anatomia da pelve

127
ANATOMIA DA PELVE FERNANDO MIR BRANDT MÉDICO RESIDÊNTE – SEGUNDO ANO GINECOLOGIA & OBSTETRÍCIA – MATERNIDADE ANA BRAGA

Upload: fernando-mir-brandt

Post on 27-Oct-2014

458 views

Category:

Documents


11 download

TRANSCRIPT

ANATOMIA DA PELVE

FERNANDO MIR BRANDTMÉDICO RESIDÊNTE – SEGUNDO ANO GINECOLOGIA & OBSTETRÍCIA – MATERNIDADE ANA BRAGA

ANATOMIA DA PELVEA PELVE COMPREENDE A REGIÃO LOCALIZADA NA PARTE

INFERIOR DO TRONCO ESTA LIMITADA POR ACIMA PELO ABDOME , POR ABAIXO

PELO PERINEO , PELA FRENTE PELA PAREDE ABDOMINOPELVICA E ATRAS PELA REGIÃO LOMBOSACRA

ANATOMIA DA PELVE

A PELVE SE DIVIDE E QUATRO REGIÕES :

- CAVIDADE ABDOMINO-PELVICA - PELVE MAIOR - PELVE MENOR - PERINEO

ANATOMIA DA PELVE

FUNÇÕES DA PELVE - UNIÃO DO TRONCO COM AS EXTREMIDADES INFERIORES

(TRANSMISÃO DO PESO DO ESQUELETO AXIAL AOS MEMBROS INFERIORES )

- ALOJAR E SERVIR DE SUPORTE PARA INSERÇÃO DE VICERAS , LIGAMENTOS E MUSCULOS

- PROTEÇÃO MECÂNICA DAS ESTRUTURAS NELAS CONTÍDAS ( VICERAS , VASOS E NERVOS ).

ANATOMIA DA PELVEA PELVE ESTA CONFORMADA POR DOIS TIPOS DE

ESTRUTURAS : 1 - ESTRUTURAS DURAS - PELVE OSSEA (BACIA) 2 - ESTRUTURAS MOLES - TECIDOS , MUSCULOS , VICERAS , VASOS ,LINFÁTICOS E NERVOS

ANATOMIA DA PELVE1 - ESTRUTURAS DURAS PELVE OSSEA ( BACIA – CINTURA PELVÍCA ) FORMADA POR : SACRO COCCIGE ILIACO - ÍLIO , ÍSQUIO E PÚBIS ARTICULAÇÕES : SÍNFISE PÚBICA SACRO-ILIACAS SACROCOCCÍGEA LOMBOSACRA ( PROMONTÓRIO) A PELVE OSSEA ESTA DIVIDIDA EM DUAS PARTES : PELVE MAIOR , FALSA , GRANDE BACIA PELVE MENOR , VERDADEIRA , PEQUENA BACIA - ESTREITOS SUPERIOR , MÉDIO E INFERIOR

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVE

DIMENSÕES DIMENSÕES ORIGINADAS POR LINHAS IMAGINARIAS

TRAÇADAS NA GRANDE E PEQUENA BACIA , PODEM SER TRANSVERSAS , LONGITUDINAIS E OBLIQUOS .

ANATOMIA DA PELVE

DIMENSÕES GRANDE BACIA DIÂMETRO BICRISTA (BC) : 28 CM DIÂMETRO BIESPINHA (BE) : 24 CM DIÂMETRO SACROPUBICA : 20 CM

ANATOMIA DA PELVE

ESTREITO SUPERIOR

ANATOMIA DA PELVE

DIMENSÕES PEQUENA BACIA ESTREITO SUPERIOR ESTREITO MEDIO ESTREITO INFERIOR

ANATOMIA DA PELVEDIMENSÕES PEQUENA BACIA ESTREITO SUPERIOR DIAMETRO ANTEROPOSTERIOR CONJUGATA VERA ANATÔMICA : 11 CM CONJUGATA VERA OBSTÉTRICA : 10,5CM CONJUGATA DIAGONALIS : 12 CM DIAMETRO TRANSVERSO : 12 CM DIAMETRO OBLIQUO CONJUGATA DIAGONALIS : 12 CM

