureza e das Florestas, Tu-rismo Centro, Instituies de Ensino, bem como por Associaes e Empresas do territrio.Durante todo este processo de elaborao do documento, o Frum Permanente de Turismo Sustentvel congregou cerca de 200 pessoas de 123 entidades, em 30 reunies,

    CETS DA MALCATA.concluso do processo de candidatura.

    e 30 pessoas de 22 entidades integraram a Equipa Tcnica do Projeto. O dossier, no qual feita uma caraterizao e diagnstico do territrio, prope uma estrat-gia de desenvolvimento, objetivos e um plano de ao a cinco anos para o desenvolvimento de turismo sustentvel no territrio, identifi-cando as aes, os prazos, os custos estimados e os promotores. No dia 31 de janeiro foi enviada Federao EUROPARC a candidatura do territrio Gata--Malcata/Terras do Lince CETS. Posterior-mente, e dando continuidade aprovao da candidatura, o territrio ir receber a visita de um auditor, e no final do ano esperada uma deciso.

    08 BOLETIM MUNICIPAL

  • Em 2016, o Municpio do Sabugal convida--o a caminhar pela Grande Rota do Vale do Ca, atravs de um ciclo de caminhadas, nas quais poder re (descobrir) os patrimnios nicos destas terras, com vista privilegiada so-bre o Ca.Nestas seis caminhadas, promovidas pelo Mu-nicpio, no vo faltar paisagens apaixonantes e trilhos e caminhos vibrantes. Deixe-se envol-ver pelo patrimnio natural, histrico, cultural e rural que temos para lhe mostrar e venha fa-zer parte desta viagem pedestre.Os interessados em participar nas caminhadas devem inscrever-se at s 16h30 da sexta-feira imediatamente anterior data marcada para a realizao da caminhada, atravs do site do Municpio http://www.cm-sabugal.pt/ (Conce-lho do Sabugal Outras informaes Cami-nhar com vida) ou enviar a ficha de inscrio, devidamente preenchida, para o email: cami-nharcomvida@cm-sabugal.pt.Com um custo de cinco euros, a inscrio inclui almoo, seguro de acidentes pessoais e trans-porte do local de chegada ao local de partida. O pagamento tem de ser efetuado junto dos responsveis da organizao, at 15 minutos antes do incio da caminhada.

    CAMINHAR COM VIDA.caminhar pela grande rotado vale do ca.

    BTL.sabugal presente na btl.

    Numa estratgia de continuidade e visando a promoo em rede de um territrio alargado, com vista criao de valor para a economia local, o Municpio do Sabugal esteve represen-tado na 28. edio da BTL Feira Inter-nacional de Turismo, que decorreu de 2 a 6 de maro, na FIL, atravs dos stands: Aldeias Histricas de Portugal e Turismo Centro de Portugal (Comunidade Inter-municipal das Beiras e Serra da Estrela).

    BOLETIM MUNICIPAL 09

  • AUDITRIO MUNICIPAL.

    O Teatro do Calafrio apresentou no dia 27 de fe-vereiro, s 21 horas, Empresta-me um revl-ver at amanh, que parte de uma leitura pe-culiar de duas peas de Anton Tchekhov: O Canto do Cisne e Trgico Fora. Empresta-me um revlver at amanh tem encenao de Amrico Rodrigues, com interpretaes de Valdemar Santos, Amrico Rodrigues e Jos Neves.

    EMPRESTA-ME UM REVLVER AT AMANH.teatro do calafrio.concertos e teatros.

    CONCERTO TIME SHIFTER .no auditrio municipal do sabugal.

    O Auditrio Municipal do Sabugal re-cebeu, no dia 30 de janeiro, o primei-ro concerto do ano das Time Shifter. O projeto nasceu no Porto, em junho de 2014, quando Snia Vicente, natural da Bendada, e Ra-quel Devesa decidiram fundir a sua paixo pela msica....H quem diga que existe por a uma caixa que viaja no tempo para te encontrar. Este o mote para uma performance multidisciplinar onde o som, o movimento, a luz, o cenrio e as projees multimdia se conjugam harmoniosamente em busca de uma nova identidade artstica. O tempo pra e a caixa de msica abre-se...

    10 BOLETIM MUNICIPAL

  • CONCERTO dE PRIMAVERA .no auditrio municipal do sabugal.

    No dia 18, sexta-feira, noite, os alunos do Sabugal, da Escola de Msica do Centro Cultura Pedro lvares Cabral Belmon-te, subiram ao palco do Auditrio Municipal para o Concerto de Primavera.A Escola de Msica de Belmonte tem um pro-tocolo com o Agrupamento de Escolas do Sabugal, o que possibilita a oferta do ensino artstico da msica, em regime articulado, no Sabugal, sendo aqui lecionadas as respetivas aulas.

    OS EMIgRANTES.pea de teatro.

    Foi com casa cheia que o Grupo de Teatro Guardies da Lua ( Quarta-Feira) levou cena, no Auditrio Municipal, a pea Os Emigrantes. A pea retratou a sada dos Portu-gueses para Frana e atualmente o acolhimen-to a imigrantes, nomeadamente Ucranianos e Brasileiros.

