3310 memorial ex 00

Download 3310 Memorial Ex 00

Post on 03-Oct-2015

228 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

xx

TRANSCRIPT

PROJETO: 5597

PROJETO: 0110

CLIENTE: CCP CYRELA COMERCIAL PROPERTIES.

OBRA

: SHOPPING METROPOLITANO

ENDEREO:AV. EMBAIXADOR ABELARDO BUENO

JACAREPAGUA RIO DE JANEIRO - RJ

REFERNCIA: MEMORIAL DESCRITIVO DE ELTRICA

ESPECIFICAES TCNICAS DE SERVIOS

ESPECIFICAES TCNICAS DOS MATERIAIS E COMPONENTES

RESPONSAVL:NV ENGENHARIA LTDAREVISO: 04NDICE 1. MEMORIAL DESCRITIVO E GENERALIDADES

2. ESPECIFICAES TCNICAS DOS SERVIOS

3. DIREITOS E OBRIGAES DAS EMPREITEIRAS4. OBSERVAES TCNICAS

5. ESPECIFICAES TCNICAS DOS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS

1. MEMORIAL DESCRITIVO E GENERALIDADES DAS INSTALAES ELTRICAS.Este memorial tem por finalidade descrever as solues e parmetros adotados que nortearam a elaborao do Projeto Executivo das Instalaes Eltricas do SHOPPING METROPOLITANO, descrevendo com detalhes os servios que as Empreiteiras devero considerar como parte integrante do escopo dos servios.

Os projetos foram desenvolvidos em coordenao com os projetos de Arquitetura, Luminotcnica, Estrutura, Ar Condicionado e Sistema de Superviso.O presente memorial destina-se a descrever as solues, bem como definir direitos e obrigaes necessrias, quando da contratao para execuo das instalaes nele descritas.

A execuo das instalaes dever ser elaborada atendendo as exigncias do memorial do projeto, das normas das Concessionrias e das normas da ABNT, principalmente as seguintes:

- NBR 5410 - ABNT - Instalaes Eltricas de Baixa Tenso;

- NBR 5419 - ABNT - Proteo de Estruturas contra Descargas Atmosfricas;

- NBR 5413 - ABNT - Iluminao de Interiores;

- NBR 14039 ABNT Instalaes Eltricas de Alta Tenso (de 1,0 kV a 36,2 kV).-RECON MT LIGHT Regulamentao para fornecimento de Energia Eltrica a consumidores

atendidos em mdia tenso.

- RECON BT LIGHT Regulamentao para fornecimento de Energia Eltrica a consumidores Atendidos em baixa tenso.

- NR-10 Norma Regulamentadora 10 Segurana em instalaes e servios em eletricidade.

1.1. DO PROJETOO projeto, na fase atual, dever ser considerado como executiva quanto infraestrutura projetada, porm considerando a dinmica deste tipo de empreendimento, bem como as reais necessidades de adaptaes e alteraes em funo da comercializao de lojas e mudanas de layouts, os projetos devero ser revistos conforme o desenvolvimento do projeto.Todos os projetos dos lojistas, aps serem analisados e aprovados pela fiscalizao, as cargas eltricas foram e alimentadores foram dimensionados conforme norma Light, qualquer alterao dever ser solicitada concessionria Light.As distribuies dos pontos para as reas administrativas, circulaes, mall, estacionamento etc., devero ser revisadas e adaptadas em funo dos layouts definitivos, decorao e modificaes da Arquitetura.

1.2. RESPONSABILIDADES DA EMPREITEIRA QUANTO AO PROJETOTodos os servios mencionados neste memorial e no projeto devero ser objeto de um contrato global ou parcial com a Empreiteira, no comportando pagamentos adicionais para nenhum servio constante no escopo.

Com base no projeto, no memorial e visitas ao local da obra, a Empreiteira dever fazer levantamentos completos e minuciosos de todos os servios, materiais, equipamentos, ferramentas, mo de obra, superviso e coordenao dos servios necessrios para perfeita execuo do escopo.

A Empreiteira dever apresentar previamente contratao, uma carta declarando que analisou o projeto e listou as possveis omisses.

Aps a assinatura do contrato a Empreiteira no poder alegar desconhecimento de qualquer item, constante do projeto e do memorial para obter pagamentos adicionais de servios extras.

A Empreiteira na sua proposta dever apresentar todos os itens com preos unitrios, os quais devero servir como base para servios complementares, acarretados por eventuais modificaes introduzidas na obra.

Caber a Empreiteira manter atualizados os projetos com as modificaes introduzidas na obra atravs de anotaes, as quais devero ficar arquivadas sempre em coordenao com o engenheiro fiscal do proprietrio da obra.

Estas anotaes devero ser apresentadas fiscalizao na poca da medio dos servios, cuja aprovao ser liberada para fins de pagamentos.

Portanto a Empreiteira de servios de eletricidade dever considerar como parte integrante do escopo de servios a atualizao de projetos de tal maneira que se tenha no final da obra um projeto totalmente atualizado, o qual dever ser entregue ao proprietrio sob a forma de "As Built", de modo que se tenham condies no futuro de executar a manuteno de qualquer instalao objeto do atual projeto.

A Empreiteira tambm dever ser responsvel pelo acompanhamento e aprovao dos projetos legais bem como por todas as responsabilidades nas ligaes das Companhias Concessionrias.

