armamento_pt40 pt100 e carabina magal.30

Post on 30-May-2018

267 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    1/43

    GOVERNO DO ESTADO DO PAR

    SECRETARIA ESPECIAL DE ESTADO DE DEFESA SOCIAL

    POLCIA MILITAR -DIRETORIA DE ENSINO

    CENTRO DE FORMAO E APERFEIOAMENTO DE PRAAS

    CENTRO DE ENSINO CEL MOREIRA

    INSTRUO DE ARMAMENTO E TIRO

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    2/43

    2

    INDICES DE ASSUNTOSPag

    CAPTULO01Apresentao ............................................................... 3

    CAPTULO02Mtodo Giraldi............................................................ 4 a 5

    CAPTULO03Pistolas PT-940 e PT- 100.......................................... 6 a 18

    CAPTULO04Carabina .30 Micro Galil......................................... 19 a 35

    CAPTULO05Fundamentos do Tiro Defensivo............................. 36 a 43

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    3/43

    3

    CAPTULO 01

    APRESENTAO

    O Tiro Defensivo na preservao da Vida, Mtodo Giraldi,

    oficializado para corporao por meio do M-19-PM, tem por finalidade

    preparar o policial para utilizar seu armamento com tcnica, ttica,

    psicologia e dentro dos limites das Leis, em defesa da sociedade, tendo

    como prioridade a preservao da vida, a comear pela sua e das

    pessoas inocentes, e tambm daquelas contra as quais no h

    necessidade de disparos, livrando-o, assim, de pesados processos e

    condenaes, e como ultima alternativa o disparo dentro da legalidade,

    observando os princpios da necessidade, oportunidade,proporcionalidade e qualidade, com o propsito de tentar paralisar

    uma ao violenta e covarde, por parte do agressor, contra a vida de

    algum inclusive a sua. O Ministrio da Justia, atravs da Secretaria

    Nacional de Segurana Pblica SNASP, o est padronizando para

    todas as Policias do Brasil.

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    4/43

    4

    CAPTULO 02

    Mtodo Giraldi

    1. No basta o policial saber o que tem de fazer; tem que estar

    condicionado a fazer; no basta saber atirar; tem que saber quando

    atirar e saber executar procedimentos, isto porque, na quase

    totalidade das vezes, procedimentos, e no tiro, que

    preservam vidas e solucionam problemas.

    2. A Lei seu limite; a vida sua prioridade; o disparo sua ltima

    alternativa. Tudo aquilo que for possvel solucionar sem

    disparo assim ser.

    3. O mtodo tem como principal fundamento

    condicionamento e a experincia anterior, a serem obtida pelo

    policial em treinamentos imitativos da realidade, antes de seenvolvido com o fato verdadeiro. Sem esse condicionamento e

    essa experincia anterior ele se perder diante de um fato novo

    grave, principalmente se a morte estiver presente, como

    normalmente estar.

    4. Para o mtodo no e quantidade de disparo que prepara opolicial mas, os procedimentos, a qualidade e as condies com

    que so efetuados, procedimentos que na maioria das vezes, so

    mais importantes que os prprios disparos.

    5. O mtodo utiliza o mnimo de teoria e um Maximo de pratica,

    dentro do principio de que: O que eu ouo, eu esqueo; o que euvejo, eu lembro; o que eu fao, eu aprendo.

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    5/43

    5

    6. O mtodo abomina a necessidade de decorar nomes de peas e

    de outros princpios suprfluos (isso para armeiros); o importante

    saber usar a arma. A segurana precede tudo.

    7. Quanto mais bem preparado o policial estiver para usar sua arma

    menos necessidade sentir em faz-lo; mal preparado ver nela

    a soluo para todos os problemas.

    8. Durante um conflito armado os maiores amigos do policial so:

    postes, rodas e motores de carro, canto de paredes e de

    muros, salincias do terreno, guias de sarjetas, troncos de

    arvores, e outros abrigos naturais ou artificiais que possam

    proteger sua integridade fsica e facilitar sua atuao em defesa da

    sociedade.

    9. Como na vida nada mais importante que a prpria vida, e como

    a instruo de tiro lida com a vida e com a morte, o mtodo

    considera essa instruo como a mais importante, de maior

    responsabilidade e conseqncia entre todas as instrues

    10. Valorize o Maximo, o professor de tiro, para o qual deve ser

    dado todo apoio e condies para desenvolver o seu trabalho pois

    de uma instruo de tiro bem ministrada, vidas futuras sero

    preservadas; mal ministradas, vidas futuras sero

    sacrificadas, com repercusses extraordinariamente negativas

    para a corporao e para o Estado.

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    6/43

    6

    CAPTULO 03

    Pistolas PT 940 e PT 100

    CARACTERSTICAS E MANEJO DA PISTOLA PT-940 e PT- 100

    SUMRIO

    1FINALIDADE

    2OBJETIVO

    3CARACTERSTICAS

    4DESMONTAGEM E MONTAGEM

    5DIVISO PADRO

    6MANEJO

    7FUNCIONAMENTO

    8MECANISMO

    9MANUTENO ORGNICA OU PREVENTIVA

    10PROCEDIMENTOS DE SEGURANA

    11PANES MAIS COMUNS E MEDIDAS PARA SANA-LAS.