    BOLETIM MUNICIPAL 11

  • A Biblioteca Municipal do Sabugal comemo-rou, no dia 27 de janeiro, o seu 33. aniversrio.

    Durante o dia, e com a colaborao da Uni-versidade Snior, a Biblioteca organizou, para os mais novos, a hora do conto com Ruca faz anos, a visualizao do filme Noddy e o presente ideal, e no final cantaram-se os parabns. O amor pela leitura algo que se aprende, mas no se ensina. Da mesma forma que ningum nos pode obrigar a enamorar-nos, ningum nos pode obrigar a amar um livro. So coisas que

    ocorrem por razes misteriosas, mas estou convencido que h um livro que espera por cada um de ns. Em algum lugar da biblioteca h uma pgina que foi escrita somente para ns. (Al-berto Manguel)Neste dia de festa, os visitantes puderam ain-da encontrar neste espao uma nova sinaltica, mais atrativa e de fcil interpretao.A Biblioteca est em funcionamento de se-gunda a sexta-feira, das 09h00 s 12h30 e das 14h00 s 18h00.A Biblioteca Municipal do Sabugal espera por si!

    PARABNS BIBLIOTECA.

    PROJETO ZTHOVEN.

    33. aniversrio da biblioteca municipal do sabugal.

    sabugal integra projeto zthoven.

    Cerca de 120 crianas dos concelhos do Sabugal, Covilh e Fundo vo integrar um projeto de formao musical, dina-mizado pela Associao Cultural da Beira In-terior e financiado pela Fundao Calouste Gulbenkian, sendo o Municpio do Sabugal um dos parceiros.Zthoven plante um msico, nico projeto vencedor do interior do pas a ser seleciona-do pelo programa Partis II da Fundao Gul-benkian, ir permitir, de forma gratuita e ao longo de trs anos, o estudo da msica a 120 crianas, sendo 22 do concelho do Sabugal.Os alunos do primeiro e segundo ciclo de es-colaridade foram selecionados tendo em con-siderao as suas capacidades musicais. Futuramente, haver ainda a possibilidade das crianas que revelem maiores aptides musi-cais serem encaminhadas para a EPABI Esco-la Profissional de Artes da Covilh, no sentido de desenvolverem as suas capacidades.No Sabugal, Zthovenplante um msico ar-rancou no dia 5 de maro, no Auditrio Muni-cipal.

  • A Cmara Municipal do Sabugal, no mbito da Sabugal + Valor, tem em curso um projeto ino-vador no combate processionria do pinhei-ro, que inclui um predador natural de seu nome chapim azul.

    O projeto O Meu Amigo Chapim envolve aes de sensibilizao junto de profes-sores e alunos, assim como a colocao de ninhos artificiais, nos jardins pblicos e lo-cais prximos das escolas onde existe a proble-mtica da processionria.A instalao de caixas ninho para o chapim e a sua ocupao so fatores essenciais para arealizao do projeto, o que contribui para enri-quecer o patrimnio natural do concelho.As crianas do 1. Ciclo, do Jardim-de-Infncia

    PROJETO ZTHOVEN.

    projeto educativo.O MEU AMIGO CHAPIM.

    e da Santa Casa da Misericrdia do Sabugal fo-ram as que, de uma forma autntica, deram cor-po e alma a este projeto biolgico, sendo que algumas delas tiveram ainda a oportunidade de plantar alguns arbustos.Cada foto revela o envolvimento da comunida-de escolar, num projeto que alia Inovao, Edu-cao e Ambiente, pilares incontornveis de um desenvolvimento sustentvel.

    BOLETIM MUNICIPAL 13

  • Por designao da Associao Nacional de Municpios Portugueses (ANMP), o presidente da Cmara Municipal do Sabugal, Antnio Ro-balo, foi nomeado presidente da Comisso Dis-trital de Proteo Civil (CDPC) da Guarda, que tem ainda como representantes os presiden-tes das Cmaras Municipais de Seia e Figueira de Castelo Rodrigo.

    de referir que em cada distrito existe uma CDPC, qual compete acionar a elabora-o, acompanhar a execuo e remeter para aprovao pela Comisso Nacional os planos distritais de emergncia; acompanhar as polticas diretamente ligadas ao sistema de proteo civil que sejam desenvolvidas por agentes pblicos; determinar o acionamento

    COMISSO DISTRITAL DE PROTEO CIVIL DA GUARDA.1 reunio.

    dos planos, quando tal se justifique e promover a realizao de exerccios, simulacros ou trei-nos operacionais que contribuam para a efi-ccia de todos os servios intervenientes em aes de proteo civil.No dia 2 de maro, pelas 15 horas, realizou-se, no Salo Nobre da Cmara Municipal do Sabu-gal, a primeira reunio de 2016 da respetiva Comisso, qual, para alm dos trs municpios designados pela ANMP, compareceram tambm representantes das seguintes entidades:- Comando Operacional Distrital da Autoridade Nacional de Proteo Civil;- Ministrio da Defesa Nacional;- Ministrio da Economia;- Ministrio do Ambiente (Agncia Portuguesa do Ambiente/Administrao Regional Hidro-grfica do Norte);- Ministrio da Agricultura, Florestas e Desen-volvimento Rural;- Ministrio da Educao;- Ministrio do Trabalho, Solidariedade e Segu-rana Social; - Comando Territorial da Guarda Nacional Re-publicana;- Comando Distrital da Polcia de Segurana Pblica;

