23º encontro espírita sobre ?· 1997 – 4º e.e.jesus- amai os vossos inimigos 1998 – 5º...

Download 23º Encontro Espírita sobre ?· 1997 – 4º E.E.JESUS- Amai os Vossos inimigos 1998 – 5º E.E.JESUS-…

Post on 07-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    2

    CENTRO ESPRITA LON DENIS

    TEMA

    H MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI

    JESUS

    Patrono do Encontro

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    3

    INFORMAES GERAIS

    8:00 s 8:30h Chegada / Recepo

    8:30 s 9:00h Abertura / Deslocamento

    9:00 s 10:20h Estudo

    10:20 s 11:10h Intervalo

    11:10 s 12:55h Estudo

    13:00h Encerramento

    Coordenao Geral:

    Ftima Ventura

    Coordenao Imediata:

    Colegiado do Encontro Esprita de Jesus

    Organizao do Contedo: Equipe de Estudo do Encontro

    Finalizao:

    Setor Editorial do CELD

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    4

    CENTROS PARTICIPANTES

    NOME LOCAL DATA DE REALIZAO

    Centro Esprita Lon Denis Bento Ribeiro 25 setembro 2016

    Centro Esprita Antnio de Aquino

    Magalhes Bastos

    25 setembro 2016

    Centro Esprita Irmo Clarncio Vila da Penha 25 setembro 2016

    Centro Esprita Bezerra de Menezes

    Duque de Caxias 25 setembro 2016

    Centro Esprita Casa do Caminho

    Taquara 25 setembro 2016

    Centro Esprita Daniel Cristvo Sulacap 25 setembro 2016

    Ncleo Esprita Antnio de Aquino

    Bangu 25 setembro 2016

    Grupo Esprita Fraternidade e Amor

    Bangu 08 outubro 2016

    (sbado 09 s 12h)

    Centro Esprita Abel Sebastio de Almeida

    Sampaio 09 outubro 2016

    Centro Esprita Ismael Magalhes Bastos

    09 outubro 2016

    Centro Esprita Lon Denis (Cabo Frio)

    Cabo Frio 09 outubro 2016

    Centro Esprita Maria de Nazar Nilpolis 09 outubro 2016

    Grupo Esprita Maria de Nazar Madureira 16 outubro 2016

    Grupo Esprita Allan Kardec Bangu 19 outubro 2016

    (sbado 16 s 18h)

    Unio Kardecista Nilpolis 23 outubro 2016

    Associao Crist Esprita Chico Xavier

    Nova Iguau A definir

    Centro Esprita Abigail Santa Cruz A definir

    Centro Esprita Abigail de Lima Madureira A definir

    Ncleo Esprita Rabi da Galileia Santa Cruz A definir

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    5

    TEMAS ESTUDADOS

    1994 1 E.E.JESUS- Jesus e o Espiritismo.

    1995 2 E.E.JESUS- Jesus e a Alegria

    1996 3 E.E.JESUS- O Cristo Misericordioso

    1997 4 E.E.JESUS- Amai os Vossos inimigos

    1998 5 E.E.JESUS- Jesus e o Perdo das ofensas

    1999 6 E.E.JESUS- Jesus e a Reencarnao

    2000 7 E.E.JESUS- Jesus diante dos mundos superiores e inferiores

    2001 8 E.E.JESUS- Jesus e a felicidade futura

    2002 9 E.E.JESUS- Jesus e as aflies do homem

    2003 10 E.E.JESUS- Muitos os chamados e poucos os escolhidos

    2004 11 E.E.JESUS- Os trabalhadores da ltima Hora

    2005 12 E.E.JESUS- Estranha Moral

    2006 13 E.E.JESUS- Ajuda-te que o cu te ajudar

    2007 14 E.E.JESUS- O Cristo Consolador

    2008 15 E.E.JESUS- O Consolador e ns

    2009 16 E.E.JESUS- O Homem de Bem e o Homem Inteligente Segundo

    Jesus

    2010 17 E.E.JESUS- O Homem de Bem, a Sociedade de Consumo e Jesus

    2011 18 E.E.JESUS- O Homem de Bem diante das horas crticas

    2012 19 E.E.JESUS- O Homem de Bem- O Missionrio do Cristo

    2013 20 E.E.JESUS- O Homem de Bem e a Vida Intuitiva- Jesus o Bom

    Pastor.

    2014 21 E.E.JESUS- No vim destruir a Lei

    2015 22 E.E.JESUS- Meu Reino no deste mundo

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    6

    SUMRIO

    OBJETIVOS ................................................................................................... 7

    INTRODUO ................................................................................................ 8

    TEMA 1 - Credes em Deus, credes tambm em mim ......................................... 10

    TEMA 2 - Diferentes estados da alma na erraticidade ....................................... 12

    TEMA 3 - As diferentes categorias dos mundos habitados ............................... 15

    TEMA 4 - Moradas interiores ............................................................................... 18

    TEMA 5 - Terra de provas e expiaes ao limiar da nova era de regenerao 21

    CONCLUSO ......................................................................................................... 27

    ANEXOS ................................................................................................................. 29

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    7

    I. OBJETIVO GERAL

    Compreender que a casa do Pai o Universo e que nele h muitas

    moradas.

