027 salmos

Click here to load reader

Post on 16-Jan-2015

5.084 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Salmos

TRANSCRIPT

  • 1. INTRODUO SALMOS Autoria A descoberta dos chamados Rolos do Mar Morto, nas cavernas do monte Qunram, consideradaa maior descoberta arqueolgica do sculo XX, e deu origem a uma srie de pesquisas e relatrioscientficos que colaboram, at hoje, para melhor compreenso dos manuscritos bblicos, alm deatestar a autenticidade de muitas cpias historicamente mais recentes. A primeira coletnea pr-exlica de salmos foi organizada na poca de Davi, quando a liturgia doculto a Jav (Yahweh o nome santo e impronuncivel de Deus, em hebraico transliterado muitasvezes em Jeov, Iav ou Adonai o Eterno em geral traduzido por Senhor) comeava a tomarforma. Os primeiros salmos a serem agrupados, e que mais tarde dariam origem ao Saltrio, foram deno-minados Oraes de Davi, filho de Jess (72.20). Outros foram compostos durante o exlio. Contu-do, foi durante o reinado do seu filho Salomo (um dos reis considerados davdicos) e o exercciodo servio litrgico e religioso no primeiro templo, que os salmos, definitivamente, passaram a fazerparte da tradio judaica. Assim, o livro dos salmos a compilao de vrias coletneas da fina obraliterria bblico-cannica-judaica (poemas, hinos e cnticos espirituais) e representa a etapa final deum processo que demandou sculos de vvida histria. Foram os mestres e servos ps-exlicos dotemplo, entretanto, que completaram e concluram a coletnea final de 150 salmos (nmero com oqual concordam a Septuaginta e o Texto Hebraico, ainda que cheguem a essa cifra de modo dife-rente), ao final do sc. III a.C. As expresses Salmos e Saltrio provm da Septuaginta (a primeira e mais notvel traduogrega do AT, elaborada por um grupo de eruditos de Alexandria, por volta do ano 285 a.C.) e, a princ-pio, referiam-se aos instrumentos de cordas usados nas liturgias da poca (harpa, lira, alade etc...).Mais tarde, passaram a designar no apenas os instrumentos mas, igualmente, os cnticos queacompanhavam os cultos. Os ttulos hebraicos originais tehilim (louvores) e tephillot (oraes) deramorigem ao termo que usamos hoje: Salmos. costume, nas sinagogas em todo o mundo, recitar umaorao anterior e em preparao reverente leitura devocional dos salmos, cujo primeiro pargrafoaqui transliteramos: lehi ratson milefancha Adonai Elohnu veloh avotnu, habocher bedavid avdouvezaro acharav, vehabocher beshirot vetishbachot, shetefen berachamim el keriat mizmor tehilimsheecr keilu amaram David hamlech alav hasshalom beatsmo, zechuto toguen alnu. Eterno,nosso Deus e Deus de nossos pais, que com amor acolheste Teu servo David e seus descendentes,e que Te deleitas com cnticos e louvores, possam ser de Teu agrado os Salmos que vou pronunciar.Considera-os como se pelo prprio rei David de abenoada memria tivessem sido recitados. De acordo com os ttulos (parte integrante do texto bblico que, na Bblia King James e, posterior-mente, em outras tradues, aparece como subttulo ou junto ao primeiro versculo), Davi foi autor oufonte de inspirao de 73 salmos. O prprio Senhor Jesus Cristo afirmou categoricamente a validadedo ttulo do Salmo 110 e a autoria de Davi (Mc 12.36). Devido fraseologia hebraica empregada nos manuscritos, que significa, de modo geral, perten-cente a, surge uma dificuldade na preciso das autorias, pois essa expresso pode ser igualmenteinterpretada no sentido de concernente a, para uso de, ou ainda dedicado a. Portanto, o nomepode referir-se ao ttulo de uma coleo de salmos que havia sido reunida em torno de determinadapersonagem (como de Asafe ou dos coratas, por exemplo). Contudo, especialmente depoisdos estudos sobre os Rolos do Mar Morto, no h dvida entre os mais renomados biblistas, deque houve um Saltrio composto por esse notvel compositor, msico e cantor; coletnea que podeter includo hinos e escritos a respeito de alguns dos reis davdicos posteriores, ou ainda salmosescritos moda de Davi. O nome Davi tambm usado no Saltrio, em sua forma original, comosubstantivo coletivo, a fim de representar os reis de sua dinastia. Nos livros hebraicos de oraes,a memria de Davi tradicionalmente reverenciada como o doce cantor de Israel, cujos Salmos

2. manifestam sua exaltao, esperanas, tristeza e alegria, temor e angstias, perseverana e amor aAm Israel, o Povo de Israel, sempre invocando a ajuda do Eterno (Adonai) e, mesmo nos momentosmais difceis, manifestando sua confiana absoluta no socorro dEle!Sendo assim, Asafe foi autor de 12 salmos, os filhos de Cor compuseram 11, Salomo foi autor dedois, e Moiss e Et foram autores de um salmo cada. Cerca de 50 salmos no tm autor definido,embora a Septuaginta apresente Ageu e Zacarias como autores de cinco salmos.Os mais recentes relatrios baseados nos Papiros ou Rolos do Mar Morto e, portanto, em averigua-es e estudos apurados em relao aos mais antigos manuscritos do AT, atestam que a maioria dossalmos foi escrita por volta do ano 1000 a.C. e que no h um nico salmo cannico que tenha suacomposio datada depois do ano 300 a.C. Propsitos Qualquer tentativa de estudo, sistematizao ou esboo do Livro dos Salmos deve ser geral econsiderar dois aspectos fundamentais da sua constituio: o Saltrio orao, devoo e poesia,do comeo ao fim. E a teologia que perpassa os Salmos deve ser analisada em sua essncia con-fessional e doxolgica; jamais de forma abstrata ou, de outro extremo, como um mero catecismo dedoutrinas. Alguns pregadores, na tentativa de sistematizar a teologia inerente ao Saltrio, transforma-ram obras de arte cannica, teolgica e de louvor a Deus, em plulas pragmticas de doutrina e, noraro, propagaram muitas heresias. Portanto, cada salmo deve ser analisado e compreendido luzda coletnea e, evidentemente, do todo das Escrituras, pois que uma verdade bblica isolada devecorresponder e harmonizar-se Verdade geral das Escrituras Sagradas. Portanto, a essncia teolgica dos Salmos, o centro gravitacional da Histria e de toda a criao,seja a filosofia, a tica, a moral e a f, ou ainda os mistrios da terra e dos cus, resume-se em Deus(Yahweh Jav ou Iav o Senhor). muito sintomtico que o mais respeitado e imponente rei dosjudeus tenha-se curvado, humildemente, diante do Rei dos reis, o Senhor dos senhores, clamandopor sua misericrdia e reconhecendo a soberania, a justia e o amor leal de Deus. O Saltrio dividido em cinco livros, cada um dos quais encerrado com uma doxologia. Portanto,no estudo dos salmos, mais significativo que algum diagrama geral a classificao deles, de acor-do com os assuntos tratados. Cerca de metade dos salmos de Davi ou de algum dos seus descendentes (davdicos) e, conformeseus ttulos, vm quase todos do perodo ureo de Israel, isto , de aproximadamente 1.000 a.C. E, semdvida, alguns deles foram compostos mais tarde, at mesmo no tempo do cativeiro, como o salmo137, por exemplo. A grande virtude dos cnticos espirituais, hinos e, portanto, dos salmos, atingir simultaneamente esprito, razo e corao, provando que conhecimento intelectual no o bastante:o mago do esprito humano deve tambm ser tocado pelo poder da Graa remidora de Deus. importante frisar, especialmente para os leitores ocidentais, de lngua portuguesa, que a poesiamilenar hebraica no consiste em rima, nem obedece a um sistema mtrico semelhante ao nosso,mas consiste principalmente em repetio de pensamento (idias) numa clusula paralela. Comoneste exemplo: No nos trata segundo os nossos pecados nem nos retribui de acordo com asnossas culpas (Sl 103.10). A simples observao a essa regra do paralelismo hebraico pode nosajudar a interpretar palavras obscuras e, algumas vezes, certos enigmas bblicos, ao lermos comateno o paralelo mais claro. Ou seja, uma frase ajuda na compreenso da outra e do sentido geralda mensagem, pela associao ou esclarecimento da idia central que est sendo comunicada.Outro recurso lingstico observado com freqncia nos poemas hebraicos a dramatizao, assimcomo as figuras de linguagem (smiles e metforas, em profuso). Davi escrevia como quem sentiao corao dos seus leitores e ouvintes. Quando interpretamos os salmos messinicos, importanteficarmos alertas para o fato de que, nesse caso, Davi tambm escreveu na primeira pessoa, aindaque exiba, com vvidos detalhes, as experincias do Mestre e Messias (Sl 22). Cerca de metade dos salmos pode ser classificada como oraes de f em tempos de crise.Quantas pessoas atravessaram guerras, longos perodos de graves enfermidades, calamidades, de-presses profundas, falncias, desiluses, traies, amarguras terrveis, dor e medo, orando, comf e persistncia lendo os salmos bblicos. Alguns desses salmos passaram para a Histria comocones universais de devoo, piedade e confiana em Deus. comum ver a Bblia aberta em um 3. desses salmos, como um smbolo de reverncia e convite leitura (Sl 23; 91 e 121). Aproximada-mente outros 40 salmos foram consagrados especialmente ao tema da adorao e louvor (Sl 100 e103, por exemplo), os quais deveriam ter uma participao em nossas leituras e meditaes dirias.Considerando que uma classificao detalhada dos salmos uma tarefa extremamente difcil e,de certa forma, sempre imprecisa, o Comit de Traduo da Bblia King James deixa aqui apenasuma sugesto didtica de reunio dos salmos, para estudo: Salmos do Homem Sbio (Sl 1; 15; 101;112 e 113); Salmos Reais (Sl 2; 21; 45; 72; 110 e 132); Oraes Pessoais (Sl 3,7,8); Louvor Salvfico(Sl 30,34); Louvores Comunitrios (Sl 12; 44; 79); Louvor Pela Salvao da Comunidade (Sl 66; 75);Expresso de F (Sl 11; 15; 52); Hinos Majestade de Deus (Sl 8; 19; 29; 65); Hinos Soberania deDeus (Sl 47; 93 99); Cnticos de Sio (Sl 46; 48; 76; 84; 122; 126; 129 e 137); Cnticos de Pere-grinao (Sl 120 134); Cnticos Litrgicos (Sl 15; 24; 68); Cnticos Didticos (Sl 1; 34; 37; 73; 112;119; 128; 133); Salmos Penitenciais (tradicionalmente assim chamados, e que incluem partes dossalmos 38; 130 e 143, alm dos conhecidos Sl 51 e 32); Salmos Vindicativos (Sl 69; 101; 137 e certaspores dos salmos 35; 55 e 58); Salmos Histricos (Sl 78; 81; 105 e 106); Salmos de Revelao(19; 119); Salmos Messinicos (Sl 2; 8; 16; 22; 40; 41; 45; 68; 69; 89; 102;

View more