APOSTILA PUPUNHA - EMATER- RIO SÃO GONÇALO

Download APOSTILA  PUPUNHA - EMATER- RIO SÃO GONÇALO

Post on 15-Jul-2015

2.663 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Orientaes Bsicas para o Cultivo da Pupunha. Assentamento Fazenda Engenho Novo no Municpio de So Gonalo, rea da Microbacia Hidrografica do Rio da Aldeia do Programa Rio Rural. Apoio: ITERJ, APRAFEN, PREFEITURA MUNICIPAL, SINDICATO TRABALHADORES RURAIS.

TRANSCRIPT

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

APOIO:

APRAFEN SG-RJAssociao dos Produtores Rurais Assentados da Fazenda Engenho Novo So Gonalo - RJ

pg. 1 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

1. INTRODUO A Pupunha (Bactris gasipaes) uma palmeira nativa da regio Amaznica e que consumida nas formas de frutos e de palmito. O consumo dos frutos da pupunheira, cozidos em gua e sal, tradicional na regio Amaznica. A partir dos anos 90, teve incio, por parte de agricultores das Regies Sudestes de Centro-Oeste do Brasil, o interesse no cultivo da Pupunha, no para a produo de frutos e sim para produo de PALMITO. O Palmito uma iguaria valiosa e de grande aceitao no mercado. O mercado nacional absorve quase a totalidade da produo de palmito do Brasil, que o maior consumidor mundial.

2. VANTAGENS DE SE PRODUZIR PALMITO DE PUPUNHA As principais vantagens para o plantio da Pupunheira, visando produo de palmito, so: Precocidade: o primeiro corte ocorre entre 18 a 30 meses aps o plantio no campo; Perfilhamento: a pupunha apresenta brotaes de novas

plantas, junto planta me, permitindo que se possam repetir os cortes nos anos seguintes, sem necessidade de replantio da rea; Qualidade do Palmito: o palmito de pupunha tem um

comprimento ao redor de 40 cm e dimetro de 1,5 - 4 cm e pg. 2 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

muito macio e saboroso, no tendo problemas de aceitao pelo mercado; Lucratividade: adequadamente plantado e conduzido, um

hectare produz entre 5.000 a 12.000 palmitos por ano, dependendo do nmero de perfilhos que se deixa aps o corte da planta me e do dimetro do palmito que se produz; Segurana para o Produtor: o palmito no estraga, j que o agricultor pode deix-lo no p ou, ento, envas-lo, guardando os vidros e realizando as vendas quando achar conveniente. No como outros produtos, como hortalias e frutas em geral, que amadurecem e precisam ser colhidos e que, quando colhidos, devem ser rapidamente vendidos e consumidos; Vantagens Ecolgicas: a pupunha deve ser produzida em cultura a pleno sol, em reas agrcolas tradicionais, de forma que se passa a produzir palmito de excelente qualidade sem nenhum dano s florestas nativas. Essa uma caracterstica de grande apelo comercial, sobretudo para explorao do palmito, como um produto ecolgico.

3. CLIMA E SOLO A Pupunheira vem sendo explorada com sucesso, pois adapta-se com certa facilidade s mais diversas condies climticas. As condies ideais encontram-se nos climas quentes e midos, com temperaturapg. 3 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

mdia acima de 22C e abundncia de chuvas (mdia acima de 1600 mm de chuva, bem distribudos ao longo do ano). Outra limitao importante para a produo a Altitude do local que NO deve ser superior a 850 metros. De maneira geral a Pupunha prefere os solos arenosos ou areno-argilosos. Os solos compactados prejudicam a emisso e o desenvolvimento dos Perfilhos. Apesar de ser exigente em gua, a Pupunha no se desenvolve bem em solos encharcados, portanto exige solos bem drenados.

