apostila como formatar monografia jurídica

Click here to load reader

Post on 22-Jul-2015

65 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

INTRODUOEste manual de instrues objetiva, apresentar ao acadmico do Curso de Direito da Universidade Braz Cubas, alguns subsdios para elaborao de Monografia Jurdica. Trata-se de um trabalho que reune normas da ABNT, (Associao Brasileira de Normas Tcnicas), com procedimentos para efetu-las usando o editor de texto da Microsoft, especificamente Microsoft-Word, o que garantir um resultado de apresentao quanto formatao, compensadores. Este trabalho, no se trata de uma investigao cientfica, como pesquisa experimental, mas apresenta elementos tcnicos usados neste domnio. Para atender este objetivo, apresentamos no Captulo I, a estrutura formal de uma monografia. No Captulo II, os elementos pr-textuais com modelos e normas. No terceiro Captulo, os elementos textuais, com dicas e procedimentos utilizando o Microsoft-Word, para atender os padres da Associao Brasileira de Normas Tcnicas. No quarto e ltimo Captulo so apresentados alguns elementos ps-textuais, mais utilizados, obedecendo os padres anteriores. Desta forma finalizamos nosso trabalho, fazendo algumas consideraes.

2

CAPTULO I1 MONOGRAFIA JURDICA - ESTRUTURA FORMAL Fica muito difcil formatar um texto acadmico sem um conhecimento bsico do contedo da norma. Vamos portanto apresentar um resumo de alguns conceitos da norma NBR 14724, que trata de "INFORMAO E DOCUMENTAO - TRABALHOS ACADMICOS - APRESENTAO" [NBR 14724, 4] a estrutura de tese, dissertao, monografia ou de trabalho acadmico, compreende elementos pr-textuais, elementos textuais e elementos ps-textuais que aparecem no texto na seguinte ordem:

1.1

ELEMENTOS PR - TEXTUAIS Capa (obrigatrio) Folha de Rosto, anverso (obrigatrio) Folha de Rosto, verso (obrigatrio) Folha de Aprovao (obrigatrio) Dedicatria (optativa) Agradecimentos (optativos) Epgrafe (optativa) Resumo em lngua verncula (obrigatrio)

3

Resumo em lngua estrangeira (obrigatrio em dissertao de mestrado e tese doutorado) Sumrio (obrigatrio) Lista de Tabelas e/ou figuras e/ou abreviaturas (optativa)

1.2

ELEMENTOS TEXTUAIS Introduo Desenvolvimento (Captulos) Concluso

1.3

ELEMENTOS PS TEXTUAIS Anexos, Apndices e adendos (optativa) Referncias Bibliogrficas (obrigatrio) Contracapa (obrigatrio)

4

CAPTULO II2 ELEMENTOS PR-TEXTUAIS 2.1 CAPA - [NBR 14724, 4.1.1]

Obrigatrio para proteo externa e sobre o qual se imprimem informaes que ajudam na identificao e utilizao do trabalho, na seguinte ordem: Nome do autor; Ttulo; Subttulo, se houver; Nmero de volumes (se houver mais de um, deve constar em cada capa a especificao do respectivo volume); Local (cidade) da instituio onde deve ser apresentado; Ano do depsito (entrega).

Papel - A4

5

3 cm

NOME DO ALUNO

0,5 cm

Tudo em Arial, 14, Negrito e Centralizado.

3 cm

TEMA

2 cm

MOGI DAS CRUZES 20082 cm

2.2

CAPA DE ROSTO, ANVERSO - [NBR 14724, 4.1.2]

-

Nome do autor;

6

-

Ttulo; Subttulo, se houver; Nmero de volumes (se houver mais de um, deve constar em cada capa a especificao do respectivo volume); Natureza e objetivo; nome da instituio a que submetido; rea de concentrao; Nome do orientador e, se houver do co-orientador; Local (cidade) da instituio onde deve ser apresentado; Ano da apresentao (depsito)

-

-

3cm

NOME DO ALUNO

Arial, 14, maisculo e negrito e centralizado. 0,5 cm 3 cm Arial ,12, justificado

TEMA

2cm

Monografia apresentada banca examinadora da Faculdade de Direito da Universidade Braz Cubas, como exigncia parcial para obteno do Grau de Bacharel em Direito, sob a orientao do Professor Dr...Arial, 14, Negrito e Centralizado e maisculo

MOGI DAS CRUZES 2008 2cm

2.3

FOLHA DE ROSTO VERSO - BR 14724, 4.1.3

7

Deve constar da ficha catalogrfica, conforme o Cdigo de Catalogao Anglo-Americano - CCAA2. Posio: no meio da folha Tamanho: 6 cm de altura por 13 cm de largura 2.4 FOLHA DE APROVAO - [NBR 14724, 4.1.4]

13 cm ULTIMO NOME, Nome Arial, 12, justificado Tema / Nome Completo. Mogi das Cruzes: UBC, 2003. ULTIMO NOME, Nome n de pgina p. 6 cm Tema / Nome Completo. Mogi das Cruzes: UBC, 2003. n de pgina p. Monografia apresentada a Universidade Braz Cubas para a obteno do Grau de Bacharel em Direito. Monografia apresentada a Universidade Braz Cubas para a obteno do Grau de Bacharel em Direito. 1. Assunto abordado 1. Assunto abordado

8

Emento obrigatrio que contem autor, ttulo por extenso e sub-ttulo, se houver, local e data de aprovao, nome, assinatura e instituio dos membros componentes da Banca examinadora. Exemplo adaptado pela UBC

NOME DO ALUNO (Arial,14, negrito e centralizado)

TTULO (Arial,14, negrito e centralizado)

Orientador Nome: Dr. Marcos Gonalvs Examinador Arial, 12, recuo em 7 cm 1- _________________________ 2- _________________________ 3- _________________________

Alinhar direita Mogi das Cruzes, ___/___/___.

2.5

DEDICATRIA E AGRADECIMENTOS - [NBR 14724, 4.1.5 e 4.1.6]

9

So opcionais. Os agradecimentos so dirigidos apenas queles que contriburam de maneira relevante elaborao do trabalho. Caso queira usar, estas devem ser digitados em fonte arial, 12, justificado com pargrafo em 7 cm para a primeira linha e as demais, sendo a ultima linha do texto digitada na ultima linha da folha. Como segue o exemplo:

Agradeo a Deus, que me deu muita fora, esperana, vontade de vencer e inspirao para conseguir chegar at o final. A minha orientadora Dr Maria Cristina Cardoso, pelo incentivo, pela pacincia e orientao. ..

2.6

RESUMO NA LNGUA VERNCULA - [NBR 14724, 4.1.8]

10

Elemento obrigatrio, que consiste na apresentao concisa dos pontos relevantes de um texto; constitui-se em uma seqncia de frases concisas e objetivas, e no de uma simples enumerao de tpicos, no ultrapassando 500 (quinhentas) palavras, seguindo, logo abaixo, das palavras representativas do contedo do trabalho, isto , palavras chaves e/ou descritores na lngua.

2.7

SUMRIO - [NBR 14724, 4.1.10]

Obrigatrio, que consiste na enumerao das principais divises, sees e outras partes do trabalho, na mesma ordem e grafia em que a matria nele sucede, acompanhado dos respectivos nmeros de pginas.

