abordagem farmacologica das cardiopatias_final

Click here to load reader

Post on 08-Jan-2016

145 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

wpós

TRANSCRIPT

  • Braslia-DF.

    AbordAgem FArmAcolgicA dAs cArdiopAtiAs

  • Elaborao

    Fernanda Matias

    Produo

    Equipe Tcnica de Avaliao, Reviso Lingustica e Editorao

  • Sumrio

    APrESEntAo ................................................................................................................................. 4

    orgAnizAo do CAdErno dE EStudoS E PESquiSA .................................................................... 5

    introduo.................................................................................................................................... 7

    unidAdE iHipertenso e angina ........................................................................................................................ 9

    CAPtulo 1Frmacos anti-Hipertensivos .............................................................................................. 9

    CAPtulo 2angina ................................................................................................................................. 16

    unidAdE iiinFarto agudo do miocrdio, insuFicincia cardaca, arritimia e endocardite inFecciosa ................................................................................................................ 19

    CAPtulo 1tratamento auxiliar do inFarto do miocrdio .............................................................. 19

    CAPtulo 2insuFicincia cardaca ..................................................................................................... 21

    CAPtulo 3arritimia ............................................................................................................................... 23

    CAPtulo 4endocardite inFecciosa ................................................................................................... 27

    unidAdE iiiFrmacos anticoagulante, antiplaquetrios e trombolticos ................................................ 28

    CAPtulo 1Frmacos Hipolipemiantes ................................................................................................ 28

    unidAdE iVguia de medicamentos utilizados em cardiologia ..................................................................... 32

    CAPtulo 1medicamentos utilizados em cardiologia ..................................................................... 32

    PArA (no) FinAlizAr ..................................................................................................................... 72

    gloSSrio ..................................................................................................................................... 75

    rEFErnCiAS ................................................................................................................................. 78

  • 4Apresentao

    Caro aluno

    A proposta editorial deste Caderno de Estudos e Pesquisa rene elementos que se entendem necessrios para o desenvolvimento do estudo com segurana e qualidade. Caracteriza-se pela atualidade, dinmica e pertinncia de seu contedo, bem como pela interatividade e modernidade de sua estrutura formal, adequadas metodologia da Educao a Distncia EaD.

    Pretende-se, com este material, lev-lo reflexo e compreenso da pluralidade dos conhecimentos

    a serem oferecidos, possibilitando-lhe ampliar conceitos especficos da rea e atuar de forma

    competente e conscienciosa, como convm ao profissional que busca a formao continuada para

    vencer os desafios que a evoluo cientfico-tecnolgica impe ao mundo contemporneo.

    Elaborou-se a presente publicao com a inteno de torn-la subsdio valioso, de modo a facilitar sua caminhada na trajetria a ser percorrida tanto na vida pessoal quanto na profissional. Utilize-a

    como instrumento para seu sucesso na carreira.

    Conselho Editorial

  • 5organizao do Caderno de Estudos e Pesquisa

    Para facilitar seu estudo, os contedos so organizados em unidades, subdivididas em captulos, de forma didtica, objetiva e coerente. Eles sero abordados por meio de textos bsicos, com questes

    para reflexo, entre outros recursos editoriais que visam a tornar sua leitura mais agradvel. Ao

    final, sero indicadas, tambm, fontes de consulta, para aprofundar os estudos com leituras e pesquisas complementares.

    A seguir, uma breve descrio dos cones utilizados na organizao dos Cadernos de Estudos e Pesquisa.

    Provocao

    Textos que buscam instigar o aluno a refletir sobre determinado assunto antes

    mesmo de iniciar sua leitura ou aps algum trecho pertinente para o autor

    conteudista.

    Para refletir

    Questes inseridas no decorrer do estudo a fim de que o aluno faa uma pausa e reflita

    sobre o contedo estudado ou temas que o ajudem em seu raciocnio. importante

    que ele verifique seus conhecimentos, suas experincias e seus sentimentos. As

    reflexes so o ponto de partida para a construo de suas concluses.

    Sugesto de estudo complementar

    Sugestes de leituras adicionais, filmes e sites para aprofundamento do estudo,

    discusses em fruns ou encontros presenciais quando for o caso.

    Praticando

    Sugesto de atividades, no decorrer das leituras, com o objetivo didtico de fortalecer

    o processo de aprendizagem do aluno.

    Ateno

    Chamadas para alertar detalhes/tpicos importantes que contribuam para a

    sntese/concluso do assunto abordado.

