apresentação da gide

Download Apresentação da Gide

Post on 23-Jun-2015

1.502 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentação feita pela Orientadora Tecnológica Cláudia e Auxiliar de Biblioteca Natalie para a reunião com a comunidade escolar.

TRANSCRIPT

  • 1. ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAO REGIONAL ADMINISTRATIVA E PEDAGGICA CENTRO SUL CIEP BRIZOLO 310 PROFESSORA ALICE AIEX METAS DA ESCOLA PARA O ANO LETIVO DE 2011 ENSINO FUNDAMENTAL IIENSINO FUNDAMENTAL IIIDEB OBTIDO IDEB 2011IDERJ IDIF2009 META 2011201120114,4 5,0 3,94,70,83 ENSINO MDIO IDEB IDERJIDIF 20112011 20112011---2,8 3,6 0,78Tudo tem que ser claro, fcil de entender. Menos mais. Simplicidade equivale a inteligncia, e complexidade aconfuso mental.Steve Jobs

2. IDEB NDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAO BSICAFoi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador calculado com base no desempenho do estudante em avaliaes do INEP ( Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Ansio Teixeira ) e em taxasde aprovao. Assim, para que o Ideb de uma escolaou rede cresa preciso que o aluno aprenda, no repita o ano e frequente a sala de aula. O ndice medido a cada dois anos e o objetivo que o pas, apartir do alcance das metas municipais e estaduais, tenha nota 6 em 2022 correspondente qualidade do ensino em pases desenvolvidos. 3. IDEB - CIEP BRIZOLO 310PROF ALICE AIEX METASANOIDEB ATINGIDO PROJETADAS20053,9**20073,83,920094,44,1 4. O QUE O SAEB O Sistema de Avaliao da Educao Bsica (Saeb) ,conforme estabelece a Portaria n. 931, de 21 de maro de2005, composto por dois processos: a Avaliao Nacionalda Educao Bsica (Aneb) e a Avaliao Nacional doRendimento Escolar (Anresc). A Aneb realizada por amostragem das Redes de Ensino, em cada unidade da Federao e tem foco nas gestes dos sistemas educacionais. Por manter as mesmas caractersticas, a Aneb recebe o nome do Saeb em suas divulgaes; A Anresc mais extensa e detalhada que a Aneb e tem foco em cada unidade escolar. Por seu carter universal, recebe o nome de Prova Brasil em suas divulgaes. 5. SAEB E PROVA BRASILO Saeb e a Prova Brasil so dois exames complementares quecompem o Sistema de Avaliao da Educao Bsica. O SistemaNacional de Avaliao da Educao Bsica (Saeb), realizado pelo Inep/MEC, abrange estudantes das redes pblicas e privadas do pas, localizados em rea rural e urbana, matriculados na 4 e 8sries (ou 5 e 9 anos) do ensino fundamental e tambm no 3ano do ensino mdio. So aplicadas provas de Lngua Portuguesae Matemtica. A avaliao feita por amostragem. Nessesestratos, os resultados so apresentados para cada unidade daFederao e para o Brasil como um todo.A avaliao censitria para alunos de 4 e 8 sries do ensino fundamental pblico, nas redes estaduais, municipais e federais, de rea rural e urbana, em escolas que tenham no mnimo 20 alunos matriculados na srie avaliada. Nesse estrato, a provarecebe o nome de Prova Brasil e oferece resultados por escola,municpio, unidade da Federao e pas. 6. ENEM EXAME NACIONAL DO ENSINO MDIOCriado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Mdio (Enem) tem o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da escolaridade bsica. Podemparticipar do exame alunos que esto concluindo ou quej concluram o ensino mdio em anos anteriores.O Enem utilizado como critrio de seleo para osestudantes que pretendem concorrer a uma bolsa noPrograma Universidade para Todos (ProUni). Alm disso,cerca de 500 universidades j usam o resultado do exame como critrio de seleo para o ingresso no ensino superior, seja complementando ou substituindo ovestibular. 7. SAERJ SISTEMA DE AVALIAO DO ESTADO DO RIO DEJANEIROO programa oferece instrumentos deavaliao para auxiliar os professores em suaprtica docente, uma ferramenta para acompanhar a evoluodo trabalho desenvolvido nas diferentes etapas do processode ensino e de aprendizagem, prevenindo, assim, odiagnstico tardio das dificuldades dos alunos. No Portal doSistema de Avaliao do Estado do Rio de Janeiro,encontram-se disponveis testes de Lngua Portuguesa eMatemtica, elaborados com base em um banco de questesnas duas reas do conhecimento. ACESSE http://www.saerj.caedufjf.net/diagnostica/ 8. IDERJ NDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAO DO ESTADO DO RIO DEJANEIRO O IDERJ um ndice de qualidadeescolar criado para fornecer umdiagnstico da escola, em uma escalade 0 a 10, baseando-se em dois critrios: FluxoEscolar (IF) e Indicador de Desempenho no SAERJ(ID). Calculado anualmente, permite que a escola faauma anlise de seus resultados, buscando umamelhoria no IDEB ndice de Desenvolvimento daEducao Bsica. 9. GIDE GESTO INTEGRADA DA ESCOLAO objetivo do Sistema GIDE melhorarsignificativamente os indicadores da atividade fim daEscola, tendo como referncia as metas do IDEB(ndice de Desenvolvimento da Educao Bsica)estabelecidas pelo Ministrio da Educao, IDERJ edo indicador da GIDE, o IFC/RS- ndice de Formaode Cidadania e Responsabilidade Social. 