2.7.1 NORMAS PARA NUMERAO - [NBR 6024] As sees primrias so as principais divises do texto, denominadas "Captulos". As sees primrias podem ser divididas em sees secundrias; as secundrias em tercirias, e assim por diante. So empregados algarismos arbicos na numerao; o indicativo precede o ttulo ou a primeira palavra do texto, se no houver ttulo, separado de uma tabulao; o indicativo da seo secundria constitudo pelo indicativo da seo primria que a precede seguido do nmero que lhe foi atribudo na seqncia do assunto e separado por ponto. Repete-se o mesmo processo em relao s demais sees. Na leitura no se l os pontos ( exemplo 2.1.1 l-se "dois um um"). Dentro do texto os ttulos das sees so destacados em negrito, arial, 12, alinhado esquerda e em maisculo. As sees primrias isto "Captulos" em negrito, maisculo, arial, 14 e centralizado.

11

2.7.2 EXEMPLO DE SUMRIO:

SUMRIO(1linha formatada) (abaixo-arial,12, de acordo com modelo)

( topo da pgina,arial,14, negrito e centralizado)

INTRODUO CAPTULO I 1 O DIREITO AMBIENTAL INTERNACIONAL 1.1 Conceitos e Breve Histrico 1.2 As Fontes do Direito Internacional Ambiental 1.3 As Resolues de Organizaes Internacionais CAPTULO II 2 O MEIO AMBIENTE NO DIREITO COMPARADO 2.1 A legislao comparada em vrios pases 2.2 O Mercosul CAPTULO III 3 O MEIO AMBIENTE NO DIREITO BRASILEIRO 3.1 Conceito de Direito Ambiental para a Legislao Brasileira 3.2 Princpios Gerais do Direito Ambiental Brasileiro 3.2.1 Principio da Precauo 3.2.2 Principio da Preveno 3.2.3 Principio da Informao CONSIDERAES FINAIS ANEXOS REFERNCIA BIBLIOGRFICA

00

00 00 00

00 00

00 00 00 00 00 00 00 00

12

2.7.3 COMO FAZER USANDO O MICROSOFT-WORD Estando a pgina configurada, execute os seguintes passos: 1. Faa tabulao na rgua em 1,25 cm; 2,5 cm; 3,75 cm e 15 cm, clicando com o mouse nestas posies. Aparecer o smbolo L nas posies clicadas da rgua superior. 2. Digite a numerao separada do texto por um [TAB] e o texto do nmero da pgina por outro [TAB] EXEMPLO 1 [TAB]O DIREITO AMBIENTAL INTERNACIONAL [TAB] [TAB] 1.1 [TAB] Conceitos e Breve Histrico [TAB]3.

00 00

Quando terminar a digitao selecione o espao entre o texto e o

nmero da pgina e clique em Formatar, Fonte, Sublinhado Pontilhado e Confirme. 4. Selecione o espao sublinhado e clicar em copiar 5. Selecione o prximo espao, entre o texto e o nmero, e clique em colar e assim at terminar todo o texto. Este procedimento devido a tabulao e cpia da tabulao deixar os nmeros de pginas alinhados. Outra forma de fazer sumrio automtico usar tipos de estilos para as sees e no final Inserir ndice (no recomendado devido a numerao das pginas quando o arquivo feito em separado).

13

CAPTULO III3 ELEMENTOS TEXTUAIS Iniciam na 5 linha da folha formatada - 6 cm INTRODUO - a formulao clara e simples do tema de investigao contendo: justificativa do tema; levantamento do que j foi escrito sobre o tema, abordando a relevncia e o interesse do trabalho. objeto de estudo; objetivo; a inteno do autor (aluno); o tema, o problema e os procedimentos metodolgicos que sero adotados para o desenvolvimento do raciocnio; encerra-se com uma justificativa do plano de trabalho, isto , as partes que compem o trabalho da introduo concluso. DESENVOLVIMENTO - corresponde ao corpo do trabalho, onde cada captulo deve dar uma idia exata do contedo com ttulos temticos e expressivos. Levar em considerao trs estgios: explicao (apresentar o sentido de uma noo) , discusso (fundamentar e enunciar as proposies) e demonstrao (que tais preposies no se afastam do tema). CONCLUSO - uma sntese. Recapitular os resultados de forma sistemtica, manifestando seu ponto de vista sobre os dados obtidos. 3.1 FORMATO PARA REDAO DOS ELEMENTOS TEXTUAIS Abra o documento e siga as seguintes etapas:1.