4. PREPARO DO SOLO As reas destinadas ao cultivo de Pupunheiras para a produo de palmito devem ser aradas e gradeadas, visando facilitar a abertura das covas e o plantio das mudas, j que o espaamento entre as covas pequeno. O preparo mecanizado da rea NUNCA DEVE SER FEITO MORRO ABAIXO. E a abertura das covas para plantio deve ser feita respeitando as Curvas de Nvel do terreno, para melhor aproveitamento das guas das chuvas e conservao do solo.

pg. 4 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

5. ESPAAMENTO DA CULTURA Nos cultivos destinados produo de palmito, o espaamento entre as plantas no campo deve ser de 2m x 1m (dois metros entre fileiras e um metro entre plantas). Com isso, obtm-se uma populao de 5.000 plantas por hectare.

6. CUIDADOS ANTES DO PLANTIO Antes do plantio no campo, o agricultor deve tomar alguns cuidados: Limpar completamente a rea da presena de matos; Realizar as prticas de preparo do solo necessrias (Arao e Gradagem); Corrigir a acidez do solo com aplicao de Calcrio Agrcola; Abrir as covas no tamanho e no espaamento recomendados; Realizar Adubao de Plantio; Retirar os saquinhos plsticos das mudas.

pg. 5 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHAA pupunha no suporta competio com mato,

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

principalmente

braquiria. Portanto, em reas de pastagens, aconselhvel que se faa quantas gradagens forem necessrias.

7. CALAGEM A CALAGEM uma tcnica muito importante que incorpora CALCRIO AGRCOLA para a correo da acidez do solo. O objetivo da CALAGEM eliminar os efeitos nocivos de acidez do solo e de proporcionar s plantas maior suprimento de Clcio e Magnsio, que so nutrientes essenciais ao desenvolvimento de qualquer planta. Utilizada de modo correto, a calagem pode recuperar a fertilidade natural do solo e aumentar a oferta de nutrientes para as plantas, eliminando ainda os efeitos txicos, causados pelo Alumnio e o Mangans. O ideal que se incorpore o Calcrio Agrcola ao solo cerca de 30 a 60 dias antes do plantio para que haja tempo do mesmo reagir no solo e assim as mudas j o encontraro com sua Acidez corrigida ao serem levadas para o campo. Para saber a quantidade de Calcrio a ser aplicada necessrio se fazer a Anlise Qumica de Fertilidade do Solo.

pg. 6 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA8. ABERTURA DAS COVAS

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

As covas que recebero as mudas devem medir 30 x 30 x 30 cm (Largura x Comprimento x Profundidade).Cova

30cm30cm

30cm

As

covas

podem

ser

abertas

manualmente

com

auxlio

de

ferramentas como a enxada, enxado e cavadeira ou podem ser abertas atravs de equipamentos mecanizados como os Perfuradores de Solo Acoplveis em Trator ou Perfuradores de Solo Independentes (manuais).

Abertura Manual de Cova com Cavadeira

Abertura Mecanizada de Cova com Perfurador Acoplvel

Abertura Mecanizada de Cova com Perfurador Independente

pg. 7 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

No momento da abertura das covas, separa-se a primeira metade da terra (primeiros 15 cm) que ser misturada aos adubos e colocada no fundo da cova. A segunda metade da terra, camada de solo retirada do fundo da cova no momento da abertura (parte retirada aps os primeiros 15 cm), ser espalhada em cima. Portanto, no momento do plantio as camadas de terra sero invertidas. Isso porque a camada superficial que mais rica em matria orgnica deve ficar em contato direto com as razes da planta.

9. ADUBAO Qualquer adubao s feita de forma correta e racional quando recomendada baseada no resultado da Anlise Qumica de Fertilidade do Solo, feita por Laboratrio especializado. Anlise Qumica. Aps a escolha da rea onde ser feito o plantio, devem-se coletar amostras de solo para

pg. 8 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

No caso de ausncia da Anlise de Solo, utilizar Recomendao de Adubao Genrica: Adubaes de Plantio (Orgnica e Mineral): Adubao Orgnica de Plantio na cova: 03 kg de Esterco de Curral Curtido por cova OU 1,5 kg de Esterco de Aves Curtido por cova. Adubao Mineral de Plantio na cova:Utilizando os adubos separadamente:

120 gramas de Superfosfato Simples por cova; 20 gramas de Cloreto de Potssio por cova; 100 gramas de Calcrio Agrcola por cova; Caso no se utilize o adubo orgnico (Esterco) no plantio, utilizar 10 gramas de Uria por cova. OU Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 120 gramas do Formulado 04-14-08 por cova; 50 gramas de Fosfato Natural por cova.

pg. 9 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHAAdubaes de Cobertura:

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

A Adubao de Cobertura feita aps o plantio, quando a planta j se encontra estabelecida no campo. Adubao Mineral de Cobertura: 2 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

20 gramas de Uria por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 70 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.