    - Delegao Regional do Servio de Estrangei-ros e Fronteiras;- Departamento de Investigao Criminal da Polcia Judiciria da Guarda;- Instituto Nacional de Emergncia Mdica Centro; - Liga de Bombeiros Portugueses;- Associao Nacional de Bombeiros Profissio-nais.Durante os trabalhos, a CDPC da Guarda apro-vou, por unanimidade, o Plano Distrital de Emergncia de Proteo Civil da Guarda, docu-mento fundamental no apoio resposta opera-cional e institucional a uma eventual situao de acidente grave ou catstrofe no distrito da Guarda.

    14 BOLETIM MUNICIPAL

  • As florestas portuguesas constituem um patri-mnio vivo e rico em biodiversidade, essencial ao desenvolvimento sustentvel do nosso Pas. So um espao privilegiado de produo de ri-queza, de diversidade biolgica, de renovao de oxignio, de fixao de carbono e de prote-o dos solos e dos recursos hdricos.Aos espaos florestais encontram-se associa-dos vrios recursos pastagens, caa, pesca, cogumelos, plantas aromticas e medicinais os quais devem ser geridos com base em boas prticas silvcolas e de conservao da nature-za.Os incndios florestais constituem uma forte ameaa no s nossa floresta como tambm aos edifcios e pessoas que vivem e trabalham nos espaos rurais. Trata-se de um problema grave que obriga toda a sociedade a tomar conscincia dos riscos que muitos comporta-mentos ou atividades comportam.

    informaes.

    PROTEJA E DESFRUTE DA SUA FLORESTA.

    PROTEJA E DESfRUTE. - NO fUME.

    - NAO fAA fOGUEIRAS.

    - NO UTILIZE fOGAREIRO OU GRELHADOR**EM REAS NO AUTORIzADAS PARA O EFEITO

    EM CASO DE INCNDIO LIGUE

    112

    nos espaos rurais, durante o perodo crtico*

    *e fora do perodo crtico sempre que o risco deincndio florestal seja muito elevado ou mximo

    Durante o perodo crtico (definido anualmente em Portaria) possvel saber o Risco de Incn-dio Florestal (RIF) dirio para o concelho. O RIF varia de regio para regio e diariamente.O clculo do RIF tem como base, as informa-es meteorolgicas e o teor de gua do solo e dos vegetais.

    ATENO!Para consultar o risco de incndio dirio, con-tacte o Gabinete Tcnico Florestal da Cmara Municipal de Sabugal, o Instituto de Conserva-o da Natureza e das Florestas ou o Instituto Portugus do Mar e da Atmosfera.

    CONTACTOS:Gabinete Tcnico Florestal: 271 751 040

    S. Municipal de Proteo Civil: 271 751 040Bombeiros Voluntrios do Sabugal: 271 753 315

    Bombeiros Voluntrios do Soito: 271 601 135G N R (Sabugal): 271 750 110

    G N R (Soito): 271 601 012 Ins.de Cons.da Natureza e Florestas: 271 208 400

    ela agradece...

    - Nos piqueniques leve comida j confecionada e faa refeies que no necessitem de ser

    aquecidas.

    - O lanamento de foguetes e de bales de mecha acesa proibido em todo o territrio

    nacional

    BOLETIM MUNICIPAL 15

  • Foi perante uma numerosa e inte-ressada assistncia que no dia 4 de maro, no Auditrio Municipal do Sabugal, se realizou uma sesso de esclare-cimento acerca dos novos apoios agrcolas e florestais 2016, na qual estiveram em desta-que temas como os pequenos investimentos nas exploraes agrcolas, os apoios flores-tais, a Poltica Agrcola Comum, entre outros. Esta iniciativa foi organizada pela Cmara Mu-nicipal do Sabugal e programa CLDS-3G Sabu-gal Ativo, em parceria com o Ministrio da Agri-cultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Pr Raia Associao de Desenvolvimento Integra-do da Raia Centro Norte e Caflor Associao de Produtores Florestais do Alto Ca.

    NOVOS APOIOS AGRCOLAS auditrio acolheu sesso de esclarecimento.