ANATOMIA DA PELVE

DIMENSÕES PEQUENA BACIA ESTREITO MÉDIO DIAMETRO TRANSVERSO DIAMETRO BIISQUIATICO : 10 , 5 CM

ANATOMIA DA PELVE

DIMENSÕES PEQUENA BACIA ESTREITO INFERIOR DIAMETRO ANTEROPOSTERIOR CONJUGATA EXITUS : 9,5 – 11CM DIAMETRO TRANSVERSO DIAMETRO INTERTUBEROSO ISQUIATICA ( T) : 11 CM

ANATOMIA DA PELVE

TIPOS DE PELVE OSSEA - BACIA

PODEM SER DE QUATRO TIPOS : - GINECÓIDE OU MESATIPÉLICA - ANDRÓIDE OU DOLICOPÉLVICA - ANTROPÓIDE OU BRAQUIPÉLICA - PLATIPELÓIDE OU PLATIPÉLICA

TIPO DE PELVE

GINECÓIDE ANTROPÓIDE ANDRÓIDE PLATIPELÓIDE

FREQUÊNCIA 45,9 a 62% 11 a 25% 18,5 a 32,2% 3,5 a 8%

ESTREITO SUPERIOR

AP = T AP > T AP = T AP < T

ESPINHAS CIÁTICAS

Não-proem. Muito proem. Proemin.

SACRO Largo, côncavo Estreito, longo Estreitado, longo, inclinado

Largo, curto, côncavo

ÂNGULO SUBPÚBICO

Médio, >90º Estreitado Estreitado, <90º Muito amplo

DIÂMETRO BIISQUIÁTICO

Grande Menor Reduzido Aumentado

PROGNÓSTICO Muito bom Aumento de posteriores

Mau, aumento de posteriores

Insinuação transversa

Distócia geral estreito sup.

Distócias crescentes

Distócia geral na insinuação, depois melhora

ANATOMIA DA PELVE

PLANOS TRAÇADOS DE ACORDO A LINHA IMAGINÁRIA HODGE PLANO 1 – BORDA SUPERIOR PUBE PLANO 2 – BORDA INFERIOR DO PUBE PLANO 3 – ESPINHAS ESQUIÁTICAS PLANO 4 – PONTA DO COCCIX DeLee UTILIZA COMO REFERENCIA ESPINHAS ESQUIÁTICAS VARIA DE - 5 A + 5 PLANO 0 DE HODGE CORRESPONDE A PLANO 3 DE DeLee

ANATOMIA DA PELVE

1 – ESTRUTURAS MOLES ESTRUTURAS QUE CONFORMAM A PELVE : TECIDOS , LIGAMENTOS ,MUSCULOS E APONEUROSES ARTERIAS , VEIAS , NERVOS E LINFATICOS VICERAS E SEGMENTOS DE VICERAS ( SISTEMA GENITAL FEMININO )

ANATOMIA DA PELVETECIDOS , LIGAMENTOS , MUSCULOS E APONEUROSES PERÍNEO REGIÃO LOCALIZADA NA PARTE INFERIOR DA PELVE, ESTA

REPRESENTADA POR CONJUNTO DE PARTES MOLES (MÚSCULOS E APONEUROSES) QUE FECHAM A PELVE EM SUA PARTE INFERIOR E É ATRAVESSADO POR URETRA E VAGINA PELA FRENTE E RETO POR ATRÁS .