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    7/43

    7

    D E S E N V O L V I M E N T O

    1FINALIDADE:

    Esta apostila tem por finalidade familiarizar o aluno sargentocom a PISTOLAS PT940 e PT 100 Cal. .40 S&W, apresentando osconhecimentos necessrios, em seus mnimos detalhes, a fim de que possaempregar a arma com a mxima eficincia.

    2OBJETIVO:Apresentar as prescries tcnicas para a identificao,

    manuseio, desmontagem, montagem e conservao das PISTOLAS PT940 e PT 100 Cal. .40 S&W.

    3CARACTERSTICAS

    A arma em estudo apresenta as seguintes caractersticas:

    3.1 DESIGNAO:a) Nomenclatura: Pistola TAURUS Cal. .40 Modelo PT-940.

    3.2 - CLASSIFICAO:

    a) Quanto a natureza: Arma de fogo;b) Quanto ao tipo: Porte;c) Quanto ao emprego: Individual;d) Quanto ao funcionamento: Semi-automtica;e) Quanto ao principio de funcionamento: Ao dos gases sobre o ferrolho;f) Espcie de tiro: Direto.

    4DESMONTAGEM E MONTAGEM:

    Neste item, enfocaremos as peas que o usurio da arma temacesso em campanha, no somente para o manejo da arma, mas tambmpara a manuteno de 1 escalo, a nica que permitida. Antes dedesmontar a PT 940 Cal. .40 S&W. Guardes o nome de todas aspeas, quando estiver desmontada, procure memorizar para que cada umaserve. No h necessidade da utilizao de ferramentas para adesmontagem em campanha (1 escalo). Ao desmontar a arma, coloque aspeas em cima de uma lona, gandola ou jornal e da esquerda para a direita:

    isto facilitar a montagem, que dar-se- em sentido inverso ao dadesmontagem. A desmontagem de 1 escalo da PT 940 Cal. .40S&W deve ser precedida por medidas preliminares.

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    8/43

    8

    4.1- MEDIDASPRELIMINARES:

    1 Retirar o Carregador: comprimir o retm do carregador,

    localizado na parte mdia esquerda do punho da arma (prximo aoguardamato).

    2 Verificar a Cmara: Dar dois golpes de segurana, trazendoo ferrolho totalmente retaguarda e soltando-o

    4.2DESMONTAGEM DE 1 ESCALO:

    1 - Retirar o ferrolho: Com a mo direita empunhar a arma,com a mo esquerda, segurar a parte superior do ferrolho, e ainda, com odedo indicador da mo direita, comprimir o retm da alavanca de

    desmontagem e simultaneamente, com o dedo polegar da mo esquerda,gire a alavanca de desmontagem de 90; no sentido horrio, deslizar oferrolho para frente, at separ-lo da armao;

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    9/43

    9

    2 - Retirar haster-guia e mola recuperadora: Comprimir ahaster-guia da mola recuperadora levantando o conjunto e retirando-ocuidadosamente;

    3 - Retirar o cano: Comprimir o mergulhador do bloco detrancamento para frente, at que os ressaltos de trancamento sejamretirados dos seus alojamentos existentes no ferrolho, retirar do interior doferrolho, o conjunto cano e o bloco de trancamento, levantado a sua parteposterior;

    5DIVISO PADRO:

    APistola PT940 Cal. .40 . S&W constitudo de cinco (06)partes principais:

    1Ferrolho ;2Haste guia da mola recuperadora;3Mola recuperadora;4Cano;5Armao;

    6Carregador.

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    10/43

    10

    OBS MONTAGEM:

    Basta proceder de maneira inversa e desmontagem.

    6MANEJO DA ARMA:

    conjunto de operaes necessrias ao emprego da arma dentrode suas melhores condies de funcionamento e perfeitas segurana.

    Obs. Antes do incio do manejo de uma arma, o atirador deveretirar o carregador e dar dois golpes de segurana e verificar a cmarapara constar que a arma est descarregada.

    Estando a arma inspecionada, inicia-se o manejo da seguinte

    forma:

    a) Municiar o carregador: Consiste em colocar-se os 10 (dez)cartuchos no carregador tipo cofre. Introduzir os cartuchos, por presso,um a um no carregador, com o culote para o lado da nervura docarregador;

    b)Alimentar: Introduzir um carregador municiado, no receptordo carregador e empurr-lo a fundo. O carregador fica, ento preso pelo

    seu retm;

  • 8/9/2019 Armamento_PT40 PT100 e Carabina Magal.30

    11/43

    11

    c) Carregar e Engatilhar: Puxar o ferrolho retaguarda (com aarma na horizontal), o ferrolho em seu deslocamento para frente retirar umcartucho do carregador, introduzir o mesmo na cmara e o trancamento da

    peas mveis se realiza automaticamente. A arma est pronta para tiro(engatilhada);

    d) Inspecionar Se O Armamento Foi Carregador

    e) Pressionar o Desarmador do Co: Pressione o desarmadordo co para baixo fazendo com que o co desengatilhamentoautomaticamente, voltando a sua posio de descanso.