Configure a pgina com as medidas das margens e tamanho do papel;

NBR 14724, 5.2 e NBR 14724, 5.12.

Formatar os pargrafos; [NBR 14724, 5.3 e 5.3.1]

14

3.

Formatar a fonte para Arial, 12, justificado (maior parte do texto, pois

apenas as sees primrias ou captulos sero em Arial, 14, centralizado; [NBR 14724, 5.5] e [NBR 6024]4.

Criar estilo para as citaes; [NBR 10520]

5. Toda seo primria de cada parte dos elementos textuais da monografia, deve iniciar na Quinta (5) linha da pgina, que formatada, aparecer o cursor em direo da rgua esquerda em 6 cm.6.

Estas sees primrias (CAPTULOS e INTRODUO) so em

maisculo, numerados com algarismo romano centralizado, negrito, Arial, 14. EXEMPLO:

CAPTILO I (5 Linha Formatada)1 AS ETAPAS DA ELABORAO (pode ou no conter texto) Final (2 linhas) antes do prximo sub-ttulo. (s pressionar mais um ENTER). 1.1 DETERMINAO DO TEMA

Antes (1 linha ) padro feito na formatao do pargrafo(18pts)

(pode ou no conter texto) 1.1.1 O PLANO PROVISRIO

7. Dentro do texto os ttulos das sees so destacados em negrito, arial, 12, alinhado esquerda e em maisculo.8. 9.

Durante a digitao insira as notas de rodap. [NBR 10520] Inserir nmero de pgina; [NBR 14724, 5.4],

3.2

USANDO O MICROSOFT-WORD 3.2.1 CONFIGURAR PGINA

15

Para redigir trabalhos cientficos, configure as pginas do documento usando as seguintes medidas: Margem Superior - 3cm Margem Inferior - 2cm Margem esquerda - 3cm Margem direita - 2cm Medianiz (encadernao) 0,5cm Tamanho do papel - A4 (largura 21cm e altura 29,7cm) Para configurar clique em:1. 2. 3. 4. 5.

ARQUIVO; CONFIGURAR PGINA; Na ficha MARGENS, informe as medidas acima; Na ficha TAMANHO DO PAPEL, informe as medidas e posio de impresso; Clicar no Boto OK

Observao: Caso aparea a mensagem CORRIGIR OU IGNORAR, clique em IGNORAR Isto significa que o drives de impresso est em tamanho CARTA OU LETTER. Para alterar, se for necessrio, clique em:1.

Iniciar;

16

2. 3. 4. 5. 6. 7. 8.

Configuraes; Impressoras; Clique duplo sobre o nome da impressora; Clique no menu Impressora; Clique na opo Propriedades; Clique na ficha paper e informe o tamanho do papel a4; Clique no boto OK, para confirmar.

Repita a configurao da pgina.

17

3.2.2 FORMATAR PARGRAFO Para formatar o pargrafo, clique em: 1. 2. 3. FORMATAR PARGRAFO Na ficha Recuos e espaamento, informe as medidas como

aparecem no quadro abaixo:

18

3.2.3 INSERIR NMERO DE PGINA

Para numerar as pginas, siga as seguinte etapas: A numerao colocada a partir da primeira folha da parte textual, em algarismo arbico, no canto superior direito da folha, devem ser contadas a partir da folha de rosto e se houver mais de um volume deve-se manter uma nica seqncia. Havendo apndice ou anexo suas folhas devem ser numeradas de maneira contnua. Para isso, clicar em: 1. 2. 3.4.

INSERIR NMERO DE PGINA informe os dados do quadro abaixo: e em seguida, clique no BOTO FORMATAR, para informar

o incio da numerao desejada.