    16 BOLETIM MUNICIPAL

  • PUBLICITAO DE SUBVENES E BENEFCIOS ATRIBUIDOS PELO MUNICPIO DO SABUGAL.lei 64/2013 de 27 de agosto

    .Transferncias correnTesNOME OU FIRMA DO BENEFICIRIO NIF valor Data da deciso Finalidade Fundamento Legal ACRISABUGAL 502942576

    27 000 2/19/2015 Sapadores Florestais 75/2013

    14 500 9/4/2015 Subsdio mbito defesa ambiental 75/2013

    ASSEMBLEIA DE COMPARTES DA FREGUESIA DE MALCATA 506994503 13 500 2/19/2015 Sapadores Florestais 75/2013

    ASSOCIAO CULTURAL DESPORTIVA DO SOITO 501174648

    27 000 4/6/2015 Apoio Modalidades futebolisticas 75/2013

    10 000 5/15/2015 Apoio 1 Festival Rock in Raia 75/2013

    510 6/12/2015 Apoio ao Associativismo 75/2013

    ASSOCIAO DESENVOLVIMENTO LOCAL SABUGAL 50572259330 000 3/20/2015 Dinamizao do associativismo empresarial dConcelho do Sabugal 75/2013

    33 500 10/30/2015 Adenda ao Protocolo 75/2013

    ASSOCIAO HUMANITRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTRIOS DO SABUGAL 501266631

    81 000 2/19/2015 Defesa do Ambiente 75/2013

    2 000 8/7/2015 Apoio Comemoraes 120 anos 75/2013

    ASSOCIAO HUMANITRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTRIOS DO SOITO 501228543

    81 000 2/19/2015 Defesa do Ambiente 75/2013

    4 276 10/16/2015 Subsdio extraordinrio 75/2013

    CONSELHO DIRECTIVO DO BALDIO DOS FIOS 901443131 13 488 2/19/2015 Sapadores Florestais 75/2013

    CONSELHO DIRECTIVO DOS BALDIOS DE ALDEIA VELHA 900913444 13 500 2/19/2015 Sapadores Florestais 75/2013

    COOPCA 501103082 13 500 2/19/2015 Sapadores Florestais 75/2013

    FEDERAO DE TRIATLO DE PORTUGAL 502257270 10 000 4/6/2015 Protocolo - Triatlo Contrarelgio 75/2013

    FRUM FLORESTAL 508806127 8 000 11/13/2015 Protocolo - desenvolvimento rural 75/2013

    LIGA DOS AMIGOS DE ALDEIA DE ST ANTNIO 50504807831 511 12/11/2015 Protocolo - cooperao RLIS 75/2013

    510 6/12/2015 Apoio ao Associativismo 75/2013

    PR-RAIA 503256846 50 000 1/23/2015 Apoio a Atividades Econmicas 75/2013

    SERVIS SOCIAIS DO PESSOAL DA CMARA MUNICIPAL DE SABUGAL 502621265

    12 000 11/27/2015

    10 000 Apoio a aes de cariz social 75/2013

    SPORTING CLUB DO SABUGAL 50159576747 500 4/6/2015 Apoio modalidades futebolisticas 75/2013

    35 000 6/12/2015 Subsdio para campeonatos nacionais 75/2013

    TRANSCUDNIA 50766687914 000 4/6/2015 13 Torneio Futsal 75/2013

    1 500 6/12/2015 Apoio ao Associativismo 75/2013

    RODOVIRIA DA BEIRA INTERIOR, SA 502526483 52 446 9/26/2012 Apoio Custo Social Reg. (CEE) n 1370/07

    VIVA MONTEIRO & IRMO, LDA. 500301336 627 479 9/26/2012 Apoio Custo Social Reg. (CEE) n 1370/07

    Transferncias de capiTalNOME OU FIRMA DO BENEFICIRIO NIF valor Data da deciso Finalidade Fundamento Legal

    ASSOCIAO CULTURAL AMIGOS DE TRIGAIS 504004735 10 000 6/13/2014 Obras no Pavilho 75/2013

    ASSOCIAO HUMANITRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTRIOS DO SOITO 501228543

    5 000 8/7/2015 Subsdio para veculo florestal 75/2013

    64 739 11/27/2015 Ampliao de quartel 75/2013

    cedncia de Bens de paTrimnio pBlico NOME OU FIRMA DO BENEFICIRIO NIF Cedncia Data da deciso Finalidade Fundamento Legal

    VIVA MONTEIRO & IRMO LDA. 500301336 Ceder a ttulo de comodato, pelo perodo de 50 anos, o barraco verde sito na zona limtrofe do lote 42 localizado na Zona Industrial do Sabugal. 1/9/2015 Desempenhar a atividade de transporte de passageiros n 1129 do Cdigo

    Cvil

    ASSOCIAO CULTURAL E DESPORTIVA DO SOITO 501174648 Cedncia de instalaes Pavilho Municipal Piscinas. 1/23/2015 Realizao do Torneio EscolinhasBenjamins da Ass. de Futebol da Guarda (Futsal) no dia 31/01/2015. Lei n 75/2013 de 12

    de Setembro

    TRANSCUDNIA 507666879 Cedncia de espao para todo o piso superior da Rua Dr. Joo Lopes, n. 9, e ceder a garagem G7 (Rua Joo Paulo II) 8/7/2015 Sede da Associao Lei n 75/2013 de 12

    de Setembro

    BOLETIM MUNICIPAL 17

  • ATA N. 01/2016, de 08 de janeiro

    Aprovado o Plano Anual de Feiras e Mercados Lo-cais, pblicos ou privados;