ESTA DIVIDIDA EM DUAS PARTES ATRAVES DE TRAÇADO DE

LINHA ENTRE ESPINHAS BIIESQUIATICAS : PERINEO ANTERIOR OU GENITAL PERINEO POSTERIOR OU RETAL

ANATOMIA DA PELVE MUSCULOS DO PERÍNEO - MUSCULOS DO DIAFRAGMA OU ASSOALHO PÉLVICO ELEVADOR OU LEVANTADOR DO ANO - PUBOCOCCIGIO COCCIGEO - ISQUIOCOCCIGIO OBTURADOR INTERNO - PUBORECTAL PIRIFORME - MUSCULOS DO PERÍNEO ANTERIOR OU GENITAL SUPERFICIAIS : ISQUIOCAVERNOSO BULBOCAVERNOSO TRANSVERSO SUPERFICIAL PROFUNDOS: ESFINTER EXTERNO DA URETRA DIAFRAGMA TRANSVERSO PROFUNDO UROGENITAL - MUSCULOS DO PERÍNEO POSTERIOR OU RETAL ESFINTER EXTERNO DO ANO

ANATOMIA DA PELVE SISTEMA APONEURÓTICO CONFORMADO POR TRES PLANOS :1 – APONEUROSE PERINEAL SUPERFICIAL 2 – APONEUROSE PERINEAL MÉDIA /DIAFRAGMA UROGENITAL 3 – APONEUROSE PERINEAL PROFUNDA OU FASCIA ENDOPELVICA ENTRE A APONEUROSE PROFUNDA OU FASCIA ENDOPELVICA E

O PERITÔNEO VICERAL , SE ENCONTRA O TECIDO CONJUNTIVO PÉLVICO SUBPERITONEAL .

ANATOMIA DA PELVE

TECIDO CONJUNTIVO PÉLVICO SUBPERITONEAL LOCALIZADO ENTRE A FÁSCIA PÉLVICA E O PERITÔNIO

PÉLVICO , (ESPAÇO DENOMINADO CAVO PÉLVICO SUBSEROSO ) CONSTITUÍDO POR UMA CAMADA ESPESSA DE TECIDO CONJUNTIVO FROUXO , COM VARIADA INFILTRAÇÃO DE TECIDO ADIPOSO, E ENVOLVE PARCIAL OU TOTALMENTE AS VÍSCERAS PÉLVICAS . NESSE TECIDO TRANSITAM VASOS SANGUINEOS , LINFÁTICOS , NERVOS DA PELVE E PORÇÃO INFERIOR DOS URETERES .

ANATOMIA DA PELVEAS CONDENSAÇÕES DE TECIDO CONECTIVO FORMAM MEIO DE

CONEXÕES DAS VICERAS ATRAVÉS DE FORMAÇOES DE BAINHAS (UNIÃO ENTRE VICERAS ) E LIGAMENTOS (UNIÃO ENTRE VICERAS E PAREDE PÉLVICA )

SENTIDO SAGITAL - LIGAMENTOS PUBO-VESICAL - VÉSICO-UTERINO - ÚTERO-SACRO SENTIDO LATERAL À PAREDE DA PELVE - LIGAMENTO CARDINAL , PARACERVICAL OU DE MACKENRODTEM CONJUNTO , OS LIGAMENTOS CONFORMAM O RETINÁCULO DO ÚTERO OU FORMAÇÃO RADIADA DE FREUND OU APARELHO DE SUSPENSÃO DAS VÍSCERAS PÉLVICAS

ANATOMIA DA PELVEAS CONDENSAÇÕES DO TECIDO CONJUNTIVO DELIMITAM ESPAÇOS NO

CAVO PÉLVICO SUBPERITONEAL DESIGNADAS DE TRÁS PARA DIANTE:A. ESPAÇO RETRORRETAL OU PRÉ-SACRO, SITUADO ENTRE A FACE ANTERIOR DE SACRO E A PAREDE POSTERIOR DO RETO.B. ESPAÇO LATERORRETAL OU PARARRETAL, SITUADO LATERALMENTE AO

RETO E LIMITADO PELAS PAREDES LATERAIS DA PELVE E OS LIGAMENTOS CARDINAIS.