10. Tudo tem que ser claro, fcil deentender. Menos mais.Simplicidade equivale a inteligncia, ecomplexidade a confuso mental. STEVE JOBS 11. FOCO DO SISTEMA GIDE: CUMPRIMENTO EFETIVO DA MISSO DA ESCOLA 12. Uma Meta um gol. Um ponto a ser atingido nofuturo.(Prof. Vicente Falconi) 13. PLANO DE AO o conjunto de aes para alcanar o resultadodesejado. GIDEPlano de Dimenso Plano da Dimensoensino aprendizagem AmbientalSWOT ( FOFA )IFC/RS 14. SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAO DO ESTADO DO RIO DE JANEIROREGIONAL ADMINISTRATIVA E PEDAGGICA CENTRO SULCIEP BRIZOLO 310 PROFESSORA ALICE AIEXMETAS PARA O ANO LETIVO DE 2011 ENSINO REGULARENSINO FUNDAMENTAL IIIDEB IDERJID IF 53,94,7 0,83ATENO PARA AS SIGLAS 15. NDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAOBSICAIDEBNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAO DOESTADO DO RIO DE JANEIROIDERJINDICADOR DE DESEMPENHO NO SAERJIDINDICADOR DE FLUXO DE APROVAOIF 16. METAS PARA O ANO LETIVO DE 2011ENSINO REGULAR ENSINO MDIOIDEBIDERJ ID IF --- 2,8 3,60,78 INDICADOR DE RESULTADOS DA GIDE 17. NDICE DE FORMAO DE CIDADANIA EIFC/RSRESPONSABILIDADE SOCIAL Dimenso FinalsticaDimenses Processuais (Meios)SAERJINHO 18. Sistema de avaliao bimestral do processo de ensino e aprendizagem nas escolas. A partir de agora, os alunos do 5 e 9 ano do Ensino Fundamental e das trs sries do Ensino Mdio das escolas estaduais de ensino regular presencial faro, ao final de cada bimestre, provas de Lngua Portuguesa e de Matemtica. O objetivo acompanhar mais de perto o rendimento dos estudantes, detectando de maneiramais gil e fiel as dificuldades de aprendizagem.PROGRAMA 5S Relacionado diretamente varivel Preservao do Patrimnio e com impacto em todas as variveis da 19. dimenso ambiental. Sugere-se que a escola utilize oPrograma 5S para trabalhar o ambiente.O Programa estimula a melhoria e manuteno do ambiente fsico e relacionamento entre as pessoas. PROGRAMA 5S SENSO DE UTILIZAO 20. SENSO DE ORDENAOSENSO DE LIMPEZA SENSO DE SADESENSO DE AUTODISCIPLINAColocados em prtica, os sensos produzem transformaesprofundas na vida das pessoas.PROGRAMA 5SO 5S uma ferramenta de trabalho que permite desenvolver um planejamento sistemtico de 21. classificao, ordem, limpeza, permitindo assim deimediato maior produtividade, segurana, climaorganizacional, motivao dos funcionrios econsequente melhoria da competitividade organizacional. Os propsitos da metodologia 5S so de melhorar a eficincia atravs da destinaoadequada de materiais (separar o que necessrio do desnecessrio), organizao, limpeza e identificaode materiais e espaos e a manuteno e melhoria do prprio 5S.Os principais benefcios da metodologia 5S so: 1. Maior produtividade pela reduo da perda de tempoprocurando por objetos. S ficam no ambiente os objetosnecessrios e ao alcance da mo. 22. 2. Reduo de despesas e melhor aproveitamento de materiais. O acmulo excessivo de materiais tende degenerao. 3. Melhoria da qualidade de produtos e servios 4. Menos acidentes do trabalho. 5. Maior satisfao das pessoas com o trabalho.Os 5 Ss so: Seiri (): Senso de utilizao. Refere-se prtica de verificar todas as ferramentas, materiais, etc. na rea de trabalho e manter somente os itens essenciais para o trabalho que est sendo realizado. Tudo o mais guardado ou descartado. Este processo conduz a uma diminuio dos obstculos produtividade do trabalho. Seiton (): Senso de ordenao. Enfoca a necessidade de um espao organizado. A organizao, neste sentido, refere-se disposio das ferramentas e equipamentos em uma ordem que permita o fluxo do trabalho. Ferramentas e equipamentos devero ser deixados nos lugares onde sero posteriormente 23. usados. O processo deve ser feito de forma a eliminar osmovimentos desnecessrios. Seis (): Senso de limpeza. Designa a necessidade de mantero mais limpo possvel o espao de trabalho. A limpeza, nasempresas japonesas, uma atividade diria. Ao fim de cada diade trabalho, o ambiente limpo e tudo recolocado em seuslugares, tornando fcil saber o que vai aonde, e saber onde estaquilo o que essencial. O foco deste procedimento lembrarque a limpeza deve ser parte do trabalho dirio, e no umamera atividade ocasional quando os objetos esto muitodesordenados. Seiketsu (): Senso de Normalizao. Criar normas esistemticas em que todos devem cumprir. Tudo deve serdevidamente documentado. A gesto visual fundamental parafcil entendimento de cada norma. ShitsukeOUShuukan() (): Senso de autodisciplina ouhbito,costume. Refere-se manuteno e reviso dospadres. Uma vez que os 4 Ss anteriores tenham sido 24. estabelecidos, transformam-se numa nova maneira detrabalhar, no permitindo um regresso s antigas prticas.Entretanto, quando surge uma nova melhoria, ou uma novaferramenta de trabalho, ou a deciso de implantao de novasprticas, pode ser aconselhvel a reviso dos quatro princpiosanteriores.ORGANIZAO DOS DADOS ( MURAL) 25. CLUDIA VALRIA DE OLIVEIRA SILVA ORIENTADORA TECNOLGICANATLIE C. MELO FARIA AUXILIAR DE BIBLIOTECA