    ATA N. 02/2016, de 22 de janeiro

    Aprovado um apoio de 5.000,00 Associao Cul-tural, Recreativa e Desportiva de Rendo para obras de reparao e manuteno de ringue polidesportivo de Rendo; Aprovado um apoio de 5.000,00 ao Centro Social e Paroquial Nossa Senhora dos Milagres para obras de reparao e manuteno de pavilho multiusos em Al-deia do Bispo; Atribudo um apoio de 1.000,00 Associao da Mocidade de Aldeia do Bispo para apoio realizao dos festejos de Carnaval 2016 Aldeia do Bispo; Atribuido um apoio social de 500,00 - Sabugal; Deferido o pedido de apoio habitacional, no valor to-tal de 9.706,00 - Sabugal; Autorizada a manuteno da pgina de publicidade mensal a cores no Jornal Cinco Quinas; Autorizada a celebrao do protocolo com o Institu-to de Bragana (servio de tratamento do cancro do castanheiro); Autorizada a proposta de submisso da Iniciativa Sabugal+ Valor Bolsa de Iniciativas para Constitui-o de Grupos Operacionais e de adeso Rede Rural Nacional, bem como a Adeso do Municpio do Sabu-gal Rede Rural Nacional.

    ATA N. 03/2016, de 05 de fevereiro

    Autorizada a celebrao de Protocolo de Colabora-o com a ADES, tendo como objetivo a implemen-tao de projetos que tenham por objetivo a dinami-zao do associativismo empresarial no Concelho do Sabugal.

    ATA N. 04/2016, de 19 de fevereiro

    Deferido o pedido de cedncia, por comodato, da es-cola das Quintas de So Bartolomeu, requerido pela Junta de Freguesia das Quintas de S. Bartolomeu. Autorizada a celebrao dos seguintes protocolos: a) Acrisabugal, cujo encargo financeiro de 25.000,00 (Duas equipas de Sapadores Florestais. Tranches Trimestrais de 6.250,00 , at maro, junho, setembro e dezembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equipa de sapadores florestais; b) Coopca, cujo encargo financeiro de 12.500,00 (Uma equipa de Sapadores Florestais. Tranches Trimestrais de 3.125,00 , at maro, junho, setembro e dezembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equipa de sapadores florestais; c) Comisso de Compartes da Freguesia de Aldeia Velha, cujo encargo financeiro de 12.500,00 (Uma equipa de Sapadores Florestais. Tranches Tri-mestrais de 3.125,00 , at maro, junho, setembro e dezembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equipa de sapadores florestais; d) Conselho Diretivo do Baldio dos Fios, cujo encargo financeiro de 12.500,00 (Uma equi-pa de Sapadores Florestais. Tranches Trimestrais de 3.125,00 , at maro, junho, setembro e dezembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equi-pa de sapadores florestais;

    e) Assembleia de Compartes da Freguesia de Malcata, cujo encargo financeiro de 12.500,00 (Uma equipa de Sapadores Florestais. Tranches Tri-mestrais de 3.125,00 , at maro, junho, setembro e dezembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equipa de sapadores florestais; f) Associao Humanitria dos Bombeiros Voluntrios do Sabugal, cujo encargo financeiro de 80.000,00 (Tranches trimestrais de 20.000,00 at maro, junho, setembro e novembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equipa de sapadores florestais; g) Associao Humanitria dos Bombeiros Voluntrios do Soito, cujo encargo financeiro de 80.000,00 (Tranches trimestrais de 20.000,00 at maro, junho, setembro e novembro). Este valor ser acrescido de 1.000,00 por cada equipa de sapadores florestais; Deliberado atribuir 250,00 por cada associao participante no desfile de Carnaval do Sabugal 2016.

    ATA N. 05/2016, de 29 de fevereiro

    Aprovada a 1. Alterao ao Mapa de Pessoal de 2016 devendo o assunto ser submetido Assembleia Municipal.

    ATA N. 06/2016, de 04 de maro

    Deliberado atribuir um apoio de 10.000,00 Socie-dade Filarmnica Bendadense para aquisio de pia-no cauda, para a Casa da Msica da Bendada.