C. ESPAÇO PRÉ-RETAL OU RETO-VAGINAL, SITUADO ANTERIORMENTE AO RETO E A PAREDE POSTERIOR DA VAGINA .

D. ESPAÇO RETRO-VESICAL OU VÉSICO-UTERINO, LIMITADO ANTERIORMENTE

PELA BEXIGA E, POSTERIORMENTE, PELO ÚTERO.E. ESPAÇO PARA-VESICAL, AO LADO DA BEXIGA, LIMITADO PELOS LIGAMENTOS CARDINAIS E A PAREDE LATERAL DA PELVE.F. ESPAÇO PRÉ-VESICAL OU DE RETZIUS, SITUADO ANTERIORMENTE À BEXIGA, ENTRE SUA PAREDE ANTERIOR E A FACE POSTERIOR DO OSSO DA PUBE.

ANATOMIA DA PELVE PERITÔNIO PÉLVICO TECIDO SEROSO QUE CONFORMA REVESTIMENTO DA

CAVIDADE PÉLVICA , FORMADO POR DOIS FOLHETOS . PERITÔNIO PÉLVICO PARIETAL REFLEXÃO SOBRE PAREDE PÉLVICA PERITÔNIO PÉLVICO VISCERAL REFLEXÃO SOBRE VÍCERAS PÉLVICAS

ANATOMIA DA PELVE PERITÔNIO PÉLVICO A MEDIDA QUE ACOMPANHA OS CONTORNOS VISCERAIS,

FORMA RECESSOS DENOMINADOS: A. PRÉ-VESICAL : LOCALIZADO ANTERIORMENTE À BEXIGA. B. FUNDO DE SACO VÉSICO-UTERINO : FORMADO PELA

REFLEXÃO ENTRE A BEXIGA E O ÚTERO. C. FUNDO DE SACO RETO-UTERINO OU DE DOUGLAS,

FORMADO PELA REFLEXÃO ENTRE O ÚTERO E O RETO .

ANATOMIA DA PELVE LATERALMENTE AO ÚTERO O PERITÔNIO PÉLVICO FORMA O

LIGAMENTO LARGO, ATRAVÉS DA UNIÃO ENTRE SI DOS DOIS FOLHETOS PERITONEAIS

NAS PORÇÕES SUPERIORES, O LIGAMENTO LARGO FORMA UM SEPTO TRANSVERSO NA PELVE, SUBDIVIDINDO-A EM DUAS CAVIDADES:

ANTERIOR OU PRÉ-UTERINA POSTERIOR OU RETO-UTERINA.

O LIGAMENTO LARGO DESCENDE ANTERIORMENTE SOBRE O LIGAMENTO REDONO E POSTERIORMENTE SOBRE O LIGAMENTO UTEROSASCRO

ANATOMIA DA PELVE FOSSA ISQUIORRETAL ESPAÇO LOCALIZADO ABAIXO DO DIAFRAGMA PÉLVICO,

LATERALMENTE AO RETO, E LIMITADO LATERALMENTE PELO ÍSQUIO E INFERIORMENTE PELA PELE DA REGIÃO ANAL . O FEIXE VÁSCULO-NERVOSO PUDENDO INTERNO TRANSITA NESTA FOSSA , ENTRE AS FÁSCIAS DO OBTURADOR INTERNO E A FÁSCIA LUNATA, FORMANDO O CANAL PUDENDO OU DE ALCOCK.

A FOSSA ÍSQUIO-RETAL POSSUI PROLONGAMENTO ANTERIOR, SOBRE O DIAFRAGMA UROGENITAL, E PROLONGAMENTO POSTERIOR SOBRE O MÚSCULO GLÚTEO MÁXIMO.