19

Digitar o nmero

3.2.4 PARA REMOVER NMERO DE PGINA

1. 2. 3. 4.

Clique duplo sobre o nmero e entrar na rea de cabealho e rodap; Clique novamente sobre o nmero e em seguida sobre a borda, que aparecer em volta do nmero de pgina; Pressione a tecla delete; Clique fora da rea de cabealho e rodap.

3.2.5 FORMATO DA FONTE DO CORPO DO TRABALHO Para iniciar a digitao acerte as fontes, como apresentado abaixo:

20

3.2.6 ESTILO Para criar, modificar ou excluir estilo, siga as seguintes etapas: 1. 2. 3.4.

Clique no menu formatar Clique na opo estilo Aparecer na tela o quadro abaixo Clique no boto Novo

Aparecer novo quadro:

5. a)b) c)

No quadro informe: O nome do novo estilo - citao Clique no boto Adicionar ao modelo Clique no boto Formatar, e em seguida na opo fonte, no quadro fonte informe: fonte Arial, tamanho 10 e estilo normal, para finalizar clique no boto OK. Voltar ao quadro de estilo.

21

d)

Novamente clique no boto Formatar, e em seguida na opo pargrafo entre com os formatos do pargrafo como mostra a

seguir: Finalize o quadro formato clicando no boto OK. Quando terminar votar ao quadro anterior;e) f)

Clique Ok para sair deste quadro; Clique em Aplicar para confirmar o novo estilo.

3.2.7 NOTAS DE RODAP Digite as notas durante a digitao do texto, para facilitar o trabalho, o formato padro automtico (Times New Roman, 10). Para criar notas de rodap:1.

Deixe o cursor onde ser digitado o nmero da nota de rodap, (final da pontuao da citao);

2. Clicar no menu Inserir 3. Clicar na opo Notas

22

4. Aparecer o quadro de dilogo abaixo

5. Clique no boto OK 6. O cursor aparecer no final da pgina, digite o texto da nota de rodap, (de acordo com as dicas de notas de rodap); Role a tela para cima, usando a Barra de Rolagem a direita da tela, ver que apareceu um nmero sobrescrito ao lado do texto onde estava o cursor, volte o cursor na posio anterior e continue digitando o texto. A numerao de notas de

rodap automtica.3.3 DICAS PARA CITAES Quando voc digitar uma citao, abra "aspas" e no final feche

"aspas" e recebero o estilo citao apenas as com mais de trs linhas e em pargrafo novo, pois, citaes menores continuam no formato normal da monografia, ficando no mesmo pargrafo onde citado;

Fazer a chamada da nota no final da citao, aps a pontuao; No caso de haver "aspas" dentro de uma citao, estas "aspas" se usado o acento agudo e

transformam em 'apstrofos'. No editor de texto, depois um espao. (acento agudo + espao = ' );

Quando um texto causar estranheza, coloque entre parnteses ( );

23

Para omitir textos inclusos na passagem citada, que no interessam

transcrio, usam-se reticncias em espaos duplos e entre parnteses; e no incio e fim apenas as reticncias; Exemplo: Meio do texto - parnteses + espao + ponto + espaco + ponto + espaco + ponto + espaco + parnteses = ( . . . ) Incio e final - + espao + ponto + espaco + ponto + espaco + ponto + espaco = . . .

Para dar nfase - pode-se colocar em negrito ou sublinhado e pode

ser digitado no prprio texto entre parnteses grifo meu ou grifo nosso ou ainda fazer referncia no texto (inserir, nota) e colocar em nota de rodap; Caso queira colocar uma sntese das idias de um autor, a

transcrio livre, devendo, traduzir fielmente o sentido do texto original e indicar a fonte, fazendo tal referncia no final do texto. 3.3.1 O QUE DEVO DIGITAR NO ESPAO DE NOTA DE RODAP Para sntese das idias de um autor, transcrio livre;Cf., LTIMO NOME, nome. Ttulo da Obra, p. nmero da pgina.

