aula 20 cultura, conhecimento e poder

Click here to load reader

Post on 15-Apr-2017

811 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Apresentao do PowerPoint

CULTURA

CulturaO senso comum diz que: "culto" aquele que tem conhecimentos sobre arte, estuda msica clssica, fala mais de um idioma ou compreende o mundo da poltica.

CulturaA antropologia diz que: cultura so os modos de vida, os padres de comportamento, sistemas de crenas caractersticos de cada sociedade. Sendo assim, nenhuma sociedade, nenhum povo jamais agir de forma idntica dos demais.

* CULTURA o conjunto de construes materiais e abstratas produzidas pelos homens durante sua existncia e que possuem significado.MUNDO NATURALMUNDO CULTURAL

Aes instintivas e indicativasAes conscientes e simblicasXConstruo da relao indivduo X sociedade

5

Cultura Capacidade de aprender com o meio e transform-lo; Extraordinria diversidade de formas sociais produzidas pelos seres humanos; Sistema de crenas; Fornece regras de ao social; Proporciona significado s coisas criadas pela humanidade (conhecimento, crenas, arte, moral, costumes, religio, linguagem e produtos materiais).

CULTURASeja pela famlia, pela escola ou idioma, vamos adquirindo uma maneira de pensar e agir que no exatamente individual, j que as demais pessoas do grupo tambm tem vises de mundo parecidas.Como o mundo est em constate mudana, os valores tambm mudam, as crenas tambm mudam, a cultura tambm muda.

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" Lus de Cames

IDEOLOGIA

IDEOLOGIAMuitas das mudanas culturais esto associadas noo de conhecimentoConhecimento: conjunto das informaes e princpios armazenados pelos povos ou por toda humanidade.Somos produto e produtores da nossa cultura e conhecimento.

IDEOLOGIAQuando se fala em saber, vem cabea a ideia de um tipo de conhecimento institucionalizado, aceito por grande parte do grupo. claro que isso s ocorre porque esse conhecimento referendado pelas elites sociais.

IDEOLOGIAA cultura algo que alguns fazem e possuem enquanto os demais a recebem passivamente. Com essa perspectiva, simplesmente aderimos forma atual da ideologia, a ideologia da competncia, que divide a sociedade entre aqueles que sabem, e por isso mandam, e aqueles que no sabem, e por isso obedecem.

IDEOLOGIA As ideias no podem nem devem ser tomadas pelo seu significado manifesto, mas analisadas em termos das foras que esto por trs delas;Responsvel pela manuteno e tambm pela transformao do STATUS QUO;Derivam das percepes sensoriais; Ideia falsa ou iluso.

IDEOLOGIA No cotidiano Histria e Tradio: pluralidade de vivncias;Conflitos e contradies: sentimentos disfarados pelo discurso homogneo e universalizado da sociedade vigente;Ideologias dominantes desqualificam culturas e saberes diferentes;

INDUSTRIA CULTURAL DE MASSAS E A IDEOLOGIA

INDUSTRIA CULTURAL DE MASSAS E A IDEOLOGIAA contribuio da indstria cultural para a manipulao do indivduoAdorno Cultura de Massa Indstria CulturalReproduo da mesmice com ares de novidadeCinema, rdio, revistas constituem um sistema. Deixam de ser arte e passam a ser um negcio, produzindo propositalmente LIXO CULTURAL

16

Filmes, revistas, programas de rdio e TV adestram o espectador

atrofiam a imaginao e a espontaneidade

INDUSTRIA CULTURAL DE MASSAS E A IDEOLOGIA

Com qual objetivo?

Facilitar a manipulao

INDUSTRIA CULTURAL DE MASSAS E A IDEOLOGIA

Como ningum mais tem que se responsabilizar pelo que pensa, a indstria cultural se incumbir de seu pensamento. E o indivduo incapaz de se ver manipulado.

INDUSTRIA CULTURAL DE MASSAS E A IDEOLOGIA

A CULTURA GARANTE O PODER!Quanto menos conhecimento tiver o indivduo, mais fcil ser domin-loOs grupos dominantes procuram manter suas posies atravs da distino, definindo e impondo o bom gosto.

INDUSTRIA CULTURAL DE MASSAS E A IDEOLOGIA

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

Diversidade culturalNo devemos condenar as classes populares ao monolingussimo.

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

MozartSamba

* CULTURA POPULAR a forma de produo cultural no-institucionalizada, onde o agente cultural (o POVO) desconhece a importncia de sua produo cultural * CULTURA ERUDITA a forma de produo cultural institucionalizada, ligada ao domnio da escrita e da leitura, da escola e da universidade e do pensamento cientfico.CARACTERSTICAS:CARACTERSTICAS: Surge de tradies e costumes regionais; Passada por geraes atravs da forma oral; heterognea; Surge da pesquisa e da produo acadmicas; preservada e passada por geraes atravs de meios escritos e/ou gravados; heterognea e pretende-se dominante* CULTURA DE MASSA = INDSTRIA CULTURALMercantilizao dos bens culturais = consumismoHomogeneizao das manifestaes culturais;Disseminao da propaganda e banalizao da produo cultural

23

CULTURA ERUDITAProduo cultural da dita elite de uma sociedade. Uma classe hegemnica que considera a sua representao superior, melhor que as outras. Procura estabelecer um padro de regras de comportamento outras culturas.

Vnus moderna

CULTURA POPULARAs tradies de um povo, muitas vezes opostas as regras da cultura erudita; de domnio pblico, de todos que no tem acesso ao padro. colocada ideologicamente como inferior, de segunda natureza, pela cultura erudita; riqussima por ser criativa; manifestao prpria e autnoma da criao popular

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITARelacionada a diviso por classes;Categorizao de acordo com o espao de produo dos bens culturais;Erudito: europeu, ocidental, universal;Popular: manifestaes produzidas pelo povo, genuinamente populares, rurais e urbanas;O termo subcultura indica que a contracultura s existe como negao, como rejeio dos valores institucionalizados

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITAPara Alfredo Bosi, a CULTURA alguma coisa que se faz, e no apenas um produto que se adquire. por isso que no tem sentido comparar CULTURA POPULAR com CULTURA ERUDITA. Quando afirmamos que ter CULTURA significa ser superior e no ter CULTURA significa ser inferior, utilizamos a condio de posse de CULTURA como elemento para diferenciao social e imposio de uma superioridade que no existe. Isso IDEOLOGIA.

CONTRACULTURA

CONTRACULTURASurgida nos Estados Unidos na dcada de 1960, a contracultura pode ser entendida como um movimento de contestao de carter social e cultural. Nasceu e ganhou fora, principalmente entre os jovens desta dcada, seguindo pelas dcadas posteriores at os dias atuais.

CONTRACULTURAJovens inovando estilos, voltando-se mais para o antissocial aos olhos dasfamliasmais conservadoras, com umespritomais libertrio, resumido como uma culturaalternativaou culturamarginal, focada principalmente nas transformaes daconscincia, dosvalorese docomportamento, na busca de outros espaos e novos canais de expresso para o indivduo e pequenas realidades do cotidiano, embora o movimento Hippie, que representa esse auge, almejasse a transformao da sociedade como um todo, atravs da tomada de conscincia, da mudana de atitude e do protesto poltico.

CONTRACULTURAOs precursores da revoluo contracultural foram os chamados beatniks, cuja caracterstica mais importante foi o inconformismo com a realidade do comeo da dcada de 1960. Os lderes do movimento beatnik, que serviu de base para o movimento hippie, foram Jack Kerouac, Allen Ginsberg e William Burroughs.

POLTICAS CULTURAIS

A falta de conhecimento das artes clssicas leva a uma falta de contato e interesse pelas mesmas, o que por sua vez contribui para perpetuar sua falta de conhecimento;No se pode gostar do que no se conhece;No deveramos estimular as pessoas a adquirir o gosto por um tipo de arte, mas oferecer-lhes a oportunidade de experimentar diversas formas de manifestaes artsticas.Assim poderiam exercer seu livre arbtrio na participao em uma ou outra forma de arte, em vez de consumir o que conhecem, simplesmente por estarem acostumadas

POLTICAS CULTURAIS

COMO PODEMOS AJUDAR?6 PERGUNTAS

1. As instituies que se denominam promotoras de cultura vm realmente fazendo o que se propem, ou incluem-se na indstria manipuladora?

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

2. O que fazer diante de aes como o uso indevido da Lei Rouanet, elaborada objetivando alavancar a cultura, e hoje utilizada muitas vezes com fins unicamente comerciais? Os abusos vo de exemplos famosos como o Cirque du Soleil e revista Bravo! beneficiados pela lei e que cobram ingressos exorbitantes do consumidor final, at festas de final de ano com propaganda de supermercados nas mesas.

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

3. O que fazer quando existe a distino nestas instituies quanto ao tipo de promoo da cultura para as diferentes classes?

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

4. Qual o tipo de treinamento a se oferecer ao preceptor cultural para que, alm de promover a arte de qualidade, possa contribuir com a conscientizao geral do indivduo?

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

5. Como retirar o indivduo de seu estado de alienao causado pela indstria cultural, contribuindo para que realmente exera sua capacidade intelectual?

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA

6. As empresas que fazem uso das leis de incentivo, criando espaos de promoo da cultura, realizam seu discurso na prtica ou se tornam meios diversificados de manipulao dos que detm o poder?

CULTURA POPULAR X CULTURA ERUDITA