    ATA N. 07/2016, de 18 de maro

    RESUMO DE ATAS.jan-fev-mar

    18 BOLETIM MUNICIPAL

  • Deliberado atribuir um apoio de 7.000,00 Acri-sabugal para substituio de caixilharias no antigo Edifcio da GNR; Deliberado atribuir um apoio financeiro no valor de 1.000,00 ADAVE Associao dos Amigos de Vale de Espinho para a realizao da encenao da Paixo de Jesus Cristo, em Vale de Espinho; Deliberado atribuir um apoio de 500,00 , consubs-tanciado na aquisio de bens alimentares Comis-so de Festas de Nossa Senhora da Graa 2016/2017; Deliberado autorizar a celebrao de Protocolo de Cooperao com o Agrupamento de Escolas do Sabu-gal, tendo como objetivo contribuir para a insero dos alunos com NEE, em contextos reais de trabalho, preparando a sua transio para a vida ativa; Deliberado atribuir um apoio de 400,00 Desper-tar do Silncio Associao de Surdos da Guarda para deslocao da equipa de jogadores ao torneio Nacional de Futsal de Surdos a realizar nos dias 22, 23, 24 e 25 de abril na Ilha de So Miguel Aores; Deliberado autorizar a celebrao de Protocolo de Colaborao para projeto musical Plante 1 Msico com a Associao Cultural da Beira Interior; Cmara tomou conhecimento dos Estatutos da As-sociao de Produtores de Castanha do Alto Ca bem como da sua aceitao como uma mais-valia para os produtores locais de modo a valorizar a castanha do Concelho do Sabugal; Deliberado submeter o Projeto de Regulamento de Classificao e Valorizao de rvores Centenrias do Municpio do Sabugal discusso pblica; Deliberado autorizar a aquisio e transporte de equipamento de recreio infantil para o Municpio de Ribeira Grande, no mbito do protocolo de geminao celebrado, no valor total de 10.000,90 acrescido de IVA taxa legal em vigor.

    ATIV

    IDA

    DES

    REG

    ULA

    MEN

    TOS

    EM W

    WW

    .CM

    -SA

    BU

    GA

    L.PT

    BOLETIM MUNICIPAL 19

  • AGENDA

    EVEN

    TOS

    EX

    POSI

    ES

    A

    UD

    IT

    RIO

    D

    ESPO

    RTO

    A

    SSO

    CIAT

    IVO

    SBADOSABUGALAUDITRIO MUNICIPAL17h30

    02ABR

    WorKsHop deseVilHanas21h30espeTcUlo deflamenco e seVilHanasMUNICPIO DO SABUGAL

    SBADO21h30SABUGALAUDITRIO MUNICIPAL

    09ABR

    HomenaGem de JoaQUim diasa aTaHUalpa YUpanQUiMUNICPIO DO SABUGAL

    DOMINGO21h30SABUGALAUDITRIO MUNICIPAL

    24ABR

    GrUpo deconcerTinasdo safordoMUNICPIO DO SABUGAL E UNIO DE F. SABUGAL E ALD. S ANTNIO

    SBADO15h00CARvALHAL DO CA

    23ABR

    conViVioroTas adeGasASS. LABIRINTOS E CAMINHOS DO CARVALHAL DO CA

    SBADO08h30SOITO

    23ABR

    iV passeio TTBomBeiros VolUn-Trios do soiToASS. H. DOS B.V. DO SOITO

    DOMINGO16h00SABUGALPAv. jUNTA FREGUESIA

    24ABR

    sardinHadado 25 aBrilUNIO DE F. SABUGAL E ALD. SANTNIO

    SEGUNDA09h30SABUGALPAv. jUNTA FREGUESIA

    25ABR

    caminHadado 25 aBrilUNIO DE F. SABUGAL E ALD. S ANTNIO

    DOMINGO09h00

    10ABR

    caminHar com VidaV. de espinHo> QUadraZaisMUNICPIO DO SABUGALWWW.CM-SABUGAL.PTcaminharcomvida@cm-sabugal.pt

    ABRMAIjUN

    ABRIL

    TERA-FEIRA A DOMINGO | 9H30-13H00/ 14H00-17H30 | ENCERRA SEGUNDA-FEIRA.

    SBADO21h30

    SABUGALAUDITRIO MUNICIPAL

    23ABR

    concerToaBril enTre

    amiGosMUNICPIO DO SABUGAL E UNIO DE

    F. SABUGAL E ALD. S ANTNIO

    SABUGALMUSEU DO SABUGAL

    29MAR> 30ABR

    eXposiopinTar o ca2015- aldeia VelHaADES

    SABUGAL23>24ABR

    5 e 6 proVacampeonaTo nacional

    de pesca TrUTa

    MUNICPIO DO SABUGAL

    20 AGENDA

  • caminHadado 25 aBril

    DOMINGO09h00ALDEIA DO BISPO

    22MAI

    caminHadae passeio BTTASS. MOCIDADE DE ALD. DO BISPO

    DOMINGO08h30SOITO

    15MAI

    caminHadasolidriaASS. H. DOS B.V. DO SOITO

    DOMINGO09h00SANTO ESTEvO

    22MAI

    caminHadaprimaVerilESTEVOJOVEM

    QUINTA08h00

    26MAI

    TrilHos doconTraBando

    AFRS

    SBADO20h30ALFAIATES

    28MAI

    Torneiode sUecaC.C.R.ALFAIATES

    DOMINGO09h00

    08MAI

    caminHar com VidaQUadraZais> malcaTaMUNICPIO DO SABUGALWWW.CM-SABUGAL.PTcaminharcomvida@cm-sabugal.pt

    DOMINGOCERDEIRA DO CA

    01MAI

    Vi passeio deaUTomoVis clssicosASS. DESP. E SOC. AMIGOS DA CERDEIRA DO CA

    14MAI> 02JULTorneioinTerfreGUesias16MUNICPIO DO SABUGALWWW.CM-SABUGAL.PT

    MAIO SBADO21h30SABUGALAUDITRIO MUNICIPAL

    21MAI

    espeTcUloToVas e canes rUY decarValHoMUNICPIO DO SABUGAL

    SBADO21h30SABUGALAUDITRIO MUNICIPAL

    07MAI

    TeaTro senHorimaGinrioTEATRO O BANDOMUNICPIO DO SABUGAL

    SABUGALMUSEU DO SABUGAL

    29ABR> 29MAI

    eXp. de pinTUraadalBerTo carValHonaTUreZas reais e irreaisMUNICPIO DO SABUGAL 14MAI

    2 eTapa de ciclismosaBUGal> fUndo1 VolTa inTer. Beiras e serra da esTrelaMUNICPIO DO SABUGAL

    SBADO11h00SABUGAL

    AGENDA 21

  • JUNHOFUTEBOL | CAMPEONATO DISTRITAL DE INFANTIS | 2 FASE | 11H00

    jORNADA 10 GRUPO DESP. VILA NOVA FOZ CA X SC SABUGAL 03 ABRjORNADA 11 SC SABUGAL X A.D.FORNOS DE ALGODRES 10 ABRjORNADA 12 ASS. DESP. MANTEIGAS X SC SABUGAL 17 ABRjORNADA 13 SC SABUGAL X SEIA FUT. CLUB 24 ABRjORNADA 14 GUARDA UNIDA X SC SABUGAL 01 MAI

    FUTEBOL | CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS | 11H00

    jORNADA 20 NUCLEO DESP. SOCIAL B X SC SABUGAL 03 ABRjORNADA 21 SC SABUGAL X UNIO DESP. OS PINHELENSES 10 ABRjORNADA 22 GRUPO DESP. VILA NOVA FOZ CA X SC SABUGAL 17 ABR

    FUTEBOL | CAMPEONATO NACIONAL DE INICIADOS | 2 FASE | 11H00

    jORNADA 09 SC SABUGAL X ASS. PINGUINZINHOS 03 ABRjORNADA 10 GR VIGOR E MOCIDADE X SC SABUGAL 10 ABRjORNADA 11 SC SABUGAL X C.ACAD FUNDO 17 ABRjORNADA 12 SC SABUGAL X SPORT. BENF. CASTELO BRANCO 24 ABRjORNADA 13 ASS. NAVAL 1 MAIO X SC SABUGAL 01 MAIjORNADA 14 SC SABUGAL X ASS. DESP. ESTAO 08 MAI

    FUTEBOL | CAMPEONATO NACIONAL DE SENIORES- SRIE E | 2 FASE | 16H00

    jORNADA 08 F.C.PAMPILHOSA X SC SABUGAL 03 ABRjORNADA 09 SC SABUGAL X F.C.OLIV. HOSPITAL 10 ABRjORNADA 10 SC SABUGAL X ASS. DESP. NOGUEIRENSE 17 ABRjORNADA 11 ACADMICA DE COIMBRA X SC SABUGAL 24 ABRjORNADA 12 SC SABUGAL X C. OPERRIO AORES 30 ABRjORNADA 13 SPORTING IDEAL (AORES) X SC SABUGAL 08 MAIjORNADA 14 SC SABUGAL X GRUP. DESP. TOURIZENSE 15 MAI

    ALDEIA vELHA10>12JUNaGroraia2016AFRS E MUNICPIO DO SABUGAL

    SBADO09h30ALFAIATES

    11JUN

    passeio demoTas anTiGasC.C.R. ALFAIATES

    SBADO18h00CARvALHAL DO CA

    18JUN

    s. JooASS. LABIRINTOS E CAMINHOS DO CARVALHAL DO CA

    SEXTASABUGAL

    10JUN

    37 Grande prmio aBimoTa(ciclismo)MUNICPIO DO SABUGAL

    SBADO21h30SABUGALPAvILHO E PISCINASMUNICIPAIS

    18JUN

    BalleTo feiTiceirode oZMUNICPIO DO SABUGAL

    SABUGAL2>5JUNfeira das TecnoloGiaspara a enerGiaenerTecHsaBUGalMUNICPIO DO SABUGAL

    DOMINGO08h00PENALOBO

    19JUN

    2 passeio de BTTpelos TrilHosdo loBoC.R.C. DE PENALOBOcrcpenalobo@cm-sabugal.pt

    SABUGAL23>26JUNfeira dearTesanaToADES

    SBADO18h00ALDEIA DA DONA

    25JUN

    s. JooASS. C. R. DE ALDEIA DA DONA

    SBADO20h00ALDEIA DO BISPO

    25JUN

    s. JooASS. MOCIDADE DE ALDEIA DO BISPO

    SABUGAL23>26JUNs. Joo 2016COMISSO S.JOO 2016

    SABUGALMUSEU DO SABUGAL

    05JUN >25SETeXposioUma oBra com misericrdia500 ANOS DA SANTA CASA DA MISERICRDIA DO SABUGALTERA-FEIRA A DOMINGO | 9H30-13H00/ 14H00-17H30ENCERRA SEGUNDA-FEIRA.TECH

    ENERFEIRA DAS TECNOLOGIAS PARA A ENERGIA

    SABUGAL

    22 AGENDA

  • SUGESTESSURPREENDA OS SENTIDOS

    CONTACTOSBOMBEIROS VOLUNTRIOS DO SABUGAL

    TEL. 271 753 315BOMBEIROS VOLUNTRIOS DO SOITO

    TEL. 271 601 015CMARA MUNICIPAL DO SABUGAL

    TEL. 271 751 040 | geral@cm-sabugal.ptCENTRO CVICO NASCENTE DO CA

    TEL. 271 491 066 | jf-foios@sabugal.ptCENTRO DE NEGCIOS TRANSFRONTEIRIO

    TEL. 271 606 066 | centro.negocios.transfronteirico@cm-sabugal.ptCENTRO DE SADE DO SABUGAL

    TEL. 271 753 318GNR SABUGAL

    TEL. 271 750 110GNR SOITO

    TEL. 271 601 012PISCINAS E PAVILHO MUNICIPAL

    TEL. 271 750 150 | desporto@cm-sabugal.ptPOSTO DE TURISMO

    NMERO vERDE: 800 262 788 (chamada gratuita)TERMAS DO CR

    TEL. 271 589 000 | geral@termasdocro.com

    No Centro Dr. Jos Diamantino dos Santos encontra-se em funcionamento a Biblioteca (Sala Nuno de Monte-mor); Centro de Estudos Jesu Pinharanda Gomes; Gabi-nete de Ao Social e Educao; Gabinete de Apoio Ad-ministrativo; Gabinete de Cultura, Juventude, Desporto e Associativismo; Arquivo Histrico; Sala Multimdia; Universidade Snior (Sala de Audiovisuais), Centro Local de Aprendizagem da Universidade Aberta e Comisso de Proteo de Crianas e Jovens. Na parte posterior do edifcio esto tambm em funcionamento as seguintes valncias: Salas de Formao, Banco de Recursos e Ban-co Local de Voluntariado.

    A Aldeia Histrica de Castelo Rodrigo , no seu todo, um autntico espao monumental que conserva importantes referncias no plano medieval. Entre os monumentos que acrescentam valor ao patrimnio histrico so de destacar as velhas muralhas, as runas do palcio de Cristvo de Moura, o Pelourinho quinhentista, a igreja medieval, a igreja matriz, a cisterna medieval e as inscries que atestam a presena de uma importante comunidade de cristos-novos.

    Recomendao das Aldeias Histricas de PortugalPraa da Repblica 6250-034 Belmonte

    Tel. 275 913 395 | www.aldeiashistoricasdeportugal.comfacebook.com/aldeiashistoricasdeportugal

    viva a sua histria, visitando...CASTELO RODRIGO

    sugesto de leitura...P. Dr. j. QUELHAS BIGOTTE:MEMRIAS DO REITOR DE SEIA

    No ano que passou celebrou-se o primeiro centenrio de nascimento do padre Doutor Jos Quelhas Bigote (monte margarida, Guarda, 1915- Seia, 1977). Sacerdo-te telogo e canonista por Roma, tinha uma costela sa-bugalense (do ramo Bigotte), e julgo que sua me seria natural da regio da Guarda. Autor ubrrimo, historiador de fundo e doutrinador, alm de poeta de gosto salmo-diante, quis deixar-nos em legado as Memrias do Rei-tor de Seia, onde paroquiou desde 1938 at falecer. um livro notvel. No se trata de um romance como o Dirio de um Cura de Aldeia, do francs Bernanos, an-tes se trata de um registo da sua envolvncia pastoral, social, jornalstica, cultural e mesmo poltica. As Mem-rias esto cheias de episdios curiosos de ler, chegan-do abranger os tempos de estudante no Seminrio do Fundo. A regista o ter sido colega de Virglio Ferreira, menino mimado que reduziu a sua vida seminarstica a um romance Manh Submersa, e chega ainda ao regis-to da entrevista havida com lvaro Cunhal (que foi bati-zado em Seia, por um tio, ao tempo reitor da vila) e que teve por madrinha Nossa Senhora da Conceio. parte os momentos triviais, ou de perfis humanos, deste livro resulta um panorama to abrangente da vida serrana durante mais de cinquenta anos, panorama esse cujo horizonte s tem comparao no que podemos des-frutar do alto da Serra da Neve.De resto, estas Memrias publicadas em 1991, lem-se como se l um romance. PG

    ENCONTRE ESTE LIVRO NO CENTRO DE ESTUDOS JESU PINHARANDA GOMESEdifcio da Biblioteca Municipal | Rua Lus de Cames, 16 6320-380 Sabugal

    Telf. 271 752 230 | cjpg@cm-sabugal.pt

    CENTRO DR. jOS DIAMANTINO DOS SANTOS

    SBADO18h00ALDEIA DA DONA

    s. Joo

    SBADO20h00ALDEIA DO BISPO

    s. Joo

  • Sabugal

    Municpiodo