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVEARTERIAS , VEIAS , NERVOS E LINFATICOS VASCULARIZAÇÃO A PELVE E AS VÍSCERAS NELA SITUADAS RECEBEM IRRIGAÇÃO SANGÜÍNEA DE TRÊS ARTÉRIAS PRINCIPAIS : A. ARTÉRIA ILÍACA INTERNA OU HIPOGÁSTRICA B. ARTÉRIA OVARIANA C. ARTÉRIA SACRA MÉDIA

ANATOMIA DA PELVEA. ARTÉRIA ILÍACA INTERNA OU HIPOGÁSTRICAA ARTÉRIA ILÍACA INTERNA OU HIPOGÁSTRICA PROVÉM DA

BIFURCAÇÃO DA ARTÉRIA ILÍACA PRIMITIVA SE DIRIGE PARA BAIXO E PARA DIANTE NUM TRAJETO DE 3 A 4 CM .

RAMOS ARTÉRIA ILÍACA INTERNA OU HIPOGATRICA : 1. RAMOS INTRAPÉLVICOS VISCERAIS: UMBILICAL, VESICAL

INFERIOR, HEMORROIDÁRIA MÉDIA , VAGINAL E UTERINA. 2. RAMOS INTRAPÉLVICOS PARIETAIS: ILIOLOMBAR E SACRA

LATERAL. 3. RAMOS EXTRAPÉLVICOS: OBTURADORA, GLÚTEA

INFERIOR ( ISQUIÁTICA) ,GLUTEA SUPERIOR E PUDENDA INTERNA.

ANATOMIA DA PELVE

B. ARTÉRIA OVARIANAA ARTÉRIA OVARIANA É RAMO DIRETO DA AORTA E DIRIGE-

SEPARA A PELVE ATRAVÉS DO LIGAMENTO LUMBOOVÁRICO OU

INFUNDÍBULO-PÉLVICO , ATÉ ALCANÇAR O HILO OVARIANO.

DÁ RAMOS AO URETER E À TROMPA, E SE ANASTOMOSA COM A ARTÉRIA UTERINA

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVE

C. ARTÉRIA SACRA MÉDIAA ARTÉRIA SACRA MÉDIA É O ÚLTIMO RAMO DA AORTA

ABDOMINAL ,ORIGINANDO-SE NA FACE DORSAL POUCO ANTES DE SUA BIFURCAÇÃO E DESCE PELA LINHA MEDIANA DESDE A QUARTA VÉRTEBRA LOMBAR ATÉ O CÓCCIX, E NESSE TRAJETO FORNECE VÁRIOS RAMOS PARA O RETO

E ORIFÍCIOS SACRAIS , ANASTOMOSA-SE COM A ARTÉRIA ILIOLOMBAR.

ANATOMIA DA PELVE

DRENAGEM VENOSA A DRENAGEM VENOSA SE FAZ POR PLEXOS CALIBROSOS DO

ESPAÇO PÉLVICO SUBPERITONEAL , QUE ACOMPANHAM AS ARTÉRIAS CORRESPONDENTES, INDO DRENAR NAS VEIAS ILÍACAS INTERNAS E DAÍ PARA A VEIA CAVA INFERIOR.

AS VEIAS OVARIANAS SEGUEM O TRAJETO DAS ARTÉRIAS , A OVARIANA DIREITA DESEMBOCA NA VEIA CAVA INFERIOR

E A OVARIANA ESQUERDA, NA VEIA RENAL ESQUERDA.

ANATOMIA DA PELVEDRENAGEM LINFÁTICA QUATRO PEDÍCULOS PRINCIPAIS: A. SUPERIOR: RECEBE A DRENAGEM DOS OVÁRIOS, TROMPAS,

METADE SUPERIOR E FUNDO DO ÚTERO, SEGUE O TRAJETO DOS VASOS OVARIANOS PARA ALCANÇAR OS LINFONODOS LUMBO-AÓRTICOS.

B. INFERIOR: DRENA A METADE INFERIOR DO CORPO UTERINO, COLO E CÚPULA VAGINAL, DIRIGINDO-SE A LINFONODOS ILÍACOS INTERNOS

C. POSTERIOR: RECEBE DRENAGEM DO COLO UTERINO SEGUINDO OS LIGAMENTOS ÚTERO-SACROS ATÉ ALCANÇAR OS LINFONODOS PRÉSACROS.

D. ANTERIOR: ATRAVÉS DO LIGAMENTO REDONDO CHEGAM AOS LINFONODOS INGUINAIS.

ANATOMIA DA PELVEINERVAÇÃOPROVÉM DO PLEXO HIPOGÁSTRICO SUPERIOR (PRÉ-SACRO),FORMADO POR FIBRAS PROVENIENTES DO PLEXO AÓRTICO- ABDOMINAL E POR FIBRAS ORIGINADAS DOS GÂNGLIOS LOMBARES E SACRAIS. FORMAM-SE OS NERVOS HIPOGÁSTRICOS DIREITO E ESQUERDO, SITUADOS LATERALMENTE ÀS VÍSCERAS PÉLVICAS, CONSTITUINDO OS PLEXOS HIPOGÁSTRICOS INFERIORES (PÉLVICOS).RECEBEM FIBRAS PARASSIMPÁTICAS DE S2, S3 E S4 E TERMINAM POR DISTRIBUIR SUAS FIBRAS AO RETO, À BEXIGA, ÚTERO , VAGINA, AOS CORPOS CAVERNOSOS DO CLITÓRIS.

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVE

INERVAÇÃO O NERVO PUDENDO FORMADO PELAS RAÍZES DE S2, S3 E S4 DO PLEXO SACRO CONTÉM FIBRAS MOTORAS E SENSITIVAS PROVÊ A INERVAÇÃO SOMÁTICA DA PELVE E PERÍNEO. ( INERVAÇÃO SENSITIVA DE TODA A VULVA, PERÍNEO E PORÇÃO INFERIOR DA VAGINA, ASSIM COMO A INERVAÇÃO MOTORA DE TODOS OS MÚSCULOS VOLUNTÁRIOS )

ANATOMIA DA PELVE VICERAS E SEGMENTOS DE VICERAS

SISTEMA GENITAL FEMININO

ÓRGÃOS EXTERNOS (LOCALIZADO NO PERÍNEO) ÓRGÃOS INTERNOS ( LOCALIZADA NACAVIDADE PÉLVICA)

ANATOMIA DA PELVE SISTEMA GENITAL FEMININO ÓRGÃOS EXTERNOS VULVA A GENITALIA EXTERNA OU VULVA ESTA LOCALIZADA NO

PERINEO E CONSTITUI A REGIÃO VULVOPERINEAL A VULVA REPRESENTA A ENTRADA DA VAGINA , E EM

CONDIÇÕES NORMAIS COBRE E PROTEGE A VAGINA EXTERNAMENTE ESTA COBERTA DE PÊLOS , GLÂNDULAS

SEBÁCEAS E SUDORÍPARAS , INTERNAMENTE APARTIR DOS PEQUENOS LÁBIOS A PELE SE MODIFICA ,APRESENTA HUMIDADE ACENTUADA E AUSÊNCIA DE PÊLOS

ANATOMIA DA PELVE CONSTITUIÇÃO DA VULVA : 1 – MONTE DE VÊNOS 2 – GRANDES E PEQUENOS LABIOS 3 – ESPAÇO INTERLABIAL OU FENDA VULVAR ( MEATO URETRAL , VESTÍBULO INTROITO VAGINAL E HIME ). 4 – ORGÃOS ERÉCTEIS ( CLÍTÓRIDE E BULBOVESTIBULARES). 5 – GLANDULAS ASCESSÓRIAS ( PARAURETRAIS OU DE SKENE E VULVOVAGINAIS OU DE BARTHOLIN).

ANATOMIA DA PELVE SISTEMA GENITAL FEMININO ÓRGÃOS INTERNOS OS ORGÃO GENITAIS INTERNOS COMPREENDEM: 1 – VAGINA 2 – UTERO 3 – TROMPAS 4 – OVÁRIOS

ANATOMIA DA PELVE VAGINA ÓRGÃO TUBULAR MEDIANO QUE SE ESTENDE DO COLO DO ÚTERO

ATÉ O VESTÍBULO NA VULVA , MEDE DE 8 A 12 CM , FUNCIONA COMO ORGÃO DE COPULA FEMININO , DUCTO DE EXCREÇÃO DO FLUXO MENSTRUAL E CANAL DE PASSAGEM DO FETO, NO PARTO TRANSPÉLVICO.

NA EXTREMIDADE SUPERIOR, SUAS PAREDES FORMAM COM A CÉRVIX RECESSOS DENOMINADOS FÓRNICES DA VAGINA, IDENTIFICA- SE O FÓRNIX VAGINAL ANTERIOR, OS FÓRNICES VAGINAIS LATERAIS E O FÓRNIX VAGINAL POSTERIOR.

RELACIONA-SE ANTERIORMENTE COM BEXIGA (PARTE SUPERIOR) E URETRA ( PARTE INFERIOR ) E POSTERIORMENTE COM RETO .

ANATOMIA DA PELVEUTERO ÓRGÃO ÚNICO, SITUADO NA PARTE ANTERIOR DA CAVIDADE

PÉLVICA ,DE PAREDES ESPESSAS E CONTRÁTEIS, TEM O FORMATO DE UMA PÊRA INVERTIDA , E DISPOSIÇÃO DE ANTEFLEXÃO E ANTEVERSÃO .DIMENSÕES VARIÁVEIS DE ACORDO COM A IDADE E GRAVIDEZ

DIMENSÃO NORMAL COMPRIMENTO : 6,5 – 7,5 CM LARGURA : 3 A 5 CM ESPESSURA : 2 CM VOLUME UTERINO (L x AP x T) 25 - 90 CM3

ANATOMIA DA PELVEUTERO ESTA FORMADO POR TRES PARTES : CORPO ISTMO COLO UTERINO

ANATOMIA DA PELVEUTERO CORPO UTERINO PAREDE UTERINA COMPOSTA POR TRES CAPAS : ENDOMETRIO

MIOMETRIO

PERIMETRIO

ANATOMIA DA PELVEUTERO COLO UTERINO LOCALIZADO EM PORÇÃO INTERIOR DO UTERO , POSSUI

ORIFICIO CERVICAL INTERNO (ABERTURA COM CORPO )E ORIFICIO CERVICAL EXTERNO ( ABERTURA COM VAGINA).

DIVIDIDO EM DOIS SEGMENTOS DE ACORDO A DISPOSIÇÃO COM VAGINA : SEGMENTO SUPRAVAGINAL SEGMENTO VAGINAL

ANATOMIA DA PELVEUTERO COLO UTERINO COMPOSIÇÃO HISTOLOGICA ENDOCERVICE : EPITÉLIO CILÍNDRICO GLANDULAR ECTOCÉRVICE : EPITÉLIO ESCAMOSO

TRANSIÇÃO ENTRE OS EPITÉLIOS CILÍDRICO DA ENDOCÉRVICE E ESCAMOSO DA ECTOCÉRVICE FORMAM A NÍVEL DO ORIFÍCIO EXTERNO UMA LINHA COM CIRCUNFERÊNCIA DENOMINADA JUNÇÃO ESCAMO-COLUNAR (JEC)

ANATOMIA DA PELVEUTERO LIGAMENTOS DO ÚTERO A ESTÁTICA DO UTERO NO INTERIOR DA CAVIDADE PELVICA É

DETERMINADA POR UM CONJUNTO DE LIGAMENTOS . CLASSIFICAÇÃO DE ACORDO A SUA FUNÇÃO : - LIGAMENTOS DE FIXAÇÃO LIGAMENTO REDONDO LIGAMENTO LARGO - LIGAMENTOS DE SUSTENTAÇÃO (SUSPENSÃO). LIGAMENTOS PUBOVESICOUTERINO LIGAMENTOS CARDINAIS OU MASCKENRODT LIGAMENTOS UTEROSACRO

ANATOMIA DA PELVEUTERO IRRIGAÇÃO DO UTERO DETERMINADA PELA ARTÉRIA UTERINA RAMO DA

ARTÉRIA ILÍACA INTERNA OU HIPOGASTRICA .