  • 6Saiba mais

    Informaes complementares para elucidar a construo das snteses/concluses

    sobre o assunto abordado.

    Sintetizando

    Trecho que busca resumir informaes relevantes do contedo, facilitando o

    entendimento pelo aluno sobre trechos mais complexos.

    Exerccio de fixao

    Atividades que buscam reforar a assimilao e fixao dos perodos que o autor/

    conteudista achar mais relevante em relao a aprendizagem de seu mdulo (no

    h registro de meno).

    Avaliao Final

    Questionrio com 10 questes objetivas, baseadas nos objetivos do curso,

    que visam verificar a aprendizagem do curso (h registro de meno). a nica

    atividade do curso que vale nota, ou seja, a atividade que o aluno far para saber

    se pode ou no receber a certificao.

    Para (no) finalizar

    Texto integrador, ao final do mdulo, que motiva o aluno a continuar a aprendizagem

    ou estimula ponderaes complementares sobre o mdulo estudado.

  • 7introduo

    Problemas cardiolgicos e vasculares vm acometendo mais e mais pacientes ao longo dos

    anos. Sedentarismo, tabagismo e dieta so alguns dos fatores responsveis pelo aumento destes problemas. Os profissionais que trabalham nessa rea devem estar bem preparados para atender a

    estes pacientes uma vez que muitos destes problemas podem ser fatais. Este caderno busca suprir de vrias maneiras os conhecimentos de farmacologia na cardiologia. Para tanto, ele foi construdo

    de forma a facilitar a sua compreenso da doena, do frmaco e de sua utilizao. Ser apresentado um resumo da doena e os frmacos utilizados em cada caso. Um guia de medicamentos, contendo

    algumas informaes, ser apresentado ao final da teoria. Este guia ser til na sua vida profissional.

    Desejo um bom uso do material!

    Aps terminar a leitura deste material, entre no site do youtube (www.youtube

    .com) e busque vdeos de ao dos medicamentos usados em cardiologia. Se voc

    no conseguir encontrar bons resultados, busque pelos termos em ingls (faa a

    converso dos termos no Google translator).

    objetivos

    Apresentar conceitos gerais das doenas cardacas e vasculares e seus frmacos;

    Compreender a importncia do correto uso dos medicamentos;

    Favorecer o aprendizado de uso dos frmacos;

    Refletir sobre o uso dos frmacos na doena cardaca.

  • 9unidAdE iHiPErtEnSo E AnginA

    CAPtulo 1Frmacos anti-hipertensivos

    A hipertenso caracterizada por aumento na presso arterial, tendo como causas obesidade, sedentarismo, hereditariedade, alcoolismo, estresse, fumo, entre outras. habitualmente assintomtica, embora a hipertenso crnica esteja associada determinadas complicaes, como: insuficincia cardaca, insuficincia renal, acidente vascular cerebral e isquemia do miocrdio. A hipertenso grave pode estar associada a alteraes vasculares necrosantes.

    A maior parte das causas de hipertenso de ordem comportamental e ambiental.

    Qual a tendncia de progresso dessa doena ao longo dos anos? Qual seria a

    melhor forma de evitar a progresso na populao?

    Em adultos entre 20-65 anos saudveis e sem outras complicaes, como gravidez, diabetes, idade acima dos 65 anos, considera-se:

    hipertenso leve: presso arterial de 135/85-140/90 mmHg;

    Hipertenso moderada: presso arterial de 140/90-160/100 mmHg;

    Hipertenso grave: presso arterial acima de 160/100 mmHg;

    Emergncia hipertensiva, presso arterial diastlica acima de 120 mmHg ou na presena de encefalopatia, independente da presso arterial.

    A maior parte dos casos exige tratamento contnuo, exceto os casos em que a anormalidade primria, que pode ser revertida, como, estenose da artria renal ou feocromocitoma. A reduo da presso arterial em pacientes com hipertenso moderada a grave diminui consideravelmente os riscos de acidente vascular cerebral, insuficincia renal e insuficincia cardaca. Tambm pode reduzir o risco de isquemia do miocrdio.

    Alguns frmacos capazes de provocar hipertenso, exacerb-los ou antagonizar os efeitos dos frmacos anti-hipertensivos. A lista apresentada a seguir.

    1. Por meio da reteno de sdio e de gua:

    A. Sais dissdicos de frmacos, como, penicilina sdica, anticidos contendo sdio;

  • 10

    UNIDADE I HIpErtENso E ANgINA

    B. Esteroides;

    I. Glicocorticides;

    II. Mineralocorticides;