4 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

20 gramas de Uria por planta; 20 gramas de Cloreto de Potssio por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 100 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.

8 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

40 gramas de Uria por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 120 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.pg. 10 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

12 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

40 gramas de Uria por planta; 20 gramas de Cloreto de Potssio por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas):

120 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.

16 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

40 gramas de Uria por planta; 200 gramas de Superfosfato Simples por planta; 20 gramas de Cloreto de Potssio por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 120 gramas do Formulado 10-10-10 por planta; 100 gramas de Fosfato Natural por planta.

20 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

40 gramas de Uria por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 100 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.

pg. 11 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

24 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

40 gramas de Uria por planta; 20 gramas de Cloreto de Potssio por planta.

OU Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 100 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.

28 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

60 gramas de Uria por planta; 200 gramas de Superfosfato Simples por planta; 20 gramas de Cloreto de Potssio por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 120 gramas do Formulado 10-10-10 por planta; 100 gramas de Fosfato Natural por planta.

34 meses aps o plantio no campo:Utilizando os adubos separadamente:

OU

60 gramas de Uria por planta; 20 gramas de Cloreto de Potssio por planta.

Utilizando Fertilizante Mineral Misto (Frmulas prontas): 120 gramas do Formulado 10-10-10 por planta.

pg. 12 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

Aps as Adubaes de Cobertura durante os trs primeiros anos, necessrio retirar outra amostra de solo da rea plantada para se fazer outra Anlise Qumica de Fertilidade e assim, fazer a Recomendao de Adubao para os anos seguintes, na fase produtiva da cultura. OBS 1: Toda adubao deve ser feita, evitando o contato direto dos adubos com as plantas. No plantio, devem-se misturar muito bem os Adubos e o Calcrio Agrcola terra da cova. E nas Adubaes de Cobertura, devem-se aplicar os adubos no solo em crculo, na rea de projeo da copa das plantas, ou seja, respeitando certa distncia das plantas (num raio de 40 a 50 cm em volta delas);

OBS 2: Adubao Genrica deve ser sempre evitada. Ela no se baseia na real necessidade do solo do produtor e sim numa necessidade padro da cultura, porm sem comprovao tcnica da necessidade do solo. O correto sempre se recomendar a adubao com base nos resultados da Anlise Qumica de Fertilidade do Solo Laboratrio. feita em

10.

PLANTIO (Transplantio) poca e Condies

Aps a escolha e preparo da rea de plantio, abertura das covas e estando as mudas prontas, deve-se realizar o Transplantio, que a passagem das mudas do viveiro de produo para o local definitivo no campo. Deve-se evitar fazer o Transplantio de mudas muito novas para o campo. Aps 5 a 8 meses no viveiro de produo, as mudas estopg. 13 Autoria: JADSON LOPES GUEDES & ANTNIO CARLOS MARINS EMATER-RIO * Escritrio de SO GONALO * Tel: (21) 2701-2954 e-mail: eslocsg@emater.rj.gov.br * Blog http://emater-rioeslocsg.blogspot.com

CULTURA DA PUPUNHA

Convnio: EMATER-RIO x Prefeitura SO GONALO

prontas para serem transplantadas para as covas. O transplantio deve ser realizado em poca de chuva, com mudas sadias e vigorosas, apresentando altura entre 30 e 40 cm, com 5 a 6 folhas. O transplantio deve ser realizado em dias chuvosos ou nublados com boa umidade no solo, sem ventania, evitando aqueles dias muito claros e quentes. Fazer o plantio com mudas de um mesmo tipo numa mesma rea, evitando misturar mudas de portes (tamanhos) muito diferentes, de modo a uniformizar o plantio, facilitando o planejamento e conduo da lavoura, bem como a realizao dos tr...

Recommended

View more >