    II. OBJETIVOS ESPECFICOS

    Introduo: Analisar o contexto em que Jesus usa o dito H muitas

    moradas na casa de meu Pai. .

    Tema 1: Reconhecer em Deus, o criador do universo e o Pai,

    infinitamente justo e misericordioso.

    Identificar Jesus como diretor espiritual do planeta Terra desde os seus primrdios.

    Tema 2: Compreender que existem diferentes estados da alma na

    erraticidade.

    Tema 3: Identificar as principais caractersticas dos diferentes tipos

    de mundos habitados.

    Tema 4: Compreender a diversidade das moradas intimas.

    Tema 5: Perceber que nosso planeta se encontra em fase de transio

    para mundo de regenerao.

    III. CONCLUSO

    Refletir quanto a contribuio pessoal no processo de regenerao

    do planeta.

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    8

    INTRODUO

    Objetivo: Analisar o contexto em que Jesus usa o dito H muitas moradas na casa de meu Pai. .

    A despedida de Jesus segundo Joo Evangelista.

    Na vspera da Pscoa, Jesus se rene com os apstolos para a ltima

    ceia, e da em diante desenrolam-se eventos e citaes do Mestre que ficaram

    registrados nos Evangelhos.

    Essa sensibilizao baseada nos textos de Joo, o Evangelista, tem por

    objetivo nos situarmos no contexto do tema base dos estudos que

    desenvolvemos neste ano. O quadro instalado no meio daqueles irmos, o

    de crise. Jesus precisava partir, Ele sabia para onde iria, seus companheiros

    no. Jesus sabia que ficariam perdidos, desorientados, pelo menos, por algum

    tempo, e passa a lhes ditar alguns conceitos bsicos que buscamos, ainda,

    assimilar.

    Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco; (...) para onde eu vou,

    vs no podeis ir.

    Simo Pedro lhe diz: Senhor, para onde vais? Respondeu Jesus:

    Para onde vou no podes me seguir agora, mas depois me seguirs.

    No se perturbe o vosso corao. Credes em Deus, crede

    tambm em mim.

    Na casa de meu Pai h muitas moradas. Se no fosse assim no

    teria dito que vou preparar um lugar para vs.

    Sabeis o caminho aonde eu vou.

    Tom lhe diz: Senhor, no sabemos aonde vais, como podemos saber

    o caminho?

    Filipe lhe diz: Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos suficiente.

    Jesus lhe diz: Filipe, por tanto tempo estou convosco, e no me

    conheceis? Quem me v, v o Pai. Como dizes tu mostra-nos o Pai?

    Crede em mim porque eu estou no Pai, e o Pai est em mim. Crede,

    ao menos, por causa das mesmas obras.

    (Joo, 13: 33 e 36, 14: 1, 2, 4, 5, 8, 9 e 11)

    O Novo Testamento, FEB Editora, traduo Haroldo Dutra Dias

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    9

    Quando refletimos sobre o texto, nos vemos, naturalmente, diante de

    alguns questionamentos:

    Nos sentimos como os apstolos nos momentos de crise?

    At hoje a ingenuidade de Pedro, a falta de rumo de Tom, a

    incredulidade de Filipe, habitam nossos coraes?

    Ns j conhecemos Jesus o suficiente para termos a certeza do

    caminho?

    Qual o objetivo dos momentos de crise em nossas vidas?

    O que fazer para vencer esses momentos de crise?

    Observe que a crise que decide o futuro. A crise possibilita a

    consagrao do indivduo, a renovao do esprito, sempre que estimulado

    pela esperana.

    Se estamos, no momento, em uma morada de crise, lembremo-nos que

    na Casa do Pai, h outras moradas. Podemos escolher, com Jesus, o caminho

    seguro para alcanar uma morada melhor.

    No se perturbe o vosso corao. Jesus (Joo 14:1)

    CRISES

    (...) Ia o Mestre provar o abandono dos entes amados, a ingratido

    de beneficirios da vspera, a ironia da multido, o apodo na via pblica, o

    suplcio e a cruz, mas sabia que ali se encontrava para isto, consoante os

    desgnios do Eterno.

    Pede a proteo do Pai e submete-se na condio do filho fiel.

    Examina a gravidade da hora em curso, todavia, reconhece a

    necessidade do testemunho.

    E todas as vidas na Terra experimentaro os mesmos trmites na

    escala infinita das experincias necessrias.

    Todos os seres e coisas se preparam, considerando as crises

    que viro. a crise que decide o futuro.

    (...) Quando, pois, te encontrares em luta imensa, recorda que o

    Senhor te conduziu a semelhante posio de sacrifcio, considerando a

    probabilidade de tua exaltao, e no te esqueas de que toda crise

    fonte sublime de esprito renovador para os que sabem ter esperana.

    Emmanuel

    Vinha de Luz, FEB Editora, psicografia Francisco Cndido Xavier lio 58

  • 23 Encontro Esprita sobre Jesus

    H muitas Moradas na Casa de meu Pai

    10

    TEMA 1 Credes em Deus, credes