Em nota de rodap que constarem na bibliografia, coloque

apenas a referncia do autor, o ttulo da obra e o nmero da pgina, apenas separados por virgula;Lucimara VENCESLAU, Algumas consideraes sobre o uso de computadores no Curso de Direito, p. 110.

Vrias notas em seqncia do mesmo autor, mudando apenas o

nmero da pgina, usa-se a expresso Ibid., p. 128.

24

Exemplo:Lucimara VENCESLAU, Algumas consideraes sobre o uso de computadores no Curso de Direito, p. 110. Ibid., p. 128. Ibid., p. 90.

Vrias notas em seqncia do mesmo autor, mudando a obra, usa-se

a expresso Idem., Ttulo da obra, p. 128.Lucimara VENCESLAU, Algumas consideraes sobre o uso de computadores no Curso de Direito, p. 110. Idem, Aprendendo utilizar Microsoft-Word na terceira idade, p.18. Idem, Construindo macros para planilhas eletrnicas, p.96.

Para

revistas:

Nome do autor, ttulo do artigo, nome da publicao, e a pgina Fonte

de outra fonte: citao de Segunda mo, s se for de real

importncia e falta de possibilidade de acesso fonte primria, usa-se a expresso Apud.Apud, Andr, p. 14.

3.3.2 PARA COLOCAR O FORMATO EM CITAES COM MAIS DE TRS LINHAS:1. 2.

Aps a digitao, Selecione; E no boto estilo clique no estilo citao que voc j deixou definido.

25

CAPTULO IV4 ELEMENTOS PS-TEXTUAIS 4.1 REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS (NBR 6023-2000)

As referncias bibliogrficas devem conter os seguintes elementos: A - OBRIGATRIO Nome do autor; Ttulo da obra; Complemento (se houver); edio; Volume (se houver); Local de publicao; Editora Ano B - OPCIONAL Organizao Traduo Reviso Indicao de srie da coleo

26

Registro no ISBN ou ISSN LIVROS: Exemplo com os dados obrigatrios:

VIGOTSKI, Liev S. Teoria e mtodo em psicologia. So Paulo: Martins Fontes, 1996. Exemplo com os dados opcionais: VIGOTSKI, Liev S. Teoria e mtodo em psicologia. Trad. Claudia Berliner ;

reviso Elzira Arantes. So Paulo: Martins Fontes, 1996. (Coleo Psicologia e Pedagogia). Bibliografia. ISBN 85-336-0504-8. REQUISITOS: Em ordem alfabtica; LTIMO NOME: maisculo e inicia a bibliografia (diferente na nota de rodap); Ttulo da obra: negrito; No tem recuo nas linhas posteriores 1 linha; Espaamento entre linhas: Simples Espaamento entre uma e outra: 18 Pts (1 linha); No usar pargrafo; Observar a pontuao:

LTIMO NOME, (virgula) Ttulo da obra. (ponto) e se houver complemento aps o ttulo (dois pontos), e termine o complemento com (ponto) Edio: minsculo e abreviado com (ponto, ponto). EX: 4 ed.. Editora: maisculo e (dois pontos). EX: Editora Saraiva Local de publicao (vrgula)

27

Ano (ponto) Se colocar nmero de pgina, separe com (hfen) e terminar com (ponto)

MODELOS: Sem complemento: VIGOTSKI, Liev S. Teoria e mtodo em psicologia. So Paulo: Martins Fontes, 1996. Com complemento: VIGOTSKI, Liev S. Teoria e mtodo em psicologia: Parte geral. So Paulo:

Martins Fontes, 1996. Com nmero de pgina: VIGOTSKI, Liev S. Teoria e mtodo em psicologia. So Paulo: martins Fontes, 1996 - p. 116. ARTIGOS DE REVISTAS: LTIMO NOME, (vrgula) Nome. (ponto) Ttulo da obra, (vrgula) Revista, (vrgula) Local de publicao. (ponto) Entidade que publicou. (ponto)(ponto) nmero da revista: (dois pontos) nmero da pgina, (vrgula) ms. (ponto) ano. (ponto) SITES: LTIMO NOME, (vrgula) Nome. (ponto) Ttulo da obra. (ponto) Endereo do site. (ponto) Data de acesso. (ponto)

28

CD - ROM: LTIMO NOME, (vrgula) Nome. (ponto) Ttulo da obra. (ponto) Local de publicao:(dois pontos) Editora, (vrgula) ano. (ponto) JORNAL COM AUTOR: LTIMO NOME, (vrgula) Nome. (ponto) Ttulo da obra. (ponto) Nome do jornal, (vrgula) data de publicao (d.m.a). (ponto) nmero da pgina, (p. ) (vrgula) nmero do caderno. (c. ) (ponto) JORNAL SEM AUTOR: Ttulo da obra. (ponto) Nome do jornal, (vrgula) data de publicao (d.m.a). (ponto) nmero da pgina, (p. ), (vrgula) nmero do caderno. (c. ) (ponto) OUTRAS DICAS: Vrios autores - separe com ponto e vrgula (;) Lei - Lei nmero, (vrgula) data da Lei por extenso. (ponto) Decreto - n do Decreto (vrgula) data do Decreto por extenso. (ponto) assunto. (ponto) 1(6): (dois pontos) 35. (ponto) fev. (ponto) ano. (ponto) ABREVIATURAS S.1. = SEM LOCAL DE PUBLICAO S. ed. = SEM EDITOR S.d. = SEM DATA S. nt. = FALTAM TODOS OS ELEMENTOS

4.2

ANEXO

Elemento opcional, que consistem em um texto ou documento no elaborado pelo autor, que serve de fundamentao, comprovao e ilustrao.

29

Os anexos so identificados por letras maisculas consecutivas, travesso e pelos respectivos ttulos. EXEMPLO: ANEXO A - Representao grfica de contagem de clulas inflamatrias Grupo de controle I ANEXO B - Representao grfica de contagem de clulas inflamatrias Grupo de controle II

4.3

APNDICE

Elemento opcional, que consistem em um texto ou documento elaborado pelo autor, afim de completar sua argumentao, sem prejuzo da unidade nuclear do trabalho. Os apndices so identificados por letras maisculas consecutivas, travesso e pelos respectivos ttulos.

30

CONSIDERAES FINAISO computador revolucionou nossas vidas. Deste a mquina poderoso instrumento como suas ferramentas, desta forma, podemos disponibilizar estas informaes, utilizando os meios disponveis fornecido por este maravilhoso instrumento, tais como: Internet, CD-ROM, disquetes e outros. Tais, recursos, possibilita ao aluno rever informaes de forma detalhada. Tudo isso agiliza o estudo do educando. Inserimos a metodologia num esforo claro de reconstruo para gerar proposta que permiti reentender a prtica do ensino de Informtica, desenvolvendo habilidades especficas para utilizar adequadamente o MicrosoftWord na preparao de monografia para o do profissional de Cincias Jurdicas. Este trabalho uma contribuio para incorporar novas tecnologias aos mtodos tradicional de ensino. Acreditando que dessa quase idia, novas idias e mtodos de ensino ho de surgir em muitas cabeas - discentes ou docentes.

31

BIBLIOGRAFIAACOSTA HOYOS, Luiz E. Guia prctica para la investigacin y redaccin de informes. 2 ed.. Buenos Aires: Paids, 1972 - p. 188. ASSOCIAO BRASILEIRA DE NORMAS TCNICAS - ABNT. Normalizao da documentao no Brasil. Rio de Janeiro: IBBD, 2002. CARVALHO, M.C.M. (org.). Construindo o saber: Tcnicas de metodologia cientfica. Campinas: Papiros, 1988.