ANATOMIA DA PELVETROMPAS UTERINAS ÓRGÃOS TUBULARES PARES , QUE SE ESTENDE DO CORNO

UTERINO ATÉ A CAVIDADE PÉLVICA PROXIMO AO OVARIO, CONECTAM A CAVIDADE UTERINA À CAVIDADE PÉLVICA , TEM FINALIDADE DE CAPTURAR E CONDUZIR O ÓVULO PARA A CAVIDADE UTERINA E CONDUZIR OS ESPERMATOZÓIDES EM SENTIDO CONTRÁRIO.

DIMENSÕES : COMPRIMENTO: 10 cm DIAMETRO - PARTE PROXIMAL: 4mm - PARTE DISTAL : 6 mm

ANATOMIA DA PELVETROMPAS UTERINAS

CONSTITUIDO DE QUATRO SEGMENTOS : 1 – SEGMENTO INTRAMURAL / INTERSTICIAL 2 – ISTMO 3 – AMPULAR 4 – INFUNDIBULAR

ANATOMIA DA PELVE

ANATOMIA DA PELVETROMPAS UTERINASCONSTITUÍDA POR TRÊS CAMADAS SUPERPOSTAS- CAMADA SEROSA - CAMADA MUSCULAR - CAMADA MUCOSA.AS TUBAS RECEBEM SUPRIMENTO SANGÜÍNEO DAS ARTÉRIAS OVARIANAS E UTERINAS. DRENAGEM VENOSA E LINFÁTICAACOMPANHA VASOS .

ANATOMIA DA PELVE OVÁRIOS O OVÁRIO É UM ÓRGÃO PAR COMPARÁVEL A UMA

AMÊNDOA , ESTÁ SITUADO POR TRÁS DO LIGAMENTO LARGO DO ÚTERO E LOGO ABAIXO DA TUBA UTERINA , RESPONSÁVEL PELA SECREÇÃO DE HORMÔNIOS SEXUAIS ESTROGÊNIO E PROGESTERONA E GAMETOGÊNESE .

DIMENSÃO DO OVARIO : COMPRIMENTO : 3CM LARGURA : 2 CM ESPESSURA : 1,5 CM

ANATOMIA DA PELVEOVÁRIOS

CONFORMADA POR TRÊS CAMADAS : - CAMADA GERMINATIVA - CAMADA CORTICAL - CAMADA MEDULAR

ANATOMIA DA PELVEOVÁRIOSLIGAMENTOS DO OVÁRIO - LIGAMENTO PRÓPRIO DO OVÁRIO (UTERO-OVÁRIO) - MESOVÁRIO - LIGAMENTO SUSPENSOR DO OVÁRIO

ANATOMIA DA PELVE OVÁRIOSA VASCULARIZAÇÃO ARTERIAL SE FAZ PELAS ARTÉRIAS OVARIANAS, RAMOS DA AORTA ABDOMINAL QUE TRANSITAM PELOS LIGAMENTOS INFUNDÍBULO-PÉLVICOS, E CHEGAM AOS OVÁRIOS PELO MESOVÁRIO. A CIRCULAÇÃO VENOSA ATRAVÉS DO PLEXO PAMPINIFORMEQUE DRENA PARA AS VEIAS GONADAIS E DAÍ PARA A VEIA CAVA INFERIOR, À DIREITA, E VEIA RENAL, À ESQUERDA. OS VASOS LINFÁTICOS PARTEM DO MESÊNQUIMA PELO HILO E ACOMPANHAM A VASCULARIZAÇÃO ARTERIAL PARA ATINGIR OS LINFONODOS AÓRTICOS LATERAIS E PRÉ-AÓRTICOS.