2.ESPECIFICAES TCNICAS DOS SERVIOS.As especificaes tcnicas dos servios das Instalaes Eltricas da obra Shopping Metropolitano devero seguir a ordem j estabelecida:

2.1. ENTRADA DE ENERGIA EM MEDIA TENSO (13,8kV) E BAIXA TENSO (380/220V)A concessionria de energia eltrica (Light), fornecer 02 entradas em mdia tenso (13,8 kV) que alimentar a cabine de medio em mdia tenso 01 localizado no trreo entre os eixos 1-3 x B-E.

As entradas sero protegidas por duas chaves de manobra da Light que alimentaro o cubculo de medio e transferncia automtica da cabine de medio 01.

A cabine de medio 01 alimentar as subestaes Administrao 01, Administrao 02, Ar Condicionado (CAG), as lojas ancoras situadas entre os eixos 1 e 14 e cabine de medio 02, localizado entre os eixos 20-22 x W-Y.A cabine de medio 02 alimentar as lojas Ancoras situadas entre os eixos 14 e 27.A partir das chaves que alimentam a cabine de medio 01 ser feita uma derivao que alimentara os Vauts 01 e 02 (Camara Transformadora Subterrnea), que alimentaro as lojas satlites com carga em Baixa Tenso (380/220 V).O Vaut 01 est localizado prximo a cabine de medio 01, contendo 02 transformadores de 1000 kVA que atendem a 02 chaves de proteo geral do cubculo CSMD-6000, que alimentar os Centro e de medio (CM-4, CM-5, CM-7 e CM-8) e mais 02 CM para futura expanso, atravs de barramentos blindados em cobre.

O Vault 02 est localizado entre os eixos 26 27 x T U, ter a mesma concepo do Vault 01 e alimentar os centros de medio (CM-1 e CM-2) e mais 01 CM para futura expanso, atravs de barramentos blindados em cobre.SUBESTAES LOJAS ANCORA.

A loja ancora dever construir internamente a loja uma subestao classe 15 kV, com cubculos modulares compactos isolao SF6 e com transformador a seco, conforme normas Recom de mdia tenso da Light, NBR-1409 e NR-10.- O shopping fornecer o cabo alimentador em mdia tenso 13,8 KV no local, ficando a cargo do lojista a instalao da subestao, aprovao dos projetos e contrato de demanda junto a concessionria Light.- A instaladora dever deixar o cabo alimentador no fundo da loja, na altura do mezanino tcnico com uma sobra de 20 metros. (antes da passagem dos cabos confirmar a localizao da subestao).SUBESTAO ADMINISTRAO 1.

- A subestao administrao 1 ser localizada no sub solo entre os eixos 11-12 x M-O, ser do tipo blindada compacta com isolao SF6, devendo ser composta de:

- Cubculo modular de entrada com chave seccionadora.- Cubculo modular de proteo com fusveis. (sada para transformador de 1500 kVA)

- Cubculo modular de proteo com fusveis. (sada para transformador de 1000 kVA).

- 01 Transformador a seco de 1500 kVA.

- 01 Transformador a seco de 1000 kVA

- A subestao administrao 1 dever ser responsvel pela alimentao das seguintes cargas:

- Iluminao do mal, administrao e estacionamento.

- Ar condicionado e exausto do mall, administrao e estacionamento.

- Escadas rolantes e elevadores.

- Bombas de recalque de gua e esgoto.

- Bomba de incndio.

SUBESTAO ADMINISTRAO 2

- A subestao administrao 2, ser localizada no 1 sub solo, entre os eixos 19-20 x R-T e ter a mesma composio e funo da subestao administrao 1, contendo :- 01 Transformador a seco de 1000 kVA.

- 01 Transformador a seco de 500 kVA.

SUBESTAO AR CONDICIONADO (C.A.G.)- A subestao ar condicionado, ser localizada na laje tcnica da cobertura ao lado da casa de maquinas do ar condicionado, ser do tipo blindada compacta com isolao a SF6, com a mesma composio das subestao administrao 1, contendo :- 01 Transformador a seco de 1500 kVA.

- 01 Transformador a seco de 500 kVA.- A subestao do ar condicionado dever ser responsvel pela alimentao das cargas eltricas da central de ar condicionado.

ALIMENTAO E MEDIO EM BAIXA TENSO DAS LOJAS SATLITES.

- Em funo das caractersticas construtivas do empreendimento e por convenincia tcnica, o sistema de medio ser distribuda nos andares em centros de medies da Light (3 por pavimento), com leitura centralizada, sistema de telemetria e concentrador de dados de medio localizada ao lado da caixa CSMD-6000.- Devido a demanda da instalao ser necessrio a construo de 02 cabina de transformao subterrnea da Light (CTS) no terreno do shopping (junto a entrada de energia), as dimenses e os equipamentos necessrios sero fornecidos pela Light.

- A interligao entre a cabina de transformao e os centros de medio nos andares, ser atravs de barramentos blindados (IP- 55) lacrados (energia no medida da Light). Aps a medio em BT at as lojas satlites a alimentao eltrica ser atravs de cabos de cobre unipolares isolao 0,6/1 kV 90 no halogenado e com baixa emisso de fumaa e gases toxicos, a tenso de fornecimento ser 380/220 V , 60 HZ, trifsico (3 fases + neutro + terra).2.2. GERAO DE EMERGNCIANo subsolo sero instalados sero instalados 02 grupos geradores diesel com partida e transferncia automtica para alimentao do sistema de emergncia do Shopping.O sistema de gerao de emergncia dever alimentar: