a revitalizaÇÃo do balneÁrio pÚblico municipal de ?· a revitalizaÇÃo do balneÁrio pÚblico...

Download A REVITALIZAÇÃO DO BALNEÁRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE ?· A REVITALIZAÇÃO DO BALNEÁRIO PÚBLICO ...…

Post on 11-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    CONEXO

    RESUMO

    PALAVRAS-CHAVE

    A REVITALIZAO DO BALNERIO PBLICO MUNICIPAL DE TRS LAGOAS/MS

    Tielly Rosa1

    Msc Silvnia de Ftima Bersan2

    O lazer e o turismo so atualmente associados valorizao do meio natural e qualidade de vida e bem-estar. O objetivo dessa pesqui-sa analisar o projeto de revitalizao do balnerio pblico de Trs Lagoas, visando sua utilizao para o turismo e lazer, a pesquisa de-lineou-se atravs de fontes bibliogrfica, documental e exploratria. O balnerio pblico municipal, localizado s margens do Rio Sucuri, est sendo revitalizado e apresenta-se como um encontro fuga ao cotidiano, com atividades modestas que visam a socializao. O bal-nerio pblico em sua nova estrutura ser uma forte ferramenta para o turismo no municpio e tambm uma alternativa de lazer e entrete-nimento para os muncipes.

    Turismo; lazer; balnerio pblico; revitalizao

    1 Discente do Curso de Turismo da AEMS Faculdades Integradas de Trs Lagoas/MS.2 Docente das Faculdades Integradas de Trs Lagoas AEMS.

    INTRODUO

    Este artigo visa verificar a importncia da Revitalizao do Balnerio Pblico Municipal para a populao trs-lagoense e a possvel transformao para uso como atrativo turstico

    O municpio de Trs Lagoas passa por um perodo de transformao cultural e desenvolvimento, principalmente no setor econmico, caracterizado por seu desenvolvimento industrial crescente, com novas e grandes empresas

  • 2

    CONEXO

    e tambm por oferecer alguns atrativos para seus visitantes, visto que, o mu-nicpio est localizado numa regio privilegiada, na divisa do Estado de Mato Grosso do Sul e So Paulo.

    O turismo, por sua vez, acompanha esse crescimento, e observado com o aumento significativo de empreendimentos hoteleiros e equipamentos de lazer no municpio. E nesse aspecto destaca-se o Balnerio Pblico Munici-pal, que um atrativo de grande importncia para o turismo local, que tambm proporciona o lazer e entretenimento dos muncipes.

    O Balnerio Pblico Municipal localizado s margens do Rio Sucuri foi construdo no sculo passado, pensado em uma estrutura para atender a populao local como ser visto na pesquisa , porm o espao foi abandona-do pelo poder pblico durante um perodo, o que ocasionou a degradao da infra-estrutura do local, hoje j pensado numa estrutura para atender ao turis-mo e populao local o Balnerio esta sendo revitalizado e dentro desse novo contexto que vamos estar analisando o local e sua importncia.

    O presente trabalho tem como objetivo geral analisar o projeto de re-vitalizao do Balnerio Pblico Municipal visando sua utilizao para o turis-mo e lazer no municpio e como objetivo especifico realizar um levantamento histrico sobre o Balnerio Municipal, relacionar a revitalizao e diagnosticar a importncia do balnerio para a comunidade local.

    As pesquisas realizadas no estudo tero dois momentos diferentes, a saber: primeira etapa pesquisa bibliogrfica, atravs de livros de referncia informativa, visando obter conceitos tericos e histria do objeto de estudo; segunda etapa pesquisa exploratria, que se desenvolver atravs de visitas ao local, e se necessrio aplicao de um questionrio junto populao local e visitantes.

    Dentro desse aspecto pode-se dizer que este trabalho se justifica por buscar analisar de maneira objetiva a importncia da revitalizao do Balnerio Pblico Municipal e podendo dessa maneira ressaltar o valor de um atrativo de lazer em rea pblica para o turismo e tambm para a populao local.

    DESENVOLVIMENTO1. Histrico do Balnerio Municipal de Trs Lagoas/MS

    Trs Lagoas, devido aos seus grandes recursos hdricos, possuem no contexto de sua colonizao, a tradio do lazer em seus rios e lagos. Em 1939, foi inaugurado o Balnerio da Lagoa, o primeiro empreendimento turstico do

  • 3

    CONEXO

    gnero. Ele era localizado na Lagoa Maior, entre as trs que do o nome cida-de, tornando-se o local palco de banhos e pescarias.

    Com o crescimento da cidade, a lagoa que era situada em seu interior, comeou a sofrer as conseqncias naturais da poluio e da contaminao de suas guas, causadas pela ocupao urbana desordenada. O poder pblico mu-nicipal, em decorrncia, foi obrigado nos anos sessenta (60) a intervir para a sua correta utilizao.

    Joo Dantas Filgueiras, prefeito municipal, no exerccio do seu segun-do mandato (1970-1974) resolve adquirir com recursos prprios uma outra gle-ba de terras, nas margem direitas do Sucuri. Esse sitio, apresenta, para a poca, as condies mais adequadas para o lazer da populao local. A rea foi doada por ele prefeitura municipal de Trs Lagoas, com a finalidade de construir o Balnerio Pblico Municipal. A obra foi realizada ainda em seu mandato e tor-nou-se um grande marco para o turismo regional.

    A repercusso do novo balnerio proporcionou novo impulso na ocu-pao turstica na orla do Rio Sucuri. As belezas das aprazveis praias de areias brancas e a imensido do lago formado pela usina hidreltrica do rio Paran Engenheiro Souza Dias Jupi, despertou o interesse da populao e visitantes para a ocupao do local. O entorno do balnerio foi o primeiro loteamento a ser colocado venda at mesmo pela proximidade da rea urbana. Em alguns anos tanto a margem direita quanto esquerda estavam ocupados por cente-nas de ranchos de veraneio.

    Nesse perodo, o balnerio pblico municipal, recebia caravanas de nibus oriundas das mais diversas regies, alm de ser prestigiado com orgulho pela populao local.

    Apesar do grande sucesso, o modelo de gesto do balnerio, no foi capaz de manter o equipamento em boas condies e, com o passar dos anos, as instalaes se tornaram inadequadas e incapazes de atender as exigncias mnimas para uma boa recepo. Apesar disso, o equipamento oferece uma modesta lanchonete com servios rudimentares, pssimas instalaes sanit-rias, praia razovel e ainda assim, o local continua sendo muito freqentado. So inmeras as caravanas de nibus nos finais de semana de calor intenso.

    O balnerio pblico municipal assunto de debates e cobranas em diversos setores da comunidade local e est integrado ao Plano de Desenvolvi-mento Turstico Sustentvel Municipal e Estadual (PDTUR-MS), sendo considera-do atrativo natural de grande potencial com infra-estrutura deficiente.

  • 4

    CONEXO

    1.1. Turismo e Lazer no Balnerio Municipal de Trs Lagoas

    Como resposta ao lazer e ao turismo em Trs Lagoas, cidade situada no Estado de Mato Grosso do Sul, banhada por rios e lagos, ressalta-se como fonte de entretenimento e investimento, o Balnerio Municipal da cidade; no qual a prefeitura empreende como Projeto de Governo da atual administrao, que implica na revitalizao do balnerio. Aguardando-se grandes benefcios para cidade, no s em termos de turismo e lazer, mas tambm como investimento para a populao, que segundo dados do IBGE, cinqenta por cento das famlias do municpios contam com uma renda de at trs salrios mnimos e perto de trs quartos com uma renda de at cinco salrios mnimos, isto refora a idia de democratizao e qualificao do lazer para as camadas mais populares se cons-tituindo, ento, em uma base para a conquista do desenvolvimento humano.

    Segundo Krippendorf (1999, p. 35):

    O turismo balnerio atrai muito as pessoas as praias, os rios, os lagos, as nascentes e mesmo as piscinas ar-tificiais fazem do turismo balnerio a forma mais costumeira e procurada da era industrial, pois significam liberdade, o alvio e a naturalidade da vida que as pessoas percebem que esto perdendo a cada dia, envolvidas nas realidades urba-nas que, alm de destruir a beleza e as virtudes dos recurso naturais, lhe tiram a possibilidade de um viver pleno de sua humanidade.

    A requalificao e a urbanizao do Balnerio Municipal se colocam como a mais importante interveno neste primeiro perodo do Governo, pois a cidade conhecida popularmente como Cidade das guas, tem na tradio cultural da regio o lazer oferecido; possuindo aspectos climticos e geogrficos como panoramas para o lugar e, financeiramente com um alto valor de bene-fcio social frente ao seu provvel custo de implantao. Por suas particularida-des o balnerio municipal atender a todas as faixas etrias e, por isso, possui o objetivo real de lazer potencial para mais de sessenta mil moradores da cidade.

    Um balnerio pblico uma grande estratgia, atraindo no s a po-pulao local que carece de um lazer apropriado, como tambm as pessoas de outros municpios que de l vem e aproveitam para conhecer outros empreen-dimentos.

  • 5

    CONEXO

    A revitalizao do balnerio pblico ser empreendido em todas as etapas do projeto respeitando as normas da SEMA; garantindo ao meio ambien-te a melhor utilizao do espao geogrfico sem degrad-lo. Infelizmente o bal-nerio pblico nunca foi licenciado, desde a dcada de setenta ele carece de um licenciamento ambiental, autuando - se IBAMA a prefeitura por ter edificado nas margens do rio. A prefeitura recorreu dessa multa e entrou com o processo de licenciamento ambiental, a obra comea a ser construda, pois j foi assinada a sua construo, e a licena prvia (requisito para comear a construir, j conce-dida). Devido s normas do SEMA alguns requisitos tero que ser observados e respeitados; eis alguns:

    Como houve uma maior exigncia por parte da SEMA; - toda a parte de rede de esgoto ter que ter uma estao de tratamento pequena e autom-tica, devido a isso houve, ento, a necessidade de um outro recuo, maior, de duzentos metros do rio.

    Sanitrios e quiosques espalhados por todo balnerio, mas com a ob-servao da SEMA, que determina que estejam a cem metros de recuo da lmi-na dgua, estando ento, o projeto j empreendido nesses parmetros.

    Outras observaes so referentes s cotas da CESP, ou seja, onde tem o lago no qual foi indenizado por ela, possui-se uma rea de terra (tais como: o municpio, os sitiantes, fazendeiros etc.), entendendo-se que esta cota no com-plementa as cota d

Recommended

View more >