assistÊncia de enfermagem em feridas e …...assistÊncia de enfermagem em feridas e curativos para...

of 12/12
ENFERMAGEM Profª. Tatiane da Silva Campos ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS Aula 7

Post on 25-Jul-2020

8 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ENFERMAGEM

    Profª. Tatianeda Silva Campos

    ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E

    CURATIVOS

    Aula 7

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    POLIHEXAMETILENO DE BIGUANIDA (PHMB)

    É um antimicrobiano pertencente ao grupo dasclorexidinas (biguanidas);Ativo frente a um amplo número de microorganismosdentre eles o Staphylococcus Aureus Meticilino Resistente(MRSA), Enterococcus Resistente a Vancomicina (VRE) eAcinetobacter Baumannii;Não possui toxicidade sobre os tecidos vivos sendobiocompatível;Eficaz na limpeza e desinfeção de lesões, principalmenteas contaminadas, colonizadas e infetadas;Controla odor;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    Vantagens, desvantagens, contra-indicações e indicações:não provoca irritabilidade cutânea;Desconhece-se desenvolvimento de alergias; não se verifica maceração dos tecidos adjacentes;não provoca desidratação do leito da ferida;indolor na aplicação e/ou remoção; elimina odores;elevada capacidade tensioativa; não é absorvido via sistémica; não interfere com o processo de granulação,proporcionando condições favoráveis ao processo decicatrização;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    compatível com outros produtos ao nível do tratamento delesões em ambiente úmido; eficaz na eliminação de biofilmes; especialmente indicada para o tratamento de lesõescrônicas e de difícil cicatrização.

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    PROTETOR CUTANEO CAVILON

    É uma solução polimérica que, aplicada à pele, forma umapelícula protetora incolor e transparente;

    Uma barreira protetora contra:

    fluídos corpóreos drenantes de ostomias, fístulas, etc;lesões cutâneas provocadas por trocas frequentes decurativos e/ou bolsas (produtos adesivos).

    Vantagens, desvantagens, contra indicações e indicações:

    suave para a pele;não contém álcool;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    não citotóxico;permanece até 72 horas aplicado (exceto quando aplicadosob produtos adesivos onde a película de proteção éremovida pelos mesmos);não necessita ser retirado antes das reaplicações;A pele deve estar limpa e seca antes da aplicação;Deixe-o secar, se uma segunda camada for necessária;Nos casos de incontinência, reaplicar a cada 24 horas oucom mais frequência, se houver a necessidade de limpezasfrequentes;A versão do aplicador Swab (lolypop), com espuma na suaextremidade, é mais fácil de utilizar na auto-aplicação feitapelos pacientes portadores de ostomias e lesões drenantes;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    Para proteção sob adesivos, reaplique a cada troca decurativos ou fitas adesivas;compatível com outros produtos ao nível do tratamento delesões em ambiente úmido;Lesões exsudativas;Ao redor de cânulas de entubação, traqueostomias,gastrostomias;Dermatite e irritação de pele;Produto indicado para ser utilizado em pacientes adultos,crianças e bebes com idade superior a 01 mês.

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    KOLLAGENASE

    Composto por colagenase clostridiopeptidase-A e enzimasproteolíticas;

    Capacidade de digerir as fibras de colágeno natural, as quaisestão envolvidas na retenção de tecidos necrosados;

    Desbridamento químico de tecido necrótico;

    Usar curativo secundário;

    Trocar a cada 24 horas.

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    A TÉCNICA DE CURATIVO

    Abordagem ao cliente;Selecionar e separar todo o material a ser utilizado;Lavar as mãos rigorosamente com água e sabão;Colocar um campo impermeável sob o cliente;Abrir todo o material estéril necessário e colocar em umcampo estéril;Calçar luva de procedimento;Retirar a fita adesiva que fixa o curativo, tendo cuidadopara não agredir a pele, ou remover a bandagem que fixa ocurativo;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    Molhar a gaze que cobre o curativo com soro fisiológico a0,9%, para que a gaze se solte sem retirar o tecido recémformado;Desprezar o curativo antigo em uma lixeira; Caso a pele íntegra ao redor da lesão esteja muito suja,com secreção ou sangue, lavar com soro fisiológico;Desprezar a luva contaminada em uma lixeira;Fazer a inspeção da lesão;Lavar o leito da lesão com Soro Fisiológico à 0,9% em jato.Fazendo um furo no soro fisiológico com agulha 40X12; Antes de furar é recomendável fazer a assepsia do frascocom álcool a 70%;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    Se houver muita secreção, limpar a lesão com trouxinhasde gaze estéril presas a pinça, com movimentos de dentropara fora ou utilize a luva estéril;Nunca passe o lado sujo da gaze duas vezes sobre a lesão,evitando assim a recontaminação;Siga este procedimento até limpar toda a secreção;Secar em volta da lesão;Secar somente o excesso de S. F. à 0,9% no leito da lesão;Aplicar cobertura recomendada;

    Colocar gaze estéril, quando indicado e dependendo da

    quantidade de secreção;

    Sempre que possível, fechar com atadura, fixando o

    esparadrapo sobre a mesma, para não agredir a pele;

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E CURATIVOS

    Desprezar o material descartável em uma lixeira;

    O material permanente potencialmente contaminado deve

    ser colocado em solução desinfetante por 30 minutos e

    depois ser encaminhado para a Central de Material

    Esterilizado;

    Lave as mãos;

    Proceder ao registro.